Vai neve, vem primavera. O que fazer no Chile?

por Bárbara Mussili

Pra quem vive em um país tropical como o nosso, é realmente uma experiência única ver a cordilheira branquinha e sentir a neve. Mas o inverno vai terminando e, acredite, a primavera chega com outros encantos que também valem muito a viagem.

A partir de agora, as temperaturas começam a subir, mas as amplitudes ainda são grandes. A máxima tende a ficar acima de 20 graus e a mínima, em torno de 10. As tardes são mais quentinhas e as roupas mais leves são recomendáveis, principalmente para passeios externos. As chuvas são mais raras nesta época, aumentando a sensação de clima seco da região. Ainda assim, lembre-se: os dias começam e terminam bem frios. Logo, não tire os casacos da mala!

@sr_e_sra_photography

Prepare-se. Vamos dar várias dicas. Mas te convidamos a navegar pelo novo layout do blog, ainda mais bonito, interativo e funcional, e comprovar que não falta opção para um roteiro perfeito na nova estação. Seja bem-vindo(a)!

A estação das flores em Santiago

 Esquece o branco. A primavera chega com cores e muda o cenário e o astral da cidade. As árvores secas voltam a ter folhas bem verdinhas e os jardins se enchem de flores em tons variados. Essa mudança é convidativa para passeios ao ar livre pela cidade. Vamos lá? O Parque Araucano, em Las Condes, é uma extensa área verde. Você pode simplesmente passear e descansar na sombra das árvores como também pode optar por práticas esportivas, uma caminhada ou corrida. Para quem aprecia os jardins, no centro do parque há um roseiral que começa a ter seus primeiros botões nesta época.

Já o Parque Bicentenário, em Vitacura, é uma opção que pode ser combinada com um almoço no restaurante Mestizo, localizado em uma das pontas do parque. Há áreas com brinquedos para crianças e, do outro lado do restaurante, a enorme escultura “La búsqueda” com a cidade ao fundo. Um lugar lindo para ver o pôr do sol e para fazer um delicioso piquenique no fim de semana quando o parque enche de crianças.

No Parque Metropolitano de Santiago, em Recoleta, a dica é subir o Cerro San Cristóbal de funicular ou teleférico até o Santuario de la Inmaculada Concepción para ver a cidade do alto. E ainda dar uma passadinha na La Chascona, casa da Fundação Pablo Neruda. Veja os posts aqui e aqui. 

O Cerro Santa Lucía, marco da fundação da cidade em 1541, conserva a aparência de sua revitalização na segunda metade do século XIX. É um bom passeio para fazer no final da manhã seguindo para Lastarria. Pela calle José Victorino Lastarria, pode-se visitar espaços culturais como o Centro Cultural Gabriela Mistral (GAM) e o Museo de Artes Visuales (MAVI), além da feirinha de objetos antigos (perto do MAVI), dos restaurantes e bares. Depois do almoço, um sorvete na tradicional heladería Emporio las Rosas.

@sr_e_sra_photopraghy

 E tem mais. Aos domingos, entre 9 e 14 horas, a movimentada Avenida Andrés Bello fica fechada entre a altura da estação de metrô Los Leones até Bellas Artes. Um bom motivo para conhecer a cidade caminhando. De um lado, o Parque de las Esculturas ou, no outro extemo, o Parque Forestal e o Museo de Bellas Artes. O trecho tem aproximadamente 4 km, mas pode-se optar por combinar com o metrô.

Lembre-se: além de fazer uma atividade física, caminhar pela cidade é uma boa maneira de conhecer cantinhos especiais. Além disso, garantimos que as fotos nesses parques também sairão tão lindas quanto as da neve…

O melhor clima para conhecer arredores

 Valparaíso e Viña del Mar é um passeio conjugado para conhecer duas cidades litorâneas. Nesta época, além do clima mais ameno, Valparaíso, Patrimônio da Humanidade pela Unesco e sede do Congresso Nacional Chileno, começa a ter mais gente circulando por suas ladeiras e seu entorno é mais cosmopolita com a vinda de turistas estrangeiros de todo o mundo. Acesse o post aqui

Outra razão especial para visitar as vinícolas a partir da primavera é que se pode observar as primeiras folhas dos vinhedos começando a brotar. É a nova safra nascendo. Com o calor, os vinhos brancos, rosés e espumantes são mais convidativos. Uma vinícola no Valle de Casablanca, caminho para Valpo e Viña, pode ser uma boa opção para aproveitar a viagem. Mas reforçamos o convite para navegar no novo menu com as vinícolas classificadas por vales. São mais de trinta delas para escolher. 

Agora, se você tem gosto pela aventura, Cajón del Maipo tem que entrar no seu roteiro. Este é um passeio mais difícil de realizar no inverno porque o acesso não é dos melhores. Porém, a partir de setembro, com o tempo mais estável, é mais seguro e pode-se desfrutar desse passeio no meio da cordilheira e com um visual de tirar o fôlego. Dá uma lida neste link aqui e conheça as agências parceiras aqui. 

 O norte e o sul para quem quer se aventurar fora de Santiago

 Ainda tem mais. Principalmente se você já conhece Santiago, mas quer voltar ao Chile ou se tiver um pouquinho mais de tempo para estender a viagem.

Também é a partir de setembro que começa a melhor época para ir ao sul do país. A região, de clima oceânico, é conhecida por suas temperaturas mais baixas e, principalmente, pelas chuvas. Mas, na primavera, ao menos em Pucón e Valdivia as chuvas tendem a diminuir. Veja aqui e aqui o post sobre essas cidades.

Já ao norte, tem o Deserto de Atacama, um lugar de beleza inacreditável para quem curte extremos. Neste post, a Rosi conta a experiência dela em San Pedro do Atacama com a família toda. E neste aqui, é de quando fomos juntas conhecer o fenômeno do deserto florido, próximo a Copiapó.

E já que é tempo de renovação, o Nós no Chile se renova também. Vamos aproveitar a Primavera!

 

Posts Relacionados

7 comentários

Vívian 27 de dezembro de 2018 - 15:26

Olá! Estou adorando o site! Morro de vontade de conhecer Santiago e pretendo ir com a família em setembro de 2019. Saberia me dizer se pela segunda semana de setembro ainda há neve nas estações de esqui?
Em relação ao passeio em Cajon del Maipo, seria tranquilo ir com criança de 4 anos de idade?

Irei ler todas as dicas que postarem!
Abraços

Reply
Rosi Guimarães 3 de janeiro de 2019 - 11:59

Oi Vívian,
As estacoes de esqui costumam fechar em meados de setembro, mas tudo depende da neve e varia muito, há anos que fecham antes, outros depois. Acho uma data arriscada. Eu nao recomendo Cajón com criancas, acho muito perrengue e nao tem atrativo nenhum para elas, mas claro, depende do estilo de cada um. Leia meu post de Cajón para entender melhor.
Boa viagem!

Reply
Eveline 24 de outubro de 2018 - 17:49

Boa noite! Parabéns pelo site.
Vou passar uma semana em Santiago no início de novembro. Como é a temperatura nessa época?
Outra coisa: gostei muito do tópico sobre os museus. Vocês teriam dicas para quem quer conhecer um pouquinha da música popular chilena?
Um abraço,
Eveline.

Reply
Rosi Guimarães 8 de novembro de 2018 - 15:19

Oi Eveline,
Acredito que você já esteja no Chile. Nao deixe de visitar o Museu da violeta Parra, que também era uma mante de músicas.
Abraco !

Reply
Amanda 1 de outubro de 2018 - 14:00

Boa tarde!

Gostaria de saber se ainda temos um pouco de neve em Cajon del Maipo. Estou indo para Santiago no dia 11/10.

Obrigada

Reply
Rosi Guimarães 8 de outubro de 2018 - 18:32

Oi Amanda,
Tem previsao de neve pra hoje, se nevar mesmo, ainda vai ter sim.
Um abraco e boa viagem!

Reply
Amanda Gattas 20 de setembro de 2018 - 17:26

Olá! Não achei o link para as companhias que levam ao Cajon del Maipo.

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário