Lua de mel no Chile: como organizar o melhor roteiro

por Rosi Guimarães

Ao fazermos uma pesquisa rápida sobre os melhores destinos para passar a lua de mel, o Chile aparece na maioria das listas, provavelmente porque o país é romântico por natureza, característica ideal para esse tipo de ocasião!

Se você já decidiu e pretende passar a sua lua de mel no Chile, não vai se arrepender! Neste post, ajudaremos você a planejar seu roteiro para aproveitar o país com tudo o que tem direito. Vamos lá?

O que preciso saber antes de ir para o Chile?

Antes de fazer as malas, algumas informações são muito importantes. Veja abaixo quais são elas!

Entrada no país

A entrada no Chile é bastante simples. Os turistas brasileiros não precisam de passaporte nem visto, basta apresentar o RG com, no máximo, 10 anos de emissão. Chegando no aeroporto, saiba também como é a imigração no Chile. 

Valor médio da passagem

O valor médio de uma passagem para o Chile, saindo de São Paulo, por exemplo, é de R$ 800.

Câmbio

A moeda do Chile é o peso chileno. Atualmente, 1 real equivale a cerca de 180 pesos.

Como fazer um roteiro de lua de mel no Chile?

Ao fazer o planejamento, não se esqueça do seguro viagem, ele é importante para qualquer imprevisto. Se for possível, agende os passeios e compre os ingressos que vai precisar com antecedência, assim não perde tempo na sua viagem.

Um dos pontos mais importantes ao planejar uma lua de mel é a escolha do hotel. No Chile, há ótimas opções de hospedagem e excelentes restaurante, então capriche na escolha!

1º dia — Santiago do Chile

Reserve o primeiro dia para passear no centro histórico. Você pode fazer um passeio a pé e conhecer ótimos museus, centros culturais e igrejas. É possível visitar muitos deles gratuitamente, mas lembre-se: a maioria fecha nas segundas-feiras.

2º dia — Santiago do Chile na Rota dos Vinhos

Pertinho de Santiago do Chile há diversas rotas do vinho. As mais próximas são o Vale de Maipo , o Vale de Casablanca e o Vale de colchagua. As vinícolas têm tours. Veja o tour premium da Santa Rita.

3º dia — Santiago do Chile em Cerro San Cristóbal

O Cerro San Cristóbal têm uma bela vista de Santiago. Aproveite o dia para passear no teleférico e no funicular. Muito perto está uma das casas-museu de Pablo Neruda. Vale a pena conhecer!

4º dia — Santiago do Chile no Valle Nevado

O Valle Nevado é um dos passeios imperdíveis. Ainda mais no inverno, quando a neve invade as paisagens e é possível esquiar. Tem coisa mais romântica?

Em outra época do ano não espere encontrar neve, mesmo assim é uma bela paisagem.

5º dia — Viña del Mar e Valparaíso

Valparaíso e Viña del Mar são belas cidades próximas de Santiago do Chile.

Valparaíso é uma cidade pitoresca e colorida. Seus simpáticos morros alegram a paisagem com arte. Subir e descer de “ascensor” é uma experiência singular. Viña del Mar é uma cidade mais moderna, com belas paisagens e badaladas praias.

6º dia — Cajón del Maipo

Existe coisa mais romântica do que pôr do sol? Você precisa ver de um ângulo totalmente diferente, que tal conhecer o Cajón del Maipo? Aproveite a manhã em Santiago do Chile e depois do almoço faça um passeio para esse belo lugar. Não vai se arrepender!

7º dia — Santiago do Chile

Deixe esse dia para conhecer melhor algum lugar que você gostou ou fazer algumas comprinhas antes de voltar.

A lua de mel no Chile pode ser uma experiência muito romântica, mas se ainda quer deixar a sua viagem mais poética, que tal dar uma esticada até o Valle de Colchagua?

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Posts Relacionados

Gostou? Deixe aqui seu comentário