4 dicas do que fazer em Santiago com crianças

por Rosi Guimarães

O Chile é um país delicioso, com atrações turísticas para todas as idades ― a começar pela capital, que em geral é a porta de entrada para a maior parte dos brasileiros. Porém, se você vai viajar com seus filhos ou irmãos pequenos deve estar se perguntando: “o que fazer em Santiago com crianças?

Temos uma boa notícia. Santiago do Chile é uma metrópole muito organizada e com fácil acesso em transporte urbano aos principais pontos turísticos. Se você quiser ficar mais livre e confortável, o metrô de Santiago funciona muito bem e te leva para vários pontos turísticos.

Como viajar com crianças requer uma logística bastante detalhada — em razão das particularidades e ritmo próprio da idade delas —, é importante nos planejarmos bastante.

Pensando nisso, escrevemos este post com 4 dicas do que fazer em Santiago com crianças e como se preparar para evitar dores de cabeça durante a estadia. Acompanhe!

Por que uma viagem com crianças exige planejamento especial?

Viajar pode ser uma experiência enriquecedora para crianças de todas as idades: ver pessoas diferentes, comer novos alimentos, estar em lugares peculiares e, claro, ficar perto da família em um passeio diferente.

Porém, se você não planejar bem corre o risco de entrar em apuros, especialmente em destinos internacionais. Horários imprevisíveis, filas longas nos aeroportos e crianças irritadiças são apenas alguns dos desafios que você pode encontrar ao longo do caminho. A grande vantagem de ir para Santiago do Chile é que normalmente o processo não costuma ser demorado, exceto se houver grande fluxo de pessoas nos aeroportos.

Se as crianças estiverem em idade escolar, deixe que elas participem do planejamento do roteiro, até mesmo para que tenham ideia do que verão quando chegarem no país.

Em um cenário urbano, como é o caso de Santiago do Chile, compartilhe opções de passeios a pé interessantes e deixe-os escolher o que mais lhes agrada.

Além disso, ao escolher as hospedagens, veja o que é mais confortável e de maior custo-benefício. Por exemplo: um hostel, um quarto de hotel ou alugar um apartamento. Preferencialmente, escolha uma hospedagem perto dos principais pontos de interesse, assim dá para fazer tudo a pé e se der algum problema, é fácil voltar.

Caso você opte por um guia local, veja se ele está acostumado a trabalhar com crianças e descubra quais são suas referências. Se o guia for bacana, certamente os pequenos ficarão bem animados! Para ajudar, faça um orçamento com as nossas agências parceiras. 

Veja alguns detalhes importantes para viajar com crianças ao Chile:

  • documentos: passaporte válido por 6 meses a partir da data de entrada no Chile ou RG. Certidão de nascimento não é documento válido, mesmo para recém-nascidos;
  • crianças desacompanhadas dos pais: é necessário portar uma autorização dos pais com firma em cartório, de acordo com a Resolução 131 do CNJ (Conselho Nacional de Justiça);
  • seguro viagem: não é obrigatório, mas é aconselhável (ao fim deste post falaremos mais sobre isso);
  • vacinação: o Ministério das Relações Exteriores recomenda que todos os viajantes ao Chile se vacinem contra hepatite. O mesmo vale para a febre-amarela, considerada uma doença endêmica no Brasil (o Chile não tem patologias endêmicas); É apenas uma recomendação, já que nenhuma vacina é obrigatória para entrar no Chile.
  • alerta de poluição: em algumas épocas do ano os índices de poluição em Santiago do Chile podem ficar altos, principalmente no inverno.

Quais os melhores lugares para passear com crianças em Santiago do Chile?

Confira, agora, 4 lugares na capital chilena que os pequenos vão adorar!

1. Cerro San Cristóbal e Zoológico Nacional

Subir o Cerro San Cristóbal é um programa clássico para se fazer em família, bem no coração do famoso bairro de Bellavista. As crianças vão adorar a estação e o funicular (um tipo de bondinho) que leva ao topo do morro.

Não deixe de fazer uma parada no meio do caminho para conhecer o Zoológico Nacional. Construído na encosta do morro, abriga diversas espécies de animais, separadas em alamedas temáticas.

Depois, prossiga no funicular até o topo do morro. É uma vista linda de toda a cidade, rodeada pela Cordilheira dos Andes. Na volta, é possível pegar o teleférico do Parque Metropolitano de Santiago e descer perto do Sky Costanera.

2. Parque Bicentenário

Um dos locais mais bonitos de se visitar, o Parque Bicentenário tem um amplo espaço para crianças. Só não é tão visitado pelos brasileiros porque fica um pouco longe e não tem estações de metrô tão perto (Tobalaba é a mais próxima, a uns 2 km de distância). Mas vale a pena pegar um táxi ou caminhar um pouco.

Há vários playgrounds com brinquedos modernos, pistas de corrida e caminhada, guarda-sóis e cadeiras para descansar no verão. Chamam a atenção 11 esculturas feitas com materiais nobres ― uma das mais fotografadas é La Búsqueda, de Hernán Puelma.

3. Museu Interativo Mirador

Conhecido como MIM, o Museu Interativo Mirador é outra atração que as crianças adoram. Como o próprio nome sugere, o espaço promove total interação com os visitantes e apresenta conceitos de diversas áreas do conhecimento como Biologia, Física, Química, Geografia, Tecnologia ― tudo com muita cor e diversão. Além das visitas individuais, há programas guiados que todos podem participar.

4. Valle Nevado e Farellones

O Valle Nevado é um lugar especialíssimo, que vale a pena ser visitado no inverno. A vista para as montanhas cobertas de neve é deslumbrante. Embora fique a cerca de 70 km da capital, subindo a Cordilheira dos Andes, é um passeio imperdível. É possível se hospedar por lá ou participar de um ski day.

É impossível saber quem se diverte mais, crianças ou adultos. O lugar abriga as melhores pistas de esqui da América Latina. Todo mundo pode aprender a esquiar, brincar na neve e se deliciar com lanches e refeições para lá de apetitosas.

Farellones é uma parque de neve com diversas atrações. Ideal para passar o dia curtindo uma descida na boia gigante, teleférico, skibunda e muito mais. Te atividades específicas para os menores de 5 anos.

Mas, lembre-se de que as temperaturas são bastante baixas, então é preciso estar com roupas apropriadas. Quem vai ao parque e decide participar das atividades na neve pode alugar roupas específicas no próprio local, ou procurar lojas especializadas em Santiago do Chile.

E uma dica extra vai ficar por conta do Fantasilandia – o parque de diversões de Santiago do Chile. Com atividades para todas as idades, é garantia de alegria para todos da família.

Quais as vantagens de contar com um bom seguro viagem?

Quando alguém vai viajar para um destino internacional, especialmente com crianças, é sempre bom se precaver. Embora Santiago do Chile seja considerada uma cidade relativamente segura, não deixe de manter os olhos abertos, principalmente em locais de grande aglomeração onde oportunistas podem agir.

Além disso, há risco da perda de documentos, bagagens podem ser extraviadas e até mesmo algum acidente ou problema de saúde repentino pode acontecer. Com um seguro viagem, qualquer em caso de qualquer eventualidade você e sua família têm cobertura completa e você não gasta nada além do que pretendia.

Não se engane achando que um seguro viagem é caro. Pelo contrário, existem alternativas com um excelente custo-benefício, aliando preço baixo e ampla cobertura. Por isso, recomendamos os serviços da Seguros Promo, parceira da Nós no Chile, uma empresa do grupo Belvitur que tem mais de 50 anos de atuação.

Bem, agora que você já sabe o que fazer em Santiago com crianças, não saia daqui sem antes fazer um orçamento para o melhor seguro viagem. Compare os preços e encontre o mais barato neste artigo!

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Posts Relacionados

Gostou? Deixe aqui seu comentário