Entre amigos brasileiros na Vinícola La Recova – Valle de Casablanca

por Rosi Guimarães

Fomos conhecer mais uma vinícola de brasileiros aqui no Chile. Já contei aqui no blog a história do casal, Angela e Marcos, que largou tudo no Brasil para vir produzir vinhos no Chile: a Attílio & Mochi. E hoje é dia de falar sobre a La Recova, do David Giacomini.

Vinícola La Recova331

Reunimos um grupo de amigos brasileiros que, assim como nós, moram aqui em Santiago e partimos para o Valle de Casablanca, especificamente na Quebrada del Pulgar, onde está a La Racova que, como dizem por aqui:  hace vinos a escala humana, ou seja, um vinhedo de produção pequena. Mais uma oportunidade para sair do tradicional e conhecer de perto a produção do vinho chileno.

Vinícola La Recova352

Mas atenção! Assim como a vinícola Attílio & Mochi, a La Recova também é uma viña com construção simples e sem muitos requintes. Na verdade, é a casa do David. Não é ideal para quem busca luxo, mas sim para amantes de vinhos que querem ver de perto a fabricação em pequena escala e, é claro, tem curiosidade de conhecer mais uma vinícola de brasileiro aqui no país do carmenere.

Vinícola La Recova349

O David é do Sul do Brasil e veio para o Chile aos 13 anos. Descendente de italianos, segundo ele, o vinho está no sangue: “Quando pequeno meu avô me dava um pouco de vinho com água e açúcar”, diz David. Ele se sente orgulhoso por ter trazido do Brasil uma cultura maravilhosa do vinho brasileiro.

Vinícola La Recova344

Formado em engenharia Industrial, o hobby de apreciar vinhos falou mais alto. David percebeu que essa era a sua paixão e que queria viver disso. Foi aí que, em 1997, escolheu o Valle de Casablanca para começar a produzir seus próprios vinhos.

Vinícola La Recova332

Em 2005, foram plantadas na propriedade as primeiras parreiras e, em 2010, como ainda não produzia vinhos, David vendia as uvas que colhia da sua plantação. A produção começou em 2014. Ele é o próprio enólogo e, além de fazer os vinhos da sua vinícola, produz também o Don Elias, que é do ex-jogador e ídolo do Internacional (apesar de torcer para o Grêmio). Tudo pelo vinho!

E para nossa alegria, fomos recebidos pelo próprio dono da vinícola e também pela guia Judith, uma simpática chilena que tem a missão e o desejo de aprender português para receber os turistas brasileiros. Eles já nos esperavam com o espumante brut Tarsila para um brinde de boas vindas. Já gostei!

Vinícola La Recova324

Como chegamos quase na hora do almoço, preferimos almoçar primeiro e deixamos o tour para depois.  O espaço para o almoço fica na parte alta da vinícola de onde é possível ter uma vista linda de todo vinhedo.  O dia estava perfeito e, em março, as parreiras ficam verdinhas e cheias de uva: época de colheita. Para mim, é a melhor data para visitar vinícolas – entre janeiro e abril – e você vai poder degustar as uvas direto das parreiras.

Vinícola La Recova326

No local do almoço mais um brinde! Dessa vez com La Recova Sauvignon Blanc. Vinho delicioso e premiado pelo Decorchados. A especialidade aqui na La Recova são os brancos e são produzidos: La Recova Sauvignon Blanc, Tarsila Espumante e o Obstinado rosé. Degustamos todos nesse dia e alguns outros mais.

Vinícola La Recova328

Vinícola La Recova345

Escolhemos e reservamos o tour Quebrada del Pulgar – em homenagem ao nome do local onde está a vinícola. Essa visita inclui um almoço de 4 tempos com degustação de vinhos. É uma refeição inspirada na região de Valparaíso, incluindo Isla de Pascua.

Vinícola La Recova338

No menu 4 tempos estão incluídos: Coquetel – Pão, manteiga e pebre; Prietas com molho de frutas vermelhas

Vinícola La Recova334

Entrada: Tártara de atún de Isla de Pascua acompanhado de croquetes de quinoa e salsa.  Maridado com Sauvignon Blanc D La Recova.

Vinícola La Recova340

Pratos principais: Caldillo de congrio. Maridado com Rosé La Recova Obstinado

Vinícola La Recova343

Puré de papas, tiritas de file, cebola caramelizada e ovo frito de codorna. Maridado com Syrah Las runas Asgard.

Vinícola La Recova346

Foi um almoço muito descontraído. O David, que é uma figura, muito simpático. Nos acompanhou o tempo todo, almoçou com a gente e nos deixou a vontade, nos sentimos em casa. Ficamos ali conversando, tomando vinhos e curtindo o dia com a companhia dos amigos. Essa de branco é a guia Judith, que com muita alegria tentava falar português.

Vinícola La Recova342

E as comidinhas? Ai meu Deus! Deliciosas, muitas coisinhas diferentes que a gente ainda não havia provado aqui no Chile e tudo servido pelo Chef que explicava um pouco sobre a preparação dos pratos com direito a músicas de fundo, inclusive poesia do Pablo Neruda. Foi tudo muito bom!

Terminado de servir os pratos salgados fomos para um outro espaço para comer a sobremesa: Salsa de Chirimoya , acompanhada de laranjas frescas. E aproveitei para comemorar o meu aniversário! Com direito a parabéns pra mim e bolo. Adorei!

Vinícola La Recova327

Vinícola La Recova348

Vinícola La Recova350

O bate papo entre amigos continuou e a degustação de vinhos também! David nos serviu outros vinhos de sua cava particular. Num ambiente bem descontraído, ficamos ali curtindo o momento e quando assustamos o tempo tinha voado. Já era quase noite. Hora de voltar para Santiago e nem deu tempo de fazer o tour.

Vinícola La Recova351

Na verdade, como o David ficou conosco o tempo todo, tiramos todas as dúvidas sobre a produção dos vinhos com ele. Mas temos um motivo a mais para voltar na La Recova: fazer o tour. Ou será uma desculpa?

Vinícola La Recova325

Que dia agradável! Estar entre amigos, degustar bons vinhos e saborear uma boa comida. Do que mais precisamos nessa vida? Saúde! Tim Tim

Vinícola La Recova339

 Conhecer vinícolas é uma das minhas paixões. Tenho o desafio de conhecer pelo menos 24 nesse ano. A La Recova é a sétima. Aqui no blog tem muitos posts de vinícolas: grandes, pequenas, perto ou longe de Santiago. Você escolhe. Só não vale ir embora sem conhecer pelo menos uma viña chilena. Vai por mim!

Foto: Artur Farias

Foto: Artur Farias

Mais informações:

  • Para reservar uma visita: [email protected]
  • Preços do tours: $14.000 Pesos (mais ou menos R$75,00) sem almoço; ou $35.000 Pesos (mais ou menos R$175,00) com almoço 4 tempos incluído.
  • Se optar pelo tour com almoço é passeio para dia inteiro.

Texto revisado por Bárbara Mussili. criadora do blog Refúgio Ameno.

 

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Posts Relacionados

8 comentários

Rosana 4 de maio de 2018 - 20:01

Adorei ! Sigo você desde que estava planejando nossa viagem para o Chile. Tive a felicidade de conhecer a Paula, o Artur da 321Chile e fiz o tour na La Recova (abril 2018). Até hoje faço meus pedidos para a representante no Brasil do David. Sou apaixonada pelo Chile e seu vinho!obrigada pelas dicas

Reply
Claudiane Marques Nicolau 24 de fevereiro de 2018 - 10:46

Ola Rosi, sou sua seguidora e admiradora do Blog. Sou de Belo Horizonte, estou em Santiago hoje e gostaria que vc nos indicasse uma vinicola para visita. Estou com uma amiga, buscamos apenas conhecer a producao de vinho e gostaria de uma indicacao. Nao precisa ser algo luxuoso. Temos uns 5 dias para fazer o passeio, pois chegamos hoje. Obrigada

Reply
Rosi Guimarães 27 de fevereiro de 2018 - 16:50

Oi Claudiane,
Só hoje estou conseguindo responder a sua dúvida. Acredito que já tenha feito o passeio. Espero que tenha gostado. Depois me conta.
Um abraço!

Reply
Ana Claudia 30 de janeiro de 2018 - 15:55

Ola , Gostaria de algumas indicaçoes , pode me enviar por email? vou eu e meu esposo e queria visitar algumas vinicolas.

Reply
Lylian Assis 4 de outubro de 2017 - 18:54

Boa noite Rosi, que delícia ler seus posts!!!
Em janeiro de 2018 irei para Santiago com meu filho (25), minha filha (23) e o namorado dela. Ficaremos lá 4 dias e, no 5º dia eu e meu filho seguiremos para um cruzeiro que sairá de Valparaíso (no final da tarde).
Como estaremos por perto, pretendíamos dar uma “paradinha” numa vinícola em Casablanca no período da manhã.
Você conhece algum motorista confiável e que cobre preço justo, com carro, que nos levasse na vinícola e depois nos deixasse no porto em Valparaíso?
Tomara você conheça alguém para nos indicar!
Um abraço e obrigada
Lylian

Reply
Tour e brunch na vinícola Bodegas RE - Valle de Casablanca 24 de maio de 2017 - 08:10

[…] La Recova; (o dono é o David Giacomini, brasileiro) […]

Reply
Karina 14 de maio de 2017 - 20:32

Rosi
Boa noite, tdo bem?
Irei com meu namorado agora em junho pro Atacama e Santiago! Adoro o blog, dicas valiosas!
Qro uma dica. Alugamos um apartamento em Santiago. Preciso de um contato de um guia com carro para levar a gente nas vinicolas, vale nevado, alguem de confianca e que vc acredite que cobre um preço justo!
Fico no aguardo de um retorno se puder nos ajudar!
Abraços e obrigada
Karina

Reply
Rosi Guimarães 16 de maio de 2017 - 09:47

Oi Karina,
Vou te enviar uma indicação no seu email.
Um abraço!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário