Valparaiso e Viña del Mar – Como chegar por conta própria

por Rosi Guimarães
Valparaiso e Viña del Mar

[ Atualizado em abril 2019] Um passeio indispensável a quem viaja ao Chile é sair de Santiago do Chile e descer até a costa do Pacífico com destino às cidades de Valparaíso e Viña del Mar. Coladas uma na outra, estão entre as cidades chilenas mais importantes, cada uma com sua excentricidade e atrações imperdíveis!

Valparaíso tem uma geografia muito particular, com inúmeros morros (cerros), casas centenárias que sobreviveram a fortes terremotos e o mais importante porto do Chile. Seu ritmo é pujante e mistura com arte, cultura e história. Enigmática, como a poesia de Pablo Neruda.

Viña del Mar, apelidada de cidade-jardim, é lugar requintado que atrai turistas do mundo todo por suas praias de areia amarelada, alta gastronomia, vida noturna e muitas belezas naturais. Um reduto de luxo, diversão e bom gosto.

Quer conhecer mais dessas cidades históricas e praianas nos arredores de Santiago do Chile? Então, continue lendo este post para saber como planejar seu passeio por conta própria!

 

Um pouco da história de Valparaíso e Viña del Mar

Apesar de as fronteiras geográficas entre Valparaíso e Viña del Mar serem inexistentes, as duas cidades tiveram um desenvolvimento distinto.

Valparaíso começou a ser colonizada em 1536, quando surgiu em sua baía a caravela Santiaguillo, com suprimentos para o primeiro avanço de Diego de Almagro, encarregado pelo vice-rei do Peru para conquistar o Chile. Até então, a região do Valle do Quintil, como era chamada, era habitada pelos índios chango, que se dedicavam basicamente à pesca e ao consumo de frutos silvestres.

Com a fundação de Santiago do Chile em 1541, Valparaíso tornou-se porto natural da capital chilena. Por conta da importância que o porto ganhou, ao longo do período colonial chileno até Independência do Chile a cidade foi alvo de ataques piratas. Com a chegada de norte-americanos e ingleses, sobretudo durante a Revolução Industrial, Valparaíso ganhou um toque de modernidade e seu porto foi ampliado. A expansão do porto deu origem ao Muelle Baron, que hoje é um importante ponto turístico.

A quantidade de imigrantes foi tamanha que os cerros começaram a receber inúmeras construções ― as quais dão o charme da cidade.  Com grande importância política, Valparaíso passou a ser a casa do poder legislativo chileno após a reabertura política em 1990. Ali estão concentrados o Congresso Nacional, Serviços de Alfândega, ministérios da Cultura, Pesca e Aquicultura e a sede da Marinha do Chile. Já Viña del Mar deu os primeiros passos do seu desenvolvimento no início do século XIX, mas só começou a ser construída efetivamente após a inauguração da ferrovia que une Santiago do Chile a Valparaíso.

A região começou a ser loteada e famílias abastadas passaram a comprar terrenos e construir casas, por consequência, os primeiros sinais de urbanização apareceram. Um grande terremoto que devastou Valparaíso em 1906 também provocou o deslocamento das famílias mais ricas, que preferiram deixar as os morros para ocupar terrenos mais planos.

Então, começaram a surgir as primeiras mansões e Viña del Mar tornou-se um reduto da classe alta.

O que ver em Valparaíso

Agora que você já sabe um pouquinho sobre a história de Valparaíso e Viña del Mar, é hora de conhecer alguns pontos turísticos imperdíveis de cada uma delas. Que tal começar por Valparaíso? Foi assim que nós fizemos. Em razão de seu conjunto histórico, elevadores panorâmicos, belos mirantes e das cadeias de morros, a cidade é considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura).

Para conhecer mais a fundo a cidade, recomendamos que você faça um walking tour.

Cerros e funiculares

Por Valparaíso ser uma cidade com 42 cerros, um dos meios de transportes bastante utilizados pela população para chegar à parte alta são os funiculares ou ascensores ― elevadores no formato de vagão de trem puxados por cabos de aço. Embora alguns estejam abandonados, andar em um deles é quase obrigatório para conhecer a cidade e ver de perto o aglomerado de charmosas casas coloridas que marca a região. Destacam-se o Cerro Alegre e Concepción.

Casa La Sebastiana

A Casa Museu de Pablo Neruda – La Sebastiana é uma das principais atrações da cidade. Trata-se de uma das 3 residências do poeta ícone da literatura chilena, mantidas pela Fundação Pablo Neruda. Você pode fazer a visita pela casa de cinco andares acompanhado pelo audioguia, com opção de idioma em português. Todos os ambientes da casa podem ser visitados: salas de estar e jantar, o bar do poeta, o quarto, o banheiro e o escritório de Neruda.

Na área externa da casa há um centro de informações turísticas e um mirante com vista panorâmica para a cidade. O ingresso inteiro custa $7.000 pesos chilenos; estudantes estrangeiros com carteira internacional e idosos pagam $2.500 (valor de março de 2019).

Outros museus

Além de La Sebastiana, a cidade é repleta de outros museus que contam a história local e guardam preciosidades artísticas e culturais. Alguns do mais bonitos e interessantes são:

  • Museu de História Natural de Valparaíso: apresenta o Chile pré-histórico com um rico acervo arqueológico e do ecossistema chileno;
  • Museu Municipal de Belas Artes: instalado belo Palácio Baburizza em estilo noveau, apresenta exposições de artistas chilenos e europeus;
  • Museu Marítimo Nacional: sede da Escola Oficial de Forças Armadas do Chile, até o início do século XX, guarda relíquias da história naval e marítima chilena do século XIX;
  • Museu Casa Mirador Lukas: linda residência do jornalista, desenhista, pintor e publicitário Renzo Pecchenino, que utilizava o pseudônimo Lukas;
  • Museu do Mar Lord Thomas Cochrane: primeiro observatório chileno, em seu acervo há peças navais e embarcações. Chama atenção um belo jardim com vista panorâmica da cidade.

Plaza Sotomayor e porto

A praça Sotomayor é a mais imponente de Valparaíso e porta de entrada do porto. Destaca-se ali o monumento Los Héroes de Iquique, que homenageia Arturo Prat e outros heróis da Guerra do Pacífico.

O que ver em Viña del Mar

Depois do almoço em Valparaíso fomos para Viña del Mar. Usamos o metrô, mas é furada, prefira o ônibus, ele vai te deixar no Relógio das Flores. Por isso, tivemos que caminhar bastante para chegar até esse tradicional ponto turístico da cidade. Fizemos um charmoso passeio de charrete para conhecer os principais pontos turísticos da cidade: praias, o cassino, a casa de veraneio da presidente Michelle Bachellet – Palácio de Cerro Castillo. Veja os pontos mais bacanas que separamos para vocês.

Relógio das Flores

Cartão-postal da cidade, vale uma visita rápida para fazer belas fotos. Normalmente, o primeiro ponto que os turistas visitam. O destaque fica para um relógio feito com flores e plantas, integrando um belo jardim.

Praias

As praias de Viña del Mar são um espetáculo à parte. A água azul esmeralda do Pacífico contrasta-se com o tom amarelado das areias. Separamos algumas das mais bonitas para você:

  • Playa Blanca: central, perto de lojas e hotéis, é considerada por muitos a mais bonita. Como as ondas são fortes, as pessoas costumam caminhar ao longo da orla ou tomar sol admirando a paisagem;
  • Reñaca: maior e mais badalada de Viña del Mar. Tem espaço para todos os estilos. Normalmente as pessoas se reúnem para ver o pôr do sol;
  • Acapulco y El Sol: Como são as mais próximas, costumam ficar cheias. O destaque é o Muelle Vergada ― um pier projetado para o oceano que rende belas fotos;
  • Playa del Desporte: point de curtição e esportes, com vários espaços como quadras e estrutura para slackline. É comum ver aulas de dança e muita música.

Cassino de Viña del Mar

O cassino de Viña del Mar é o mais antigo do Chile, inaugurado em 1930. Está localizado junto a um grande hotel resort, com restaurantes, bares e boate, de frente para o mar. A entrada é proibida para menores de 18 anos. Como estávamos com as crianças, só entramos no segundo piso que dá acesso ao hotel. De lá conseguimos ver parte do cassino. Muitas máquinas, mesas de jogos, bingos e outras atividades.

Castelo Wulff

Residência da família Wulff é um lindo castelo construído sobre as rochas para sobreviver a terremotos. Foi declarado patrimônio histórico, e hoje abriga escritórios municipais e salas de exposições.

Parque Quinta Vergara

Um lindo parque com árvores altas e muito verde. Abriga o anfiteatro a céu aberto onde acontece o tradicional Festival Internacional da Canção de Viña del Mar, que já recebeu nomes como Shakira e Roberto Carlos.

Viña del Mar

Como chegar a Valparíso e Viña del Mar

Por conta própria

Pegar o ônibus das linhas Pullman ou Turbus, que partem do Terminal Rodoviário Pajaritos, com 1 h 30 min de viagem. Saem ônibus a cada 15 minutos. O Terminal fica na Estação Pajaritos do metrô, quase no final da linha 1 – vermelha. Comprando a passagem de ida e volta sai mais barato e você pode voltar tanto de Valparaiso como de Viña del Mar. Também saem ônibus do terminal Alameda – Estação Santiago de metrô – linha 1. A passagem custa entre $3.000 a $4.000 (R$ 17,00 a R$ 23,00). Os ônibus saem a cada 15 minutos.

Alugando um carro

Pegar a rodovia 68 (ruta 68). A estrada é boa, duplicada e com velocidade variando entre 80 e 120 km/h, tem dois pedágios no caminho. Pode aproveitar para fazer uma parada rápida no Valle Casablanca e conhecer as vinícolas Emiliana ou Casas del Bosque.

Agências de viagem

Comprar o passeio com agências de turismo aproveita mais o dia e é muito mais confortável, porém mais caro. O preço médio desse passeio nas agências é de $30.000 (R$ 170,00).

Dicas rápidas para aproveitar o melhor de Viña de Mar

Confira agora algumas dicas importantes para que você tenha a melhor experiência na região de Viña del Mar.

Onde ficar

Prefira opções de hospedagem na parte mais plana da cidade, perto da praia e onde se concentram muitos dos pontos de interesse turístico. Na praia de Reñaca, entre o Castelo Wulff e o Muelle Vergara há muitos hotéis, restaurantes e acesso fácil aos meios de transporte. Ainda, por ali está a estação Miramar do Metrô, que dá acesso a Valparaíso e à rodoviária de Viña del Mar.

Meios de transporte

O transporte público é bem eficiente para o turista. Você pode utilizar os serviços de ônibus, que são a forma mais barata de se deslocar. Também há o Metrô, que é muito fácil e tem estações próximo a pontos importantes. Mas fique atento, pois o valor da passagem é alterado conforme o horário e trecho. Uber funciona, só que com preços acima do normal no Chile.

O que comer

Vale a pena experimentar as opções de peixes e frutos do mar, com tempero e jeito de preparar exclusivos. As avenidas San Martín e Borgoño concentram inúmeros restaurantes, mas se você quiser preços mais baixos, pode ir até o setor Los Nortes. Na cidade, porém, há opções para todos os gostos e bolsos, embora a lista de restaurantes luxuosos seja grande.

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Posts Relacionados

102 comentários

Fábio 1 de novembro de 2019 - 23:03

Estou indo para Santiago no dia 17 mas penso em me hospedar em Vina Del Mar, Hotel Restaurant Cap Ducal, até o dia 23, dia da final da Libertadores, que vou assistir e depois penso em ficar no Maipo.
Vocês acham que estou fazendo uma boa coisa?

Reply
Rosi Guimarães 3 de novembro de 2019 - 17:33

Oi Fábio,
Porque não se hospedar em Santiago? Viña del Mar está a mais de uma hora de distância de Santiago. Não vai conhecer os pontos turísticos de Santiago? como vai se transportar entre uma cidade e outra?
Um abraço!

Reply
Carolina 2 de setembro de 2018 - 12:53

Gostei muito de Valpo!!! Seria bom reservar um dia inteiro só para conhecer a história de lá!!! Porém, desaconselho a ir por conta própria de transporte público, se não conhece muito o local… Ficamos muito perdidos ao chegar. Tivemos que contratar uma agência local, senão, já era o passeio… Ademais, vale muito a pena conhecer essa cidade!

Reply
Andre Mendes 16 de agosto de 2018 - 19:44

Parabens demais !!!
Li em alguns comentários que os carros são arrombados para furtos…. existem estacionamentos seguros na cidade? Podem ser pagos… não quero parecer que sai do Rio de Janeiro para outro Rio de Janeiro …

Grande abraço e sucesso sempre!!!

Reply
Tatiana 25 de junho de 2018 - 19:55

Oi Rosi! Vou por conta para Valpariso mas como pegar o onibus de Valparaiso para Vina del Mar se vou por conta própria? E a volta? Obrigada.

Reply
Roteiro completo para 7 dias de viagem para o Chile 20 de abril de 2018 - 10:24

[…] Para quem não quer ficar só em Santiago e quer pisar (ou pelo menos tentar, porque a água é gelada) no Oceano Pacífico, um boa opção é conhecer as cidades litorâneas de Valparaíso – onde está o principal Porto do Chile, e Viña del Mar, declarada a cidade das flores. As flores já começam na entrada da cidade, com o famoso ponto turístico, que você não pode “passar batido” – o famoso relógio das flores. Aqui o post completo do nosso passeio em Valparaíso e Viña. […]

Reply
Quanto custa uma viagem para Santiago, no Chile? 7 de março de 2018 - 15:03

[…] Valparaíso e Viña de Mar: entre $ 25.000 e $ 35.000 (R$ 125 a R$ 175) – Aqui nesse post eu explico como chegar por conta e economizar até 70%. […]

Reply
Polyana Kojima 30 de janeiro de 2018 - 08:16

Bom dia!
Estou planejando uma viagem para o Chile, e leio o seu blog todos os dias para saber mais informações.
Você pode me indicar uma agência de viagem para que eu possa fazer esse passeio até Valparaíso?
Obrigada!!

Reply
Rhannah 23 de novembro de 2017 - 22:14

Estou no Chile e acabamos de passar pela mesma experiência que descreveu o Arthur ali em cima.
Alugamos um carro e seguindo as dicas fomos a Valparaiso para depois dar sequência a Viña del mar onde iriamos almoçar.
Paramos em um mirante por 5 min para tirar fotos, estávamos a 10 metros de distância do carro, quebraram o vidro de trás levaram a bolsa q estava lá com nosso dinheiro e passaportes. Ao chegar na delegacia para nossa surpresa soubemos que isso era bem comum, em cima da mesa do escrivão havia outra ocorrência de uma estrangeira q foi furtada na mesma situação que nós 1h antes, no mesmo lugar!
Mirante 21 de mayo… os “cerros” parecem as famosas favelas que temos no Rio de Janeiro.
Foi frustrante. O nosso primeiro dia de viagem passamos em delegacia, PDI e amanhã teremos que ir ao consulado para ver como faremos para sair do país na semana q vem. Somando o q tínhamos em dinheiro seria equivalente a 1300 reais… fora documentos, cartão de banco, carteira, a própria bolsa. Enfim… acho q vale a pena o alerta no post. Os moradores e policiais que falaram com a gente relataram que essa situação acontece diariamente com muuuuuitas pessoas. Dizem q eles seguem turistas para roubar dinheiro e documentos. Fora o prejuízo do carro, q só saberemos amanhã qnd chegarmos na locadora.

Reply
Arthur 8 de agosto de 2017 - 01:09

Olá Rosi,

Li bastante seus posts para planejar a minha viagem a Santiago. Tudo estava indo as mil maravilhas até o dia que fui viajar por conta própria (carro alugado) para Viña del Mar passando pela vinícula Emiliana.

Fui furtado e me parece que é uma coisa muito frequente aqui. Se soubesse dos riscos em Viña de Mar de furtos a veículos de turistas, nunca teria alugado um carro e ido sozinho.

Na locadora me avisaram para não deixar na rua e nem nenhum pertence dentro, porque poderiam quebrar o vidro. Segui a recomendação, porém deixei casacos (pelo calor) e os vinhos e presentes comprados na vinícola (que não tinha como carregar). Para meu azar, em um dos casacos tinha no bolso uma boa quantia em dolares. Aumentando muito o meu prejuizo!

Deixei o carro apenas em dois lugares: Parei em um estacionamento privado mais a frente da entrada do Palacio Vergara e depois deixei o carro ao lado do Casino em um estacionamento público com um flanelinha em um local movimentado (Calle Los Heroes). Só dei conta do furto no retorno a Santiago.

Fui na polícia e me parece que não dará em nada. E a Chilena Rent a Car quer me cobrar 3x o preço do aluguel diário pelo conserto na porta. O que mais me surpeende é que reparei que em diversos veiculos do pátio da locadora estavam com esse mesmo dano na porta do carona. Ou seja, isso é muito frequente e os brasileiros que leem seu Blog devem saber para não cair nessa furada. Me parece ter até uma omissao da locadora, pois os veículos sao relocados com dano no cilindro da chave (que facilita ainda mais a ação – pois eles de cobram, mas nao arrumam) e eles não possuem alarme ou nemhuma segurança para coibir os roubos.

Fica ai a dica e o meu relato. Espero
que compartilhe com seus leitores.

Arthur

Reply
Rhannah 23 de novembro de 2017 - 22:22

Poxa Arthur, acabei de passar pela mesma situação. No meu caso quebraram o vidro do carro q alugamos e levaram bolsa com nosso dinheiro e passaportes. Estávamos a 10 metros do carro tirando fotos em um mirante em um lugar super movimentado.
Passamos o dia entre delegacia e PDI, amanhã consulado.
Nos informaram q isso é super comum aqui. Até seguem os turistas para cometer esse tipo de furto, além da cidade ser horrível… super frustrante.

Reply
Ana Maria Chagas Moreira 24 de julho de 2017 - 13:11

Boa tarde! Rosi, vocêconhece o Hotel Las Flores no bairro Providencia? É bom? E a localização? Obrigada, Ana

Reply
Andressa 18 de junho de 2017 - 12:55

Olá, Rosi. Parabéns pelo post. Sou do Brasil e pretendo viajar sozinha para Santiago em julho. Seria minha primeira viagem para o exterior, e, claro, sozinha. Você recomenda? Obrigada.

Reply
Rosi Guimarães 18 de junho de 2017 - 22:05

Andressa,
Para ir sozinha, talvez seja melhor você contratar uma agência para esse passeio de Valparaíso e Viña.
Abraço!

Reply
Marcela Künze 15 de junho de 2017 - 19:29

Olá Rose, tudo bem? Quanta informação boa, obrigada! Vamos agora em julho. Somos 8 adultos e 6 crianças. Vc acha que vale a pena no inverno levar os pequenos para Valpo e para Viña? Muito obrigada,bjs

Reply
Rosi Guimarães 16 de junho de 2017 - 16:56

Oi Marcela,
Depende muito dos dias que irão ficar aqui no Chile. Com um grupo de 6 crianças, tenho certeza que eles irão se divertir muito mais no Museu Interativo Mirador. Viu o post aqui no blog?
Abraço!

Reply
Carolina 24 de maio de 2017 - 18:55

Olá Rosi!! Esses preços do ônibus estão atualizados? Pois fica beeeem mais barato ir por conta própria do que alugando carro ou agência. Dá pra caminhar entre esses dois lugares? ou alugar bike lá? Irei na segunda semana de junho.

Reply
giulia coelho 9 de maio de 2017 - 15:15

Olá! Gostaria de mais informações de como sair de santiago e ir à valparaíso, e de valparaíso para viña del mar. Queria saber quantas horas de cada trajeto etc…

Reply
Rosi Guimarães 16 de maio de 2017 - 11:12

Oi Giulia,
Depende, você quer ir de transporte público ou com uma agência. em transporte público acredito que umas 2 horas e meia e indo com uma agência, em torno de 1h30.
Um abraço!

Reply
scheila 1 de junho de 2017 - 17:21

Oi Rosi, gostaria de saber se vale a pena visitar Valparaiso e Vina del mar no inverno? Vou em julho. obrigada
Abraço

Reply
Rosi Guimarães 3 de junho de 2017 - 11:50

Oi Scheila,
eu acho que vale sim, uma oportunidade para conhecer o litoral chileno.
Abraço!

Reply
Priscilla Romagnoli 29 de abril de 2017 - 23:29

Olá Rosi! Também sou mineira de BH, e estou trabalhando por um tempo no Chile. Estou amando todas as suas dicas e sempre dou uma olhadinha no blog. Muito obrigada pelas ótimas informações!

Reply
Rosi Guimarães 2 de maio de 2017 - 08:14

Oi Preiscilla,
Que bom !!! Adoro encontrar mineiros no meu blog. De nada! A página é feita com muito carinho e dedicação!
Abraço e curta bastante o Chile.

Reply
Andrêssa Borel Encarnação 11 de fevereiro de 2017 - 20:23

Boa noite, estou indo com o meu marido para Santiago na próxima semana, gostaria de saber sua opinião sobre passar uma noite ou não em Valparaiso. Se o melhor for passar uma noite pretendemos alugar um carro. Outra ideia é fechar com uma agencia, vocês indicam alguma agencia? Grata

Reply
Isla Negra - Casa do poeta Pablo Neruda - Nós no Chile 9 de fevereiro de 2017 - 09:11

[…] conhecer a terceira casa do poeta Pablo Neruda. Conhecemos primeiro a La Sebastiana, em Valparaiso, depois a La Chascona, em Santiago e agora chegou a vez de Isla Negra. Passeio delicioso também […]

Reply
É verão no Chile. O que fazer e que roupas colocar na mala? - Nós no Chile 12 de janeiro de 2017 - 11:22

[…] Não tem como fugir dos básicos: Conhecer o Centro Histórico, ver a Troca de Guarda, Mercado Central, Cerro San Cristóbal e dar uma voltinha no teleférico, Cerro Santa Lucía. Ver o pôr do sol na torre mais alta da América Latina. e conhecer as cidades litorâneas de Valparaíso e viña del Mar. […]

Reply
Bruna 1 de janeiro de 2017 - 20:25

Olá Rosi.

Tem alguma agência que você poderia indicar para fazer esse passeio a Valparaíso e Vinas del mar?

É possível combinar esse passeio com a vinícola Emiliana?

Obrigada!

Reply
Maria Francisca 19 de dezembro de 2016 - 12:21

Boa tarde, Rosi! Não sei se vc postou nos comentários anteriores aos que li, mas gostaria de saber se em Santiago, Vina del Mar e Valparaiso, aceitam pagamentos em real. Acredito que taxis, comprar uma água e ingressos não aceitam, mas e em restaurantes e nas feirinhas?

Reply
Lorena Fernandes Lemos 26 de novembro de 2016 - 14:53

Boa tarde,

Vou alugar um carro para ir para Valparaíso/Viña del Mar e queria uma opinião sua:

É tranquilo achar vagas de estacionamentos em ambas as cidades?

A melhor opção é deixar o carro em um lugar e fazer os pontos turísticos de cada cidade a pé? Ou foi indo de carro de ponto em ponto?

Obrigada.

Reply
Paulo Ribeiro 20 de maio de 2017 - 11:25

Também estou com essa dúvida.

Reply
Foi ao Chile. Conte pra gente: Viagem da Bárbara Gurgel e seu namorado - Nós no Chile 28 de outubro de 2016 - 07:01

[…] em que completamos 4 anos de namoro. Nesse dia, fomos para Valparaíso e Viña del Mar. Duas cidades muito distintas e próximas. Cada uma com seu encanto. Valparaíso tem o trânsito […]

Reply
katianeflores 4 de outubro de 2016 - 15:51

Oi tudo bem?
Porque falam que fazer vina e valpo em 1 ou 2 dias é suficiente, reservei 7 dias para ficar por lá. Tem alguma dica extra? Porque seria legal ver outras coisas com mais tempo e calma, eu acredito.

Reply
Rosi Guimarães 6 de outubro de 2016 - 15:51

Katia,
você deve estar fazendo confusão. Geralmente as pessoas passam 7 dias em Santiago e num desses dias fazem Valparaíso e Viña del Mar. Não sei de quanto tempo é a sua viagem, mas não precisa de 7 dias para conhecer essas duas cidades. Se tem muitos dias, o melhor é viajar para o Sul ou Norte do país que são lindíssimos.
Abraço!

Reply
adriana klimkowski 23 de agosto de 2016 - 21:39

rosi, sobre o microonibus que vai de valparaiso pra Vina del mar de onde sai? e a volta de vina del mar para santiago ?

Reply
Daniel Souza 28 de julho de 2016 - 17:47

Com criança de 5 anos esse passeio por metrô/ônibus não fica muito cansativo?

Reply
Rosi Guimarães 29 de julho de 2016 - 17:06

Oi Daniel,
Fica sim, tem que caminhar bastante. Para ficar mais confortável o melhor é fechar um pacote com uma agência.
Um abraço!

Reply
FABIANE APROBATO 28 de julho de 2016 - 16:56

Oi Rosi, tudo bom? o seu blog está sendo super útil para mim!!!! Estou adorando!!!Mas já tentei baixar o ebook várias vezes mas não consigo!!!
Não vem nada no meu email!
como podemos fazer?

Reply
Rosi Guimarães 29 de julho de 2016 - 16:52

Oi Fabiane,
Te mandei por email.
Um abraço!

Reply
Aline Gimenez 27 de julho de 2016 - 19:39

Ola Rosi!
Por Valparaiso ser um lugar repleto de morros, como é se locomover por lá a pé? mto cansativo?
Obrigada!

Reply
Rosi Guimarães 28 de julho de 2016 - 09:00

Aline,
quando fomos, nós pegamos um táxi da rodoviária até a casa do poeta Pablo Neruda e depois foi só descida, porque a casa é no alto do morro. É um pouco cansativo sim. E como logo depois do almoço fomos para Viña del Mar, ficou bem corrido e não deu para ver muita coisa. Depois voltei com uma agência e aí consegui ver muito mais coisas. Por conta é muito mais barato, mas fica bem corrido. Com agência é mais caro, porém se pode ver mais coisas.
Abraço!

Reply
Thais Apolinario 13 de julho de 2016 - 13:15

Rosi, Boa tarde. Seu blog é simplesmente espetacular. Amei cada dica.
Você poderia me tirar uma dúvida. Vou dia 18 de Agosto pra Santiago. Alugar um carro para visitar as vinícolas e viña del mar nessa época é arriscado? Pergunto porque nessa época neva e não sei se corro o risco de pegar neve nessas estradas.
Obrigada querida e mais uma vez Parabéns.

Reply
Pati 15 de junho de 2016 - 13:33

Olá, adorei as dicas!

Vou de ônibus para Valparaíso, porém gostaria de retornar por Viña del mar para Santiago, você teria mais informações sobre essa possibilidade, saberia me informar o endereço do terminal?

Desde já agradeço.
Abs!

Reply
andre pinto 13 de junho de 2016 - 12:46

Ola, voce conhece algum taxista ou alguma pessoa que faz esse passeio pra valpo e vina de carro pra mais pessoas?
obrigado

Reply
Iraci Brito 12 de junho de 2016 - 18:29

Rosi… que maraviha seu blog..Parabéns!!

Visitarei o Chile pela primeira vez, do dia 31 de Agosto a 06 de Setembro.
Suas dicas são sensacionais
Gostaria de tirar umas dúvidas…
– Onde posso alugar um veículo em Santiago?, não quero alugar no aeroporto, pretendo ir até Vina Del Mar e Valparaiso. Você tem ideia de valores aproximados?
– os passeios para os Museos Nacional de Bellas Artes; de Arte Pre-Colombiana, o Histórico Nacional e o Palacio de la Moneda ) são pagos?
– Qual o preço do Metrô?
– Pra conhecer o centro e pontos turísticos, é possível fazê-lo caminhando ou vale a pena pegar o Autobus turístico?
– Você poderia me dar uma base de gastos diários com almoço e jantar em Santiago? Considerando opções econômicas? No bairro de Providência ou nas proximidades.
– Consigo comprar casacos de pluma de ganso à preços baratos? Onde?
– E botas forradas de lã? tenho excesso de frio nos pés rsr ou vc tem alguma dica de meias que super aquecem? rsrs

Reply
mariah 8 de junho de 2016 - 16:10

Oi Rose, adoro seus posts.
Li em um deles que você diz que Santiago é meio parada no domingo, o mesmo acontece com Valparaiso e vina del mar?
Obrigada!!

Reply
Rosi Guimarães 10 de junho de 2016 - 10:51

Oi Mariah!
Não, Valparaiso e Viña ficam movimentados porque muitos Santiaguinos vão passar o dia lá nos finais de semana.
Abraço!

Reply
Ingridy Nascimento 4 de junho de 2016 - 16:45

Boa tarde Rosi, gostei muito das suas dicas. Você acha que locando um carro, conseguimos fazer a vinícula Emiliana e Valparaíso e Viña del Mar, num bate volta? Vi dicas aqui dessa vinícula me interessei bastante. Obrigada!

Reply
ADIANE 25 de maio de 2016 - 09:01

Bom dia, Rosi!

Irei ao Chile pela 1ª vez no dia 14 de junho.
Suas dicas são sensacionais! Obrigada.
Gostaria de tirar umas dúvidas…
1) Onde posso alugar um veículo em Santiago (não quero alugar no aeroporto)? Pretendo fazer isso para conhecer as cidades de Vina Del Mar e Valparaiso. Você tem ideia de valores aproximadamente?
2) Esses passeios (Museo Nacional de Bellas Artes; Museu de Arte Pre-Colombiana; Museu Histórico Nacional; Palacio de la Moneda ) são pagos?
3) Qual o preço do metrô?
4) Pra conhecero centro e pontos turísticos, é possível fazê-lo caminhando ou vale a pena pegar o onibus turístico?
5) Você poderia me dar uma base de gastos diários com almoço e janta em Santiago? Considerando opções econômicas?

Grata!

Reply
Reinaldo 29 de abril de 2016 - 16:18

Olá Rosi! Estava buscando informações sobre o Chile e encontrei seu maravilhoso site! Agora eu te vejo como uma fada madrinha! Estou prevendo fazer uma viagem de seis dias para Santiago no começo de Julho e tenho duas dúvidas. Como meu tempo é curto (e orçamento idem), será que valeria realmente a pena visitar Valparaíso ou Viña del Mar no inverno? E a outra dúvida, vou com duas crianças (de 7 e 9 anos), e elas tem que pagar transporte público ou pelo tamanho delas não há necessidade. Grato.

Reply
Rosi Guimarães 30 de abril de 2016 - 11:14

Reinaldo.
Valparaiso e Viña são visitas meio que obrigatórias, mas tem gente que não gosta, acham as cidades feias e frias, então é uma opinião bem complicada. Tem quem ama e quem odeia esse tour. A de 7 anos não precisa, a de 9 tem que pagar, a de 7 pode passar por baixo na catraca do metrô.
Um abraço!

Reply
izabela sousa 13 de abril de 2016 - 08:21

Ola Rosi, tudo bem? bem, estou numa duvida tremenda e se vc puder me ajudar, agradeco:bem, a principio eu iria fazer apenas o bate e volta Valpo + Vina, mas me apaixonei pela Viniciola Emiliana e quero muito aproveitar este bate e volta e inclui-la no meu roteiro.Mas minha duvida é: utilizando transporte publico, seria possivel aproveitar todo esse passeio? pois acredito que a melhor opção, para que eu possa ficar ate um pouco mais tarde nas cidades, seja ir primeiro a vinicola; ai voce acha que se eu sair da vinicola por volta das 12h e partir para Valpo e Vina, eu conseguiria aproveitar bem o dia? qual o tempo medio em cada cidade? Acho que em Vina tenho mais opçoes, certo?

Reply
Rosi Guimarães 13 de abril de 2016 - 20:49

Oi Izabela.
Acho bem complicado fazer os três passeios no mesmo dia. Meio dia em Valparaiso e meio dia em Viña, já fica corrido, parando na vinícola ai complica tudo, ainda mais de ônibus.
Dedicaria um outro dia para essa vinícola e outra em Casablanca, aí nessa região tem várias. Uma que eu adora é a Casas del Bosque e tem post no blog. Fazendo os 3 no mesmo dia, acaba que você não vai aproveitar nada.
Um abraço!

Reply
Ain 24 de julho de 2017 - 01:15

Olá, Rosi. Parabéns pelo blog.. Conteúdo excelente… Agora aproveitando este comentário antigo para tirar uma dúvida parecida: estou planejando minha primeira viagem ao Chile e ficarei 7 dias em Santiago de 30/8 a 7/9. Pensei em ir um dia a Valparaiso e Viña del mar, pernoitar em valparaiso e aproveitar para ir a casablanca e isla negra. Porém não pretendo alugar carro, estou sem saber como organizar a logística do transporte, é viável sair de Santiago num sábado de manhã, ir a casablanca e isla negra e chegar para passar a noite em valparaiso e no domingo conhecer a cidade e vina del mar para depois voltar pra santiago no final do dia?

Reply
rodrigo 7 de abril de 2016 - 15:13

Rosi,
boa tarde!
estou indo para Santiago mês que vem e gostaria de que você sugerisse uma empresa que fizesse o passeio para VALPARAÍSO/VINA DEL MAR com um bom custo benefício.
obrigado e parabéns pelo blog
Rodrigo

Reply
Rosi Guimarães 12 de abril de 2016 - 06:46

Oi Rodrigo
Eu sempre indico duas boas agências de brasileiros que tem aqui: http://www.indoprochile.cl ou http://www.sousastour.com
Um abraço!

Reply
Como é a nossa vida no Chile. O que gostamos? 23 de março de 2016 - 12:01

[…] Enfim, Chile é um país lindo. Para quem está pensando se vale a pena conhecer, pode vir, não irá se arrepender. E para quem já veio, posso apostar que já pensou pelo menos uma vez em voltar. Com mais de 3.000 quilômetros de costa, mais de 370 lagos, além da cordilheira, da neve, do deserto, dos vulcões, dos parques maravilhosos, Tá esperando o que para conhecer o Chile? Aqui é possível ver a neve da montanha (Valle Nevado),  e pisar na água gelada do Pacífico no mesmo dia (Valparaiso e Viña del Mar). […]

Reply
Kelin 15 de março de 2016 - 23:01

Olá Rosi, vou com meu marido, para Atacama e Santiago em Abril…. nossa seu blog é maravilhoso, está nos ajudando e muitooooo.
Tenho uma dúvida sobre o dia em Valparaiso e Viña…. vou fazer como vc recomendou Valparaiso primeiro…. depois vamos pegar o onibus perto da Plaza Sotomayor para descer no Relógio das Flores…. de lá vc fez um passeio de charrete, certo?
Qto custa este passeio? Estando na charrete ele para nos pontos turísticos e espera vc visitar e depois te leva para o próximo? É assim que funciona?
e depois estando em Viña, onde pegamos o onibus de volta para Santiago?

Reply
Rosi Guimarães 22 de março de 2016 - 06:52

Oi Kelin,
Nossa não me lembro quanto custou esse passeio. Se não me engano, 20 mil pesos para nós 4. A charrete não para nos pontos turísticos, ela apenas dá uma volta na cidade e passa em frente aos pontos turísticos. Para voltar para Santiago você precisa ir para o terminal de buses (Onibus) de Viña del Mar. Ao comprar a passagem favor perguntar se você pode embarcar em Viña, acho que é uma passagem diferenciada, mas com o mesmo valor. Nós embarcamos, mas não sei se as coisas mudaram.
Um abraço e boa viagem!

Reply
Janaina 15 de março de 2016 - 16:53

Olá Rosi , tudo bem?

Primeiramente amei seu blog , está me ajudando muito em montar a viagem que farei para o Chile no mês de Abril!!! Fiquei com uma dúvida em relação aos lugares que fazem valor diferenciado de entrada para estudante…eles aceitam qualquer carteirinha de estudante ou somente aquelas que são internacionais?

Obrigada ,

Reply
Rosi Guimarães 22 de março de 2016 - 06:54

Oi Janaina.
Varia de acordo com o lugar, alguns aceitam a carteirinha do Brasil, outros não aceitam, depende do local, varia muito.
Um abraço!

Reply
Ivonete 13 de março de 2016 - 18:44

Olá Rosi, fizemos esse passeio no final de outubro/2015, por conta própria, pegamos o ônibus no Terminal Rodoviário, foi uma viagem deliciosa, paisagem legal, sentamos bem na frente e aproveitamos muito a viagem, em Vinã nos locomovemos com ônibus local e ate Metrô.. A experiência foi muito bacana, faríamos tudo de novo…o melhor, não gastamos muito…bjs!!!

Reply
Sylvio 13 de março de 2016 - 17:07

Olá Rosi, boa tarde. Maravilhoso o seu blog, muito útil e interessante para quem vai viajar ao Chile como é meu caso. Eu e minha velhinha pretendemos chegar a Santiago em 18/3 saindo dia 23/3 para Valparaiso retornando ao Brasil dia 27 de navio. Obrigado pelas inúmeras dicas.

Reply
Albertina 1 de março de 2016 - 18:17

Olá Rosi. Estou procurando informações sobre o Chile. Encontrei seu blog. Achei muito interessante. Gostaria de tirar umas dúvidas iremos em maio próximo. Vamos meu marido, minha filha e meus netos, um a menina de 13 anos e um menino de 11 anos. Neste período pretendemos conhecer Santiago, Vina Del Mar e Val paraiso. Você acha que poderemos conhecer outros pontos neste período? A melhor opção é ficar no centro de Santiago? Você indica algum hotel confortável e preço bom? Também pretendemos alugar um carro. Pode indicar uma boa locadora? No chile recebe Real? Muito obrigada

Reply
Alvaro Letelier Hidalgo 13 de março de 2016 - 18:49

Hola Albertina.
Veja que tudo que Rosi fez foi praticamente com a família toda. Então não é muito problema andar com crianças ambaixo do braço. Nós estivemos agora em janeiro com nosso filho de 11 anos. Ficamos na casa de parentes em Ñuñoa. De carro até que fica beleza, se souber se localizar. Mas de ônibus e metrô fica super chato, pelo tempo que toma. Em 2013 ficamos num apart hotel no centro da cidade, do lado da estação (de metrô) Belas Artes. Aí dava para fazer de tudo bem mais fácil. Se for alugar carro, as empresas mais tradicionais (porem não as mais baratas) são Avis, Hertz e United (basta adicionar no Google a palavra rent-a-car). Leve reais, não dólares. Troca em qualquer casa de cambio em Santiago. A maioria delas está no centro. Uma boa parte delas na rua Agustinas. A mais conhecida, que você pode achar até no aeroporto, é a AFEX. veja que ela não oferece os melhores preços, mas ela é confiável e o valor é tabelado para todas as suas agencias pelo país todo. Bom, espero ter ajudado. Abraço.

Reply
Maria Cristina 21 de fevereiro de 2016 - 14:00

Olá, gostaria de saber se da para fazer esse passeio de Valparaiso e viña del mar em um sábado. Outra dúvida é se os shoppings para compras abrem de domingo.

Reply
Rosi Guimarães 22 de fevereiro de 2016 - 23:07

Oi Maria Cristina.
Dá sim para fazer esse passeios num sábado. E os shoppings abrem dia de domingo sim, se não me engano, de 11 às 21 horas.
Um abraço!

Reply
8 atrações imperdíveis em Santiago do Chile - Nós no Chile 2 de fevereiro de 2016 - 11:05

[…] dia. Viña tem passeio de charrete para conhecer os principais pontos turísticos da cidade. Veja aqui como foi nosso […]

Reply
Anna Cláudia 20 de dezembro de 2015 - 13:39

Rosi, você tem alguma dica de restaurante em Vina del Mar? Algo com precinho razoável e perto das atrações turísticas.

Reply
Moraes 13 de setembro de 2015 - 12:26

Estou lendo suas dicas e informações e gostei muito. Informações preciosas para quem pretende viajar. Belas fotos e simpatia. Parabéns, boa sorte e sucesso para você e sua família.

Reply
Rosi Guimarães 13 de setembro de 2015 - 16:59

Muito obrigada!!!

Reply
Marcia 28 de agosto de 2015 - 19:45

Olá Rosi, excelente o seu blog. Vamos para Santiago na segunda quinzena de setembro e estou pensando em pegar o onibus direto na rodoviaria e conhecer Valparaiso e Vina del Mar. Dá pra fazer os principais pontos turisticos das duas cidades a pé? Pegando o metro em Valparaiso, qual a estacao mais proxima do relogio das flores? Vc pode dar dicas de restaurantes bons e baratos em Vina del Mar? Obrigada

Reply
Rosi Guimarães 1 de setembro de 2015 - 17:16

Oi Márcia.
O único taxi que peguei, foi quando desembarquei na rodoviária de Valparaiso e fomos para a Casa-museu de Pablo Neruda. Depois fizemos tudo caminhando. Para ir de Valparaiso para Viña, o ideal é o onibus, voce pode descer no Relogio das Flores, fomos de metro, mas nao compensa. De uma olhada nos comentarios, acho que ja dei dicas de restaurantes.
Um abraco e boa viagem. (Desculpa a falta de acentos, estou num computador que nao é meu. rsrsr)

Reply
Léia Patrícia 19 de agosto de 2015 - 13:29

Olá Rosi, suas dicas são maravilhosas. Tem nelas um misto de tudo que um bom mineiro sabe fazer, ser solidários, amáveis e detalhistas.
Estou indo em setembro 2015, mais precisamente nos feriados da Pátria. Estou ansiosa, mas acredito que com suas dicas vai dar tudo certo. Tenho uma dúvida, ao chegar de ônibus em Valparaiso como faço para conhecer os pontos turísticos. Será fácil encontrar um forma de se locomover pelos pontos turísticos, como acontece em Vina del mar, com suas charretes charmosas?

Reply
Rosi Guimarães 25 de agosto de 2015 - 09:26

Oi Léia!
Obrigada pelo carinho!!! Em Valparaiso, nós desembarcamos na rodoviária e pegamos um taxi até a casa do poeta Pablo Neruda, visitamos a casa e depois caminhamnos, para conhecer a cidade o ideal é bater pernas. Depois pega o ônibus e vai para Viña del Mar e desce na praça das Flores.
Um abraço!

Reply
ANA CLAUDIA 14 de setembro de 2015 - 22:58

Oi, Léia. Tb estarei em Santiago nas festas pátrias e estou me programando para visitar Viña e Valpo no dia 19/09 (sábado). Estarei com uma amiga. Querendo companhia, pode entrar em contato comigo pelo [email protected]. Ana Claudia.

Reply
Manoela 26 de junho de 2015 - 22:52

Olá Rose, estou amando seu blog!
Nada melhor que a informação de quem está totalmente por dentro das dicas!
Parabéns!
Gostaria de tirar uma dúvida: irei a Santiago no próximo ano, mas ja estou montando o roteiro pq terei pouco tempo, e MUITA vontade de conhecer o máximo! kkkk
Gostaria de conciliar uma ida de manhã a Concha e Toro (pq é um passeio rápido) e o restante do dia ir para Viña e Val.
Tudo isso usando ônibus e metrô.
Você acha que é possível fazer esses passeios no mesmo dia?
Bjoks e obrigada por dividir sua experiencia conosco.

Manoela

Reply
Rosi Guimarães 27 de junho de 2015 - 18:18

Oi Manoela,
Não dá, fica muito corrido. O que o pessoal geralmente faz é dividir o dia entre Concha y Toro e Valle Nevado (não sei a época que você vem, mas o Valle Nevado no verão é passeio para meio dia e mesmo no verão vale o passeio).
Valparaiso e Viña del Mar para um dia inteiro já é bastante corrido.
Um abraço!

Reply
Manoela 28 de junho de 2015 - 18:22

Olá Rosi. Obrigada por sua resposta!
vou em agosto e irei ao Vale Nevado, mas para um dia inteiro.
Terei q retirar Viña e Val do roteiro.
Obrigada mais uma vez!

Manoela

Reply
Felipe 26 de junho de 2015 - 09:07

Olá Rosi, vou com minha família em agosto para Santiago e pretendemos passar um dia em Viña. Nossa intenção é fugir das excursões, penso que só servem pra tomar nosso dinheiro com preços exorbitantes e nos prender feito gado. Me deram duas sugestões, uma é alugar um carro e ir. A outra seria ir de ônibus convencional, pegando na rodoviária e tudo mais. Qual é melhor na sua opinião? Ou teremos que nos render as tais excursões? No caso de ir de carro, qual o preço médio do combustivel por aí? E dos pedágios? No caso de irmos de ônibus, é fácil nos locomovermos sem carro em Viña e Valparaíso?

Reply
Rosi Guimarães 27 de junho de 2015 - 18:51

Felipe,
Sem dúvida o melhor é alugar um carro, mais confortável e você ganha tempo. E pode até passar em umas da vinícolas do Valle de Casablanca que fica no caminho. A Emiliana por exemplo, fica na beira da estrada. Aluguel de carro você pode olhar aqui: http://www.chileanrentacar.cl/pt/. Pedágio custa uma média de 2.500 (R$13,00) pesos, se não me engano. E a gasolina custa 734 pesos (R$4,00)o litro.
Um abraço!

Reply
Alex Antão 22 de novembro de 2016 - 08:28

Obrigado pelas dicas, Rosi ! Suas informações são muito importantes para nós. Já tirou mais dúvidas minhas. Minha opção será aluguel de carro, não pelo preço, mas pela comodidade, principalmente com neném. abs.

Reply
7 atrações imperdíveis em Santiago do Chile - Nós no Chile 18 de junho de 2015 - 07:32

[…] dia. Viña tem passeio de charrete para conhecer os principais pontos turísticos da cidade. Veja aqui como foi nosso […]

Reply
Jailton C. Jr 10 de maio de 2015 - 23:25

Cara Rosi,
Muito bom o seu site! Parabéns.
Fiquei com uma dúvida. Como chegar a estação de ônibus de Santiago, usando o metro? Quanto custa mais ou menos a passagem?

Reply
Rosi Guimarães 13 de maio de 2015 - 08:35

Oi Jailton,
Para ir viajar para qual cidade? Se for para Valparaiso e Viña Del Mar: Pegar um ônibus das linhas Pullman ou Turbus, que partem do Terminal Rodoviário Alameda. O Terminal Alameda fica na Estação Pajaritos do metrô, final da linha 1 Vermelha. Comprando a passagem de ida e volta sai mais barato e você pode voltar tanto de Valparaiso como de Viña del Mar. A passagem sai por mais ou menos 4.000 pesos chilenos (R$20,00) para ida e volta.
Agora, para chegar ao Terminal Rodoviário Santiago, é só pegar a linha 1 do metrô, sentido San Pablo e descer na Estacão Universidad de Santiago. Não tenho ceteza se desse terminal saem ônibus para Valparaiso, quando viajei para Valparaiso, fui pelo Terminal Rodoviário Alameda.
Um abraço!

Reply
Daniela Rodrigues 7 de abril de 2015 - 13:59

Rosi, por favor, fale mais das opções de transporte de Valparaíso a Viña del Mar (onde pega, valor etc). Quero seguir a sua sugestão e almoçar e voltar de Viña para ver os Leões Marinhos. Grata.

Reply
Rosi Guimarães 9 de abril de 2015 - 21:22

Oi Daniela.
Você pode ir de metrô ou ônibus. Fui de metrô, mas acho que o ônibus é melhor, para no Relógio das Flores en Viña. É muito rápido, cerca de 10 ou 15 minutos, baratinho, acho que uns 700 pesos chilenos (R$3,50). O ônibus você pode pegar perto da Praça Sotomayor.
Boa viagem!!!!

Reply
Brunno 23 de junho de 2015 - 08:31

Rosi. o Beep também funciona nessa região ou apenas em santiago?

Reply
Rosi Guimarães 23 de junho de 2015 - 10:52

Oi Bruno,
O Bip (cartão do metrô e ônibus) só funciona em Santiago. Para ir de Valparaiso para Viña del mar eu aconselho ir de ônisbus, nós fomos de metrô, mas a estação é longe, vá de ônibus e desça no relógio das Flores e depois vá caminhando e conhecendo a cidade.
Um abraço!

Reply
Pitti 22 de janeiro de 2015 - 03:20

Olá Rosi!
Como já te disse vou ao Chile na fim desta semana por isso tenho lido quase todos seus posts.
Uma dúvida: Como vcs foram de Valparaíso para Vinã, ônibus ou metrô? Onde exatamente desembarcaram em Vinã?

Reply
Rosi Guimarães 22 de janeiro de 2015 - 15:40

Oi Pitti,
De Valparaiso para Viña, fomos de metrô, mas há opção de ônibus que passam toda hora, é muito perto. Se quer parar no relógio das flores, sugiro ir de ônibus, fica mais perto.De táxi também é barato. E você pode desembarcar no relógio das flores e lá tem opções de passeio de passeios de charrete.
Grande abraço!

Reply
Pitti 22 de janeiro de 2015 - 22:05

Obrigada mais uma vez.

Reply
Larissa 7 de julho de 2015 - 15:55

Rosi, nao sei se estava nos comentários anteriores, mas para ir de carro dá para conciliar fácil Vinas, Valparaiso e Isla Negra? A melhor ordem é Isla, Valpo e Vinas del Mar?
Obrigada!

Seu blog é sensacional!

Reply
Rosi Guimarães 8 de julho de 2015 - 18:07

Larissa,
acho muito corrida fazer as três cidades no mesmo dia, a visita à Casa do poeta Pablo Neruda em Isla Negra é um pouco demorada. Penso que se fizer as três em um mesmo dia, não vai conseguir ver nada direito. Valparaiso e Viña del Mar dá para fazer em um dia, no outro pode ir a Isla Negra e numa vinícola no Valle de Casablanca, que está no caminho. Lembrando que são três casas do poeta Pablo Neruda: Uma em Santiago, aos pés do Cerro, outra em Valparaiso e a mais linda(pra mim) em Isla Negra,
Um abraço!!!

Roteiro Santiago do Chile com pouco dinheiro - Nós no Chile 23 de dezembro de 2014 - 08:23

[…] para Valparaíso e Viña del Mar foi em transporte público, é muito fácil e tranquilo. Veja aqui meu […]

Reply
Santiago do Chile: melhor no inverno ou verão? - Nós no Chile 7 de novembro de 2014 - 08:01

[…] o litoral chileno, Valparaiso, Viña del Mar e Isla Negra é melhor no verão. Nesta época o dia escurece mais tarde, por volta de 21 horas, e […]

Reply
Tour pela Vinícola Casas Del Bosque – Valle de Casablanca - Nós no Chile 28 de outubro de 2014 - 10:19

[…] carro dá para aproveitar e fazer no mesmo dia Valparaiso e Casas Del Bosque, o acesso é muito fácil e rápido, estrada para Valparaíso – Ruta […]

Reply
7 dicas de viagem para Santiago do Chile 15 de agosto de 2014 - 19:43

[…] várias empresas de turismo por aqui que oferecem pacotes para vinícolas, Valparaíso, Viña Del Mar, Valle Nevado e outros.  Há também a opção de guias indicados pelos hotéis que […]

Reply
Pablo Neruda e suas casas | Nós no Chile 1 de julho de 2014 - 16:02

[…] Sebastiana, em Valparaiso, foi a primeira casa que conhecemos. Veja detalhes aqui.  Arthur, Yasmim e Flávio me acompanharam nessa deliciosa aventura. Com um áudio-guia, fomos […]

Reply
Jussara Garcia 21 de junho de 2014 - 21:21

Gostei muito. Estou aguardando a sua viagem pelos Lagos Andinos, com muitas fotos, para relembrar esta maravilhosa viagem que fiz pelo Chile. Tive a mesma impressão que você de Valparaíso. No mais, o Chile é maravilhoso.

Reply
Roteiro para conhecer Santiago em 6 dias | Nós no Chile 20 de junho de 2014 - 13:17

[…] ótima opção de passeio nos arredores de Santiago é conhecer as cidades de Valparaíso e Viña del Mar. Dá para ir e voltar no mesmo dia, já fizemos o passeio e os detalhes estão […]

Reply
Flavio Oliveira 3 de junho de 2014 - 22:28

No Casino podemos observar os apostadores investindo altas quantias em dinheiro.
E para quem gosta é uma boa oportunidade de fazer uma fezinha..rsss

Reply
Rosi Guimarães 3 de junho de 2014 - 22:59

Para quem gosta e tem dinheiro!!!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário