Mês a mês em Santiago do Chile

por Rosi Guimarães

Santiago é muito procurada pelos brasileiros no inverno. No entanto, gostamos sempre de comentar como a cidade se caracteriza em cada estação do ano, assim como apresentar todas as possibilidades que ela oferece aos visitantes em todas as épocas. Desta vez, vamos ainda mais longe nos detalhes. Pensamos nas pequenas sutilezas de cada mês e em dicas especiais para que você possa aproveitar melhor sua viagem.

Para complementar, veja também o post em que indicamos a melhor época do ano para viajar para o Chile.

E fique de olho também no feriados, uma informação que pode demandar cuidado na sua programação. No Chile, alguns feriados são considerados irrenunciáveis, o que significa que praticamente todo o comércio fica fechado, até mesmo locais turísticos.

Como é Santiago do Chile em cada mês do ano

Mês de janeiro em Santiago

Mês de verão e férias, a temperatura é alta durante o dia, podendo chegar a mais de 35 graus. Ainda assim, o calor dá uma trégua no começo e no final do dia que rende bastante porque o sol só se põe por volta das 21 horas.

Como o clima é seco, chove pouco. É necessário hidratar-se e usar protetor solar e labial. Use roupas leves e proteja-se do calor intenso com chapéu e óculos escuros.

Para contrabalancear o calor e aproveitar os dias solares, procure fazer passeios na natureza e também conhecer vinícolas, pois neste período os vales estão em verdinhos e cheios de cachos esperando o momento certo da colheita. Nos fins de semana, uma boa opção é reservar um tour seguido de um almoço e ficar até o sol se pôr.

Feriado: 1º de janeiro – Ano Novo (irrenunciável)

Mês de fevereiro em Santiago

Este é o mês que a maioria das famílias chilenas sai de férias. Por um lado, a cidade de Santiago fica vazia e tranquila. Por outro, é justamente o pior mês para viajar dentro do Chile porque tudo fica cheio.

Evite viajar para o Deserto do Atacama, no norte do Chile, quando ocorre o fenômeno do inverno altiplânico e há possibilidade de chuva, o que pode prejudicar os passeios. Evite também ir para Pucón, no sul, pois é um mês em que a cidade fica muito cheia.

Na cidade, é possível seguir as mesmas recomendações para o mês de janeiro. Mas também vale aproveitar a programação cultural e visitar locais culturais

Também por ser verão, o calor continua forte. Não descuide dos cuidados de hidratação e proteção solar.

Fevereiro não tem feriado.

Mês de março em Santiago

É o início do ano escolar e quando a rotina volta ao normal depois das férias.

O outono chega e a temperatura começa a cair. Como a cidade é bem arborizada, é bonito ver o visual mudar com as folhas das árvores amarelando e caindo, dando lugar à nova estação. A cidade fica bem charmosa.

É no mês de março que começa a celebração da colheita das uvas e ocorrem as festas da vindima ou Las Vendimias, em espanhol. Normalmente, elas acontecem nas praças das cidades principais de cada vale, como as do Valle de Colchagua, Casablanca ou Maipo. Mas também há eventos na cidade. Fique de olho na programação divulgada pelo blog.

Mês de abril em Santiago

Normalmente, este é o mês em que o frio chega e o clima seco começa a ficar mais úmido, com probabilidade de chuva. Por isso, os agasalhos devem fazer parte da sua mala.

Enquanto a neve não chega, ainda dá para curtir o visual dos vales vitivinicultores antes da colheita e participar de algumas Vendimias que programam suas festas para abril.

Também é um bom mês para planejar uma viagem para o sul do Chile, justamente porque não faz tanto frio e, dependendo do lugar, não é um período com maior probabilidade de chuvas.

Pucón

Mês de maio em Santiago

Começa a amanhecer mais tarde e os dias são mais curtos. Não tem como escapar do frio a partir de maio. Com as temperaturas mais baixas e maior possibilidade de chuva, pode-se até ter sorte de ver a neve no alto das montanhas. Mas dificilmente começa a temporada de inverno oficial, com abertura das estações de esqui. De qualquer forma, existe a chance (não garantida) de que se consiga fazer o passeio para as montanhas e ver a neve.

Feriados:

  • 1º de maio – Dia do trabalho (irrenunciável)
  • 21 de maio – Dia das Glórias Navais

Mês de junho em Santiago

Chega a época mais esperada pelos brasileiros e aumenta o fluxo de turistas na cidade. Com o frio e maior chance de chuva, é dada a partida para a temporada de inverno. Normalmente, é no final de junho que as estações de esqui abrem oficialmente, mas isso depende do ano. De qualquer forma, os passeios para as montanhas são os mais esperados, ainda que sejam panorâmicos e não necessariamente para a prática de esportes na neve.

10 coisas que você precisa saber sobre o inverno no Chile.

Feriado:

  • 29 de junho – São Pedro e São Paulo

Mês de julho em Santiago

Altíssima temporada, a capital chilena lota de brasileiros em busca da neve. Como é um período de férias escolares no Chile, as estações de esqui também são frequentadas pelos chilenos que praticam esportes na neve. Não esqueça de contratar passeios com antecedência.

Feriado:

  • 16 de julho – Dia da Virgem de Carmen

Mês de agosto em Santiago

Ainda considerado temporada de neve, agosto é bastante frio. O fluxo de turistas diminui em relação a julho, mês de férias tanto de chilenos como de brasileiros.

Feriado:

  • 15 de agosto – Assunção da Virgem

Mês de setembro em Santiago

Mês da primavera, em setembro já é possível perceber que a temperatura começa a mudar. A cidade começa a ficar florida e mais colorida. Um passeio que recomendamos a partir desta época é conhecer os parques da cidade. Se você quiser ver especialmente um jardim de rosas, visite o roseiral ou rosedal do Parque Araucano. Rende lindas fotos. É primavera no Chile: o que fazer e que roupas colocar na mala.

É neste período que ocorrem as festas pátrias, o feriado mais celebrado do país.

Também acontece o Dia do Vinho Chileno (4 de setembro). Embora não seja feriado, sempre ocorrem feiras de degustação de vinhos no fim de semana mais próximo e muitas vinícolas programam eventos.

Feriados:

  • 18 de setembro – Independência Nacional (irrenunciável)
  • 19 de setembro – Glórias do Exército (irrenunciável)

Mês de outubro no Chile

Ainda que a primavera seja oficial, ainda há possibilidade de acontecer alguma nevasca nas montanhas. Começa a escurecer mais tarde e as temperaturas são agradáveis, mas ainda variam muito. Não descuide dos agasalhos na mala.

 Feriados:

  • 12 de outubro – Encontro de dois mundo
  • 31 de outubro – Dia das igrejas evangélicas e protestante

Mês de novembro em Santiago

Mais um mês de primavera, escurece ainda mais tarde, por volta de 20h30. Aproveite para ver o pôr do sol no Sky costanera, o prédio mais alto da América Latina.

Feriado:

  • 1º de novembro – Dia de todos os santos

Hotéis em Santiago: conheça as 10 opções preferidas no Chile

Pôr do sol no Sky Costanera

Mês de dezembro em Santiago

E chegamos novamente ao verão, com dias mais solares e muito calor.

Os chilenos não comemoram muito o Natal. É uma festa mais reservada. Até mesmo no feriado de ano novo, a cidade também fica menos movimentada.

Feriados:

  • 8 de dezembro – Dia da Imaculada Conceição
  • 25 de dezembro – Natal  (irrenunciável)

Não esqueça de contratar o seu seguro viagem para viajar mais ttranquilo e não passar perrengues!

Texto revisado por Bárbara Mussili, criadora do blog Refúgio Ameno

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.


Posts Relacionados

4 comentários

Rosana Ramos Lessa 13 de novembro de 2019 - 19:52

Oi Rosi! Estou indo com a minha família para o Chile em Janeiro ,com fé em Deus! Seu post é ótimo,estou acompanhando o que acontece por lá ,graças a você.Obrigada!

Reply
Rosi Guimarães 18 de novembro de 2019 - 10:13

Oi Rosana,
Me segue no instagram também, tenho mostrado tudo nos stories.
Um abraço e boa viagem!

Reply
Graziela 29 de outubro de 2019 - 10:32

Muito bom o post, bem esclarecedor, mês a mês, parabéns Rosi por todas as dicas! Não vejo a hora de voltar e conhecer mais um pouco do Chile!

Reply
Rosi Guimarães 3 de novembro de 2019 - 17:37

Oi Graziela,
Volta sim, o chile merece mais de uma viagem!
Um abraço!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário