Pucón no Sul do Chile: nossa viagem saindo de Santiago

por Rosi Guimarães

Sempre viajamos para o Brasil nas férias, mas dessa vez foi diferente. Depois de um ano e meio morando no Chile fizemos nossa primeira viagem para conhecer o Sul do país. Escolhemos Pucón. São 800 quilômetros de estrada pela PanamericanaSur/Ruta5.

Pucon nossa viagem
Saímos de Santiago às 6h da manhã e chegamos  em Pucón às 14h30. Como saímos bem cedinho, Arthur e Yasmim dormiram boa parte da viagem. Foram 8h30 de uma viagem tranquila, estrada boa e bem sinalizada. Tudo bem que são 7 pedágios até lá, cada um custa $2.200 (R$11,00), mas pela qualidade da rodovia, vale. Outra coisa que me chamou a atenção foi a limpeza dos banheiros nos postos de gasolina.

Tem a opção da viagem de avião até Temuco, (voos diários operados pela LAN e pela Sky Airline) e lá alugar um carro ou pegar um ônibus até Pucón. De Temuco para Pucón, são cerca de 120 quilômetros.

A cidade

Pucon nossa vaigem

Localizada aos pés do vulcão Villarica, Pucón é uma cidade privilegiada pela natureza. Pequena, com menos de 20 mil habitantes e cheia de charme. Tem vulcões, lagos, rios, termas, os parques nacionais Huerquehue e Villarica, por isso é conhecida como a capital do turismo de aventuras.  Além de estar bem perto da Reserva Biológica de Huilo Huilo, que foi um dos nossos passeios preferidos, mas essa experiência vai ficar para um próximo post. Em Pucón é possível fazer: rafting, trekking, passeio de caiaque, cavalgadas, brincar na neve (a estação de esqui está fechada por causa da erupção do vulcão Villarica e não foi possível esquiar) e relaxar nas deliciosas águas termais.

A decepção foi grande quando chegamos na cidade e não vimos o vulcão, estava tão nublado que ele ficou escondido. Segundo dia e nada de vulcão, mas no terceiro dia sim, ele apareceu. Vou contar nossa emoção no próximo post. É que são tantas coisas legais que dá vontade de contar tudo de uma só vez, mas o texto ficaria enorme!

Olha aí o alerta amarelo do vulcão.

Olha aí o alerta amarelo do vulcão.

Hospedagem

Depende do que você procura. A cidade tem muitas opções de hotel, hostel e as famosas cabañas que ficam mais afastadas da cidade e com lindas paisagens.

Hotel

Pucon Nossa viagem

Nós optamos por ficar em hotel – Patagonia Pucón Hotel Boutique, veja aqui. Queríamos a comodidade do café da manhã e ficar perto de tudo sem precisar pegar o carro toda hora. E esse hotel nos atendeu em tudo. Hotel simples, mas bem simpático, com decoração rústica e artesanatos mapuches. Super limpo e confortável e com excelente localização, fizemos tudo na cidade caminhando. E o que é legal nesse hotel é que você ganha entradas para as Termas Menetúe, nós nem tivemos tempo de aproveitar o brinde, mas pareceu bem legal.

A janela do nosso quarto tinha vista para o vulcão, mas quem disse que ele apareceu?

Pucon nossa viagem

Cabañas

Olha que delícia a cabaña que a Bárbara ficou. Foto: bárbara Mussili

Olha que delícia a cabaña que a Bárbara ficou. Foto: Bárbara Mussili

A minha amiga Bárbara Mussili viajou na semana anterior à minha e optou por ficar em cabanas, veja a opinião dela: “Na nossa viagem para Pucón, optamos por hospedagem em uma cabana para estarmos mais próximos da paisagem oferecida pela região e pelo estilo rústico que este tipo acomodação oferece. Nossa cabana acomodou perfeitamente minha família de 5 pessoas e possuía um ambiente de sala com cozinha integrada que nos permitiu preparar rápidas refeições como o café da manhã e lanches no final do dia. Tudo isso apreciando a linda vista para o Lago Villarica  e desfrutando do calor da lareira. Também tinha serviço de limpeza diário e segurança. Não ficamos muito próximos do centro da cidade,  mas nos deslocávamos pra lá em 5 minutos de carro. Gostamos muito e recomendamos a experiência.” Aqui o link da cabaña que a Bárbara ficou.

E olha a vista! Foto: Bárbara Mussili

E olha a vista! Foto: Bárbara Mussili

Quando ir

Nós fomos em julho – inverno (de maio a agosto), a cidade é mais vazia no inverno que no verão. Essa é a época ideal para curtir o frio (temperaturas variando entre -3 e 10 graus), brincar na neve, entrar nas águas quentinhas das termas e tomar muito chocolate quente. Mas atenção! Chove o tempo todo e o vulcão Villarica fica escondido, nós quase não conseguimos vê-lo, estava tampado pelas nuvens e nos deu a honra da sua beleza em um dia apenas.

No verão também chove, mas é bem menos e a cidade fica muito cheia. É a época para aproveitar as atividades nos rios e lagos e curtir as chamadas praias, que são as bordas dos lagos e que se parecem com praias mesmo.

Lago Villarica

Lago Villarica

Aguarde os próximos posts sobre essa cidade encantadora. Vou contar tudo sobre nossos passeios: Termas Geometricas, Huilo Huilo, Lago Caburgua, Ojos del Caburgua, Parque Nacional Villarica e muito mais!! Ahhh!!! O Post já ficou pronto e está cheio de dicas, clique aqui para ler.

Dica: Nessa mesma estrada está o Valle de Colchagua que vale uma paradinha para curtir algumas vinícolas, lembrando que quem estiver no volante não pode fazer degustação. Nessa região já conhecemos a Viu Manent e a Casa Silva. As duas são lindas. Na região tem opção de hospedagem, veja aqui.

Outros posts sobre Pucón:

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

 

Posts Relacionados

16 comentários

natiely moraes 6 de julho de 2018 - 12:05

Adorei o POST.. mas será minha primeira viagem para Santiago e estou indo soment eu e.meu noivo, ir viajando nos dois de carro é seguro? A estrada fica tranquila pra quem nunca viajou na neve? Vamos em agosto , se não for de carro ou avião compensa ir de ônibus??

Reply
Alberto Ribeiro 18 de outubro de 2017 - 09:13

Olá Rosi
Estamos (casal) planejando uma viagem (entre 17/12 e 05/01/18) de carro a partir de Santiago até o Ushuaia, cruzando para a Argentina na região de Puyehue. Pergunto: é possível a viagem com carro não 4X4? as estradas são muito inóspitas (sem recursos)? acomodações são boas? enfim, existem riscos/preocupações neste passeio?
Obrigado pelas dicas
Alberto

Reply
Priscilla 27 de junho de 2017 - 21:40

E fácil dirigir de temuco a huillo huillo
Vou ficar hospedado lá
Mais o transfer é caríssimo
Estou pensando em alugar carro

Reply
Porque o Chile caiu no gosto dos turistas brasileiros 22 de julho de 2016 - 13:32

[…] Com a alta do dólar, Chile acabou se tornando mais atrativo para o turismo. A moeda aqui é o Peso chileno, nesse post uma explicação bem clara sobre o dinheiro. Além disso, o Chile oferece muitas atrações gratuitas, o que torna a viagem mais econômica. Aqui nesse post eu listo 17 atrações gratuitas . Você pode por exemplo, fazer visitas a vários museus sem gastar nada. Outra boa opção é que as viagens de ônibus dentro do país são baratas e seguras, bom para quem conhecer além de Santiago. Aqui você pode saber como foi nossa viagem para Pucón, no Sul do Chile. […]

Reply
Gustavo 26 de junho de 2016 - 11:19

Da pra alugar carro em pucon? ou tenho que ir de carro desde Santiago? Obrigado 🙂

Reply
Rosi Guimarães 1 de julho de 2016 - 08:16

Oi Gustavo,
O ideal é alugar em Temuco, se você for de avião irá desembarcar em Temuco. De Temuco até Pucón dá mais ou menos uma hora e meia.
Abraço!

Reply
Carol 22 de outubro de 2015 - 09:54

Ola estou indo para santiago dia 04 e estamos querendo ir para Pucon. Você poderia indicar algum lugar para alugar um carro? obrigado

Reply
Pucón: Conhecendo a Reserva Biológica de Huilo Huilo - Nós no Chile 14 de outubro de 2015 - 10:28

[…] viagem para Pucón foi maravilhosa, fomos no inverno (julho/15) e queremos voltar no verão.  Aqui nesse post falei como foi nossa ida saindo de Santiago de carro e aqui o post com nosso roteiro completo. E […]

Reply
Pucón: Roteiro completo para 4 dias de viagem - Nós no Chile 19 de agosto de 2015 - 14:26

[…] Santiago em direção ao Sul de Chile – Pucón, de carro e fizemos uma viagem super  tranquila. Veja o post aqui.  Agora vou contar como foi nosso dia a dia. Lembrando que nosso passeio foi em julho, inverno e […]

Reply
Cristiane 19 de agosto de 2015 - 08:58

Bom dia. Se tivesse que escolher entre Pucon e Lagos Andinos, qual escolheria???

Reply
goretti matias 9 de agosto de 2015 - 17:26

oi estou indo para Pucon em 19 de agosto, poderia fornecer informações se as termas geometricas e as cavernas vulcanicas estão funcionando? E mesmo com a estação fechada tem como brincar de neve na base da montanha villarica ou em outro local proximo? Grata!!!

Reply
Rosi Guimarães 9 de agosto de 2015 - 18:01

Oi Goretti.
Estou finalizando meu próximo post sobre Pucón e será justamente sobre as termas geométricas e o Parque Nacional Villarica onde brincamos na neve, não dá para esquiar, mas dá para curtir a neve. As caverna vulcânicas não conheci. Muita coisa para fazer em pouco tempo rsrsrs. As termas geométricas é um lugar maravilhoso e encantador!!! E as crianças curtiram a brincadeira na neve!!!
Boa viagem!!!

Reply
Francisco Dias 4 de agosto de 2015 - 20:58

Olá Rosi ! Parabéns pelo site ! Iremos a Pucon(25/09), eu e minha esposa. Planejamos ir de carro alugado. Estamos procurando casal ou interessado nesse passeio, que queira dividir os custos conosco. Forte abraço ! contato: [email protected]

Reply
Leonardo 30 de julho de 2015 - 22:38

Realmente vale a pena conhecer Pucon. Parabens pelo post, Rosi, pois descreve muito bem os atrativos e a beleza da reviso.

Reply
goretti matias 30 de julho de 2015 - 20:42

Estou ansiosa por detalhes de seu roteiro, no aguardo!!!!!

Reply
Carla 30 de julho de 2015 - 15:18

Rosi, que lugar mais lindo! Obrigada por compartilhar conosco suas incríveis experiências! Família abençoada!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário