aeroporto Santiago do Chile Imigração

Chegando em Santiago do Chile: Como é o processo de imigração

Nós acabamos de voltar do Brasil e passando mais uma vez pela imigração chilena me dei conta de que nunca contei aqui no blog como é esse processo. A nossa entrada no país é diferente da de vocês turistas, pois somos residentes. Mas vou contar em detalhes como é o processo de imigração para turistas. É bem tranquilo e vou explicar com detalhes para não ficar nenhuma dúvida.

O procedimento começa já dentro do avião quando a aeromoça te pergunta se o seu destino final é o Chile e te entrega um formulário para preencher:

20180105_170743

É uma declaração jurada que deve ser preenchida por todo passageiro maior de 18 anos que ingressa no país.

  1. Identificação: seus dados pessoais (atenção: apellido é o seu sobrenome), tipo e número do seu documento de viagem(passaporte ou identidade), aeroporto (se você chegar em Santiago do Chile em avião vai desembarcar no aeroporto internacional Arturo Merino Benitez);
  2. Serviço Nacional de Aduana: você precisa declarar se estiver trazendo uma quantidade  superior ao permitido ou que configura comercialização de eletrônicos, como câmaras fotográficas, telefones celulares, tablet, etc. (os detalhes e quantidades permitidos podem ser conferidos no verso do formulário).
  3. Serviço Agrícola: Também muito importante. Essa fiscalização é rigorosa, o principal objetivo é evitar a entrada de qualquer tipo de praga, a intenção é proteger a saúde agrícola, florestal e animal do país.  Por isso toda pessoa maior de 18 anos deve declarar todo produto de origem animal, vegetal que está trazendo na bagagem. Meu conselho é: preencha o formulário no avião para ganhar tempo e agilizar seu processo imigratório no aeroporto. Se estiver viajando com menores de 18 anos, como foi meu caso, eles entram na sua declaração, não precisa preencher um formulário exclusivo para eles, no seu formulário tem a opção de declarar que viaja com menores.

Imigração no Chile

Já quase chegando em Santiago, faltando uns 40 minutos de voo, não esqueça de olhar pela janela para apreciar a beleza da cordilheira dos Andes. Não se preocupe os comissários de bordo irão dar o aviso de que chegou a hora de passar pela cordilheira.

O próximo passo é no aeroporto. Hora de passar na PDI – Policia de Investigaciones de Chile. A sua fila será a de turistas, geralmente é grande, mas anda bem rapidinho. Nesse momento você vai apresentar seu documento de viagem (passaporte ou identidade) e o bilhete do seu voo. Pode acontecer do agente te fazer algumas perguntas, como: quando tempo vai ficar no Chile, qual é o seu hotel, mas isso nem sempre acontece. Se apresentou o seu passaporte ele será carimbado com a data da sua entrada no país. O agente vai fazer o processo e te entregar uma autorização de permanência no país – TARJETA UNICA MIGRATORIA.

Imigração Chile

Importante: Guarde com todo amor e carinho esse papelzinho. Você vai precisar dele para sair do país. Ahhh!! Rosi, perdi minha tarjeta unica migratoria. O que fazer? Não se preocupe, quando for passar na PDI, no aeroporto, no dia de ir embora é possível imprimir outro papelzinho desse. Para facilitar sua vida é melhor guardá-lo e evitar pegar mais filas no aeroporto.

Passou pela PDI? Você vai entrar por dentro do free shop e vai para a esteira retirar suas bagagens. Sempre tem monitores de TV indicando o número dos voos nas esteiras. Assim fica mais fácil saber onde estão suas malas.

Dica: Não venha com muitas expectativas com relação ao aeroporto de Santiago, ele não é tão grande e na minha opinião, bastante bagunçado, mas já está em reforma e prometem um novo e lindo aeroporto para 2020. Não se assuste se encontrar cães farejadores nas esteiras, é uma prática comum aqui no Chile.

Malas em mãos, momento de passar pelo SAG – Servicio Agrícola y Ganadero. É onde os agentes irão te pedir o formulário que você recebeu e preencheu dentro do avião. Se declarou que está trazendo produtos de origem animal ou vegetal o agente vai te perguntas que produtos são e pode te pedir para abrir a mala, como aconteceu com a gente. Trouxemos café, farinha de mandioca, polvilho (vocês sabem, mineiro não fica sem pão de queijo) e alguns biscoitos que os filhos gostam e eu não encontro aqui no Chile. Eu já estava com o formulário preenchido e havia declarado os produtos, então foi super tranquilo.

Dica importante: Está em dúvida com relação aos produtos? Declara! Para mais informações, leia esse post: Recomendações para viajar para o Chile

Imagens: SAG – Serviço Agrícola e Ganadero

Nós sempre trazemos produtos do Brasil e sempre declaramos. Se declarou e está com algum produto que é proibido entrar no país, como mel, queijo, feijão, eles tiram e pronto! Se está com o produto e não declarou vai ter que se explicar e poderá ser multado. Leia mais aqui.

Foi liberado(a)? Pronto. Seja muito bem-vindo(a) ao Chile. Na porta de saída você será abordado(a) por vários taxistas te oferecendo transporte. Não aceite. O melhor é você ir nos guichês das empresas credenciadas, eles ficam na parte de dentro do aeroporto, antes mesmo de você sair com as malas você vai vê-los. Tem a Transvip, Delfos e Taxi Oficial, mas só é realmente oficial as empresas que tem os estandes, o resto é furada. Fuja deles!

Planeje sua viagem com a gente!

Fazendo suas reservas aqui pelos links do blog você não paga nada a mais por isso, e ainda ajuda na manutenção da nossa página. Nossos parceiros foram escolhidos a dedo. Então não custa nada ajudar a gente.

 

Artigos Relacionados

About the Author

Rosi Guimarães
Author with 246 posts
More about Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e pós-graduada em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!
- Facebook: nosnochile
- Twitter: @nosnochile
- Instagram:@blognosnochile
- snap: blognosnochile

15 Comments

  • Felipe Augusto fevereiro 02, 2018 11.10 pm

    Olá Rosi, tudo bem?
    Antes de tudo queria te parabenizar pelo blog, e agradecer pelas informações. Eu vou viajar ao Chile no final de fevereiro, e além de Santiago, irei visitar Valparaíso e Puerto Montt – sendo que me deslocarei para esta última em um voo interno. Eu gostaria de saber se nesse caso é necessário informar às autoridades sobre esses deslocamentos internos, e como é o procedimento de migração para voos dentro do país.
    Abraço!

    Reply 
    • Rosi Guimarães fevereiro 07, 2018 02.21 pm

      Oi Felipe,
      Para viagens internas não necessita passar pelo processo de imigração, é voo nacional, tranquilo.
      Abraço e boa viagem!

      Reply 
  • Flavia fevereiro 02, 2018 06.01 am

    Bom dia, Rosi!
    Primeiramente obrigada pelo conteúdo do blog. Vamos para Santiago agora em Fevereiro e o conteúdo nos ajudou muito.
    Uma dúvida : tenho filho pequeno e pensei em levar comida preparada pra ele para os 1os dias. Vc sabe se É possível levar? Será que teria algum problema levar feijão pronto?

    Obrigada

    Reply 
  • Mariana fevereiro 01, 2018 01.51 pm

    Olá Rosi,
    Primeiramente, gostaria de parabenizá-la pelo blog! Adoro os posts e são todos muito esclarecedores.
    Vou para o Chile no início de março para estudar em Valdivia.
    O tempo entre a chegada no aeroporto de Santiago e o horário do voo para Valdivia é muito pequeno. Você saberia me informar se corro risco de ficar muito tempo na fila da imigração e acabar perdendo o meu voo?
    Obrigada.

    Reply 
  • Paulo Cesar Machia Alberto janeiro 30, 2018 09.07 am

    Bom dia Rosi!

    Adorei esse site que você fez, eu e minha Noiva fizemos vários passeios extraídos desse site.Nós conseguimos planejar uma viagem encantadora, construtiva e econômica toda baseada nesse blog incrível. O bairro ” Providencia” onde ficamos é sensacional foi o que você indica aqui no site.

    Parabéns!!!!

    Reply 
  • juliana Silva janeiro 29, 2018 10.29 pm

    Adoro seus posts, muito esclarecedor! A farinha de mandioca é a famosa tapioca (do nordeste)? tô querendo levar na minha bagagem mas tô com medo, se declarar da certo né?

    obggg !

    Reply 
  • Dênis Lopes janeiro 29, 2018 02.51 pm

    Olá!
    Primeiramente parabéns pelas postagens e pelo blog. Vou para o Chile só em Outubro, mas já estou acompanhando tudo que é postado por aqui.
    – Qual seria o melhor lado do avião para avistar a cordilheira na ida?
    – A van compartilhada é um bom meio para ir do aero p/ o centro no mês de outubro?
    – Se no PDI o agente me perguntar a respeito do hotel e eu for ficar pelo Airbnb, como devo responder?

    Reply 
  • A vacina da febre amarela é obrigatória para entrar no Chile?
    29 de janeiro de 2018 - 11:06

  • Anderson janeiro 23, 2018 10.13 am

    Olá, Rosi. Tudo bem?

    Viajo dia 05/02 para o Chile em Lua de Mel, chego em Santiago mas sigo primeiro para Puerto Montt, como funciona a conexão no aeroporto? Preciso pegar a mala para depois despachá-la? E depois volto para Santiago, para ficar uma semana, também é tranquila a ida de Puerto Montt para lá? Estou com essa dúvida e não acho em lugar algum a resposta.

    Reply 
  • Lucas janeiro 20, 2018 01.24 pm

    Bom dia, estou indo ao chile com minha familia dia 05/06 e ficaremos ate o dia 12, gostariamos de conhecer farellones ja que não temos interesse em esquiar, sei que vocês não tem como adivinhar mas nesse periodo acha que ja teria neve por la?.

    E muito obrigado pelo blog, esta sendo muito util para nós

    Reply 
  • Guilherme Lunelli janeiro 19, 2018 03.20 pm

    Olá Rosi,

    Só gostaria de passar aqui para lhe agradecer imensamente pelo seu blog. Eu e minha irmã estamos indo para santiago no dia 25/01, por 10 dias, e ambos estamos profundamente gratos por todo o seu conteúdo, este muito informativo, atualizado, didático, de qualidade e também pela sua dedicação para manter o blog. Sem dúvidas o melhor da internet neste assunto.
    Nós conseguimos planejar uma viagem encantadora, construtiva e econômica toda baseada nesse blog incrível. Seria até errado não mandar um agradecimento, diante de tanto auxílio que nos foi prestado.

    Reply 
  • Thalita janeiro 18, 2018 06.32 am

    Obrigada pela informação! Infelizmente irei para o Chile a noite, não vou conseguir ver a Cordilheira. Buaaa!

    Reply 
    • Rosi Guimarães janeiro 18, 2018 09.05 am

      Oi Thalita,
      De nada. A volta também será a noite?
      Abraço!

      Reply 
  • Tatiana Rosa janeiro 17, 2018 02.03 pm

    Oi Rosi.
    Já estive no Chile uma vez e cheguei de avião, mas agora pretendo chegar via terrestre, saindo da Argentina.
    Iremos de ônibus de linha, normal.
    Neste caso, sabe como é o processo de imigração?
    Meu palpite é que seja bem parecido com o de avião, mas daí no caso, paramos na fronteira para entregar o papel e pegar a Tarjeta Única.
    Adoro suas dicas e tô doida pra chegar no Chile e segui-las!

    Reply 
    • Rosi Guimarães janeiro 18, 2018 09.10 am

      Oi Tatiana,
      Eu acredito que o processo seja o mesmo sim, ainda não viajei de carro, então não tenho a informação exata para te passar, mas volte aqui para contar pra gente como foi, assim posso complementar o post.
      Um abraço!

      Reply 

Gostou? Deixe aqui seu comentário

A AUTORA

Rosi Guimarães

Sou Rosi Guimarães, mineira de Belo Horizonte, casada com Flávio e mãe do Arthur e da Yasmim. Moramos no Chile desde 2014. Relações Públicas e especialista em cerimonial e organização de eventos. Deixamos uma vida bem estruturada em Belo Horizonte e cá estamos: NÓS NO CHILE!

Rentcars - Nós no Chile
10% de desconto - Brazilian Travel Card

TEMPERATURA

Santiago - Chile
24°
Weather from OpenWeatherMap