13 coisas que você tem provar em Santiago do Chile

por Rosi Guimarães

[Atualizado em FEV/20] Se você já está planejando seu roteiro de viagem para o Chile, saiba que entre os pontos altos estão os souvenires você pode trazer para o Brasil e, principalmente, a gastronomia local. Como nos demais países da América Latina, a gastronomia típica chilena é resultado de uma mistura de referências culturais.

O charme dos pratos e bebidas está justamente na reunião de ingredientes simples, que dão a eles um sabor peculiar. Recomendamos que você experimente o máximo de comidas típicas do Chile, desde as mais triviais ― que fazem parte do cotidiano do povo chileno ― até as mais sofisticadas e especiais. Certamente você não vai se arrepender!

Por isso, para te ajudar na hora de organizar o seu roteiro gastronômico, montei a listinha abaixo com 16 comidas e bebidas que você não pode perder!

 1. Empanadas

Em primeiro lugar disparado, as empanadas. São muito famosas aqui no Chile e fácil de encontrar em qualquer canto. Preparadas com farinha de trigo, elas são assadas e se parecem um pouco com o nosso pastel assado. Os sabores são variados, os mais típicos são de pino e queijo. Vou explicar o que é pino: um recheio de carne picada, cebola, azeitona preta e ovo cozido. Ah! As de queijo geralmente tem a massa folhada. 

Algumas são tão grandes que servem como almoço. Em Pomaire, tem umas gigantes! Tem opção de empandas fritas também, mas essas são de queijo e se parecem muito com o nosso pastel, porém com uma massa mais grossa. No Empório Zunino, localizado do lado de fora do Mercado Central tem de pino e de queijo. Vale experimentar.

2. Vinho chileno

Os vinhos chilenos são famosos por sua qualidade e variedade de vinhedos. Mesmo sendo fácil e barato de provar em qualquer restaurante, o que vale mesmo é conhecer o processo de produção numa deliciosa visita a uma vinícola. Nós já conhecemos muitas e aqui no blog tem várias opções.

    3. Mote com Huesillo

    O mote com huesillo é um tipo de bebida bastante doce, um suco de pêssego com grãos de trigo (mote) no fundo do copo, pêssego desidratado (huesillo) e um pouco de canela. Recomenda-se tomar bem gelado. É servido em copo de 400 ou 500 ml com uma colher para comer o mote e o huesillo.

    É tradição tomá-lo na visita ao Cerro San Cristóbal. Os vários ciclistas que sobem o Cerro todos os domingos não descem sem tomar a bebida. Assim como é o açaí para os brasileiros, o mote com huesillo também é um excelente repositor de energia.

    Mote con huesillo

    4.  Pastel de Choclo

    O pastel de choclo é um prato que faz parte da culinária chilena, feito a base de milho, recheado com carne picada, frango, ovos cozidos, azeitonas e passas. É um pouco parecido com a nossa pamonha. Tudo é preparado em um prato de argila e depois levado ao forno para assar e gratinar uma fina camada de açúcar que é colocado por cima.

    Pastel de choclo

    5. Pisco Sour

    O pisco sour é uma versão preparada com pisco — aguardente de uva que contém entre 35° e 40° de teor alcoólico, ou seja, é uma bebida doce, gostosa, mas muito forte.

    O consumo do pisco sour é tradicional em Santiago do Chile e em todo o país. O mais famoso é preparado com suco de limão, mas há outras versões com outras frutas, como manga, morango e maracujá. Está presente em todos os cardápios, então, não deixe de provar. Há também uma outra combinação que é a popular “piscola”, uma mescla de pisco e Coca-Cola. Essa eu ainda não provei.

    Dica: O pisco sour para pizzaria Tiramisu é muito bom, se for lá não deixe de provar. Aqui o post da Pizzaria Tiramisú.

    O pisco sour é uma versão preparada com pisco –  aguardente de uva que contém entre 35° e 40° de teor alcoólico, ou seja, é uma bebida docinha, gostosa, mas muito forte.

    Pisco sour

    6. Torta Tres Leches

    Como o próprio nome já diz é uma sobremesa elaborada com três tipos de leite: leche evaporada, doce de leite e leite condensando, com cobertura de merengue. É a sobremesa (postre) mais tradicional aqui no Chile, fácil de encontrar em qualquer cafeteria. É muito gostosa; para o meu gosto é um pouco doce demais, mas vale provar.

    Torta Três Leches

    7. Suco natural de chirimoya e framboesa

    Chirimoya é originária do Equador, mas é muito cultivada aqui no Chile. A fruta tem o formato de coração, a casca verde clara e a polpa branca, bem parecida com a nossa graviola.  O suco é delicioso, bem encorpado, de cor branca e com um pouco de acidez. Geralmente os sucos aqui são bem doces para o meu gosto. Em todo restaurante há o suco no cardápio.

    8. Centolla

    É o prato mais famoso da culinária chilena, mas, como moro aqui em Santiago do Chile, percebo que a centolla é mais consumida por turistas que por chilenos. O ponto tradicional para comer a famosa centolla é no Mercado Central, mas eu confesso que não gosto do ambiente, sem contar que a abordagem dos garçons incomoda.

    A centolla é um caranguejo gigante que nasce no mar gelado do extremo Sul do Chile, é uma iguaria bastante cara e no Mercado Central pode sair por até R$ 400. Então, é bom perguntar o preço antes de pedir. Uma sugestão de restaurante para provar a famosa centolla é o Ocean Pacific’s.

      A famosa centolla

      9. Caldillo de congrio

      Este prato é tido como uma das grandes recompensas do Oceano Pacífico para quem vive no Chile. Isso porque o côngrio é um peixe típico do país, que rendeu um dos pratos favoritos dos chilenos. Tanto que foi imortalizado pelo poeta Pablo Neruda em seu Oda al Caldillo de Congrio, e é servido até mesmo em eventos oficiais.

      Trata-se de uma sopa ou guisado feito com o peixe (fervido com cabeça e tudo) e alguns vegetais e temperos. Pode ser preparado facilmente em casa ― algumas pessoas dizem que é um prato revigorante até para quem está de ressaca! Embora o côngrio não seja um peixe facilmente encontrado no Brasil, outros peixes de carne branca funcionam bem. Ideal para os dias frios.  Comi uma vez em Pucón e não dá para esquecer.

      Tá na listinha dos restaurantes imperdíveis em Pucón

      Você vai encontrar diversas maneiras de se preparar esse prato. Em geral, é feito o caldo do peixe e depois são incorporados outros ingredientes, como cenoura, batata, cebola, alho, previamente refogados. No meio do prato costuma ser servida uma posta generosa do côngrio.

      10. Lomo a lo pobre

      Muitos pratos chilenos carregam o termo “a lo pobre”, que significa literalmente “do pobre”. Não está claro de onde vem o nome. Hoje, o termo “a lo pobre” se refere a um prato feito com ovos fritos. No Brasil, seria algo como “a cavalo”. O lomo a lo pobre é composto por um corte de filé-mignon com batatas fritas, um ovo frito e cebola. É também chamado de “bife a lo pobre”.

      Existem várias versões do prato, como lomito a lo pobre (feito com carne de porco), pollo a lo pobre (feito com carne de frango) ou churrasco a lo pobre.

      11. Chorillanas

      Esse é um daqueles pratos “nervosos”! Também, não é para menos. Vem da pujante Valparaíso, onde está o maior porto do país, e muitos dizem que “é para não desperdiçar nada”.

      Trata-se de um grande prato de carne fatiada com batatas fritas cobertas com ovos mexidos ou fritos e cebolas fritas. Não tem nada de chique ou exótico, mas reflete as necessidades de um povo que precisa de energia para trabalhar na região portuária.

      É tipicamente servido com cervejas. As porções são enormes e é para serem compartilhadas. É delicioso, mas cuidado com a quantidade enorme de gordura e calorias. Haja coração!

      12. Sopaipillas

      Outra comida de rua bem popular são as sopaipillas ― você vai achá-las em todo o país. São uns pãezinhos feitos de uma mistura de abóboras, manteiga e farinha, achatados em círculos. É um lanche versátil, que pode ser comido com doce ou salgado.

      Na maioria das vezes, sopaipillas são comidas no final do dia e cobertas com pebre (parecido com nosso vinagrete) ou mostarda e ketchup.

      13. Completo

      Tem também o completo que é o cachorro-quente chileno com abacate. Você o vê praticamente em todas as esquinas. É um enorme cachorro-quente com todos os tipos de ingredientes: maionese, tomate, cebola, picles, chucrute etc.

      Ainda, existem outras versões com menos guarnições, como o completo italiano, que só leva abacate, tomate e maionese. De uma forma ou de outra, é para se lambuzar. Quer saber mais? Aqui nesse post eu falo dele. Você não pode ir embora do Chile sem prová-lo!

      E se você está procurando restaurantes fora do roteiro turistão, veja esse post com 6 restaurantes não turísticos em Santiago do Chile.

      Depois de ver tantas comidas típicas do Chile, você deve estar com água na boca, assim como nós estamos! Como você viu, a culinária chilena não tem nada de muito extravagante (exceto pelas porções gigantescas, às vezes!), mas o ar caseiro e regional de boa parte dos pratos faz toda a diferença — o que a torna para lá de especial. Certamente você vai se apaixonar e é até capaz de querer reproduzir essas receitas quando voltar para casa.

      Então, antes de ir preparar as malas (ou os pratos), compartilhe este post em suas redes sociais para deixar seus amigos com aquela vontade de embarcar com você nessa viagem!

      Planeje sua viagem com a gente!

      Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

      Posts Relacionados

      64 comentários

      7 bons restaurantes não turísticos em Santiago do Chile 22 de julho de 2018 - 20:14

      […] Aqui um post com dicas do que vale experimentar no Chile. […]

      Reply
      Kaue Leonardo Gomes Ventura Lopes 30 de abril de 2018 - 10:25

      Destas iguarias chilenas provamos:

      – Pisco Sour:
      cada restaurante faz um pisco sour diferente, apesar da ‘mesma receita’. Os piscos sour que mais gostamos foram no Chipe Libre (o melhor que tomamos) e no Liguria. Não gostei do pisco no Galindo.

      – Centolla:
      no mercado central comemos no bom “Richards – El rey del mariscal”, que tem mesas no piso superior. A centolla pequena (tamanho S) dá para dois, e neste restaurante vem com um vinho branco e acompanhamentos.

      – Pastel de choclo:
      gostamos do pastel de choclo do Galindo.

      – Empanadas:
      apesar de acharmos as empanadas da Argentina mais gostosas que as de Santiago, comemos ótimas empanadas no Bocanariz (as melhores da viagem), no Aqui está Coco e no Le Fournil. Já nos outros lugares não achamos tão boas assim.

      – Vinho chileno:
      excelentes. provamos muitos vinhos das uvas carignan, carmenere, cabernet sauvignon e syrah. todo bom restaurante tem carta de vinhos com muitas opções.
      Para comprar, recomendamos ir ao shopping costanera center e pesquisar preços nas lojas: CAV, El mundo del vino, e mercado Jumbo, todos no shopping.

      Reply
      Jaqueline Lemos 13 de junho de 2017 - 09:49

      Oi Rosi,
      Adoro seu blog está me ajudando muito, vou no chile em julho agora, mas algumas reportagens não abrem, como a desa página falando sobre os sanduiches e também sobre a visita na concha e toro. Poderia verificar? Obrigada.

      Reply
      Rosi Guimarães 13 de junho de 2017 - 18:38

      Jaqueline,
      Obrigada por avisar. Conferi todos os links agora acho que está tudo ok. Caso não abra, vá na busca e digita a palavara chave que você vai achar a matéria.
      Abraço e boa viagem!

      Reply
      Carol Ribeiro 14 de junho de 2017 - 08:28

      Jaqueline, experimente usar outros navegadores de internet
      Internet Explorer/Google Chrome/Mozilla Firefox… Às vezes, da certo!

      Reply
      Carol Ribeiro 1 de abril de 2017 - 08:32

      Oi Rosi,
      Gostaria de agradecer por compartilhar tantas informações importantes conosco!!! Estou programando uma viagem com meu marido e este blog tem ajudado muito. Estou anotando várias dicas que você passou…
      Mais uma vez obrigada! Bjs

      Reply
      Rosi Guimarães 2 de abril de 2017 - 19:50

      Oi Carol, tudo bem?
      De nada! Faço o blog com muito carinho e dedicação!
      Um abraço e depois volte aqui para contar como foi sua viagem.
      Abraço!

      Reply
      Chile: como encontrar um hotel que combina com você 22 de fevereiro de 2017 - 22:19

      […] você sabe o que comer e beber no Chile? Nós sabemos. Veja esse post. E quais vinhos levar para o Brasil, você sabe? Pois é, Nós sabemos e deixamos nossa dica de 12 […]

      Reply
      Santiago- PARTE I – Viagensmore5 27 de novembro de 2016 - 12:17

      […] Comidas, drinks e guloseimas típicas: http://nosnochile.com.br/8-coisas-que-voce-tem-provar-em-santiago-do-chile/ […]

      Reply
      Alex Antão 25 de novembro de 2016 - 11:32

      Olá, Rosi, me tira outra dúvida. Qual o tamanho dos pratos em Santiago ? É tudo muito bem servido ? Eu e minha esposa não costimamos comer muito, aqui no Brasil, em restaurantes mais populares pedimos um prato para 2, pois às vezes vem um prato tão caprichado que ainda sobra. Os pratos aqui que são para dois para para a família toda, normalmente.

      Reply
      Rosi Guimarães 6 de dezembro de 2016 - 03:44

      Oí Alex,
      Aqui varia muito, depende do restaurante. Em vários eu consigo dividir um prato com minha filha. A dica é dar uma espiada nos pratos da mesa do lado e em muitos restaurantes tem fotos dos pratos ai dá para ter uma ideia.
      Abrazo.

      Reply
      Alex Antão 25 de novembro de 2016 - 09:15

      Olá, Rosi !
      Esta já digitando uma sugestão de um post desse quando o achei, estava difícil de achar, mas vamos lá. Adoro experimentar comidas tradicionais nos locais onde vou. Esse post é um “prato cheio”! rs…

      Gostaria de saber se você não se lembra de mais coisas específicas do Chile, pois já estou fazendo um Checklist.

      Eu andei pesquisando e achei a tal da Lúcuma, uma fruta muito utilizada aí. Já vi que tem uma Torta de Lúcuma que é imperdível….

      Please… pensa aí… kkkk

      Um grande abraço !

      Reply
      Rosi Guimarães 6 de dezembro de 2016 - 03:37

      Oí Alex, tudo bem?
      Coloquei no post coisas que já experimentamos, a torta de lúcuma até hoje não provamos acredita? Mas ja ouvi dizer que é muito boa, tem até chocolates com recheio de lúcuma nos supermercados.
      Abraço!!

      Reply
      Luciana Telles 30 de setembro de 2016 - 09:50

      Rosi, amei seu blog!!! A família da avó paterna do meu filho é chilena e a primeira vez que fui a Santiago fiquei o mês de janeiro todo, mas isso já fazem treze anos.
      Lembro bem de tomar mote com huesillos todo dia e definitivamente minha comida preferida daí é o pastel de choclo! Dá água na boca só de lembrar!
      Agora em dezembro eu e meu marido vamos novamente, mas de carro! Somos de Brasília e vamos passar 20 dias. Queremos alugar um apartamento, apart hotel ou flat. Você tem alguma indicação?
      Vamos sair daqui de Brasília dia 25/12. Pretendemos chegar dia 30 e passar o reveillon aí. Ficamos até dia 19/01.
      Estou montando nosso roteiro com várias das suas dicas! Muito obrigada!
      Beijos,
      Luciana

      Reply
      Rosi Guimarães 6 de outubro de 2016 - 16:12

      Oi Luciana,
      Que delícia de viagem de carro. Depois volta aqui pra contar tudo.
      Abraço!!!

      Reply
      Henrique 14 de outubro de 2016 - 22:29

      Jóia!! Vou pro Chile em outubro de 2016 e aluguei um apartamento pelo air bnb . Muito bons preços e qualidade. Dêem uma olhada.a Abçs

      Reply
      Ana Mirian Araújo Krieck 23 de setembro de 2016 - 19:46

      Fui para o Chile no começo de setembro, só com meu marido…amei suas dicas…e o pisco sour também… só não provei a torta… Não gosto de muito doce… Voltarei ao Chile com certeza. Uma semana foi pouco… Parabéns pelo blog… abraço

      Reply
      Rosi Guimarães 26 de setembro de 2016 - 15:51

      Oi Ana Mirian,
      Que bom que gostou e quer voltar, Chile vale mais de uma viagem com certeza e continue acompanhando o blog.
      Um abraço!

      Reply
      rosangela pazetto 6 de julho de 2016 - 18:46

      Olá Rosi, adorei seu blog. Estarei indo para Santiago e Puerto Varas dia 17/07/16 e estou seguindo todas as suas dicas. Você sabe me dizer se posso trazer vinho e azeite para o Brasil?

      Reply
      Rosi Guimarães 7 de julho de 2016 - 19:33

      Oi Rosangela,
      Pode sim, tenho alguns post no blog inclusive com as opções. Veja: http://nosnochile.com.br/12-coisas-que-voce-tem-que-levar-de-sua-viagem-ao-chile-com-dicas-dos-leitores/

      Reply
      Alberto Oda 3 de julho de 2016 - 21:07

      Muito obrigado pelas dicas…
      Fui para Santiago dia 24/06 fiquei uma semana, segui todas as dicas de passeios, comidas e tudo mais…
      Me diverti bastante graças ao site (nosnochile.com.br)

      Reply
      Rosi Guimarães 4 de julho de 2016 - 22:30

      Oi Alberto,
      Que bom, fico super feliz!
      Abraço!

      Reply
      ROSE MATOS 9 de junho de 2016 - 08:18

      Adorei seu blog, estou indo para o Chile de 26 a 02 de julho as dicas são ótimas, comprei meu pacote de viagem pela CVC, está incluido 4 passeios Viña del mar e Valparaiso, Show na Bali Hai, passeio panorâmico à Cordilheira dos Andes base e passeio bela cidade de Santiago, a hospedagem será no Boutique Tremo Bellas Artes.
      Gostaria de saber quanto levar em real para esses dias em Santiago? E se é preciso habilitar o celular para usar o whatsap ou só para fazer ligação?

      Reply
      Rosi Guimarães 10 de junho de 2016 - 10:50

      Oi Rose,
      Pergunta bem difícil porque depende muito do seu estilo de viagem, onde vai comer, o que vai comprar, enfim depende de tantas coisas. Não precisa habilitar o celular para whatsapp, onde tiver wifi você vai conseguir usar normalmente.
      Um abraço!

      Reply
      iana 7 de junho de 2016 - 11:17

      Ótimo BLOG! Parabéns!

      Reply
      Rosi Guimarães 10 de junho de 2016 - 10:54

      Oi Iana!
      Obrigada!!! Feito com muito carinho e dedicação!

      Reply
      Elizabeth Peris 31 de maio de 2016 - 23:02

      Vou para Santiago em meados de junho. Existe “remis” como em Mendoza? Como fazer passeio as vinicolas e a Valparaiso sem ser em excursão ou transporte público? Você teria o que me sugerir?

      Reply
      Rosi Guimarães 2 de junho de 2016 - 07:42

      Elizabeth,
      Aqui no Chile ainda não tem remis, vou te enviar por e.mail indicação de uma excelente agência que faz passeios personalizados.
      Um abraço!

      Reply
      Maria Angela Pizarro Fernandes 2 de junho de 2016 - 14:38

      Oi !!! Manda pra mim tb??? Vou para o Chile em setembro e estou meio ” perdida”… Obrigada !!!

      Reply
      Andreza Fernandes 19 de julho de 2016 - 19:07

      olá, poderia mandar para mim tb. Obrigada!!

      Reply
      Messon Torres 25 de maio de 2016 - 15:13

      Rosi parabens pelo site, esta me ajudando muito. Estou indo para Santiago 04 de julho ate 08. Sou dj e gostaria de ver umas boates. Pesquisei e vi 3: Micro Club(segunda), After office(quarta) e Club La Feria(quinta). Você conhece alguma. Vale a pena e o preço é caro?

      Reply
      Messon Torres 25 de maio de 2016 - 16:22

      Tem tambem o Las Urracas

      Reply
      Tati 23 de maio de 2016 - 08:04

      Oi Rosi..adorei este ultimo post,gosto de sua sinceridade ao falar sobre muito doce,muito caro….mas aqui,saio daqui de BH dia 24/06 e volto dia 29/06 vou ter somente 4 dias, sábado,domingo,segunda e terça.Minha duvida é:o que é melhor fazer fim de semana,e durante a semana?gostaria de ir no Valle Nevado,na vinícola Santa Carolina,na troca de guarda ,mercado central e shoppings…por favor me ajude,vou ficar no hotel Principado no bairro Providencia.Vou tirar fotos e registrar no seu blog foi no Chile,conte pra gente…obrigada..

      Reply
      Patricia 28 de março de 2016 - 12:18

      Olá Rosi!
      Amei seu blog!! Vamos ao Chile em Setembro (04 à 11) e com crianças, será que vemos neve?
      Vamos ficar em Las Condes e estou comendo suas informações com farinha!!! 🙂
      Muto bom!
      Obrigada e continue nos atualizando…
      Bjs
      Paty

      Reply
      6 frutas que você tem que experimentar no Chile - Nós no Chile 16 de dezembro de 2015 - 08:31

      […] uma fruta? As vermelhas são as melhores – cerejas, morangos, arándanos, framboesas… Aqui nesse post tem uma lista com 7 coisas que também valem experimentar no […]

      Reply
      Sabrina 9 de novembro de 2015 - 20:35

      Oi Rosi, tudo bem, estarei indo ao Chile dia 22 de Dezembro e estou curiosa em conhecer…seu site é ótimo…parabéns!

      Reply
      Rosi Guimarães 19 de novembro de 2015 - 09:19

      Oi Sabrina!
      Boa viagem.

      Reply
      Roberta 16 de outubro de 2015 - 10:58

      Ola Rosi, o que voce achou dos precos nas lojas de marcas no shopping costanera? Pois o outlet fica muito longe e como so vou passar 3 dias nao terei tempo.

      Reply
      Tatiane 29 de setembro de 2015 - 19:07

      Olá Rosi. Estou indo para o Chile neste domingo porém à serviço. Fiquei sabendo hoje que teria que ir porém minha identidade está com mais de 10 anos, mas a foto não mudou muito comparado com a minha aparência atual. Tenho lido em vários lugares que teria que fazer outra, porém não tem tempo para isto. consigo fazer no aeroporto?

      Reply
      Rosi Guimarães 29 de setembro de 2015 - 22:09

      Oi Tatiane.
      Você não consegue fazer no aeroporto. Se você está dizendo que a foto não mudou muito e se tiver em bom estado de conservação pode ser que você consiga embarcar. Vai ser uma questão de sorte. Mas como está super em cima da hora vale tentar.
      Bos sorte!

      Reply
      Fabi 29 de agosto de 2015 - 21:49

      Eu amei todas as dicas. Vou a Santiago com minha mãe. Vamos ficar de 09 a 15 de setembro. Vai ser nossa primeira viagem juntas sozinhas e fora do Brasil. Vamos ficar no Hotel Patio Yunguay. Vc conhece? Precisamos economizar ao maximo…entao estamos indo bastante dispostas a caminhar, pegar metrô, andar de ônibus…

      Reply
      Rosi Guimarães 1 de setembro de 2015 - 16:55

      Fabi.
      Esse bairro é um pouco afastado, mas tem estacao de metro perto, é a estacao Quinta Normal. No Parque Quinta Normal tem muitos museus e bem perto onde voces vao ficar tem o Museu de La Memoria, já fui e ainda nao fiz o post. É o Museu que retrata como foi o períoda da Ditadura Militar no Chile. Vale a visita.
      Depois volte para contar como foi.
      Abs. (Desculpa a falta de acentos, estou num computador que nao é meu. rsrsr)

      Reply
      Rafael Box 19 de agosto de 2015 - 14:49

      Olá Rosi!
      Estou encantado com a simplicidade e qualidade do seu site!
      Direto ao ponto, bem detalhado, com facil linguagem, e dá dicas muito legais!
      Meus parabéns pelo blog!
      Irei conhecer Santiago me baseando principalmente em seu blog, pois vou somente eu e minha esposa, sozinhos!
      Um forte abraço!
      Já comprei as passagens… falta agora achar um lugar legal e ace$$ivel…

      Reply
      Rosi Guimarães 25 de agosto de 2015 - 09:22

      Rafael.
      Que alegria que tenha gostado do blog. Providencia é um excelente bairro, dê uma pesquisada do Ibis Providencia, bom preço e ótima localização.
      Boa viagem!!!

      Reply
      Giulia 10 de agosto de 2015 - 16:45

      muito legal seu blog! gostei das dicas, estou começando a programar uma ida a Santiago pro ano q vem, eu e meu marido. parabéns!

      Reply
      Glauce 23 de julho de 2015 - 14:30

      olá, tenho pego otimas dicas. Gostaria de levar azeites para o Brasil; Vc recomenda algum? E vinho? obrigada

      Reply
      Rosi Guimarães 27 de julho de 2015 - 08:23

      Glauce,
      Todos os azeites chilenos são de excelente qualidade. Existe um que tem o nome de Santiago que é muito bom. Vinhos? Você pode conferir aqui nesse post: http://nosnochile.com.br/vinhos-chilenos/
      Um abraço!

      Reply
      Originalle Viagens 28 de junho de 2015 - 18:51

      Eu provei esse bolo Tres Leches em um restaurante peruano nos EUA, realmente muito doce, mas amei!! Até peguei a receita na net rsrs Vale a pena provar.

      Reply
      Larissa 27 de junho de 2015 - 18:54

      Rosi cada dia que sigo seu blog fico mais encantada! você tem enriquecido muito meu roteiro e acredito de muitos outros também! Parabéns pelo maravilhoso trabalho e sucesso sempre!

      Reply
      Rosi Guimarães 29 de junho de 2015 - 17:29

      Oi Larissa.
      Muito obrigada pelo carinho, fico deliz demais de saber que está curtindo o blog que é feito com muito carinho e dedicação!!!
      Beijo grande!!!

      Reply
      6 coisas que você tem que levar de sua viagem a Santiago do Chile - Nós no Chile 11 de maio de 2015 - 15:39

      […] do Roteiro para conhecer Santiago em 6 dias, e das 7 coisas deliciosas que você tem que provar no Chile, agora uma listinha com 6 coisas que você não pode deixar de levar de sua viagem. Vamos […]

      Reply
      Vai pra Copa América? Aproveite para curtir Santiago do Chile - Nós no Chile 4 de maio de 2015 - 07:40

      […] E as comidas chilenas como são? O que provar? Temos uma lista de 7 coisas para provar em Santiago do Chile. […]

      Reply
      Janaina 26 de março de 2015 - 18:59

      Boa noite! Você teria o endereço da Confeitaria Laura R? Obrigada

      Reply
      Pisco Sour - Chileno ou Peruano? - Nós no Chile 25 de março de 2015 - 19:33

      […] – 7 coisas para provar em Santiago do Chile; […]

      Reply
      7 dicas de viagem para Santiago do Chile 12 de março de 2015 - 11:52

      […] – O que provar em Santiago; […]

      Reply
      Feriados no Chile em 2015 - Programe sua viagem - Nós no Chile 18 de janeiro de 2015 - 13:31

      […] – 6 coisas que você tem que provar em Santiago do Chile; […]

      Reply
      6 hotéis em Santiago do Chile – Opinião dos leitores - Nós no Chile 24 de novembro de 2014 - 09:53

      […] 6 coisas que você tem que provar; […]

      Reply
      Roteiro de compras: Shopping em Santiago do Chile - Nós no Chile 19 de novembro de 2014 - 20:54

      […] Outros posts interessantes:  Dicas de Segurança, 7 Atrações imperdíveis em santiago do Chile, O que provar em Santiago do Chile. […]

      Reply
      Silmara Cornelio 30 de outubro de 2014 - 08:37

      Rosi, muito boas dicas! A torta Tres leches que até hoje provei e que mais gostei é a do Café Cory, hummm! Deu água na boca. beijos

      Reply
      Rosi Guimarães 3 de novembro de 2014 - 21:23

      Oi silmara,

      Tenho que experimentar a torta do Café Cory, com um cafezinho heim? Delícia!
      Abraços!

      Reply
      Mario 23 de agosto de 2014 - 10:16

      Tu ten muito bom gosto e grandeÇa ao destacar nossos produtos típicos, ollados desde a ótica do turista. Parabens. Obviamente, faltam muitas outras delicias que encontrarás no resto do territorio do Chile. Para isso tu ten que viajar do norte ao sul, embora eu fico com meu sul, es incomparable. Um día tu chegas lá.

      Reply
      Rosi Guimarães 23 de agosto de 2014 - 16:42

      Olá Mário,
      Infelizmente ainda não conheço o Sul do Chile, mas quero conhecer muito em breve. As outras delícias vou colocando aos poucos, na medida em que eu for conhecendo. Un dia llegaré al Sul de Chile, presupuesto! Gracias por tu cariño.

      Reply

      Gostou? Deixe aqui seu comentário