Tarapacá

Conhecendo a Vinícola Tarapacá – Isla de Maipo

Além da Vinícola Concha y Toro, a Tarapacá é outra bem famosinha no Brasil. Quem toma vinho com uma certa frequência, com certeza já experimentou um  Tarapacá e aprovou. Os vinhos são de excelente qualidade e colecionadores de vários prêmios. E fala a verdade, quando você toma e gosta de um vinho, você não fica com vontade de conhecer a vinícola? Então porque não conhecer a Tarapacá?

Tarapacá

Para se ter uma ideia da tradição dos vinhos Tarapacá, a vinícola foi  fundada em  1874 aos pés dos Andes e em 1876, apenas dois anos depois da fundação  a vinícola recebeu o seu primeiro reconhecimento internacional  no Centennial International Exhibition, Philadelphia –  Estados Unidos  e desde aí não parou mais. Aí estão os famosos etiquetas Azul e negra.

O tour

Ao chegar no portão da vinícola você já leva um susto quando a pessoa da recepção te fala que são 8 quilômetros de distância entre a portaria e o local do tour. A vinícola tem 2.600 hectares, dos quais 600 são plantações de uva. Então você  faz um passeio lindo pelos vinhedos até chegar ao local do tour.

Tarapacá

O tour começa conhecendo a área interna da casa centenária no estilo  toscano que a vinícola mantém para alguns eventos e hospedagem.

Tarapacá

Depois passamos pelo jardim  externo com  10 hectares de espécies nativas, onde pude conhecer a árvore alcornoque, que é de onde são feitos as rolhas dos vinhos (chamados aqui de corcho). Para quem tem curiosidade e quer saber um pouco mais, é só clicar aqui.

Tarapacá

Depois fomos conhecer a bodega, onde está a sala de guarda com mais de 8.500 barricas de Carvalho francês e americano. Umas barricas bem grandes que ainda não tinha visto em outras vinícolas. As barricas pequenas são utilizadas por 3 ou 4 anos e essas grande tem um tempo de uso de até 15 anos.

Tarapacá

E terminamos no museu que a vinícola mantém que é onde acontece a degustação. Hummm!!! O melhor momento. O museu conta a trajetória da vinícola com peças, acessórios antigos e vinhos centenários. E aqui que está também os vários prêmios e medalhas recebidos pela vinícola.

Tarapacá

Tarapacá

A degustação é acompanhada de queijos, castanhas e biscoitinhos num ambiente bem gostoso e silencioso, aliás, uma coisa que me chamou a atenção foi a paz e o silêncio do lugar, me passou uma energia boa.

Tarapacá

Degustamos três tipos de vinhos. Aí meu Deus, cada mais delicioso que o outro. Foi difícil escolher qual foi o melhor. O primeiro foi o Gran Reserva Sauvignon Blanc 2015. O Segundo foi o Gran Reserva Carmenere 2013. Maravilhoso! Acho que o melhor. E o terceiro foi o Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2013, também perfeito.

Tarapacá

Agora vou contar uma coisa boa pra vocês. A vinícola Tarapacá tem parceria  com o Brazilian Travel Card. E sabe o que isso significa? Com o cartão, você tem 20% de desconto nos tours e até 12% de desconto na compra de vinhos.  E é claro que nós usamos o cartão e ganhamos desconto nas compras do vinhos. Compramos um vinhos etiqueta negra e um orgânico, que fiquei curiosa para conhecer.

Aqui nesse link você pode saber mais sobre o cartão Brazilian Travel Card e como comprá-lo para aproveitar o desconto na vinícola Tarapacá e outros descontos que o cartão oferece.

Os tours são personalizados e com grupos pequenos e você tem opção de incluir aulas de cata e almoços. As reservas são feitos com a Claudia Díaz, pelo e.mail: [email protected]. Mais informações aqui no site.

Tarapacá

  • Vantagem: A vinícola é linda, os vinhos maravilhosos e com opção de compras na loja da vinícola com desconto;
  • Desvantagem: É longe de Santiago, 80 km. Não tem como chegar por conta, você vai precisar contratar um tour ou um taxista de confiança.

Agradeço à Brazilian Travel Card pelo convite para conhecer a vinícola Tarapacá e o texto reflete minha opinião sobre o lugar.

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Artigos Relacionados

About the Author

Rosi Guimarães
Author with 230 posts
More about Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e pós-graduada em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!
- Facebook: nosnochile
- Twitter: @nosnochile
- Instagram:@blognosnochile
- snap: blognosnochile

11 Comments

  • Bruna Pizani Vaiano agosto 14, 2017 12.04 pm

    Rosi, tudo bom?
    Por favor, onde acho um tour para me levar de SAntiago até a Viña Tarapaca?
    Mto obrigada, Bruna.

    Reply 
  • Bruna Pizani abril 17, 2017 06.30 pm

    Rosi, tudo bom?
    Por favor, onde acho um tour para me levar de SAntiago até a Viña Tarapaca?
    Mto obrigada, Bruna.

    Reply 
  • Vai viajar para o Chile? Dúvidas frequentes!
    8 de março de 2017 - 14:10

  • adriana cristina agosto 05, 2016 02.19 pm

    Amei essa vinícula Tarapacá e também a Concha y Toro e Santa Rita com Museu andino belissímo ambas no Valle do maipo, vale muito a pena conheçer.

    Reply 
  • Eliane julho 27, 2016 10.45 am

    Olá Rosi, adorei o seu blog!! Super útil!! Acabo de fazer meu BTC conforme sua indicação no blog. Irei em agosto/16 para Santiago e gostaria de visitar a vinícola Taparacá. As empresas que eu teria algum desconto no transporte com o BTC pelo que vi não fazem esse deslocamento até a vinícola. Saberia indicar uma empresa confiável onde eu possa pagar por esse tour até a vinícola? Muito obrigada e um abraço!

    Reply 
  • Gabriela julho 11, 2016 11.26 am

    Boa tarde, sabe se brasileiros conseguem algum desconto? Obrigada

    Reply 
  • Rosana julho 05, 2016 08.32 pm

    Olá,
    Poderia me dizer se tem alguma fábrica/produtor de oliveiras Q realiza degustação de azeites?? Grata

    Reply 
  • Andreza julho 03, 2016 03.24 pm

    Rosi, gostaria de tirar mais algumas dúvidas. A princípio, eu gostaria de conhecer as seguintes vinicolas: Cousiño Macul, Concha y Toro, Undurraga, Tarapacá, Vinicolas em Casabranca (Vinicola Emiliana e Casas del Bosque) e Errazuria. Consigo visitar quais no mesmo dia? preciso de quanto tempo p conhecer Valparaiso e viña del mar (pretendo ir na segunda dia 15.08.16 p lá)? quanto ao passeio p montanhas, minha intenção é ir ao Valle Nevado para conhecer, andar de gondola e dar uma passada no bar Bajo Zero e depois curtir a estação de Farellones, pois não vamos esquiar, conseguimos fazer isso no mesmo dia, há passeios assim? consigo ir andando da estação do Valle Nevado p estação de farellones?

    Reply 
    • Rosi Guimarães julho 04, 2016 10.34 pm

      Andreza,
      Depende de como você fará esses passeios, se contratar um tour privado (só para vocês) acho que dá para fazer até 3 vinícolas por dia. A Tarapacá é muito longe e precisa de mais tempo, quando eu fui, retornei à Santiago às 15 horas. Farellones e Valle Nevado dá para fazer no mesmo dia. Não dá pra ir caminhando de Valle Nevado para Farellones é muito longe.
      Abraço!

      Reply 
      • Andreza Fernandes julho 15, 2016 11.44 pm

        Olá, Rosi!! Muito Obrigada pelas dicas. A Tarapacá fica quanto tempo de Santiago? é um passeio de meio dia mais ou menos então? e sobre a vinicola Ventisqueiro vc sabe me dizer alguma coisa? bjus e até mais

        Reply 

Gostou? Deixe aqui seu comentário

A AUTORA

Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e especialista em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!

Mondial Travel - Nós no Chile
Rentcars - Nós no Chile
10% de desconto - Brazilian Travel Card

TEMPERATURA

Santiago - Chile
19°
Weather from OpenWeatherMap