Vamos falar de comida. É realmente caro comer em Santiago do Chile?

Galerinha,

Vou comentar aqui sobre o item que muitas pessoas têm reclamado por pesar no orçamento da viagem: a comida! Será verdade que comer em Santiago é caro? Eu não gosto de usar este termo porque acho que é muito relativo. O que é caro para uma pessoa pode não ser para outra, principalmente se é a realização de um sonho, aí deixa de ser caro e passa a ser importante. Concorda? Quem não gostaria de um jantar inesquecível com um bom vinho chileno e uma sobremesa? Afinal, a gente trabalha o ano inteiro pra isso, né?

Restaurante Baco

Outra coisa que costumo dizer sempre: planejar é tudo! Se você se prepara, não leva susto ou passa perrengues. O ideal é viajar sabendo os valores que caibam no seu orçamento e no seu sonho. Assim, não terá uma surpresa quando chegar por aqui.

Quanto custa comer no Chile?

Tem alternativas de todos os preços e para todos os bolsos. Desde uma simples empanada que custa $ 1.100 (R$ 7 no Empório Zunizo) até um jantar por $ 60.000 (R$ 365), por pessoa, no restaurante mais caro de Santiago (Borogó).

Para quem não quer gastar muito com comida, outra boa opção são os famosos fast-foods, além das empanadas.

McDonald’s (combo: hambúrguer, batata frita e bebida) – $ 3.800 (R$ 22)

Burger King (combo: hambúrguer, batata frita e bebida) – $ 3.600 (R$ 21)

Dominó – rede chilena com variedade de cachorros quentes e sanduíches que variam entre $ 1.900 a $ 6.000 (R$ 11 a R$ 36)

Completo (cachorro-quente chileno) – $ 2.000 (R$ 12). Detalhe: o chileno come cachorro-quente com abacate, que eles chamam de palta. Provem também o mote con huesillo que você pode encontrar nas barracas do Cerro San Cristóbal a $ 600 (R$ 4).

Para quem faz questão de comida, a dica para o almoço é escolher a opção menu del día, mais em conta e equivale a uma refeição completa: entrada, prato principal, sobremesa e bebida. Varia entre $ 4.000 a $ 8.000 (R$ 24 a R$ 48). É fácil achar essa opção. Quase todos os restaurantes oferecem e sempre tem uma plaquinha na porta avisando.

Se quer provar uma boa comida chilena, com pratos fartos, uma boa opção é o Galindo, onde um filete a lo pobre custa $ 8.100  (R$ 45), um salmão com acompanhamento custa $ 6.700 (R$ 40) e sanduíches saem por $ 4.500 (R$ 27). Para beber, variedade de cervejas e chopps. Não deixe de provar a borgoña (sangria) $ 5.800 (R$ 35) a jarra.

Gosto muito da Pizzaria Tiramisú também, mas está ficando cada dia mais cheia. Nem conseguimos mesa na última vez que fomos. A pizza individual custa a partir de $ 6.000 (R$ 36), mas dá para dividir. Tem saladas e entradinhas deliciosas. Vinhos com preço justo. Você tem que provar o pisco sour. E se for pedir uma sobremesa, o Tiramisú é divino!

Os pratos nos restaurantes turísticos, Como Agua para Chocolate e Ocean Pacific’s ou Giratório, custam em média $ 13.000 (R$ 78) e um jantar completo (comida, vinho e sobremesa) para um casal pode sair por $ 60.000 (R$ 350). Não estranhe se, na hora da conta, o garçom perguntar se pode incluir a propina… É o que chamamos de gorjeta e corresponde a 10% do valor.

O Baco é uma boa opção, comida deliciosa e preço justo. É um dos meus preferido aqui em Santiago. O Strogonoff sai por $7.900 (R$ 47) o prato.

Strogonoff do Baco

Uma última ideia é fazer umas comprinhas no supermercado e economizar com a comida. Veja o post aqui. 

Viu que tem opção para todos os gostos e bolsos? E agora uma dica muito boa! Baixe o aplicativo Zomato e fique sabendo os preços de todos os restaurantes de Santiago. Não se esqueça também que alguns restaurantes mais procurados aceitam reserva e assim você garante sua mesa.

Os valores em Real variam de acordo com a conversão do dia. A conversão foi feita utilizando a cotação de $ 165.

Que desfrutem!

Quer saber quanto vai custar a sua viagem para o Chile? Leia esse post!

Texto revisado por Bárbara Mussili, criadora do blog Refúgio Ameno

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

 

Artigos Relacionados

About the Author

Rosi Guimarães
Author with 264 posts
More about Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e pós-graduada em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!
- Facebook: nosnochile
- Twitter: @nosnochile
- Instagram:@blognosnochile
- snap: blognosnochile

17 Comments

  • 6 dicas para você economizar na sua viagem para o Chile
    15 de agosto de 2018 - 10:52

  • Jessica F Santos julho 29, 2018 07.57 pm

    Olá Rosi.
    Seu blog foi um verdadeiro achado para mim. Viajo em duas semanas e já tirei várias dicas sua para montar meu roteiro e planejamento.
    Bjos

    Reply 
  • Maria Carolina Faria Alberghini julho 29, 2018 05.42 pm

    Oi!
    Gostaria de saber onde comer uma boa Torta de Cuatro Leches e os Chilenitos.
    No Pátio Bellavista…o que vc indica?
    Obrigada!

    Reply 
  • Gigliane Rodrigues julho 28, 2018 10.42 am

    Bom em minha segunda viagem ao Chile passei 1 mês, fiquei em apartamento, cozinhava para minha prima que tinha dificuldade com as comidas, levei café e sempre iamos ao Fukai comer sushi, conseguimos comer bem sem gastar muito e ainda conheci a Rosi no aeroporto

    Reply 
  • Marcos Cesar Calil julho 27, 2018 11.27 pm

    Voltei do Chile esta semana, e comer lá é caro sim. Não dá pra passar a custa de empanadas assim como não vivemos de coxinhas por aqui ( que por sinal são melhores e custam metade do preço ). Os preços são escorchantes, gastei R$ 350,00 para comer pizza com minha esposa e filha, valor este que nunca chegaria nem próximo do que gastaria na melhor pizzaria de Sao Paulo ( e que é longe muito melhor ). Qualquer chopp meia boca em Santiago custa R$ 21,00, e não é na balada não, em qualquer lugar.

    Reply 
  • João Carlos julho 27, 2018 09.38 pm

    Comer em Santiago é mais ou menos 20% mais barato do que em Sao Paulo… mas como em Sao Paulo é mais caro que no resto do pais…
    Conheco bem o Chile… entao posso opinar.

    Reply 
    • Ricardo agosto 10, 2018 03.00 pm

      Acho que é justamente o contrário. Comer em Santiago é 20% mais caro que em São Paulo.

      Reply 
  • Larissa julho 26, 2018 07.04 pm

    Olá, Rose!
    Irei ao Chile em agosto e gostaria de saber como funciona para levar comidas do Brasil (como vc sugeriu o café por ex), como funciona na imigração? Eu até gostaria de levar mais coisas pois tenho um “estômago fraco”. Dê dicas sobre isso! Aguardo, responda!! Rs beijo

    Reply 
  • Rinildo Souza julho 26, 2018 06.23 pm

    Olá, amei a cidade de Santiago, me programei para a viagem e aproveitei tudo mas realmente é caro comer no Chile.
    #ficaadica

    Reply 
  • Anamaria julho 26, 2018 04.30 pm

    Oiee!!! É a segunda vez que venho ao Chile (sempre seguindo suas dicas e recomendando seu blog para os amigos), realmente a comida pesa no orçamento, mas, por acaso,
    estou em uma lanchonete na Providência, Schopdog, e achei o cardápio bem interessante e com excelentes preços. Lomo a lo pobre- 5990,00 e muitos outros nessa faixa de preço. Parabéns pelo excelente trabalho e obrigada pelas dicas.

    Reply 
    • Rosi Guimarães julho 27, 2018 11.45 am

      Oi Anamaria,
      Ótima dica! Obrigada

      Reply 
  • Mônica Bueno julho 26, 2018 04.09 pm

    Seguimos a sua dica e tivemos um jantar maravilhoso no Barrica 94 ,no Pátio Bella Vista. Fomos bem atendidos pelo Rafael, uma garçom brasileiro. Ficamos tão satisfeitos com o prato que não conseguimos nem pedir a sobremesa. Pedimos salmão com acompanhamento e uma garrafa de vinho. O jantar ficou em 42.000 pesos. Valeu muito a pena.
    A minha frustação e não ter ido ao Baco. Em breve volto para Santiago.

    Reply 
    • Rosi Guimarães julho 27, 2018 11.38 am

      Oi Mônica,
      que bom, fico muito feliz que tenha gostado. Vai ter que voltar só para ir no Baco.
      Beijo!

      Reply 
  • Ana julho 26, 2018 02.48 pm

    Adorei as dicas. Só preciso aprender os nomes das comidas e carnes.

    Reply 
  • Francely Cristina Feminino Castro julho 26, 2018 02.33 pm

    Meu maior problema no Chile é a comida.Para o meu paladar, é ruim e insossa.Claro, sou mineira, acostumada com nosso tempero (que não agrada a quem prefere comida “mais leve”.)
    Nosso hábito de comer arroz e feijão e ter uma comida mais equilibrada, faz com que a comida chilena seja enjoativa.Tive que recorrer a lanches o tempo todo.Brinquei com minha família que ficarei 1 mês sem ver pão e macarrão…e por um ano sem ver hambúrgueres e pizzas!
    E realmente, nossa moeda anda bem desvalorizada!..A comida chilena além de tudo é cara! Na minha opinião, a foto é sempre mais bonita do que vem no prato.(ok…isso é quase regra geral!), mas frequentei restaurantes bem indicados e não me agradou.(nem a minha família)
    Ah!Fomos ao Baco (No bairro que ficamos hospedados – Providencia) e a experiência com atendimento não foi legal…Talvez seja o jeito do chileno em ser anfitrião.
    Bem, por ultimo, agradeço por todas as dicas do seu blog!
    Nos ajudou muito!
    Forte abraco!

    Reply 
    • Giuliana julho 27, 2018 08.18 am

      Concordo! Comemos muito melhor e mais barato em Buenos Aires (fomos para BA direto depois de Santiago). Não gostamos do tempero das empanadas de carne, também não gostamos muito das comidas chilenas… As comidas que mais gostamos foram em um restaurante italiano (squadritto Ristorante) e bistrô frances (le fournil no pátio Bella vista), além do muffin de mirtilo (arandano) e dos chilenos da padaria San camilo. E sem ser fastfood, no geral pagamos mais de 10000 por pessoa para janta. Talvez tenha sido porque ficamos na lastarria e não queríamos ir muito longe para jantar. Almoço consegue mais barato, especialmente com os menus do dia mesmo. Mas concordo com você, a culinária não foi o ponto alto da viagem pra mim.

      Reply 
  • GRAZIELA ALMEIDA julho 26, 2018 02.16 pm

    Ótimas dicas… ja estou anotando tudo kkkkk!!

    Reply 

Gostou? Deixe aqui seu comentário

RESERVAS

A AUTORA

Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e especialista em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!

TEMPERATURA

Santiago - Chile
15°
Weather from OpenWeatherMap