Avenida Isidora Goyenechea é uma das mais conhecidas no bairro de Las Condes e se destaca pelos excelentes restaurantes, cafeterias e sorveterias.

É uma delícia passear, principalmente em dias de sol, no inverno ou no verão.

A rua é linda, toda arborizada e muito agradável.

Dá para aproveitar um bom brunch, uma sobremesa, como os deliciosos sorvetes do El Toldo Azul, um almoço descontraído no Bar Nacional ou um jantar em um dos restaurantes do hotel mais bacanas de Santiago, o W.

Além disso, tem atrações para todas as idades: enquanto os adultos visitam a feirinha de final de semana, as crianças podem brincar na Plaza Peru.

Quer saber como aproveitar melhor essa região? Então leia o pequeno roteiro a seguir.

Dicas para a aproveitar o dia na “Isidora”

É muito fácil chegar de metrô, carro ou caminhando. De metrô você pode descer na estação El Golf. Você vai caminhar uma quadra para chegar na rua.

Desde já, é importante destacar que toda a região em torno da rua, conhecida como El Golf, oferece ótimas opções de bares e restaurantes. Não é à toa que é um dos lugares mais badalados de Santiago.

Além disso, tem excelentes opções de hospedagens e excelentes opções de hotéis, como o luxuoso Hotel W.

Minha dica é começar caminhando pela avenida. Passe para conhecer a Plaza Peru (Isidora Goyenechea, 3051), com muitos brinquedos e espaço para as crianças

Aos domingos, a praça recebe uma feira de antiguidades, das 10h às 19h.

Aproveite também para conhecer o Museu Interativo de Las Condes (Isidora Goyenechea, 3405). É o primeiro museu totalmente audiovisual do Chile.

Os conteúdos das amostras são apresentados em diferentes plataformas e linguagens, utilizando recursos narrativos como humor, jogos e ficção, e utilizando cenários tecnológicos para ampliar a experiência.

O MUI está localizado na antiga Casona Barros, uma das últimas casas originais do bairro El Golf. Construída pelo arquiteto Carlos Cruz Eyzaguirre entre 1943 e 1945, foi uma residência até a década de setenta, quando foi adquirida pela Câmara Municipal de Las Condes.

A entrada custa CLP $2.500 e está aberto todos os dias, das 10h às 17h30. 

Vale também conhecer o Teatro Municipal de Las Condes (Av. Apoquindo, 3300), inaugurado em 2010.

Está localizado bem próximo à Isidora e, além de apreciar a arquitetura, você poderá assistir a uma das atrações em cartaz: peças de teatro, balé e concertos de música.

Veja a programação do teatro, aqui.

 

Restaurantes na Avenida Isidora Goyenechea

A princípio, a Avenida Isidora é um dos meus lugares preferidos para comer. Como eu escrevi anteriormente, de um café a um jantar especial, há diversas opções gastronômicas para desfrutar. 

Portanto, deixo algumas sugestões imperdíveis a seguir.

Tomar um sorvete na El Toldo Azul:

Esta é uma sorveteria única porque os “helados” são artesanais, fabricados pela própria marca com ingredientes selecionados.

Apesar de pequena, pode ser identificada facilmente por seu toldo azul e por ter quase sempre algumas pessoas tomando sorvete na porta.

Além do mais, os sabores são um convite ao paladar e variam de acordo com as estações: canela, avellana (avelã), piña (abacaxi), iogurte con damasco, limón con jengibre.

Também há opções sem leite ou açúcar e livre de glúten.

Enfim, tudo é servido com muito capricho, um detalhe que faz a diferença.

Avenida Isidora Goyenechea, 3200.

Conheça outras opções de sorveterias em Santiago, neste post.

Provar a pizza da Tiramisú:

Essa é de longe a pizza mais famosa e mais concorrida de Santiago.

Ainda que o espaço seja grande, tem que chegar preparado para encarar fila, mas, desde já, vale a espera. Já os destaques são as pizzas e os calzones. Mas também há opção de saladas e antepastos.

Avenida Isidora Goyenechea, 3141.

Uma massa na Le Due Torri – Isidora Goyenechea:

Sem dúvida, este é um dos melhores restaurantes italianos de Santiago.

Seus fundadores são de Bologna (Itália) e o objetivo do restaurante foi trazer para o Chile os mesmos sabores dos pratos que eram feitos na Itália.

Um dos destaques é o tradicional cappelletti in brodo.

Além das massas, tem opções de carnes, peixes, saladas e deliciosas sobremesas.

Isidora Goyenechea, 2908.

Petiscar no Bar Nacional:

Conta a história do Chile através de pratos típicos.

Portanto,lá você vai encontrar quase tudo da culinária chilena para provar.

Vale conhecer: cazuela de vaca, guatita, porotos granados plateada e muito mais. 

Avenida Isidora Goyenechea, 2926.

Um sanduíche no Route 99

Eu sempre recomendo nas minhas assessorias de viagem. Inclusive, um dos costumes chilenos é colocar palta, o abacate nos pratos.

Por isso, no Route 66 você vai encontrar mais de uma opção de hambúrguer com abacate. Vale a pena provar. 

Avenida Isidora Goyenechea, 2960.

Desfrutar do Margó:

É uma ótima pedida por quem quer experimentar pratos típicos chilenos, como a plateada al horno com pastelera de choclo, uma carne assada com suflê de milho.

A carta traz opções variadas de carne e salada a frutos do mar e oferece opções específicas para crianças.

O restaurante está na mesma calçada do famoso Hotel W.

Avenida Isidora Goyenechea, 3000.

Cafeterias para brunch completo:

Eu recomendo conhecer o La Panera Rosa, uma franquia argentina. Em um ambiente todo cor de rosa e decoração divertida, é ideal para ir em qualquer horário do dia ou da noite.

Enfim, tem opções para o café da manhã, brunch, almoço, café da tarde e se preferir ir à noite, tem pizzas e até drinks.

Isidora Goyenechea, 3275.

Além do La Panera, outro lugar que vale conhecer é o Cassis, que veio direto do sul do Chile, de Pucón, trazendo delícias imperdíveis.

O cardápio é extenso e tem de tudo: tortas deliciosas, crepes, pizzas, sanduíches e muito mais, logo, a qualquer hora do dia ou da noite você vai gostar do Cassis.

Então aproveite para pedir o desayuno completo ou provar uma das sopas no inverno.

Isidora Goyenechea, 2880.

Provar um dos restaurantes do badalado Hotel W:

No rooftop, está o Red2One. Fica no 21° andar do Hotel W – como é bastante alto, a vista também é perfeita.

Já no cardápio há boas opções de drinks e poucas de comida.  O preço é acima da média dos bares de Santiago, mas o ambiente é bacana e com música descolada. 

Já no subsolo está o Tanta, restaurante peruano.

Recomendo provar uma das empanadas e as entradinhas. Além da variedade, os pratos são bem servidos. Então recomendo também provar o ají de gallina e para tomar o pisco sour.

Aos domingos o hotel também oferece um brunch aberto ao público. 

Isidora Goyenechea, 3000.

Curiosidade: Afinal, quem foi Isidora Goyenechea?

 

Já falamos muito sobre a Avenida Isidora Goyenechea.  Mas, a propósito, quem terá sido  a Isidora?

Uma das mulheres que marcou a história do Chile, como grande empresária do século XIX.

Nasceu em Copiapó em 1836, filha de dois empresários de mineração de prata e transporte marítimo comercial.

Era dona da Compañía Explotadora de Lota y Coronel, uma grande mineradora de carvão, possuidora de uma grande fortuna que incluía as minas de carvão de Lota, uma mansão na cidade de onde dirigia seus negócios.

Ela tinha sua própria frota de navios e terminal portuário, além do Palácio Cousiño e a vinícola Cousiño Macul.

Também foi a responsável pela construção do Parque O'Higgins (anteriormente conhecido como Parque Cousiño).

Se quiser conhecer mais sobre os melhores restaurantes do Chile, leia o Guia por bairro do Nós no Chile. 

Mas se a ideia é se hospedar nesse bairro vai conseguir aproveitar muito a região.

Agora, se estiver em outro bairro, eu recomendo dedicar uma manhã com almoço, tarde com jantar ou até mesmo um dia inteirinho para curtir com calma Las Condes.

Por fim, com este texto o seu passeio pelo bairro las Condes está garantido!

Se está em dúvida sobre como montar o seu roteiro no Chile, leia a seguir.

Roteiro no verão

Roteiro no inverno.

O ônibus turístico Hop On Hop Off passa por essa rua. Saiba mais sobre ele aqui.

Os melhores hotéis para se hospedar em Las Condes.

Onde comer em Las Condes

Veja no nosso canal do Youtube o vídeo novinho sobre o bairro Las Condes: