10 lugares para comer em San Pedro do Atacama

por Bárbara Mussili

Antes de falar da comida propriamente dita, temos que contar uma curiosidade sobre os estabelecimentos comerciais de San Pedro de Atacama. Como o centrinho da cidade é um lugar com ruas de terra e construções de adobe, normalmente as lojinhas e os restaurantes são portinhas na beira da rua ou espaços escondidos que podem parecer simples demais. Mas não avalie pela aparência. As opções de gastronomia em San Pedro, da refeição ao sorvete, são muitas. De opções mais simples e mais econômicas à mais sofisticada e, consequentemente, mais cara.

Então, selecionamos 10 lugares que conhecemos ou que recebemos indicações para dar referências. Uma coisa é certa: no Deserto de Atacama não se morre de fome.

 1. Adobe

Localizado na Caracoles, é um restaurante de opções variadas, desde prato de carne e fritas até massas e pizzas. É concorrido à noite e costuma ter música ao vivo. Comemos uma pizza por lá e estava bem gostosa, mas não é das mais baratas. Custou $ 11.300 e nem era tão grande.

A latinha de refrigerante foi $ 2.100, também não é barato. Aliás, é sempre bom olhar o preço das bebidas no cardápio. Verificamos na porta que tinha uma opção de pasta al pesto a $ 6.000 e um menu apache a $ 9.000 com entrada, prato principal, sobremesa e café. O atendimento foi rápido.

 2. La Estaka

 

Com um ambiente bem charmosinho, é apresentado como de comida latina. Dividimos um risoto de camarão delicioso (mas o prato é para uma pessoa só, não é farto) acompanhado de um vinho da uva Carmenere chamado Adobe, da Vinícola Emiliana.

A conta deu $ 16.000 para duas pessoas. Também nos recomendaram o curry de camarões que vem servido dentro de um coco. Os pratos são bem apresentados e tivemos um bom atendimento. Também fica no burburinho da Caracoles.

3. La Pica del Índio

É um restaurante muito conhecido por quem busca uma refeição completa e barata. É simples e oferece uma boa variedade de massas a $ 4.000 e carne a $ 8.000, em média. Não chegamos a ir lá dessa vez, mas passamos na porta e tiramos foto para dar uma ideia. Fica numa rua transversal a Caracoles, a calle Tocopilla, bem tranquilo de chegar

4.  Las Delicias de Carmen

Esse é um dos típicos restaurantes que, da entrada, não se tem noção do quanto seu salão é amplo. A aparência é de um restaurante bem típico e tem várias opções. Fica um pouquinho mais afastado da Caracoles, mas não é longe. Foi indicado pelo guia Genaro.

 5. Agua Loka

Também localizado na Caracoles, a Rosi conheceu esse restaurante na visita em San Pedro em 2017. Comidas variadas, de ceviches a massas. Ela recomenda um camarão ao piu piu, que provou e aprovou na época. Nesse ano, havia promoção de uma pizza com dois chops por $12.000. Em alguns dias da semana, tem música ao vivo.

 6. La Casona

Visitei o La Casona em 2016. Comemos uma parrillada, que é tipo um churrasco misto, que veio bem servido. É amplo e fica na Caracoles.

 7. El Charrúa

É uma pizzaria com massa bem fininha e super saborosa. É um espaço pequeno, logo,  costuma ter fila na porta, não exatamente por causa de seu tamanho, mas porque é concorrido. Mesmo assim, o atendimento foi bem eficiente. A atendente já perguntou o sabor enquanto esperávamos e, quando vagou mesa, a pizza já estava pronta. Dividimos uma pizza individual que nem era tão pequena e custou R$ 7.400.

 8. La Franchutería

Esta é uma lojinha muito encantadora para o lanche. A rua é fácil de encontrar (calle Gustavo Le Paige que fica perto da igreja), mas como ela é longa tivemos que andar uns 10 minutos. É uma padaria especializada em pães artesanais e croissants simplesmente deliciosos.

A fabricação dos produtos acontece durante a noite para serem expostos e vendidos no dia seguinte, ainda fresquinhos. Eu tomei um cappuccino ($ 3.000) e Rosi, um café grande (2.700). Dividimos um baguete de frutos secos ($ 2.200) e um croissant ($ 1.200).

 9. Emporio Andino

Na Caracoles, este lugar tem empanadas e tortas bem apetitosas. Pode ser uma opção para a manhã ou para o final da tarde. De qualquer forma, as empanadas saciam a fome a qualquer hora.

10. Heladería Babalú

E se bater aquele calor, esta é a sorveteria do deserto. Eu experimentei o sabor rica-rica, uma erva aromática típica da região e Rosi, limão com hortelã. Afinal, nada mais refrescante que um sorvete no deserto, não é mesmo?

Fizemos todos os nossos passeios com a agência FlaviaBia Expediciones. Você pode fazer um orçamento e garantir um desconto exclusivo para os leitores do Nós no Chile. Clique aqui. 

Outros posts do Deserto do Atacama que você vai gostar de ler:

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

 

Posts Relacionados

Gostou? Deixe aqui seu comentário