Vinícola Concha y Toro

6 dicas para economizar na sua viagem para o Chile

Muita gente me pede dicas para economizar na viagem para o Chile, então aí vão algumas formas de viajar para o Chile gastando pouco.

1. Comida

Comer em Santiago do Chile não é muito barato. A dica é escolher a opção de Menu del Día, que é mais barato, uma média de $4.000 a $7.000 (entre R$22,00 e R$37,00). O menu del día é uma refeição completa: entrada, prato principal, sobremesa e bebida. Vários restaurantes oferecem essa opção, geralmente tem uma placa na porta do restaurante com a sugestão do dia e são servidos no horário do almoço, não tem no jantar.

Menú del día

Dica da viajante Laís

“La Casa Em El Aire – restaurante com comida muito saborosa, bem preparada, boa apresentação e atendimento simpático. Vale a pena pedir o menu do dia – $5.200, que é servido até as 16h. São duas opções de entrada, quatro de prato principal e duas de sobremesa.  Atenção aos restaurantes que servem o menu do dia, pois pode ser que se esgotem antes das 16h”.

Endereço: Antonia López de Bello –  0125, Bairro Bellavista,

Dica da viajante Eliane Pepe

“Descobrimos um restaurante maravilhoso no shopping Costanera Center – Costamia. Ele tem uma decoração temática com muitos aquários e peixes, até lembrei do Ocean Pacific´s.  O prato do dia era na faixa de $ 8.900 pesos, mas tinha também uma outra opção por $6.000 com  saladinha, refrigerante e café/chá ao final”.

6 dicas para economizar no Chile

Olha a Eliane curtindo o almoço com o namorado.

No famoso Giratório também tem o menu del día, que é servido até 16 horas, mas pode acabar antes do horário, é bom chegar cedo. Custa $9.800 com bebida e sobremesa. Para quem quer conhecer o restaurante que gira, o horário do almoço é uma boa hora para economizar.

Para tomar vinhos, uma boa opção é pedir o vinho da casa, que é mais barato e de ótima qualidade. Outra opção para lanches ou até mesmo para almoços, são os completos – que é um cachorro quente estilo chileno, com palta, que é o abacate. E também as famosas empanadas, que são fáceis de encontrar em qualquer lugar. Aqui em Santiago tem Castaño, que é um espécie de padaria e as empanadas de lá são bem gostosas. Aqui um post com opções para comer sanduíches.

  • Quer ver outras opções de restaurantes? Que tal conhecer uma listinha de restaurantes não turísticos? Clique aqui.
  • Agora se quer escolher pelo menos um jantar ou almoço em um bom restaurante, sugiro esse aqui. 

2. Transporte

Linha 1 - vermelha

Linha 1 – vermelha

Aeroporto/Hotel/Aeroporto: A melhor opção é transfer. A Transvip tem um serviço de van compartilhada que custa $7.000 por pessoa, então sendo até 2 pessoas compensa pegar a van. O táxi executivo sai em média $20.000 e comporta até 4 pessoas. Sempro utilizo, os carros são novos e o atendimento é muito bom. Ao sair com as malas você verá o balcão de atendimento deles. Os preços são fixos e o pagamento é feito no aeroporto, você não paga nada para o taxista. Se agendar a ida e a volta terá um bom desconto.

Ônibus e metrô: Saindo do aeroporto do lado de fora, perto do portão 5, tem o ônibus da  Turbus, que vai para os terminais San Borja e Pajaritos, nos dois tem estação de metrô, aí você pega o metrô até à estação mais próxima ao seu hotel. A passagem do ônibus custa $1.600 por pessoa. Tempo de viagem: 45 minutos. O serviço está disponível à partir de 5h da manhã até meia noite, a cada 20 minutos. Lembrando que o metrô só funciona até 23 horas. Mais informações aqui. 

Para se locomover dentro de Santiago: A melhor opção é o metrô. É barato, prático e eficiente e te leva em um montão de pontos turísticos. Saiba tudo sobre o metrô clicando aqui nesse post.  Evite pegar táxi nas ruas, os taxistas aqui não são nada confiáveis, clique aqui para saber os cuidados que precisa ter.

3. Passeios de graça

Troca de guarda

Troca de guarda

Santiago tem muitas atrações turísticas que são imperdíveis e de graça. Para mim, a melhor e mais tradicional é a Troca de Guarda, que acontece em dias alternados, clique aqui e confira os dias e horários que acontece.

Outro passeio bem interessante é a visita guiada no Palácio La Moneda – sede do governo Chileno. Precisa agendar a visita para conhecer , clique aqui para saber mais.

Caminhar pelo Centro Histórico, conhecer o Mercado Central, visitar a Catedral.  Conhecer o Cerro Santa Lucía e San Cristóbal e apreciar Santiago do alto. Aqui nesse post, conto como chegar em cada lugar desses, você só vai gastar com a passagem do metrô.

4. Vinícolas por conta própria

Vinícola Concha y Toro

Vinícola Concha y Toro

Viajar para o Chile e não conhecer nenhuma vinícola não dá né? Mas tem como economizar nesse passeio? Tem sim. Você pode ir por conta própria. A maior, mais famosa  e de fácil acesso é a Concha y Toro. O Tour na vinícola custa $12.000 com direito à degustação de 3 tipos de vinhos

Cousiño Macul é outra vinícola pertinho de Santiago e que também dá para ir por conta própria. Muito fácil de chegar de metrô, veja o post dela aqui.

Tem também a Undurraga, com uma paisagem linda, bons vinhos e deliciosos espumantes. Vale conhecer, é um pouco mais distante e mais demorada para chegar. Veja como chegar aqui nesse post.

A Santa Rita é a mais complicada para chegar por conta própria, mas para mim é a melhor das quatro. O tour é bem completo, explica todo o processo de fabricação dos vinhos e tem uma história muito interessante. Veja aqui.

E tem também a Santa Carolina, que é muito perto e muito fácil de chegar utilizando apensa o metrô. O post da Santa Carolina explicando como chegar está aqui.

5. Museus com entrada grátis

Museu Bellas Artes

Museu Bellas Artes

No Chile tem muitos museus com entrada gratuita. O Museu Histórico Nacional, que fica no Centro de Santiago – Plaza de Armas, o Museu Nacional de Bellas Artes, que está rodeado pelo famoso Parque Florestal e foi criado com a intenção de reunir as obras que estavam espalhadas pelos órgãos públicos chilenos. E tem o museu mais triste que já visitei, que é o Museu da Memória e dos Direitos Humanos que retrata o período da Ditadura Chilena.

6. Hospedagem

Apartamento do Airbnb

Apartamento do Airbnb

Uma opção para economizar é ficar em apart hotel ou alugar apartamentos pelo Airbnb, que são equipados com cozinha e dá para preparar lanches e comidas e assim economizar evitando comer em restaurantes.

Veja a dica da leitora Priscila Bitarelo

”Ficamos pela segunda vez no Hotel RQ Providencia, fica próximo às estações de metrô de Los Leones e Pedro de Valdivia. É um hotel/flat, com quarto espaçoso, bem equipado com cozinha e utensílios, tais como micro-ondas, frigobar, fogão, talheres, taças, louças. O atendimento dos funcionários apesar de bom, ainda precisa melhorar. Tem um modesto café da manhã que é deixado no quarto sempre na véspera. Vem duas fatias de pão, um pote de sucrilhos, um pote de iogurte, uma caixa de leite e uma de suco, uma fruta, café solúvel, um doce, e uma fatia de presunto e uma de queijo… ah, manteiga e geleia também. Sugiro pedir pra ficar hospedado nos últimos andares pra desfrutar o visual da cordilheira. Caso isso não seja possível, o hotel tem uma cobertura com acesso livre aos hóspedes que tem uma vista muito bacana. Os quartos são equipados com cofre, o hotel dispõe de piscina e academia de ginástica, tem internet gratuita e de boa navegação. A localização é muito boa. Tem vários restaurantes próximos, inclusive o restaurante Giratório, que fica a cerca de 200 metros. Tem um shopping perto, com boas lojas e casas de câmbio”. Clique aqui para acessar: http://nosnochile.com.br/aff/rq-providencia

Outra opção é alugar um apartamento pelo Airbnb. Já pensou nisso? Você pode economizar com comida, que é um dos itens mais caros da viagem a Santiago. Os apartamentos são mobiliados e equipados com tudo o que é necessário para o bom funcionamento. Outra vantagem é que é mais informal que o hotel e você ainda consegue negociar para entrar antes ou sair um pouco depois da hora que vence a diária. Ideal para quem viaja com criança e precisa preparar comidinhas. Veja o post com todas as explicações aqui.

Mais uma dica para economizar na sua hospedagem: Sabe o que é IVA? Impuesto al Valor Agregado. É o imposto que você paga para tudo que compra aqui no Chile: comida, bebida, passeios, hospedagem. Mas atenção! Turista pode ficar isento do pagamento do IVA para pagamento de hospedagem.  E vale muito a pena, porque o valor do IVA é de 19%. Como? Pagando em Dólar, Euro ou cartão de Crédito Internacional.  Mas é bom consultar as condições no seu hotel antes.

  • Se quiser fazer uma reserva pelo booking é só acessar aqui. Você não irá pagar nada a mais por isso e o blog receberá uma pequena comissão. Obrigada!
  • E o seu seguro viagem? Já comprou? Aqui pelo blog você compra com desconto.

2017_01_04-300x250

  • E que tal um cartão exclusivo para turista brasileiro e que te dá descontos em vários locais. Veja aqui. 

Com essas 6 dicas você vai economizar bastante em sua viagem para o Chile. Abaixo mais alguns posts que você também vai gostar:

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Artigos Relacionados

About the Author

Rosi Guimarães
Author with 230 posts
More about Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e pós-graduada em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!
- Facebook: nosnochile
- Twitter: @nosnochile
- Instagram:@blognosnochile
- snap: blognosnochile

25 Comments

  • Michellinha agosto 08, 2017 11.19 pm

    Ficarei hospedada no Hostal Santiago, na
    Avenida Libertador Bernardo O’Higgins 980 dept. 802 piso 8, Centro de Santiago, 8331079 Santiago, Chile. Essa região é perto do Palacio Moneda. De noite é muito deserto e perigoso?

    Reply 
  • Diana agosto 08, 2017 12.05 pm

    Rosi eu acessei o site do metro e não entendi uma coisa. O preço para a passagem de metrô é o mesmo se for metrô + ônibus?
    No caso da ida por conta para concha y toro eu compro a passagem metro + ônibus por 740 pesos é isso? E ai consigo pegar o metrô e depois o ônibus em direção à vinícola certo?

    Reply 
  • Leticia Fonseca junho 29, 2017 09.21 am

    Olá, Rosi. Estou planejando uma viagem à Santiago na última semana de agosto e seu blog está sendo muito útil!
    O menu executivo só vale de segunda a sexta ou se estende ao fim de semana também?

    Reply 
  • 7 lugares para comer sanduíches em Santiago do Chile
    4 de maio de 2017 - 13:13

  • Vai viajar para o Chile? Dúvidas frequentes!
    8 de março de 2017 - 10:21

  • Graça dezembro 01, 2016 10.00 pm

    Estive em Santiago e utilizei o serviço de taxi para o aeroporto com o motorista Christian Gonzáles, pontual e atencioso. Recomendo.
    Whatsapp: +56 9 71831178

    Reply 
  • 7 lugares para comer sanduíches em Santiago do Chile – Nós no Chile
    5 de outubro de 2016 - 21:53

  • 6 lugares para comer sanduíches em Santiago do Chile – Nós no Chile
    4 de outubro de 2016 - 15:23

  • Patricia setembro 28, 2016 09.42 am

    A primeira dica é ótima. Pegar um menu do dia sai super barato. Em abril desse ano (2016) peguei um por 5000 pesos. Entrada (sopa + paozinho/molho), salada, prato principal, sobremesa, suco e cafezinho. Uma maravilha 🙂

    Reply 
  • Chile: Informações importantes para sua viagem
    1 de julho de 2016 - 07:29

  • Katia junho 16, 2016 05.18 pm

    Tem como economizar comprando aquelas roupas para ir ao deserto do Atacama?

    Reply 
  • Luciana maio 12, 2016 03.40 am

    Estou indo embora de Santiago hoje, adorei a cidade. Ficamos no Austral Suítes, em Providência, muito bem localizado, perto do metrô Pedro Valdivia e com ótimo custo benefício. É praticamente um hotel mas sem café da manhã. Uma ótima dica foi conhecer a Vina Casa Del Bosque, fomos de metrô até o terminal e pegamos o ônibus (3.000, ida e volta) até Casablanca e depois um táxi até a vinícola. Super tranquilo.

    Reply 
  • Roteiro Santiago do Chile com pouco dinheiro
    24 de abril de 2016 - 21:04

  • Eduardo Mello abril 16, 2016 07.54 pm

    Parabéns pelo blog, está ajudando muito na nossa viagem. Uma dica de apart é o Bem Estar (na Bellavista). A proprietária, Camila é muito solícita e a localização é muito boa. Perto do Passeo Bellavista, metrô e terminal de ônibus.

    Reply 
    • Rosi Guimarães abril 17, 2016 10.10 pm

      Oi Eduardo.
      Obrigada pela dica. Você está hospedado ou já se hospedou nesse hotel? É que estou atualizando esse post e gostaria de mais informações do local. Se quiser me enviar por email: [email protected]
      Abraço!

      Reply 
  • Camila da Silva Reis março 31, 2016 04.44 pm

    Muito bom este post, na verdade já li quase todos ..haha Todos excelentes! Bom, estou indo em abril para Santiago, ficarei 7 dias e quero conhecer tudo (sonhando, pelo menos hahah) É possível conhecer mais de uma vinícola em um dia? Obrigada 😉

    Reply 
    • Rosi Guimarães março 31, 2016 05.31 pm

      Oi Camila.
      Possível é. Por agência mais fácil e por conta própria mais complicado. Como você pretende ir? Por agência dá para escolher quais você quer ir. já viu nos posts as várias que indico? Por conta própria você teria que escolher as mais fáceis de chegar, como a concha y toro e Santa Carolina ou Cousiño Macul. A Santa Rita e Undurraga são lindas, mas para ir por conta é um pouco mais complicado.
      Um abraço!

      Reply 
  • Restaurante bom e barato em Santiago do Chile – Nós no Chile
    10 de fevereiro de 2016 - 10:40

  • 13 dicas para você viajar tranquilo para Santiago do Chile – Nós no Chile
    9 de dezembro de 2015 - 17:26

  • Tours gratuitos em Santiago do Chile – Nós no Chile
    4 de novembro de 2015 - 15:45

  • Luci novembro 03, 2015 07.47 pm

    Peguei várias dicas no seu blog e imprimi um mini roteiro quando fui para Santiago em Agosto 2015, fiquei na região entre Bellavista e Providencia, do lado do Pátio Bellavista, um local de fácil acesso, tanto para restaurantes como perto do metro e do mirante San Cristobal, dava para ir caminhando. Utilizei os serviços de transfer da empresa do Sr. Glauco, um brasileiro que mora lá, do aeroporto para o flat e aeroporto. Aluguei um Flat, estávamos em 3 adultos o preço ficou bem em conta, a vantagem que dá para comprar o café da manhã no mercado e cervejas e assim economizar, alguns passeios fizemos de metro e também caminhando, lá é muito fácil de locomover. Para ir as montanhas e vinícolas utilizei os serviços do Sr. Glauco novamente. http://www.viagemchile.com.br/ e whatsap +56963063953 Sr. Glauco

    Reply 
  • Paulo Roberto outubro 16, 2015 10.45 am

    Olá, suas dicas são preciosas o blog é muito bom!!!
    Estou indo em janeiro com minha esposa, vou ficar 7 dias em Santiago e gostaria de conhecer a região de Cajon del Maipo mais especificamente Embalse el Yeso, mas não estou encontrando muitas informações e agências com esse roteiro pode me ajudar?

    Reply 
  • Mônica outubro 12, 2015 11.51 am

    Olá pessoal,
    Obrigada pelas dicas do blog 🙂
    Em duas semanas estaremos em Santiago em família, para um passeio bem rapidinho. Talvez tenhamos só um dia para irmos ‘fora’ de Santiago. Pensando no clima, vocês recomendariam mais Viña/ Valparaíso ou uma paisagem de neve (Cajón del Maipo, por exemplo)?

    Obrigada! 🙂

    Reply 
    • Rosi Guimarães outubro 14, 2015 07.48 am

      Oi Mônica.
      Pergunta difícil, porque cada um gosta de uma coisa. Estará com crianças? Valle Nevado estendeu a temporada até dia 18, não sei quando chegarão, mas se der tempo escolheria Valle Nevado. Cajón apesar de ter uma paisagem linda, pode ser que as crianças não gostem, porque não tem atividades, só apreciar a natureza. Valparaiso e viña tem mais coisas para fazer, mas como te disse, depende de muitas coisas, a principal e se está com crianças.
      Um grande abraço!

      Reply 
  • celia saraiva outubro 10, 2015 08.29 pm

    Muito esclarecedor estou recomendando aos convidados que vão ao casamento de minha filha em novembro.

    Reply 

Gostou? Deixe aqui seu comentário

A AUTORA

Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e especialista em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!

Mondial Travel - Nós no Chile
Rentcars - Nós no Chile
10% de desconto - Brazilian Travel Card

TEMPERATURA

Santiago - Chile
19°
Weather from OpenWeatherMap