5 vinícolas pertinho de Santiago para visitar por conta

por Rosi Guimarães

Não tem como conhecer o Chile e não visitar uma vinícola. O Chile já ocupa a quarta posição mundial na produção de vinhos, (dados da OIV de 2013). É um país com território estreito, (cerca de 180 km de largura), e muito comprido, (média 4.300 km de comprimento). Está situado entre a Cordilheira do Andes e o Oceano Pacífico, a topografia e o clima mediterrâneo, formam um excelente ambiente para o cultivo das uvas. Então mesmo se você é daqueles(as) que não toma vinho, recomendo visitar uma vinícola.

Para quem acompanha o blog sabe que um dos meus passeios preferidos aqui no Chile é conhecer vinícolas. Já conhecemos quase 30, mas ainda falta muito, Chile tem 400 vinícolas, desse total, uma média de 150 estão abertas à visitação. E adivinha de onde vem o maior números de turistas? Do Brasil. Meus filhos Arthur e Yasmim já não gostam mais de visitar, dizem que são todas iguais, acho que cansaram, por isso, às vezes vou sozinha. E meu marido, sempre que pode me acompanha. Fizemos um tour lindo de trem pela Rota do vinho chileno. Veja o post aqui.

Tour de trem no Chile

Nesse post vou apresentar 5 vinícolas pertinho de Santiago que dá para ir por conta, utilizando transporte público e economizando.

1. Concha y Toro

Já visitei a Concha y Toro umas 5 vezes, mas não é a minha preferida. A Concha y Toro é a maior do Chile. É aquela que todo brasileiro quer conhecer, seus vinhos são famosos no Brasil. Quem não conhece Casillero del Diablo? Então que tal conhecer a vinícola e degustar seus vinhos. Tem opção de tours em português, precisa agendar a visita pelo site. 

Concha y toro banner home

Veja o post completo aqui.

Como chegar

É muito fácil e rápido. Pegue a linha 1 (Vermelha) até Estação Tobalaba e faça a troca para linha 4 (Azul) e segue até a Estação Las Mercedes. Chegando à  Estação Las Mercedes é só pegar um táxi até a vinícola por $3.000 pesos (R$15,00).  Outra opção é pegar o  metrôbus nº  73, 80 e 81.  A passagem do ônibus custa 600 pesos. Do metrô até à vinícola de táxi são cinco minutos. De ônibus, uns  15 minutos.  O percurso todo de metrô e de ônibus, em torno de 1h30m.

Mais informações aqui: http://www.conchaytoro.com/tour-wine-experience/como-llegar-3/

2. Cousiño Macul

Essa vinícola não tem uma paisagem tão bonita quanto as outras que já conhecemos, mas tem uma história interessante. Fundada em 1856, a viña Cousiño Macul é a única, entre as do século XIX que continua nas mãos da família fundadora. O guia que nos acompanhou era ótimo, dominava bem a história da vinícola e todo processo de produção. Recebemos uma verdadeira aula.

Cousino Macul

Veja aqui o post da nossa visita.

Como chegar:

Pegar a linha 1 do metrô até a Estação Tobalaba e mudar para a linha 4 em direção à Plaza de Puente Alto, desce na Estação Quilin, depois é só pegar um táxi até a viña. O valor do táxi do metrô até a vinícola é de $2.500 ( R$12,00).

3. Santa Carolina

Vinícola Santa Carolina

Sempre me perguntei: porque a vinícola não é tão divulgada, já que é uma das cinco maiores do Chile e os vinhos bem apreciados pelos brasileiros? Resolvi investigar e descobri que a vinícola estava fechada para reforma, devido aos abalos sofridos pelo terremoto de 2010 e só reabriu para tours em março de 2015 para comemorar os 140 anos da vinícola.

Veja aqui o post completo da vinícola com todos os detalhes.

Como chegar:

Essa é a mais fácil de chegar. É a única que você só precisa tomar o metrô. Rua Til Til, nº 2228 – Macul, Santiago, próximo a estação do metrô Rodrigo de Araya, linha 5. Você vai pegar o metrô, linha 1 – vermelha, até a estação Baquedano. Em Baquedano troca para a linha 5 – verde, em sentido a Vicente Valdez e desce na estação Rodrigo de Araya. Da estação até a vinícola são 800 metros de caminhada, o caminho é feio, mas não é perigoso. É uma região de empresas. Não compensa pegar taxi, é muito perto.

4. Undurraga

Vinícola Undurraga

A vinícola é bem charmosa e a paisagem maravilhosa. O tour dura cerca de 1h15, começa com uma caminhada pelos vinhedos, o guia conta um pouco da história, a forma de plantio das uvas e mostra o jardim com os tipos de uvas. Depois fomos para as adegas subterrâneas.

Veja o post completo aqui.

Como chegar:

Pegamos o metrô (linha 1 – vermelha) até a Estação Central.  Ao desembarcar na estação central, fomos até o terminal de ônibusSan Borja, passamos por dentro do shopping que há ao lado da estação e ao fundo subimos pela esteira rolante até o 2º andar. Não é difícil, há placas indicando o local.

Chegando lá, procuramos pela linha Talagante, (próximo à plataforma 75) que é a empresa de ônibus que leva até a Undurraga. O bilhete de ônibus é comprado diretamente com o motorista pelo valor de $1.000 pesos, cerca de R$ 5,00.  O percurso até a vinícola dura entre 30 e 40 minutos. Precisa avisar ao motorista que quer descer na Undurraga, que ele para bem em frente.

5. Santa Rita

Foto: Santa Rita

Foto: Santa Rita

Paisagem maravilhosa e com uma boa estrutura, a vinícola Santa Rita possui o restaurante Doña Paula, o Café La Pañaderia e o Museu Andino. A vinícola não fica longe, cerca de 60 km de Santiago. E o que é mais legal: a propriedade é encantadora e faz parte da história do Chile.

Como chegar

mapa santa rita

Clique aqui para baixar o mapa e imprimir: Mapa Santa Rita

E para os que querem fugir das tradicionais, deixo o post da vinícola El Principal, uma vinícola de pequenas produções para você viver o processo de produção do vinho chileno, com tours personalizados e também fácil de chegar com transporte público.

E quero deixar mais uma dica de mais uma vinícola que é muito fácil chegar por conta e que eu acabei de conhecer e fiquei apaixonada:

Vinícola Aquitania

Vinícola Aquitania1062

Acho que posso dizer que a Aquitania está localizada dentro da cidade de Santiago, aos pés da Cordilheira dos Andes, no Valle de Maipo. Como um oásis cravado no meio da cidade. Por isso seu acesso é super fácil, ao final do post vou explicar como é moleza chegar utilizando transporte público.

Como chegar: 

  • Endereço:  Avenida Consistorial 5090, comuna de Peñalolén, Santiago de Chile.
  • Eu utilizei metrô e taxi: Peguei a linha 4 na estação Tobalaba e fui até a estação Quilín. Sai do metrô em direção a Américo Vespucio Oriente e cheguei no Shopping Paseo Quilin, na porta do shopping ficam estacionados os táxis. A corrida do shopping até a vinícola Aquitania sai por $3.500 Pesos chilenos. Outra opção e tomar o ônibus D 17 e descer na Av. Los Presidentes com Consistorial, a vinícola fica localizada quase em frente. Tem que avisar ao motorista de táxi que você vai para a vinícola Aquitania pois eles já estão tão acostumados a levar na Cousiño Macul, que pensou que eu iria para lá.

Vinícola Aquitania chile

Clique aqui para ler o post completo da Vinícola Aquitania. 

Quer saber tudo sobre o metrô? Leia esse post aqui.

Aí você vai me perguntar: Rosi, qual é a sua preferida? Das tradicionais gosto muito da Santa Rita, mas as minhas preferidas são as pequenas e charmosas. Para os amantes de um bom vinho chileno vale conhecer o Valle de Colchagua, que tem vinícolas lindíssimas e vinhos de excelente qualidade.

Deixo aqui, as vinícolas que já conhecemos no Valle de Colchagua:

Valle de Casablanca:

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Posts Relacionados

86 comentários

Ana Carolina 23 de julho de 2019 - 14:16

Olá, Rosi! Muito legal seu blog! Estou amando e ele está me ajudando muito no planejamento da minha viagem, em setembro. Uma dúvida: vc recomenda algum horário específico para a visitação?

Reply
Rosi Guimarães 24 de julho de 2019 - 10:53

Oi Ana Carolina.
Melhor planejar de forma que dê para ir em mais de uma no mesmo tipo, tipo o primeiro tour numa vinícola e o último em outra, isso caso queira conhecer mais de uma no mesmo dia.
Boa viagem!

Reply
PAULO ROBERTO ABOURIHAN 12 de maio de 2019 - 17:05

Olá Rosi. Estamos indo para o Chile dia 26/05 e ficaremos uma semana.Faremos a viagem para comemorar 25 anos de casado. Estou com dúvida em conhecer o Vale Nevado nesta época pois provavelmente não haverá neve. Voce acha que vale a pena ?
Parabéns pelo blog. Estou usando todas as informações disponíveis nele para montar nosso roteiro.

Abs. Carmen e Paulo

Reply
Rosi Guimarães 13 de maio de 2019 - 15:49

Oi Paulo,
Tudo depende das condições climáticas, vamos torcer para ter muito neve!
Um abraço!

Reply
natalia 18 de fevereiro de 2019 - 09:08

Oi rosi! conheci a poucos dias o blog e queria saber qual a vinicola ideal para se visitar no inverno.. a mais bonita, pois a plantação se modifica né.. Amei o seu blog e estou vendo todas as dicas possíveis!! os parques mais bonitos da cidade também, pois vou ter apenas 3 dias em santiago mesmo, e nao queria perder tempo e me planejar antes! obrigada desde ja e espero a resposta.

Reply
Rosi Guimarães 18 de fevereiro de 2019 - 09:28

Oi Natalia,
todas as vinícolas podem ser visitadas no inverno, claro, nessa época elas tem uma pisagem bem diferente, o vinhedo fica seco, mas todas continuam funcionando normalmente no inverno. Sobre os Parques, tem o bicentenário e o Araucano que são bem legais. Vai lendo o blog que vai achar tudo que precisa para uma viagem perfeito.
Um abraço!

Reply
Gleison Lagares 16 de fevereiro de 2019 - 16:48

Parabéns pelo blog! Estou lendo tudo que você escreveu. Você escreve muito bem !! Leitura leve , dicas práticas , muito bacana!! Será nossa 1a vez no Chile e quero aproveitar bem com a família….Abs.

Reply
Rosi Guimarães 17 de fevereiro de 2019 - 15:48

Oi Gleison,
Muito obrigada! O blog é feito com muito carinho e dedicação. O pontapé inicial você já deu, buscar informações importantes para uma viagem perfeita.
Aproveita, o blog tem muitas dicas bacanas!
Boa viagem!

Reply
Monica 12 de janeiro de 2019 - 23:10

Olá Rosi. Estou programando uma viagem para o Chile em Novembro 2019. Gostaria de saber se é possível trazer vinho para o Brasil, comprado nas vinícolas/ supermercados, ou só é possível comprar no Free Shop?

Reply
Rosi Guimarães 13 de janeiro de 2019 - 17:53

Oi Monica,
Pode levar simm mesmo sendo comprado em supermercados ou vinícolas aqui do Chile. Mas informacoes nesse post: https://nosnochile.com.br/vai-viajar-para-o-chile-duvidas-frequentes/
Boa viagem!

Reply
Tatiana Rodrigues 30 de julho de 2018 - 19:59

Oi Rose, estivemos aí início de Julho e queremos voltar em novembro, fomos com 2 crianças e não deu tempo de fazer vários passeios que gostaríamos. Seu blog é o melhor sem dúvidas. Dar para conhecer dua vinícolas por dia por conta?

Reply
Luciana 2 de julho de 2018 - 15:19

Oi Rosi, vamos para o Chile em agosto com meus pais e meu bebê que estará com 11 meses. Meu pai não fica muito tempo em pé e com o bebê temos que ter a opção de ir embora se tiver qq problema, por isso estamos considerando ir para as vinículas de carro. Pode nos indicar um roteiro de um dia de carro para as vinículas? Obrigada!!

Reply
Mara Andrea da Silva Ramos 28 de junho de 2018 - 21:03

Olá Rosi você recomendaria qual viníco
la para visitar em Julho?

Reply
elisangela de sa 27 de maio de 2018 - 09:29

oi Rosi
será que dá para fazer a vinicula concha y toro no mesmo dia que cajón del maipo?? vou estar com carro alugado…
se der o que vc recomenda fazer primeiro??

Reply
Rosi Guimarães 1 de junho de 2018 - 17:10

Oi Elisangela,
Cajón del Maipo é passeio de dia inteiro, acho bem corrido. Já leu meu post sobre cajón? https://nosnochile.com.br/chile-tour-para-cajon-del-maipo-e-embalse-el-yeso/.
Abraço!

Reply
Leandro Resende 1 de maio de 2018 - 20:38

Oi Rosi,

parabéns pelo Blog, ajuda muito mesmo.

Faremos uma viagem na primeira semana de julho para Santiago e seremos 4 casais. Gostaríamos muito de conhecer a vinícolas, mas você poderia nos dizer quais poderíamos dormir? Quais tem hotel e tal?

Obrigado novamente.

Reply
Kaue Leonardo Gomes Ventura Lopes 30 de abril de 2018 - 11:09

Visitamos a Undurraga e a Concha y toro, e com certeza vale a pena visitar as duas, pois são bem diferentes.

A concha y toro fizemos por conta propria, de metro até a Las Mercedes e depois valeu a pena pegarmos uma Van que fica no metro (tem uma equipe de colete verde e nome concha y toro no colete), o serviço é bom deixa dentro da vinicola, e foi 2000 pesos ida e volta preço fixo (já o uber custaria no minimo 3000 ida e volta e varia conforme transito e o onibus daria 1400 mas não seria tão comodo)

Reply
Rosi Guimarães 1 de maio de 2018 - 15:58

Oi Kaue,
realmente são duas visitas diferentes mesmo. Não sabia dessa van que fica no metrô. Deve ser novidade. Sabe se ela é da Concha y Toro? Saberia me dar mais informações.
Abraço!

Reply
flavia rocha 15 de abril de 2018 - 19:54

Rosi, estou com vontade de fazer duas vinicolas no mesmo dia por conta própria.
Pensei em ir na Undurraga e depois na Concha de Toro (fiz assim uma vez com agência). Minha duvida, como fazer para ir de uma para outra? e nos arredores teria um lugar pra almocar?
Voce teria uma sugestão de outras vinicolas para facilitar a logistica?

Reply
Ju Mota 13 de março de 2018 - 12:53

Rosi,

É um delícia ler seus posts. Já me sinto no Chile.

Passarei minha lua de mel no Chile nos dias 10 à 15 de Setembro.

Qual vinícola você acha que tem mais esse estilo romântico e, quais dicas

de lugares legais você pode me dar?

Att,

Reply
Juliana 5 de fevereiro de 2018 - 08:08

Olá Rosi!
Primeiramente, parabéns pelo blog. Sou de BH e estou programando uma viagem ao Chile para o final de julho, início de agosto. Nessa época, vc acha interessante passeio às vinícolas? como é inverno, o passeio fica prejudicado ou não? Além disso, iremos com 2 crianças (7 e 8 anos). Tem alguma vinícola que vc considera melhor para crianças? Ah pretendemos usar transporte público. Muito obrigada
PS: precisando de algo de BH, só avisar.
Obrigada

Reply
Rosi Guimarães 7 de fevereiro de 2018 - 14:16

Oi Juliana,
eu amo vinícolas e acho que é ideal em qualquer época do ano. Final de julho as parreiras ficam secas, mas ainda sim tem seu charme. Eu gosto muito da Casas del Bosque para crianças, tem um pequeno parquinho e espaço para elas. Fica em Casablanca, veja o post aqui: https://nosnochile.com.br/tour-pela-vinicola-casas-del-bosque-valle-de-casablanca-chile/
Saudades de BH!
Beijos e boa viagem!

Reply
Tathianne 15 de janeiro de 2018 - 15:24

Olá, consigo ir da Concha y toro a vinícola Santa Rita de transporte público?

Reply
O que fazer no Chile: Roteiro de Viagem e Principais Pontos Turísticos 10 de janeiro de 2018 - 23:07

[…] 5 Vinícolas para Visitar perto de Santiago no blog Nós no Chile […]

Reply
Marcos 9 de novembro de 2017 - 17:37

Rosi, podes me dar uma ajuda?

Queria indicações de vinícolas menores, o que aqui no brasil a gente chamaria de “vinícola boutique”. Produção menor, mas de qualidade. Mais fora do circuito “comercial”…

Agendei as mais famosas ali nessa região, mas queria fazer um panorama com algo menor também.

Reply
Rosi Guimarães 10 de novembro de 2017 - 11:24

Oi Marcos,
Aqui no blog tem posts de várias, veja nesse link: https://nosnochile.com.br/categorias/passeios/vinicolas/ Tem a Bodegas RE, El Principal, Haras de Pirque, a Atillio & Mochi, que são de brasileiros. O ideal é você ler os posts e ver a que mais combina com você.
Um abraço!

Reply
Santiago e arredores com crianças: roteiro de viagem no outono – No Mundo da Maternidade 21 de outubro de 2017 - 09:43

[…] excelentes vinícolas para serem visitadas por conta própria, como a Concha y Toro e Undurraga. O Nós no Chile tem uma excelente matéria que explica as diferenças e com chegar em cada uma delas. A vinícola […]

Reply
Paula Leoni Magalhães 13 de outubro de 2017 - 19:13

Oi Rosi, vc poderia me dar dicas de espumantes? Quais são os melhores?

Reply
É Primavera. O que fazer em Santiago do Chile? - Nós no Chile 25 de setembro de 2017 - 08:51

[…] 5 vinícolas pertinho de Santiago para conhecer por conta própria.  […]

Reply
Gabriela Galdino 13 de setembro de 2017 - 08:15

Oi Rosi! Suas dicas me ajudaram muito! fomos o mês passado e eu fiz um post contando da minha experiência em 5 vinícolas e um guia para ajudar os leitores escolherem qual mais se encaixa no roteiro da sua viagem, espero que goste!

https://porondeagabifor.wordpress.com/2017/09/13/vinicolas-do-chile-guia/

Reply
6 dicas para você economizar na sua viagem para o Chile 27 de agosto de 2017 - 19:44

[…] E aqui 5 vinícolas pertinho de Santiago e fácil chegar por conta. […]

Reply
Alex Kayser 15 de agosto de 2017 - 21:01

Rosi, estou tentando reservar o tour na Concha y Toro para setembro, mas o site diz que tods os horários estão esgotados, sabe se está aberto ou se posso ir direto lá? (eu e esposa), Obrigado!

Reply
Rosi Guimarães 17 de agosto de 2017 - 15:15

Alex,
Será que você está tentando reservar para os dias 18 e 19 de setembro? Dias de feriados aqui no Chile e quase tudo estará fechado. Fiestas Patrias e quase tudo estará fechado. Tem post aqui no blog sobre esse assunto.
Um abraço!

Reply
MARIANA C ALVES TEIXEIRA 10 de agosto de 2017 - 23:03

Ola ! Tudo bem ?
Estou planejando uma viagem a santiago,vivo em Fortaleza, ce, o meu intuito é aproveitar ao máximo a estadia para aprender mais sobre vinhos. Quero conhecer a concha e touro, mas ,como comentou as vinícolas menores podem ser mais personalizadas e oferecer mais como conteúdo, é o que desejo.
O que indicaria pra eu conhecer .
Gostaria muito de uma imersão>
Otimo blog, obrigada!
Abraços

Reply
lucas 16 de julho de 2017 - 09:45

Olá Rosi, ótimas dicas como sempre!

É possível visitar Concha y Toro, e a Cousiño Macul + uma terceira opção em um mesmo dia? Qual tua sugestão para a terceira vinícola?

Obrigado pela atenção.

Reply
Simone Martins Diogo 20 de julho de 2017 - 12:38

Olá Rosi, estarei no chile a partir de 02/08/2017, seu blog tem me ajudado muito! Tambem pensei em conhecer as viniculas Concha y Toro, Cousiño Macul y Santa Carolina. Será que consigo conhecer as 3 de metrô no mesmo dia? Ou você tem alguma sugestão de tour guiado para conhecer as 3 Viniculas com um preço bacana? Obrigada!!

Reply
Cintia 7 de julho de 2017 - 15:47

Rosi, queremos visitar a vinícola Santa Rita mas pensamos em ir de metrô e pegar um taxi até a vinícola. Acha que dá para fazer isso ou fica muito caro? Há disponibilidade de taxis para ir e voltar para a estação do metrô?
Estaremos com 2 crianças…

Reply
Rosi Guimarães 8 de julho de 2017 - 11:27

Oi Cintia,
Deve ficar caro sim, a Santa Rita é bem mais distante e o metrô não vai te levar até muito longe. Na minha opinião: ou faz o trajeto todo de transporte público, ou vai com agência. Lembrando, que se ser por conta, tem que fazer reserva e sair com umas 2 horas de antecedência. Outra opção seria ir de Uber, que deve ficar em uns 20 ou 25.000 Pesos Chilenos.
Abraço!

Reply
Juliana Moretto 12 de julho de 2017 - 20:32

Oi Rosi, amei seu blog! Está me ajudando muito. Poderia tirar uma duvida? A vinícola concha y toro pode ser feito com crianças? A degustação pode ser feita vcom crianças? Li que criança não poderia entrar no salão cata… Por isso não entendi…. Obrigada

Reply
Rosi Guimarães 13 de julho de 2017 - 10:09

Oi Juliana,
Criança pode entrar sim. Já fui com meus filhos e não tive nenhum problema e eles não pagam nada pelo tour.
Abraço!

Reply
Adriana Virginia Kesterke 3 de julho de 2017 - 21:04

Oi Rose, blog show de bola! te acompanho tb pelo face e instagram! Parabéns pelo belo trabalho de divulgar o chile!!!!
sou apaixonada por vinhos e gostaria de fazer as seguintes vinícolas em dois dias, mas não estou conseguindo fazer a distribuição, vc pode me ajudar? quais ficam próximas umas das outras?
Concha y toro, Santa Rita, Cousino Macul, Undurraga, Almaviva, carmen e Santa carolina!
se puder me ajudar, agradeço! 😉

Reply
Rosi Guimarães 5 de julho de 2017 - 11:18

Oi Adriana,
Tudo bem? Obrigada, o blog é feito com muito carinho e dedicação. A primeira pergunta: como você quer fazer essas vinícolas? Se for por conta e para fazer o tour em todas, acredito que não dê tempo. Sete vinícolas em 2 dias fica bem corrido. A vinícola Carmen não é aberta a visitação. E a almaviva eu ainda não conheço.
Abraço!

Reply
Adriana Virginia Kesterke 9 de julho de 2017 - 11:10

oi Rosi, a minha duvida é como conciliar elas, quais seriam conciliáveis pela proximidade?
pelo jeito vi que vou ter que fazer 4! 2 em cada dia!
vc tem alguma sugestão pela proximidade?
obrigada!

Reply
Rosi Guimarães 13 de julho de 2017 - 10:52

Oi Adriana,
Cousiño Macul e Concha y Toro São próximas. No Outro dia acredito que dê para fazer Santa Carolina e outra, como Santa Rita ou Undurraga. Escolha sempre o primeiro e o última tour, assim você fica com um bom tempo para se deslocar de uma para outra.
Abraço!

Reply
Virginia Miceli Guariglia 26 de junho de 2017 - 22:11

Ola Rosi, boa noite! Estou indo para o Chile na primeira semana de Agosto, com marido e filhote de 7 anos! Eles querem muito ver neve, e eu gostaria de ir em pelo menos uma vinícola… E durante uma semana, passeios com o filho, restaurantes gostosinhos para comer, curtir os dias! Tb nao tenho ideia de Hotel, com localização legal, nada chique, gostamos mais de passeios! Queremos alugar um carro! Vc teria dicas que pudesse dar?! Te agradeço demais!!! Bjosss

Reply
Rosi Guimarães 27 de junho de 2017 - 08:55

Oi Virginia, bom dia!
Agosto ainda é possível ver neve sim. Sobre os hotéis, você leu esse meu post: http://nosnochile.com.br/13-hoteis-em-santiago-do-chile-com-opiniao-dos-leitores/ Ótimas dicas e eu gosto muito do bairro Providencia. Sobre o aluguel de carro, veja aqui: http://nosnochile.com.br/vantagens-de-alugar-um-carro-no-chile/.
Um abraço!

Reply
Marcelo 6 de junho de 2017 - 15:43

Rosi, primeiramente, parabéns pelo Blog, muito útil.
Vou em setembro para Santiago e ficarei 8 dias (12 a 20). Pesquisando sobre vinícolas, fiquei na duvida entre Santa Rita e Emiliana. Alguma sugestão? Qual a mais bonita ou em qual terei uma experiencia melhor(já que não sou muito fã de vinho, acho que o critério seria paisagem e passeio)?. Ahh, vou com uma criança de 14 e outra de 2 anos

Reply
Paulo 29 de maio de 2017 - 16:56

Pessoal, estou indo com minha mãe na semana da criança em outubro. Há possibilidades de ir ao vale nevamos nesta época?

Reply
Rosi Guimarães 30 de maio de 2017 - 10:18

Oi Paulo.
O Valle Nevado é a estação que fica aberta o ano inteiro, outubro já terá acabado a temporada de neve, mas dependendo das condições climáticas, pode ser que ainda tenha um pouco de neve sim.
Um abraço e boa viagem!

Reply
Marcelo Silva 25 de maio de 2017 - 09:27

Rosi, primeiramente, parabéns pelo Blog, muito útil.

Vou em setembro para Santiago e ficarei 8 dias (12 a 20). Pesquisando sobre vinícolas, fiquei na duvida entre Santa Rita e Emiliana. Alguma sugestão? Qual a mais bonita ou em qual terei uma experiencia melhor(já que não sou muito fã de vinho, acho que o critério seria paisagem e passeio)?. Ahh, vou com uma criança de 14 e outra de 2 anos

Reply
Gisele 6 de maio de 2017 - 20:48

Oi Rosi, estou indo a Santiago em 10 de junho e ficarei por sete dias. Meu marido e filho de 12 anos tb irao.
Gostariamos de dicas mais economicas para esquiar (melhor estacao, aluguel de roupas, transfers, tiquets) e tb tenho interesse em conhecer os pontos turisticos do centro, vina del mar, val paraiso, cajon del maipo e vinicolas. Mas sou pessima para progrmar viagem… reservei um hotel chamado Montecarlo e um Hostel chamado Happy House, mas tb nao sei qual melhor.
Se puderes nos auxiliar, terei o maior prazer em dar retorno da viagem para enriquecer seu blog.
Abra;cos

Reply
Rosi Guimarães 7 de maio de 2017 - 10:52

Oi Gisele, tudo bem?
Esquiar não é barato, não tem muito como economizar. O ideal é fechar o passeio com uma agência e com antecedência. Geralmente, as agências oferecem o passeio que inclui tudo: roupas, tíquetes, transfer. E se nunca esquiou, sugiro fechar um pacote com aulas, assim vão aproveitar mais. No blog tem um roteiro completo para 7 dias de viagem, você viu? http://nosnochile.com.br/7-dias-no-chile-roteiro-completo/ Sobre os hoteis, não conhece nenhum dos dois que você menciona. No blog também tem um post com dicas de hotéis: http://nosnochile.com.br/13-hoteis-em-santiago-do-chile-com-opiniao-dos-leitores/.
Um abraço e boa viagem!

Reply
Avelino Engel 30 de março de 2017 - 09:28

Estou indo para Santiago dia 22 de junho e gostaria de visitar pomares de outras frutas além da uva. Pode me dar umas dicas.

Reply
Rosi Guimarães 30 de março de 2017 - 09:58

Oi Avelino,
vou ficar te devendo essa informação. Não sei se tem pomares aqui no Chile que são abertos à visitação.
Abraço!

Reply
Vinhos Chilenos - Qual levar para o Brasil e onde comprar 25 de março de 2017 - 09:49

[…] abertas à visitação, então ainda falta muitas para conhecermos. Tem as pequenas, as grandes, as que são perto de Santiago, as que você pode fazer o tour de bicicleta pelos vinhedos, tem as que você pode participar de um […]

Reply
Vai viajar para o Chile? Dúvidas frequentes! 8 de março de 2017 - 10:33

[…] Aqui no blog tem muitos posts sobre vinícolas: tem as que são próximas de Santiago e bem tradicionais, como a Concha y Toro, a Santa Rita e a Undurraga. Aí deixo esse post pra vocês: 5 vinícolas pertinho de Santiago para ir por conta. […]

Reply
7 dias no Chile e paisagens incríveis – Viajando Com Fabiana 21 de fevereiro de 2017 - 13:03

[…] manhã e tarde, assim dá para aproveitar bem o dia. Para saber como chegar em cada uma, acesse: http://nosnochile.com.br/5-vinicolas-pertinho-de-santiago-para-visitar-por-conta/ DIA 4 – Valparaíso e Viña del Mar Para quem não quer ficar só em Santiago e quer pisar no […]

Reply
Glaucilainy 12 de fevereiro de 2017 - 19:02

Olá Rosi! parabéns pelo blog! Eu e meu marido vamos ao Chile em setembro/2017. Gostaria de saber se é possível fazer a Vinícola Santa Rita pela manhã e a Cousino Macul a tarde. Pretendo ir por conta, de metrô e ônibus.

Reply
Bianca Sibeli Bissacot 3 de fevereiro de 2017 - 12:01

Olá Rosi, para visitar a Vinícola Santa Rita, consigo ir de carro? Irei passar com minha filha de 3 anos e com meu marido, é possivel? Na vinícola Concha Y toro pode tambem?
Grata

Reply
thais 31 de janeiro de 2017 - 17:16

Pra ir na Undurraga, como faz pra voltar já que nao tem ponto por ali?

Reply
Rosi Guimarães 1 de fevereiro de 2017 - 11:56

Oi Thais,
Tem um ponto bem em frente a Undurraga. E sempre fica um senhor na portaria da vinícola, é só pedir informações que ele te ajuda.
Abraço!

Reply
Retrospectiva 2016: Top 5 melhores passeios no Chile 21 de dezembro de 2016 - 13:54

[…] Aqui um post com 5 vinícolas pertinho de Santiago. […]

Reply
8 atrações imperdíveis em Santiago do Chile 13 de dezembro de 2016 - 07:55

[…] Aqui um post com 5 vinícolas pertinho de Santiago e para ir por conta. […]

Reply
Virginia 18 de novembro de 2016 - 02:27

Olá Rosi…estou programando minha viagem para o Chile na ultima semana do ano, com direito a Revellion chileno!Qual a melhor dica q você tem! Amei seu post! Enlouqueci quando você falou da vinícola VIK pois amo Artes com Vinho!! Como faço para agendar está visita? Qual o custo dela ? Consigo ir de carro alugado com motorista para q possa provar muitos vinhos? Consigo visitar na tarde do dia 30dec? Grande abraço de sua conterrânea e admiradora Virginia Feitosa

Reply
grazielle 21 de dezembro de 2016 - 19:21

Virginia, tbem estaremos lá. Aonde vcs ficarão?

Reply
Priscila Santana 5 de outubro de 2016 - 13:53

Olá , Gostaria de saber se possível fazer algum dessas vinícolas no mesmo dia de ônibus e metrô , se da para fazer uma combinação , você acha que rola ???

Obrigada

Reply
Rosi Guimarães 6 de outubro de 2016 - 15:44

Priscila,
Você vai conseguir ir na Cousiño Macul e na Concha y Toro. Precisa ir primeiro na Cousiño Macul, que fica antes e depois na Concha y Toro. Para as duas você vai utilizar a linha azul do metrô. Lembre que tem que agendar as visitas antes.
Abraço!

Reply
6 endereços para tomar cerveja em Santiago do Chile 24 de agosto de 2016 - 14:10

[…] que gosta de cerveja não vai deixar de visitar uma vinícola e degustar um bom vinho chileno né? Aqui nesse post 5 vinícolas pertinho de Santigo e fácil de […]

Reply
7 razões para você conhecer o Chile 17 de agosto de 2016 - 11:15

[…] Aqui um post com dicas de 5 vinícolas pertinho de Santiago. […]

Reply
Tati Borges 20 de julho de 2016 - 13:13

Rosi, visitamos a Santa Rita. Optamos em ir por conta, seguindo a sugestão “em azul” do Mapa da Santa Rita que está no seu blog. Só que fomos a pé até a estação de ônibus na Rua Tarapacá, que na verdade, parece uma “garagem” ou um terminal de Micro Ônibus. Chegamos lá, o ônibus estava de saída, pagamos 1.100 pesos (subiu 100 pesos a passagem). Pedimos para o motorista nos avisar quando estivesse perto da Vinícola. Foi mega tranquilo, o micro ônibus vai vazio, com o sonzinho ligado tocando músicas chilenas, fomos conhecendo toda Santiago por partes não turísticas, cerca de 1:10hs de viagem. Chegando na Vina, tem uma charrete que leva a gente até a sede. Como estávamos com medo de atrasos (tour premium reservado do Brasil pelo site da Vina Santa Rita para 12:30), acabamos chegando cedo demais, as 11:00, mas tem coisas para fazer e passar a hora: fomos direto ao restaurante Dona Paula reservar um almoço (e conseguimos os 2 últimos lugares!!), tomamos café e conhecemos o museu andino. O tour, mesmo num dia chuvoso, foi fantástico! Não imaginava que poderia ser tão enriquecedor em conhecimento! A Maira é a guia brasileira, muuuito simpática e divertida! Não tínhamos a pretensão de comprar vinhos lá, já que a Santa Rita é bem representada aqui no Brasil, mas encontramos na loja vinhos como o Triple C e Casa Real com ótimos preços lá!
Na volta, já era 16:30, pegamos a charrete até a entrada, já vinha vindo o micro ônibus! De volta a rua Tarapacá, voltamos a pé pro apart onde estavamos hospedados com direito a uma passadinha no bairro Paris Londres!! Por 2.200 pesos fomos e voltamos de um dia delicioso de passeio na Vina Santa Rita! Recomendo! Foto do bairro Paris Londres, um charme!

Reply
Rosi Guimarães 25 de julho de 2016 - 11:29

Obrigada por seu relato, Tati!
Eu adoro a Santa Rita!

Reply
Luciana Fiorini 19 de fevereiro de 2017 - 19:11

Muito legal seu depoimento! Vou visitar essa quando eu for!

Reply
Angelica 6 de junho de 2017 - 15:10

Que bom! estava com medo de visitar a Santa Rita pq aqui o blog disse que era mais complicado chegar… mas acho q vou nela. Queria visitar a Concha y Toro e mais uma. Estava em duvida…

Reply
Daniel Freddy 13 de julho de 2016 - 21:32

Tuas dicas são excelentes, Chile têm uma variedade muito grande de vinhos, há para todos os gostos, o consumo é muito grande e que o clima favorece a demanda.

Reply
Gabriela 10 de julho de 2016 - 22:26

Olá, adorei as dicas, Parabéns. Vi que comentou que Concha Y Toro não é a sua preferida. Fiquei curiosa para saber. Obrigada

Reply
Rodrigo 26 de junho de 2017 - 16:23

Tambem fiquei curioso.

Reply
Rosi Guimarães 26 de junho de 2017 - 19:13

Rodrigo e Gabriela,
Para o meu gosto a Concha y Toro é muito comercial, o tour não é personalizado como nas vinícolas pequenas, como já conheço mais de 30 tenho um parâmetro maior para comparar, mas é a maior e mais famosa do Chile e para quem vai conhecer só uma, ela é uma boa opção.
Abraço!

Reply
Roteiro completo para 7 dias de viagem para o Chile 30 de junho de 2016 - 17:51

[…] Aqui 5 Vinícolas pertinho de Santiago para ir por conta. […]

Reply
Guil Silva 19 de junho de 2016 - 15:22

Boa tarde Rosi!! Parabéns pelo seu trabalho em divulgar um pouco do Chile!! Suas dicas e informaçoes têm sido preciosas no planejamento da nossa viagem. Estamos com viagem marcada a Santiago em meados de agosto. Você considera válido visitar as vinícolas no inverno?

Reply
Rosi Guimarães 20 de junho de 2016 - 13:55

Olá!!!
Simmm, vinícolas valem a visita em qualquer época do ano, apesar de estarem com as plantações secas, vale demais conhecer.
Um abraço!

Reply
jordan wallace 17 de junho de 2016 - 08:20

Essa da foto do anuncio(a que da pra ver uma parte das cordilheiras), onde fica?

Reply
Rosi Guimarães 19 de junho de 2016 - 13:12

Jordan,
Essa da foto é a vinícola Concha y Toro.
Abraço!

Reply
SERGIO ALBERTO DE QUADROS 17 de junho de 2016 - 07:38

Olá Rosi, gostaria de deixar nosso comentário sobre as viniculas. Vale a pena ir na Santa Carolina – A Andrea atende muito bem e o tour é excelente, assim como a qualidade dos vinhos. Na lojinha deles os vinhos não tem o mesmo preço como no supermercado Jumbo e vale a pena. Tem que se ter um pouco de cuidado para chegar ao descer do metrô pois eles estão fazendo obras no entorno da estação (aconteceu de nós irmos para o lado errado – tem que voltar 2 quadras). Achamos que vale a pena ir nas outras viniculas e não ir na concha Y toro de jeito maneira (entupido de gente, guia razoável, tour corrido – ou seja totalmente comercial). Ah, comprar vinhos mesmo é no supermercado jumbo, eles têm inúmeras opções a preços muito bons para nós brasileiros.
Abraço e parabéns pelo blog
Sérgio e Dani

Reply
Rosi Guimarães 19 de junho de 2016 - 13:14

Oi Sérgio e Dani
Obrigada pelo comentário. eu também gosto muito do Jumbo para compras de vinhos.
Abraço!

Reply
Leonardo Figueiredo 17 de junho de 2016 - 01:52

Olá,
Parabéns pelo post, muito bom saber que temos várias opções de vinícolas praticamente dentro de Santiago.
Eu gostaria de te perguntar se vale a pena visitar a vinícola Montes, vi que você relatou que conheceu, mas não fez post sobre ela. particularmente gosto dos vinhos de lá, e gostaria de saber se vale a pena pelo passeio e também pelo preço dos vinhos.
Obrigado desde já,

Leonardo.

Reply
Anna Laura 16 de junho de 2016 - 19:57

Olá Rosi…conheci seu blog há pouco tempo mas, já estou gostando muito de suas dicas…estou programando uma viagem à Santiago e arredores com a família no ano que vem!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário