Cajón, Embalse e uma lagoa escondida na cordilheira

por Rosi Guimarães

Galerinha,

O Embalse el Yeso reabriu para turistas. Quem ainda não leu a notícia aqui no blog, eu falo sobre a reabertura do Embalse.

E claro, eu já estive lá mais de uma vez para curtir o lugar! Só que dessa vez foi um passeio diferente porque fui à tarde. Isso mesmo! Geralmente, as agências iniciam este tour às 6 da manhã. Porém, a agência Indo pro Chile tem uma boa opção para quem gosta de acordar mais tarde.

Eles passaram na minha casa às 11 horas e saímos em direção a Cajón del Maipo. Fizemos um pit stop na cidade de San José de Maipo. Aproveitamos para ir ao banheiro, comprar água e dar uma volta na Plaza Central da cidade.  

Em seguida, partimos em direção ao Embalse que, depois do acidente ocorrido em maio de 2019, tem novas regras para visitação. Foi construído um mirante onde é permitido parar para tirar fotos, porém não é possível caminhar na estrada que margeia a lagoa. Só é permitido transitar de carro.

Sendo assim, fizemos uma parada rápida para fotos e fomos para o final do Embalse, chamado de prainha, local onde é possível caminhar e chegar próximo a água.  Ficamos por ali cerca de meia hora. O dia estava perfeito e a cor da água maravilhosa. O local estava bastante vazio. Essa é uma das vantagens do passeio à tarde, já que a maioria das agências fazem o tour na parte da manhã.

Aproveitamos para tirar muitas fotos, sentir o vento frio no rosto e apreciar a beleza do lugar que realmente é surpreendente, mesmo com o nível  da água bastante baixo.

Seguimos mais para dentro de Cajón e chegamos num lugar rodeado por montanhas gigantes sem ninguém por perto. Estava apenas o nosso grupo de cinco pessoas em dois carros. A Indo pro Chile utiliza carros 4 X 4 com grupos de, no máximo, sete pessoas.

Enquanto o guia Julio nos acompanhava numa pequena caminhada, cerca de 800 metros entre as montanhas, o Rodrigo ficou preparando nosso piquenique. Já beirava 4 horas da tarde e a fome já tinha começado a bater.

Nossa caminhada tinha o objetivo de chegar numa lagoa escondida chamada popularmente por Meteorito. Segundo a lenda, o nome é porque teria caído um meteoro no local. Vai saber se é verdade, né gente! Guiados pelo Julio, chegamos na lagoa que, para a minha surpresa, tinha a água cor-de-rosa neste dia. Veja que coisa mais linda! Os contrastes das cores tornou o lugar mais mágico ainda e até me transformou em duas.

Dica importante: use protetor solar e labial. Apesar de ventar bastante, o sol castiga muito. É importante também ter um agasalho leve, estilo corta-vento. O tempo na montanha muda muito rápido e é sempre bom estar preparado. E, claro, água não pode faltar de jeito nenhum. Prefira roupas confortáveis e tênis. 

Depois de uns minutinhos curtindo essa beleza, caminhamos de volta para onde estava sendo preparado nosso piquenique. Quando chegamos, o Rodrigo já estava com tudo pronto. Mesa linda com sucos, cervejas, vinhos, água, pães, geleias, frutas… Tudo muito delicioso.

É neste momento que o grupo começa a conversar e agradecer por estar neste lugar. Todos bem felizes com o passeio e, para minha alegria, todos eram leitores do Nós no Chile. Coisa mais bacana! O brinde não podia faltar! Saúde!

Guias bem preparados, que passam informações relevantes, lugar que quase nenhuma outra agência chega, boa conversa, boa comida e bom vinho! O que mais a gente precisa?

Bom lembrar que este é um tour que dura das 11 às 21 horas.

A Indo pro Chile é uma das agências parceiras do blog. Fui convidada para ir ao passeio e o texto reflete a minha opinião.

Clique aqui para garantir um desconto exclusivo para leitores do Nós no Chile e fazer um orçamento deste passeio.

Texto revisado por Bárbara Mussili, criadora do blog Refúgio Ameno

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.


Posts Relacionados

8 comentários

LUANA GIMENEZ POSCAI PIRES 16 de fevereiro de 2020 - 15:31

Oi, tudo bem? Vou para o Chile de 1 a 6 de setembro. Será que ainda consigo ( com base nos anos anteriores ) pegar neve no Vale Nevado e em Farelones? A intenção é aproveitar esses dias pra conhecer a cidade do Chile um pouco, visitar Cajon del Maipo e Embalse Yeso. Valle Nevado e Farellones. Vina del Mar e Valparaiso. Porém o sonho maior mesmo é que dê para ver a neve, brincar, fazer anjos e bonecos de neve. srsrs.. Acham muito arriscado? Pois só consigo férias a partir do dia 1 de setembro que será exatamente o 1° dia da viagem. O blog de você é muito completo e excelente.

Reply
Rosi Guimarães 17 de fevereiro de 2020 - 11:42

Oi Luana,
tudo depende das condições climáticas. A ano passado foi bem seco e final de agosto já não tinha neve em Farellones, mas no Valle Nevado sim. Veja este meu vídeo https://youtu.be/UJ0k50GgT4w
Vamor torcer para 2020 ser um ano mais chuvoso e com mais neve.
Um abraço!

Reply
Robson Coelho 6 de fevereiro de 2020 - 17:56

Oi, Rosi. Minha esposa e eu gostamos bastante do seu conteúdo.
Passaremos a semana inteira de carnaval em Santiago. A estrada que margeia este lago, é tão estreita que, caso venha outro veículo, um terá que retornar de ré?
Obrigado!

Reply
Rosi Guimarães 10 de fevereiro de 2020 - 18:55

Oi Robson,
Tem que retornar ou então se mover para os lados até conseguir passar os dois carros. Na semana que vem vai sair um vídeo no canal, então vai ficar mais fácil para você entender.
Aproveita para se inscrever https://www.youtube.com/channel/UCKTHHyXugRBZQHG4n1nLpcg
Um abraço!

Reply
Christiane Mariano 4 de fevereiro de 2020 - 18:30

Oi Rosi, amando seu Blog!!!!
Vou para Santiago primeira semana de abril (03 a 10) e estou bastante apreensiva devido a possíveis manifestações, já que o plebiscito sera dia 26. Quero te pedir sugestões em qual bairro me hospedar, ia ficar próximo ao Palácio da Moeda agora com esse risco não sei onde ficar? Obrigada

Reply
Rosi Guimarães 5 de fevereiro de 2020 - 17:51

Oi Christiane,
Providencia, perto das estações de metrô Pedro de Valdivia, Los Leones e Tobalaba, são boa opções. Bairro Las condes também é muito bom;
Um abraço!

Reply
Norma de fatima da silva 4 de fevereiro de 2020 - 12:42

Muito bonito! Mas uma pergunta o passeio vai das 11 as 21, já é noite onde vão mais? A foto dupla ficou show, como foi feito isso. Grata, estou me preparando pra ir em junho deste ano ou no proximo.norma

Reply
Rosi Guimarães 4 de fevereiro de 2020 - 15:36

Norma,
21 horas aqui no verão ainda é dia, 21 horas é o horário que você já estará no seu hotel. Lembrando que o caminho de volta são cerca de 2h e 30 minutos, podendo pegar engarrafamento na cidade. A foto em que eu viro duas é uma mágica que só dá para descobrir no passeio. KKKK! Brincadeira, é uma panoramica, onde eu sai correndo, passeo por trás de quem estava tirando a foto e cheguei do outro lado.
Um abraço!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário