Chile: conhecendo 3 vinícolas do Valle de Maipo no mesmo dia

por Rosi Guimarães

Sabia que o Valle de Maipo é o mais perto de Santiago e de mais fácil acesso, contando com mais de 30 vinícolas abertas à visitação? A oferta é variada, desde pequenos produtores, como a Laurent, até a maior do Chile, a Concha y Toro. Por causa dessa proximidade, fica fácil conhecer mais de uma vinícola no mesmo dia e até um restaurante, como eu fiz e vou contar pra você neste post.

Cousino Macul

Como essa vinícola fica dentro do raio urbano, junto com a Aquitania e Santa Carolina, seu acesso é muito fácil.

A Cousiño Macul tem uma história bem interessante. Fundada em 1856, ela é a única vinícola entre as do século XIX que continua nas mãos da família fundadora e está na sexta geração. Fizemos um tour guiado com degustação de quatro vinhos. Conhecemos a bodega, uma das mais antigas do Chile, e as barricas que hoje servem de decoração, mas também são consideradas as maiores do país.

Eu já tinha visitado essa vinícola e o post completo pode ser lido aqui. Cada visita é uma surpresa: dessa vez fui num dia frio no final do outono e tinha caído a primeira nevasca. Foi possível ver a cordilheira com o topo branquinho. Depois de degustar os vinhos e de ouvir a história da Cousino Macul, fomos para a Haras de Pirque.

Haras de Pirque

Com uma proposta super diferente, a vinícola é a união de duas paixões dos donos: a criação de cavalos e a produção de vinhos. Sua bodega foi construída em 2000 e tem o formato de ferradura. Nesse local, funciona o haras mais antigo do Chile, exclusivo na criação de cavalos de raça.

O tour é bem personalizado, sempre com poucas pessoas. Percorre a bodega por uma passarela na parte superior, onde tem uma vista completa do vinhedo.

Além do design diferenciado, que já convida a uma visita, a vinícola é uma das poucas na região de Maipo que tem restaurante: uma oportunidade de experimentar boa comida admirando o vinhedo. O Houssent tem opções de carne, pescado, mariscos, massa e pratos vegetarianos. Oferece também a opção de menu degustação no valor de $ 45.000. Fizemos uma pequena degustação dos pratos e dos vinhos e comprovamos que vale a pena. 

 

Restaurante Lo Pirque

Já tinha ouvido falar desse restaurante, mas ainda não conhecia. Possui valor único: você paga $ 34.000 e pode comer à vontade, incluindo bebida e sobremesa.

O mais interessante desse lugar é o show com cavalos chilenos, que são apresentados como de uma raça única, a mais antiga da américa Latina. Como não entendo muito de cavalos, não sei se é verdade.

O lugar é bastante agradável. Tem espaço kids e nos finais de semana, atividades específicas para os pequenos.  

É ideal para conhecer um pouco mais da cultura e da gastronomia chilena. Valorizam produtos locais e contratam funcionários da região. Gostei e quero voltar com a família.

 

Pérez Cruz

Fechamos o dia nessa vinícola que eu também já conhecia. Sou apaixonada pelos vinhos deles. Leia o post completo aqui.

Fundada em 2001, a vinícola é familiar e considerada relativamente pequena aqui no Chile. Produz cerca de 720 mil litros por ano. Porém, impressiona por sua grande estrutura projetada em forma de barril pelo arquiteto chileno José Cruz Ovalle.

Recebemos as boas-vindas e as explicações de como os vinhos são produzidos, os cuidados e os diferenciais da vinícola. Fizemos a degustação na bodega subterrânea, com direito a uma deliciosa tábua de queijos.

A Pérez Cruz também é uma vinícola bem exclusiva, que prioriza os tours em grupos pequenos, para dar mais atenção e proporcionar uma experiência mais personalizada ao visitante.

Fiz o tour a convite da Associação da Vinícolas do Valle de Maipo, com o objetivo de divulgar o vale, que é tão pertinho de Santiago e que tem vinícolas surpreendentes.

Para conhecer três ou quatro vinícolas no mesmo dia, o ideal é contratar um transfer, assim o deslocamento é mais rápido e você aproveita mais o dia. Se quer fazer por conta, a Cousiño Macul é a de mais fácil acesso entre as citadas. Leia aqui para saber como chegar. Se prefere um transfer, temos agências parceiras no blog. Veja aqui.

 

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

 

Posts Relacionados

6 comentários

Carmen Santanna 12 de agosto de 2019 - 00:10

Olá Rosi! Viajo pro Chile semana que vem e estou vidrada aqui no seu blog, pegando todas as dicas! Parabéns pelo trabalho! Sobre essas três vinícolas, tem alguma opção deslocamento entre elas? Pergunto porque não gostaria de contratar uma agência para os passeios, estou em buscas de opções mais “por conta própria”. Obrigada!

Reply
Rosi Guimarães 14 de agosto de 2019 - 11:15

Carmen,
Na Cousiño Macul você vai de metrô, depois tem que ser Uber, infelizmente não tem transporte entre as vinícolas. Em todas essas aqui é possível chegar em transporte público https://nosnochile.com.br/5-vinicolas-pertinho-de-santiago-para-visitar-por-conta/.
Um abraço!

Reply
MÔNICA DE AZEVEDO LOURENÇO 23 de julho de 2019 - 10:17

Rosi, a Cousino Macaul e a Concha y toro deixam entrar crianças de 10 anos? eu marquei passeio para elas e não me atetei a isso, porém vou viajar com meu filho

Reply
Rosi Guimarães 24 de julho de 2019 - 10:45

Oi Mônica,
entra sim, inclusive na Concha y Toro já tem uma opção de tour para crianças com suco de uva, chegando lá pergunta para eles como funciona. O único tour que não pode entrar criança é o toru Marques.
Um abraço e boa viagem!

Reply
Júlia Yonemaru 7 de julho de 2019 - 21:04

Rosi, gostaria de saber se vocês fazem ou conhecem alguém que realize serviço de redirecionamento de compras do chile para o Brasil… eu gostaria de enviar um singelo moletom mas que o site da Levi’s não entrega no Brasil ;( por isso resolvi te perguntar, vai que você conhece…

Reply
Rosi Guimarães 9 de julho de 2019 - 20:52

Oi Julia,
Infelizmente não conheço!
Abraço!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário