Como é o passeio para Portillo no verão

por Rosi Guimarães

Portillo é um centro de esqui que está a cerca de 150 quilômetros de Santiago. Mas será que vale a pena visitá-lo no verão mesmo sem neve?

É isso que eu vou contar pra você neste post de hoje sobre o passeio que fiz com a Sousas Tour, agência parceira do blog.

Galerinha, sempre mostro todos os passeios nos stories, é só me seguir no @blognosnochile para saber tudo!

Saímos de Santiago às 7 da manhã e pegamos a estrada Los Libertadores, sentido a Mendoza na Argentina, passando por Los Caracoles. Portillo está a cinco minutos da fronteira. Sempre falo que só a estrada já vale o passeio. O caminho é cercado pela Cordilheira dos Andes, o que torna a paisagem perfeita!

O guia que nos acompanhou neste passeio foi o Cris (também conhecido como “maluco”). Durante o percurso, ele explica sobre a economia do Chile, o clima, a vegetação e curiosidades sobre a cordilheira. O cara é fera! Anima a galera o tempo todo. Achei curiosa a comparação que ele faz para definir o  passeio: é como um um arco íris que no final vamos encontrar dois potes de ouro. Leia até o final para saber.

Como é a estrada para Portillo

Primeira parada: monumento dedicado à Batalha de Chacabuco, a mais importante para a Independência do Chile. Aproveitamos para tirar umas fotinhos e aprender um pouco sobre esse combate.

O Cris continuou dando uma verdadeira aula de história e explicando mais curiosidades sobre a cordilheira. Logo chegou a hora de mais uma parada, desta vez num local com vista para o Aconcágua, o pico mais alto da cordilheira com mais de 6.900 metros de altitude.

Seguimos na estrada cercada pela Cordilheira dos Andes, montanhas gigantescas que nos faz sentir uma formiguinha. A grandeza e beleza da montanha é realmente surpreendente. E o legal desse passeio é que vamos na estrada com calma e parando nos melhores e mais lindos lugares para fotografar.

Dicas importantes para o passeio a Portillo

  • Levar água. É muito importante se hidratar, pois o clima é muito seco.
  • Também é imprescindível o uso de protetor solar e labial.
  • Escolha uma roupa leve no verão, mas é importante levar um agasalho porque pode acontecer de ter muito vento e esfriar de repente. A montanha é sempre uma surpresa.

Chegou o momento de passar por Los Caracoles, um conjunto de 29 curvas bem acentuadas. Claro que paramos para tirar umas fotinhos e depois seguimos até a fronteira. Como eu já falei antes, de Portillo até a fronteira são apenas cinco minutinhos

Entramos na van de novo em direção a Portillo e aí estava o primeiro pote de ouro: a Laguna del Inca com uma água azul turquesa surpreendente.

Conta a lenda que, durante a noite, se escutam alguns ruídos nessa lagoa e que são os lamentos do inca Illi Yunqui por sua amada Princesa Kora-llé. Ela teria sido enterrada na lagoa depois de despencar de um penhasco. Desde então, a água se tingiu com a cor esmeralda dos olhos da princesa. O guia deixou o grupo bem à vontade e cada um pode curtir o lugar como quis.

Ficamos ali um tempinho contemplando a beleza do lugar, admirando o silêncio e a paz da montanha. Sempre tiro uns minutinhos para me desconectar de todas as redes sociais e me conectar com a montanha, agradecendo por estar nesse lugar. Às vezes, a gente se preocupa tanto com fotos que não consegue nem viver o lugar, por isso é importante parar uns minutinhos e agradecer! Sugiro que você também faça isso!

Hora do Piquenique

Hora de pegar o caminho de volta e aí vem o segundo pote de ouro. Paramos num lugar do caminho para o piquenique, mas não é qualquer piquenique. Uma mesa linda preparada com muito carinho e com produtos de excelente qualidade. Para beber: vinho, cerveja, espumante e sucos. Para comer: queijos especiais, sanduíches, frutos secos, morangos, frios e doces chilenos. Tudo perfeito! Sem contar que o lugar é bem agradável, com sombras de árvores e alpacas.

Cheguei em casa por volta das 18 horas. É um passeio de dia completo. Vale lembrar que, mesmo com os protestos, os passeios continuam sendo realizados.

Passeio perfeito com a Sousas Tour, agência parceira do blog. Clique aqui para fazer um orçamento.

Texto revisado por Bárbara Mussili, criadora do blog Refúgio Ameno

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.


Posts Relacionados

Gostou? Deixe aqui seu comentário