Jerónimo, o restaurante de Lima em Santiago do Chile

por Rosi Guimarães

O restaurante Jerónimo já estava na minha listinha há muito tempo e, finalmente, fui conhecê-lo. Estou feliz de conseguir escrever minhas impressões sobre ele no blog porque visito muitos restaurantes aqui em Santiago, mas nem sempre sobra um tempinho para escrever os posts. Dessa vez, não deixei passar.

Eu e Flávio estivemos lá, numa sexta à noite e fizemos reservas para garantir lugar e não precisar esperar. Fica localizado nas esquinas da Alonso de Córdova com Aurélio González. Na sua placa, está escrito Jerónimo Cocina de Esquina. Isso quer dizer que o é restaurante inspirado na comida de rua, mas com muito requinte.

Embora a culinária seja de origem peruana, você não verá um cardápio restrito a este sabor, Jerónimo vai além do ceviche. O ambiente também é bonito, amplo e muito agradável. O atendimento é excelente. E como está de modinha aqui em Santiago, fica bem movimentado e, por isso, é importante reservar.

Sei que você vai me perguntar: “Rosi, porque escrever sobre um restaurante peruano no Chile?” Primeiro porque a influência da comida peruana aqui no Chile é grande, existem vários outros restaurantes deste tipo. Segundo porque é uma boa oportunidade de conhecer a culinária peruana, mesmo viajando para o Chile. Aqui no blog tem opções de restaurantes chilenos também. Acesse aqui para ler. 

De entradinha, pedimos duas lâminas de berinjela desidratada com um molho agridoce por cima. Lembrando que, aqui no Chile, essas entradinhas não são cobradas. O cardápio de pratos não é muito variado mas há opções frias, como carpaccios, saladas e ceviches e opções quentes, como massas, carnes e arroz peruano.

Pedimos um vinho ($ 18.000) e conos ($ 12.500), que são quatro canudinhos de tartar de salmão com guacamole. Estava bastante saboroso. Decidimos que queríamos só picar como dizem aqui no Chile, ou seja, ficar só nas porções e então pedimos também um polvo ($ 16.900).

O cardápio oferece também opções vegetarianas, como coliflores fritas com um toque de limão ($ 7.300) ou alcachofras com azeite de ervas ($ 7.900).

Como tomamos vinhos, não pedimos drinques, mas o Jerónimo tem um cardápio variado O imperdível é o Pisco Jerónimo ($ 6.000). Vale provar!

Mais informações

Valor da nossa conta: $ 58.200  (R$ 322).

Endereço: Av. Alonso de Córdova, 3102 – Vitacura

Para reservas: http://jeronimochile.cl/

Texto revisado por Bárbara Mussili, criadora do blog Refúgio Ameno

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Posts Relacionados

2 comentários

Thiago Wolff 24 de julho de 2019 - 13:26

Olá, Rosi. Acompanho seu blog há um tempo e ele é de grande valia. Viajo em duas semanas e estou super empolgado. Tenho certeza que suas dicas farão diferença na viagem.

Uma dúvida/curiosidade que gostaria de saber é a seguinte: Sempre que vejo os preços, me pergunto o quanto determinado valor representa para um cidadão chileno. Por exemplo: Esses 58.200 pesos gastos no Jerónimo são um valor considerado alto tanto quanto R$322 para nós brasileiros?

Grato. (:

Reply
Rosi Guimarães 28 de julho de 2019 - 21:17

Oi Thiago,
são sim, aliás, comida é um dos ítens mais caros aqui do Chile. Jerónimo é um restaurante bem sofisticado.
Um abraço e boa viagem!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário