Trem do espumante: uma viagem que sai de Santiago até a cidade de Molina, no Chile

Imagina ter a oportunidade de viajar num trem com degustação de espumantes, chegar numa vinícola e aprender tudo sobre essa bebida? Foi o que eu fiz no dia 17 de fevereiro e vou contar como funciona. O trem sai da Estação Central de Santiago em direção a Molina, cidade que fica a cerca de 200 quilômetros da capital chilena. Os sinos tocam às 9h15 para avisar que é hora de partir.

As boas-vindas ficam por conta das comissárias de bordo que passam pelos corredores avisando que a cafeteria já se encontra aberta com opções de café, chá, água e suco. São entregues também a cada viajante alguns lanchinhos para a viagem, além de uma taça para a degustação do espumante.

Trem do espumante Chile

De repente, se escuta o som de um saxofone. É um senhor tocando música clássica. Tudo bem que eu preferia ouvir uma música típica chilena, não que eu não goste do gênero, mas se estamos no Chile por que não ouvir música local?

Trem do espumante Chile

Começa então a degustação dos espumantes. Durante a viagem são oferecidos os da vinícola Echeverría: o primeiro foi o Nina Brute Nature, depois o Nina Demi Sec e, por último, o Brut Rose. Tudo à vontade, você podia degustar mais de uma vez. Como ainda era de manhã, eu fui bem devagar com as provas.

Trem do espumante Chile

Trem do espumante Chile

O trem segue seu percurso bem lento, mas a viagem passa rápido: com espumante e música, a viagem voa. Chegamos na estação de Molina depois de duas horas e trinta minutos. Quem nos recebe é a senhora Priscila Castillo, a alcadesa (prefeita) da cidade. E assistimos a um baile típico chileno: a cueca. Gostei! Na minha opinião, nesses eventos turísticos, o que tem que ser mostrado é a cultura e a tradição do lugar.

Trem do espumante Chile

Trem do espumante Chile

Seguro Viagem com desconto! Cupom de 5% exclusivo Nós no Chile!

Quer viajar tranquilo? A Seguros Promo possui as melhores ofertas de seguro viagem da internet.

Usando o cupom NOSNOCHILE5 você garante 5% de desconto na contratação! Faça um orçamento aqui e veja que não é caro.

Depois da apresentação, pegamos um ônibus em direção à vinícola. É muito rápido, acredito que não demora nem 5 minutos. Quem nos recebeu foi o senhor Roberto Echeverría, dono e enólogo da vinícola.

Trem do espumante Chile

O Senhor Roberto começa explicando sobre o processo de produção dos espumantes. Ele nos ensina a diferença entre o método tradicional e o método Charmat. O primeiro leva esse nome por ser a maneira como os primeiros espumantes foram elaborados: as borbulhas são geradas graças a uma segunda fermentação da bebida na garrafa. Já o método Charmat, que é mais recente, foi criado pelo francês Eugène Charmat: as borbulhas também se devem a uma segunda fermentação, mas não em garrafa e sim em um grande tanque de inox. Durante essa primeira apresentação são servidos pequenos sanduíches para segurar a fome até a hora do almoço.

Trem do espumante Chile

Trem do espumante Chile

Depois de tudo bem explicado sobre os diferentes tipos de espumantes, o grupo de mais ou menos 150 pessoas é dividido em 3 grupos menores, cada um com um guia que irá explicar as partes do processo de produção do espumante.

Trem do espumante Chile

Nosso grupo começou com a melhor parte – a degustação. E quem nos apresenta os variados espumantes da Viña é o enólogo Echeverría. É possível sentir nele a paixão pelo que faz que, além de falar das técnicas de produção da bebida, nos passa dicas de como abrir, servir e degustar um bom espumante. Experimentamos os que são elaborados pelo modo tradicional e pelo Charmat.

Trem do espumante Chile

Trem do espumante Chile

Depois fomos conhecer as uvas ideais para os espumantes, que características especiais elas devem ter. As cepas utilizadas são Pinot Noir e Chardonnay. A equipe da vinícola Echeverría está fazendo pesquisas para começar a utilizar o Sauvignon Blanc.

Trem do espumante Chile

É tudo muito bem explicado, chega a ser até um pouco cansativo. Vi que algumas pessoas foram perdendo o interesse, mas eu fiquei ali prestando atenção em tudo. Posso afirmar que aprendi muito sobre essa bebida, que muitos não sabem, mas é um vinho.

O passo seguinte foi aprender sobre a quantidade e açúcar que a bebida leva, a levedura e como se formam as borbulhas, tanto no método tradicional como no Charmat.

Trem do espumante Chile

Produção no modo tradicional

Produção no modo tradicional

No processo tradicional, um espumante pode demorar até 5 anos para ficar pronto. Já através do método Charmat, até 6 meses. Diferença essa que se reflete também no preço. No Charmat, a garrafa de espumante sai por $4.500 Pesos Chilenos (R$28,00) e no tradicional, $12.900 Pesos Chilenos (R$70,00).

Método tradicional

Método tradicional

Trem do espumante Chile

Depois de conhecer tudo sobre a produção do espumante, a fome bateu. Hora de almoçar. As mesas foram montadas na parte externa da casa, debaixo das árvores. Tinha até um carro antigo fazendo parte do cenário. Tudo preparado com muito carinho: empanadas de entrada, carne com batatas e saladas de prato principal e frutas de sobremesa. E vinhos para acompanhar o almoço. Achei a comida bem simples, poderia ser melhor.

Carro do dono da vinícola

Carro do dono da vinícola

Trem do espumante Chile

Nesse momento, o senhor Roberto Echeverría se entusiasma e faz do horário do almoço uma grande festa, com músicas, sorteios de vinhos e premiações para os participantes.

Trem do espumante Chile

Há também uma feirinha com produtos artesanais locais e jogos tradicionais da região. As pessoas ficaram animadas com os jogos e se formou uma fila para participar. Outros, como eu, preferiram aproveitar a promoção e comprar vinhos e espumantes com até 50% de descontos. É lógico que eu não ia perder.

Trem do espumante Chile

Dica para quem gosta de espumantes suaves: O Mascato Frizzante é docinho e refrescante!

São 17h30 e chega o momento de voltar para Santiago. Entramos nos ônibus e, em menos de 5 minutos, já estávamos na estação de Molina embarcando no Tren Central de volta a capital chilena.

E o mais animado está por vir. Além da degustação dos espumantes continuarem na viagem de volta, uma festa começa no trem. A cafeteria se transforma numa boate. Dj com músicas dançantes e em pouco tempo o espaço encheu de gente dançando e tomando espumante.

Alguns aproveitaram para dormir e a festa não incomodou quem preferiu descansar. Chegamos de volta a Estação Central de Santiago às 20h30, onde tem uma estação de metrô do mesmo nome e fica fácil se deslocar para qualquer parte de Santiago.

Informações:

  • É uma pena que o trem só tem saída num sábado por mês. As próximas datas: 10 de março, 07 de abril e 5 de maio. O calendário dos meses seguintes ainda não foi divulgado. Favor consultar aqui.
  • Local de saída: Estação Central de Santiago. Para chegar na Estação Central é só tomar a linha 1 do metrô e descer na estação do mesmo nome,
  • Horário de saída: 9h10 e horário de retorno a Santiago: 20h10.
  • Valor: Classe preferencial: $69.900 Pesos Chilenos e classe salão: $59.900 Pesos Chilenos. Eu viajei na classe salão, visitei a classe preferencial mas não vi muito diferença.
  • Mais informação: Aqui no site do Tren Central.

Viagem de imprensa realizada a convite da Sernatur Maule.

Texto revisado pela minha amiga Bárbara Mussili, que assim como eu, mora aqui no Chile. Ela é carioca, economista que amo os livros e escreve o blog Refugio Ameno.  

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

 

Artigos Relacionados

About the Author

Rosi Guimarães
Author with 262 posts
More about Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e pós-graduada em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!
- Facebook: nosnochile
- Twitter: @nosnochile
- Instagram:@blognosnochile
- snap: blognosnochile

4 Comments

  • João Demetrio março 04, 2018 06.44 am

    Estarei em Santiago (CHI) entre 6 e 13 de abril. Achei interessante o passeio do Trem do Espumante. Tem como fazer reserva para o dia 7 de abril?

    Reply 
    • Rosi Guimarães março 07, 2018 08.30 am

      Oi João!
      No final do post tem um link com as informações de como comprar o passeio. Você pode comprar direto do site do tren central.
      Abraço e boa viagem!

      Reply 
  • Alana Petinari março 01, 2018 03.37 pm

    Ola Rose, gostei muito das suas dicas! Eu achei bem interessante o Trem Central, vi que ele tem destino para Alamenda, Chillan, Curico, Linares, Molina, Parral, Rancagua, San Bernardo, San Carlos, San Fernando, San Javier e Talca. Eu queria ir de trem para contemplar a paisagem e ir para uma dessas cidades só para andar pelas ruas e conhecer a cultura, qual delas você acha que compensa visitar?

    Reply 
  • Shaloon março 01, 2018 12.35 pm

    O almoço e os lanches estavam inclusos nesse valor?

    Reply 

Gostou? Deixe aqui seu comentário

Valle Nevado
Rentcars - Nós no Chile

A AUTORA

Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e especialista em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!

TEMPERATURA

Santiago - Chile
6°
Weather from OpenWeatherMap