Estou há cem dias em quarentena. O que aprendi nesse período?

por Rosi Guimarães

Isso mesmo. Estou há cem dias dentro de casa, saí poucas vezes para dar uma volta no quarteirão com o nosso cachorrinho Pingo, uma ou duas vezes para ir ao supermercado.  Só!

Aqui em Santiago do Chile, o primeiro paciente com COVID-19 foi diagnosticado no dia 3 de março. No final do mês, os casos já começaram a aumentar e foi recomendado a todos ficarem em casa, os colégios paralisaram as aulas, meus filhos, Arthur e Yasmim, começaram com as aulas on-line, meu marido, Flávio, também começou com o home office e ficamos quietinhos em casa desde então.

 Em abril, foi estabelecida a quarentena obrigatória em alguns bairros, inclusive o que eu moro, foi tipo um revezamento, a cada duas semanas variavam os bairros em lockdow. Até então, os números estavam bem controlados, inclusive o Chile estava na lista dos países com menor número de mortos.

Com isso, no início de maio, o governo tentou voltar à normalidade liberando, inclusive, a abertura de alguns shoppings, flexibilizou o lockdow e as pessoas voltaram às ruas. Entenda o que aconteceu no Chile.

No final de maio, veio uma explosão dos números e foi decretada a quarentena obrigatória em toda grande Santiago. Em junho, essa medida entrou outras cidades, como Valparaíso e Viña del Mar.

Hoje, 28 de junho, o Chile já acumula 271.892 contagiados e supera a Espanha em sétimo lugar no mundo. Saiba mais aqui sobre o Covid-19 no Chile.

Esse tempo me fez refletir e pensar em muitas coisas. Estou vivendo constantes mudanças de humor, uns dias bons, outros péssimos, uns dias sem querer  sair da cama, outros com muito ânimo, uns dias quero sumir desse planeta, em outros, estou com esperança de momentos melhores.

Mas, de tudo isso, consegui tirar algumas lições: aprendi a dar importância às coisas simples da vida, como ir para a cozinha, preparar um pão e ficar ali de olho no forno esperando o resultado. Fazer emapanadas, aliás, estou mostrando tudo no meu novo perfil: @comerebebernochile. Cozinhar tem sido o meu passatempo preferido. Aprendi a ter paciência, nem todos os dias, claro! Mas esperar, respirar e viver um dia de cada vez. Aprendi que não tem problema não estar bem. É normal.

Aprendi a elogiar mais, a dar feedbacks positivos, afinal, se não é para ajudar, melhor não comentar, não é mesmo? Você já elogiou alguém hoje?

Fico só observando o comportamento das pessoas nas redes sociais, cada dia mais explodindo por qualquer coisa. E eu me pergunto: para quê? Vamos ser mais gentis, ter mais empatia, tratar o outro como gostamos de ser tratados.

Aprendi  a ter mais respeito. Aqui em casa, cada um tem seu espaço e seu tempo e tenho que respeitar, nem todos querem fazer o que eu faço e na hora que eu faço. Cada um no seu momento.

Aprendi a respirar fundo antes de querer dar uma má resposta, todos nós estamos em um período complicado e temos que praticar a gentileza.

Aprendi a valorizar e melhorar cada cantinho da minha casa. Escolhi os meus preferidos e é neles que eu mais gosto de ficar. Mudar um móvel de lugar ou trocar uma simples decoração já faz diferença. Aprendi a não me cobrar, não é momento para isso, a única rotina que tenho mantido é de praticar atividade física durante pelo menos 30 minutos por dia.

O blog é o que me move, amo sair e mostrar o Chile para vocês, fazer passeios, ir para a montanha, curtir a neve, ir para as vinícolas… Mas nesse momento estou paralisada em casa, mas com a esperança de que tudo vai passar e em breve estarei de volta pelas ruas de Santiago. Não podemos perder a fé, pois é ela que nos move.

E é como eu sempre digo: teve que cancelar a sua viagem? O Chile estará aqui te esperando mais lindo que nunca, a hora certa vai chegar. O seu sonho de viajar para cá não foi por água abaixo

Chile está no pico da curva de contaminados. Grande Santiago e outras cidades estão em quarentena obrigatória, só é permitida a saída de casa duas vezes na semana, regras rígidas para quem não respeita a quarentena, com multas de até R$10.000,000 e prisão por até 3 anos.

Enquanto tudo não passa, te aguardo lá no Instagram do @blognosnochile, onde eu tenho mostrando um pouco do Chile, mesmo que de dentro de casa.

Fiquem bem!

Posts Relacionados

Gostou? Deixe aqui seu comentário