O dia que eu enfrentei o meu medo e voei de helicóptero no Chile

Meu povo! Quem me acompanha aqui sabe que eu tenho medo de altura. Já contei isso nos posts do Sky Costanera (a torre mais alta da América Latina), do teleférico de Santiago e outros. Sou medrosa assumida!

Recebi um convite para um voo de helicóptero e logo pensei: nem morta! Do jeito que sou, não vou dar conta. Só que a oportunidade ficou na minha cabeça, de sobrevoar a Cordilheira dos Andes, viver uma experiência super diferente, ter a sensação da liberdade, realizar um sonho. Pensei pelo lado bom e resolvi aceitar o desafio. Sim. Para mim, era um desafio!

Contei a novidade aqui em casa e todos riram de mim, duvidaram da minha coragem. Eles me conhecem e lembram do escândalo que eu fiz no nosso passeio no teleférico. Mas fiquei firme e confirmei minha presença no voo, que já tinha dia e hora marcados.

É claro que sempre vinha aquele frio na barriga quando pensava no passeio, foram dias tensos até chegar o grande momento – a hora do voo. Saí de casa cedo e, para minha surpresa, eu estava até bastante tranquila e confiante. Se preparem para saber tudo desse dia inesquecível na minha vida.

Continuando a história… Chegamos ao local da decolagem, vi o helicóptero e levei um susto: era muito pequeno. Capacidade para 3 passageiros mais o piloto. Parecia de brinquedo. Fiquei pensando: “meu Deus, como esse trem (bem mineira) vai voar?” O piloto Juan Pablo chegou, muito simpático por sinal, e começou a nos passar as instruções de segurança. Minha confiança foi voltando, mas o frio na barriga continuava.

Recebemos todas as instruções de segurança e toda a explicação sobre a rota do voo. Nosso destino era a vinícola Casas Del Bosque, onde faríamos um programa bem especial – Cocinando com el chef. Todos de cintos de segurança, fone de ouvidos (para a viagem ficar agradável e sem o barulho das hélices). Hora de levantar voo!

Estava ansiosa, mas me senti bastante segura com as instruções do piloto e, por incrível que pareça, não gritei e nem entrei em pânico! Mantive a pose e, quando comecei a ver a paisagem, fui ficando cada vez mais tranquila.

Para minha sorte não estava ventando, o piloto colocou uma música – Bossa Nova para agradar aos nossos ouvidos e o voo foi perfeito! O Juan Pablo explicou os detalhes dos lugares que sobrevoamos. Apreciar a Cordilheira dos Andes lá de cima é uma experiência inesquecível! Nesse momento, aproveitei que estava mais próxima de Deus e agradeci a oportunidade. Fiz também um agradecimento especial a mim mesma pela coragem que tive. Depois de 35 minutos admirando lindas paisagens, pousamos na vinícola Casas de Bosque.

Cozinhando com o Chef nas Casas del Bosque

Chegando na vinícola, que é muito linda (tem post dela aqui), fizemos o tour e conheci as novas salas de degustação da Casas del Bosque. A loja também foi toda reformada e está muito mais bonita. Mas não era só isso.

Subimos para a Casa Mirador, tem esse nome porque fica no alto do morro e tem uma vista especial para o vinhedo. O chef Alvaro Larraguibel já estava nos esperando com uma taça de vinho branco de boas-vindas, queijos e nossos instrumentos de trabalho: um avental e um chapéu de chef.

Hora de entrar na cozinha para um almoço harmonizado. O chef explicou o cardápio que prepararíamos e o serviço foi dividido entre os participantes. Cada um ficou responsável por uma parte do menu. Eu fiquei com o pappardelle, mas todos colocaram literalmente a mão na massa, sob a orientação do chef Alvaro.

A coisa foi evoluindo e, com cada um fazendo uma parte do processo, começamos a ver os pratos tomarem forma e um delicioso aroma tomou conta da cozinha. Tudo bem relaxado e com vinhos para acompanhar.

Até o piloto foi para a cozinha!

A entrada foi a primeira a ficar pronta: sopaipilla con pebre (o pebre é bem parecido com o nosso vinagrete, mas aqui leva coentro). Comemos ali mesmo na cozinha. Estava delicioso!

Enquanto isso, eu estava firme e forte na preparação do pappardelle, que seria servido com molho funghi, elaborado por outro participante. E outra pessoa aprontava a sobremesa, um brownie a ser servido com sorvete de baunilha. O chef, sempre com olhar atento, nos orientava em tudo. Os “finalmentes” ficaram por conta dele e a gente ficou só no vinho! Que experiência mais diferente!

Quando tudo ficou pronto, fomos convidados para a mesa onde foi servido o almoço com uma bela vista para o vinhedo. Meu Deus! Que momento inesquecível!

O pappardelle ao molho funghi foi harmonizado com um Pinot Noir Pequeñas Producciones. Combinação Perfeita! Não porque fui eu quem fiz, mas estava muito bom!!! Ponto pra mim!

A sobremesa também estava divina! Brownie quentinho com sorvete de baunilha.

Tudo preparado pela gente com a orientação do grande chef Alvaro Larraguibel. Um detalhe muito legal é que você leva para casa o avental, o chapéu de chef e as receitas. Dá para se atrever e refazer o que aprendeu no Cocinando con el Chef da Casas del Bosque.

O voo de volta para Santiago

Hora de voltar pra casa. Todos mais relaxados por causa do vinho que tomamos. O piloto nos avisou que tomaríamos uma rota diferente para termos a oportunidade de apreciar outra paisagem.

Ventava mais na volta e o helicóptero balançou um pouco. Confesso que fiquei com medo, mas nada assustador. O piloto também explicou sobre os lugares que sobrevoamos e, em menos de 25 minutos, já sobrevoávamos Santiago. É extraordinário ver do alto o que estamos acostumados a ver de outra perspectiva: a torre Costanera, os cerros San Cristóbal e Santa Lucia, as construções rodeadas de árvores.

Realmente, foi uma experiência inesquecível e, para mim, uma superação! Enfrentei o meu medo e realizei o sonho de voar de helicóptero. Agora posso dizer que já estou pronta para outros desafios que com certeza irão pintar na minha vida! 

Obrigada a empresa Helixcopters, a vinícola Casas del Bosque e ao Tomas, da 2Govan, que me proporcionaram esse programa tão especial.

Informações:

  • Os passeios (City Tour) de helicóptero podem ser contratados à partir de $90.000 pesos chilenos, por pessoa com o transporte até o local do voo, mínimo de 6 pessoas, através do email: [email protected]
  • Cocinando con el Chef, da Casas del Bosque: $60.000 pesos chilenos por pessoa. Mais informações aqui. 

Texto revisado por Bárbara Mussili, criadora do blog Refúgio Ameno

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

 

Artigos Relacionados

About the Author

Rosi Guimarães
Author with 264 posts
More about Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e pós-graduada em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!
- Facebook: nosnochile
- Twitter: @nosnochile
- Instagram:@blognosnochile
- snap: blognosnochile

3 Comments

Gostou? Deixe aqui seu comentário

RESERVAS

A AUTORA

Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e especialista em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!

TEMPERATURA

Santiago - Chile
19°
Weather from OpenWeatherMap