Protestos no Chile: orientações para quem vai viajar neste período

por Rosi Guimarães

Atualizado em 4 de novembro. Há mais de 10 dias, o Chile passa por um período de protestos diários, alguns bastante violentos. Estações de metrô e o prédio da ENEL (Energia Elétrica do Chile) foram incendiados, houve saques no comércio e, depois de um final de semana mais calmo, hoje, 4/11 tem algumas manifestações agendadas para a Plaza Italia e região central. O que é possivel observar é que os protestos tem sido cada vez mais pacíficos.

O país já não está sob toque de recolher e o presidente Sebastián Piñera assinou um decreto no dia 27 terminando com o estado de emergência. O presidente também tem trocado vários ministros buscando soluções para a crise no país. Porém, os chilenos continuam nas ruas.

Já tem post aqui no blog explicando como começaram as manifestações no Chile e o porquê dos chilenos estarem protestando. Tenho mostrando a situação dia a dia nos stories do @blognosnochile .

Se você tem viagem marcada para o Chile nestes dias, seguem algumas orientações importantes:

Locais dos protestos no Chile

Os protestos estão concentrados principalmente nas cidades de Santiago, Valparaíso,  Concepción e Temuco. em Santiago os pontos de protestos são principalmente a Plaza Italia e na Alameda Libertador Bernardo O´higgins acontece as marchas.

Aeroporto de Santiago

Está operando de forma regular, com chegadas e saídas dos voos sem atraso. Sugiro contratar um transfer para chegar no seu hotel com segurança. Temos parceria com a Vem Me Buscar. Uma excelente empresa.

Hospedagem

Em Santiago, evite ficar hospedado na região do Centro, Bellavista e Plaza Italia – locais das manifestações. Os protestos acontecem entre as estações de metrô Salvador e La Moneda. Prefira se hospedar em Providencia, a partir da da estação Manuel Montt no sentido Los Dominicos, Las Condes ou Vitacura. Confira aqui os hotéis mais procurados em Santiago do Chile.

Transporte

O metrô está funcionando de forma parcial. A linha 1 está com quase todas as estações operativas. As demais estão funcionando parcialmente. É bom ficar de olho no site do metrô para se atualizar diariamente.

O Uber e Cabify estão funcionando, mas demoram mais que o normal.  Tem que ter um pouco de paciência. Lembrando que esses aplicativos não são regulamentados aqui no Chile. Se optar por táxi, é bom ler este post e saber os golpes comuns.

Supermercados

Estão funcionando entre 9 e 19 horas, mas pode acontecer de fechar mais cedo. Prefira fazer compras pela manhã.

Shoppings

O Costanera está abrindo entre 10 e 19 horas. Já o Parque Arauco está abrindo com horário reduzido, das 11 às 17 horas. Sugiro confirmar nas redes sociais antes de se deslocar até o local.

Casas de câmbio

Tanto as do Centro (rua Agustinas), como as de Providencia estão funcionando, mas têm fechado por volta das 17 horas. Saiba o melhor local para fazer o câmbio em Santiago do Chile

Pontos turísticos

O teleférico e funicular estão funcionando. O Cerro Santa Lucía tem ficado aberto até as 14 horas. O Mercado Central está funcionando. O Centro de Santiago e a região de Plaza de Armas estão com atividades aparentemente normalizadas. Os museus estão abrindo com horário reduzidos, assim como o Centro GAM e o Museo de Historia Natural, o Centro Cultural La Moneda está fechado. Tanto no Barrio Italia quanto em Lastarria, o comércio está aberto parcialmente. O Templo Baha’í está funcionando. Sky costanera funcionando até 19 horas.

Passeios fora de Santiago

As agências continuam operando para passeios fora de Santiago, como cordilheira, Cajón del Maipo, Valparaíso e Viña del Mar e Portillo. Preocupados com a segurança dos turistas, os horários foram adaptados. Faça um orçamento com as agências parceiras do blog, todas testadas e aprovadas por mim.

Dicas importantes

  • Evite alugar carro, algumas estradas estão com barricadas.
  • As manhãs são sempre mais tranquilas, então aproveite esse horário para trocar dinheiro, passear e conhecer os pontos turísticos abertos.
  • Tenha um estoque de água e lanches. 
  • Os parques são boas opções. Tanto o Parque Bicentenario como o Araucano estão funcionando. 

Atenção!

Tenho recebido muitas perguntas através das redes sociais de pessoas que tem viagem agendada para o Chile e me perguntam se devem ou não viajar. A minha resposta é a seguinte: é muita responsabilidade dizer o que você deve fazer. Meu papel é mostrar, através dos stories e dos posts aqui no blog, tudo o que está acontecendo aqui, mas a decisão é sua. 

Acompanhe os stories do @blognosnochile, estou divulgando diariamente o que abre e fecha na capital chilena. 

Texto revisado por Bárbara Mussili, criadora do blog Refúgio Ameno

 

Posts Relacionados

4 comentários

Luiza Andrade 19 de novembro de 2019 - 23:51

Olá Ana, Boa noite!…sua página é excelente, Parabéns!!!
Vou ao chile no início de dezembro…estou acompanhando informações pela sua página! Espero que tudo esteja mais calmo até lá!
Grande Abraço!

Reply
Rosi Guimarães 20 de novembro de 2019 - 09:29

Oi Luiza,
me segue no instagram também, tenho mostrado o dia a dia nos stories @blognosnochile. Nós também estamos aqui na torcida pela normalidade no país.
Um beijo.
Rosi

Reply
Anna 29 de outubro de 2019 - 20:49

Rosi, parabéns pelo artigo! Seu blog tem sido uma de minhas principais fontes de informação! Estou com viagem marcada para a próxima semana, e ainda tenho muitas dúvidas se devo ou não adiar. Continuarei atenta à suas redes sociais! Beijo grande!

Reply
Rosi Guimarães 3 de novembro de 2019 - 17:35

Oi Anna,
que sua decisão seja a melhor e mais acertada!
Um abraço!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário