Viu Manent: a vinícola queridinha do Valle de Colchagua

por Rosi Guimarães

Na língua indígena, Colchagua significa vale de pequenas lagoas. A palavra acabou batizando o nome de uma província na região de O’Higgins e um vale vitivinicultor: o Valle de Colchagua.

Na época da independência do Chile, as famílias mais tradicionais do país compraram terras neste lugar e construíram lindas fazendas com mansões históricas que se tornaram adegas onde se produzem vinhos premiados, com projeção internacional. Conhecer Colchagua é um passeio imperdível para os amantes de um bom vinho.

Já havia visitado a Viu Manent com a família em 2015 e voltei agora porque já estava passando da hora de atualizar as informações e as fotos.

Como é o tour na Vinícola Viu Manent, Valle de Colchagua – Chile

Viu Manent é uma vinícola familiar fundada em 1935. O tour começou na área interna com o guia contando um pouco dessa história. Em 1993, foi a primeira a produzir e etiquetar um Malbec chileno e essa uva é a especialidade da casa. Do total da produção, 85% é exportada para 45 países. O vinho ícone é o Viu 1, uma homenagem ao fundador da vinícola.

Em seguida, fomos para a área externa e o guia mostrou o jardim de variedades. E você vai me perguntar: “Rosi, o que tem de diferente nessa vinícola para ela ser a queridinha?” É que o passeio para conhecer os vinhedos é feito em lindas charretes. É bastante agradável escutar as explicações do guia enquanto passeamos pelas plantações. Para quem viaja com criança, esse é um diferencial.

Curiosidade: O consumo per capita de vinho no Chile é de quinze litros por ano. Muito pouco, apesar de ser o sexto maior produtor do mundo. Para se ter uma ideia, Portugal é o país com maior consumo de vinho. Em média, cada habitante consome 54 litros por ano (informação do guia).

Depois, fomos conhecer as bodegas, onde degustamos o primeiro vinho. Ele foi servido direto de um tanque de inox, ideal para controlar a temperatura durante a fabricação e com capacidade de 6.000 litros.

Passamos pelas barricas de concreto e, por último, pelas de madeira, mais tradicionais e onde ficam guardados os vinhos ícones por três anos. O guia explicou todo o processo de produção.

Degustação na Vinícola Viu Manent

Após essa parte, voltamos de charrete para a sala de degustação. Hora de experimentar os outros vinhos: Merlot 2017, Carménère Reserva 2017, Cabernet Sauvignon Gran Reserva 2017 e o Malbec 2016. No total foram degustados cinco vinhos.

A vinícola conta com um restaurante, o Rayuela Wine & Grill. Não almoçamos lá dessa vez, mas vou contar nossa opinião quando o conhecemos na visita anterior.

O restaurante Rayuela Wine & Grill

Com uma linda vista para os vinhedos e para o Valle de Apalta, o restaurante da vinícola é excelente. Vale reservar uma mesa e se deliciar com a comida acompanhada por bons vinhos.

Estava um dia lindo e com sol e pudemos desfrutar da vista. Sentamos na parte externa do restaurante, debaixo das parreiras. E detalhe: nem precisamos de sobremesa.

A especialidade do Rayuela são os grelhados: carnes, pescados e cordeiros.

Abaixo a nossa fotinha de quando estivemos na vinícola em 2015 e almoçamos no Rayuela

Olha eles aí esperando o almoço.

É importante saber:

Aproveite para conhecer outras vinícolas da região, dá para visitar mais de uma por dia. Ao final deste post, vou deixar a relação das que já visitamos. Outra opção é combinar uma vinícola com o Museu de Colchagua. Leia o post aqui.

Melhor época para visitar:  entre novembro e março para ver o vinhedo verdinho. Lembrando que, entre março e abril, acontece a vindima (a colheita das uvas que é vendimia em espanhol) e você tem a possibilidade de participar da festa. Nessa época, as vinícolas oferecem atividades diferenciadas. Veja neste post. Mas… visitar uma vinícola é quase que uma obrigação para quem vem ao Chile então, vá em qualquer época do ano. O que muda é a paisagem, de acordo com as estações do ano.

Caso queira se hospedar em Santa Cruz como eu, aviso que fiz os passeios na região com a agência Colchagua Turismo Rural.

Viagem feita a convite da Sernatur O’Hoggins e o texto reflete minha opinião

Outros posts da região:

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

Posts Relacionados

26 comentários

Miguel Figueiredo 3 de abril de 2019 - 16:14

Ola qual o tour que vcs fizeram? Pensei no Icones, mas somom em 3 e ele é bem mais caro que o tour carruagem. Abçs, Miguel

Reply
Rosi Guimarães 8 de abril de 2019 - 10:26

Oi Miguel,
Fizemos o tour tradicional, o diferença do icone são os vinhos.
boa viagem!

Reply
Que tal uma viagem romântica pelo Valle de Colchagua, no Chile? 26 de março de 2018 - 12:21

[…] pelo vinhedo, a escolher o que você acha mais romântico. A Rosi conta sobre esse passeio aqui neste post. A minha experiência por lá foi um almoço no Restaurante Rayuela que tem um grande espaço ao ar […]

Reply
Como é o tour e a degustação na vinícola Lapostolle - Clos Apalta, Chile 14 de março de 2018 - 19:39

[…] o dia e conheça outra vinícola no Valle de Colchagua. Tem a Viu Manent que tem um tour delicioso de charrete, ideal para quem viaja com crianças, elas adoram. Nessa […]

Reply
É Primavera. O que fazer em Santiago do Chile? - Nós no Chile 25 de setembro de 2017 - 08:51

[…] chileno, acho que esse Valle é imperdível. Nós adoramos, eu e meu marido somos fans. Aqui tem a Viu Monent, a Casa Silva e outras que ainda vamos conhecer. Só não vale ir embora do Chile sem conhecer […]

Reply
Vai viajar para o Chile? Tudo que você precisa saber! 27 de junho de 2017 - 09:34

[…] As que estão em valles mais distantes: Errazuriz, Tarapacá, Viu Manent […]

Reply
Vendimia em Colchagua: O gostinho de colher e pisar as uvas! 12 de março de 2017 - 11:43

[…] Colchagua, já visitamos também a Viu Manent. E no Valle de Lolol, que é pertinho, tem a orgânica François […]

Reply
Vinhos Chilenos - Qual levar para o Brasil e onde comprar 27 de fevereiro de 2017 - 21:41

[…] Silva,  Cousino Macul, Casas del Bosque e  Emiliana, El Principal,  Santa Carolina, Matetic, Viu Manent (clique em cada uma para acessar o post da nossa visita). Visitar vinícolas é um dos meus […]

Reply
Foi ao Chile. Conte pra gente: Viagem da Cinara e do Leonardo 22 de fevereiro de 2017 - 21:15

[…] às 05:30 e fomos ao terminal Sur embarcar com destino à Santa Cruz pois tínhamos uma reserva na Vinícola Viu Manent. O ônibus saiu às 06:10 e às 09:00 chegamos no povoado de Santa Cruz. Como o terminal rodoviário […]

Reply
Foi ao Chile. Conte pra gente: Uma viagem dos sonhos 22 de fevereiro de 2017 - 21:11

[…] o almoço, chegou a hora do passeio a vinícola Viu Manent. Fizemos um tour  com passeio de charrete com lindos cavalos, conhecemos um pouco de como é a […]

Reply
Chile: Dia Nacional do Vinho com atividades grátis em todo país 22 de fevereiro de 2017 - 21:00

[…] passar até dois dias na região e conhecer várias vinícolas. Na região, nós já conhecemos a Viu Manent e a Casa Silva, mas tem muitas outras. Confira a programação e participe dos eventos porque vale […]

Reply
18 e 19 de setembro de 2016: O que funciona no Chile? - Nós no Chile 13 de setembro de 2016 - 17:24

[…] Viu Manent: Abre suas portas nos dias 17, 18 y 19 de setembro com atividades para celebrar as Fiestas Patrias; […]

Reply
7 razões para você conhecer o Chile 17 de agosto de 2016 - 11:21

[…]  especializada na produção de vinhos brancos. E no Valle do Colchagua a Casa Silva e a Viu Manent, com vinhos de altíssima qualidade. Todas  tem visitas guiadas e se você quiser saber mais é […]

Reply
Flavia 23 de julho de 2016 - 18:49

Olá, Rosi
Adoro as dicas do seu blog. Estou com reserva para almoçar no restaurante da vinícola Viu Manent e gostaria de saber se você tem o cardápio ou sabe a média de preço de uma refeição completa???
Obrigada e parabéns pelos blog.
Abraços
Flávia.

Reply
Rosi Guimarães 25 de julho de 2016 - 10:45

Oi Flávia,
Não tenho o cardápio, mas um almoço com vinho e sobremesa para um casal deve sair em torno de 50.000 (R$250,00).
Um abraço e aproveitem! Depois volte aqui para contar como foi.

Reply
Passeio de trem pela rota do vinho chileno 21 de abril de 2016 - 09:33

[…] Valle de Colchagua já visitamos: Casa Silva e Viu Manent. E já participamos da Festa da Vendimia de Colchagua, veja o post […]

Reply
Edite 16 de abril de 2016 - 14:37

Olá Rosi, irei a Santiago em um passeio de 6 dias e meu namorado quer muito andar de trem. E achei o site trencentral.cl, um passeio Tren Saboes Del Valle, e outro Tren Sabores Del Maule, sendo que um deles deve ter no sábado dia 14 de maio, quando estaremos em Santiago. Você acha que é um passeio que vale a pena? Muito obrigada! Edite

Reply
Rosi Guimarães 17 de abril de 2016 - 22:23

Edite
Fiz esse passeio ontem e já estou preparando um post com todas as informações. Publiquei várias fotos na nossa página do facebook, confere lá: https://www.facebook.com/nosnochile/
Abraço!

Reply
Roteiro completo para 7 dias de viagem para o Chile 10 de abril de 2016 - 19:26

[…] de Casablanca tem a Casas del Bosque e a Emiliana, no Valle do Colchagua tem a Casa Silva e a Viu Manent. Várias empresas de turismo fazem esses passeios, sugiro consultar o TripAdvisor para não entrar […]

Reply
Vendimia: festa da colheita da uva no Chile 11 de março de 2016 - 11:34

[…] Clique aqui para ler o post da nossa visita na Vinícola Viu Manent; […]

Reply
7 dias em Santiago do Chile - Roteiro Completo - Nós no Chile 23 de fevereiro de 2016 - 12:16

[…] de Casablanca tem a Casas del Bosque e a Emiliana, no Valle do Colchagua tem a Casa Silva e a Viu Manent. Várias empresas de turismo fazem esses passeios, sugiro consultar o TripAdvisor para não entrar […]

Reply
Vinícola Santa Carolina: Como chegar por conta - Nós no Chile 15 de fevereiro de 2016 - 09:41

[…] que já visitamos, eles gostaram da Casas del Bosque –  que passamos um dia maravilhoso, da Viu Manent – que tem um passeio de charrete bem diferente e da Emiliana – que fizemos um […]

Reply
8 atrações imperdíveis em Santiago do Chile - Nós no Chile 2 de fevereiro de 2016 - 17:43

[…] del Bosque e Emiliana, as duas no Valle de Casablanca e no Valle de Colchagua conhecemos a linda Viu Manent e a Casa Silva. Todas visitadas pelo blog Nós no Chile, é só clicar sobre cada uma para saber […]

Reply
Tania 26 de dezembro de 2015 - 14:25

Oi, Rosi. Viajo a Santiago e quero levar meus filhos para conhecer uma vinícola. Mas eles são muito pequenos… 3 e 4 anos. Quanto tempo dura o tour? Bjs.

Reply
Rosi Guimarães 13 de janeiro de 2016 - 11:12

Oi Tania,
o tour dura cerca de uma hora, mas eles vão gostar do passeio de charrete e a maioria do tour é ao ar livre, então é bem tranquilo. Tem a vinícola casas del Bosque também que é linda e o tour é bem rapidinho, uns 40 minutos.
Beijos!

Reply
Pucón no Sul do Chile: nossa viagem saindo de Santiago - Nós no Chile 30 de julho de 2015 - 15:29

[…] lembrando que quem estiver no volante não pode fazer degustação. Nessa região já conhecemos a Viu Manent e a Casa Silva. As duas são lindas. Na região tem opção de hospedagem, veja […]

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário