Este é um roteiro para quem quer aproveitar ao máximo a sua visita a este lugar incrível. Com 4 dias, você poderá conhecer as principais atrações do deserto, desde as geleiras e lagos altiplânicos. Este artigo irá abordar o melhor roteiro para quem tem 4 dias para visitar o Deserto de Atacama.

Esta é minha segunda vez no Deserto de Atacama. Estive em fevereiro de 2017 com a família e dessa vez voltei com a Bárbara Mussili. Pesquisamos os voos low cost e encontramos um com super bom preço pela Jetsmart – $ 50.000 pesos chilenos – ida e volta. Uhuuu!! Era a nossa oportunidade de voltar a esse lugar mágico.

Desembarcamos em Calama, onde está o aeroporto mais próximo, às 8 horas da manhã.  De Calama até San Pedro é mais uma hora de transfer. Contratamos a Transfer Pampa – $ 20.000, ida e volta.  A ideia já era fazer um passeio à tarde.

 

Dia 1: San Pedro do Atacama e Laguna Cejar

Chegamos no hotel por volta de 9h30 da manhã, deixamos nossas malas  e fomos bater perna pelo centrinho de San Pedro. Aproveitamos também para acostumar com o clima e a altitude. Sugiro esperar um pouco para começar os passeios, alguns tours atingem altitude acima de 4.000 metros sob o nível do mar.

 

Nesse dia, fizemos o tour para a Laguna Cejar, que é só na parte da tarde. Conhecemos 3 lagos nesse passeio: Cejar, Ojos de Salar e Laguna Tebinquiche. Encerramos com um coquetel na última parada.

Dia 2: Valle de Marte, Valle de la Luna e Salar de Atacama

Aproveitamos para fazer dois passeios no mesmo dia. Pela manhã, fizemos um trekking no Valle de Marte. Foram cerca de 3 horas de caminhada leve pela trilha Las Cornisas com uma vista de tirar o fôlego. Possível ser feito até mesmo por quem não tem bom preparo físico, como eu. À tarde fomos para a Salar do Atacama onde vimos flamingos na Laguna Chaxa e um lindo pôr do sol junto a um delicioso coquetel.

Dia 3: Lagunas Escondidas de Baltinache.

Já havia conhecido as Lagunas Escondidas de Baltinache em 2017. A diferença é que agora o tour é um dia completo, saindo do hotel as 7h30 da manhã. Começamos o passeio pelo Valle de la Micro, onde tem um ônibus abandonado no meio do deserto.

Quem nunca viu uma foto desse ônibus?

Paramos, recebemos as informações do lugar pelo excelente guia Genaro, falando sobre as formações dos minerais nessa região. Tomamos um café da manhã especial, admirando a paz e beleza das montanhas vermelhas.  Depois de várias fotos, partimos para as Lagunas Escondidas que continuam lindas.

São 7 lagoas de sal, duas delas liberadas para banho, mas atenção! Tem tanto sal nessa lagoa que você não afunda e ainda sai da água todo branco. É possível brincar e fazer poses para as fotos.

Para fazer os seus passeios, recomendo entrar em contato com a agência parceira do blog, clicando aqui.

Dia 4: Lagunas Altiplánicas e Piedras Rojas.

Passeio também já feito com a família em 2017. Na época foi o que mais gostei, mas dessa vez mudei de opinião. O tour começa bem cedo, saímos do hotel às 6h da matina. Pensando em descansar no deserto? Esquece! Afinal, essa é uma viagem de aventura.

A primeira parada foi na Laguna Tuyaito para o café da manhã, com direito a ovos mexidos preparados na hora pelo simpático guia Genaro, dali entramos no carro e fomos para Piedras Rojas. Infelizmente, a entrada no local está proibida devido à imprudências cometidas por turistas.

Hora de conhecer as Lagunas Altiplánicas: Miñiques e Miscanti. Um visual inesquecível no deserto. O azul contrasta com o branco da neve nos vulcões. Não tem como tirar esse cenário da memória. As Lagunas Altiplánicas são uma das sete reservas nacionais que tem na região do Atacama. Como as outras áreas, é administrada por uma comunidade indígena da região. É muito importante preservar e respeitar o local que você visita, siga sempre as indicações dadas pelo seu guia.

Depois de uma breve explicação do lugar e muitas poses para as fotos, hora de voltar, mas com a tradicional parada no Trópico de Capricórnio. Achei que o passeio perdeu um pouco o seu encanto, mas ainda assim vale a pena.

Dia 5: voo de volta para Santiago.

Acabou nossa aventura. Além das belas fotos, levamos experiências, aprendizado, expectativas superadas e a certeza de que o Deserto de Atacama é realmente mágico! Seja durante o dia ou a noite, do amanhecer ao  pôr do sol. Hasta luego, Atacama! 

Roteiro de 4 dias no Deserto de Atacama

Agora você já sabe como montar o seu roteiro de 4 dias para explorar o melhor do Deserto de Atacama. Não deixe de incluir as Lagunas Altiplânicas, o Vale da Lua e o Vale da Morte.

E neste nosso vídeo tem tudo que você precisa saber antes de viajar para o Deserto do Atacama