Chile: roteiro completo do que fazer em Viña del Mar

Localizada a 120 km de Santiago em direção à costa do Chile, Viña del Mar é uma cidade muito visitada por turistas de todo o mundo. Em 1h50 de viagem é possível ter uma linda vista do Oceano Pacífico e descobrir um pouco sobre a cidade das flores.

É um destino que as agências de viagem oferecem de bate e volta – passando também por Valparaíso, que fica ao lado. Viña del Mar é também o refúgio litorâneo dos santiaguinos durante o verão. Um exemplo é a Praia de Reñaca, que fica lotada de dezembro a fevereiro – época das férias escolares por aqui.

Se você vai só para passar o dia, recomendo ir com uma das agências de minha confiança, para dar tempo de conhecer as duas cidades e também evitar o estresse de ter estacionar o carro o tempo todo. Um alerta para quem prefere ir de carro alugado é que são comuns furtos e arrombamentos. Isso porque aqui no Chile os carros têm uma identificação da empresa em que foram alugados.

Continue a ler e descubra um pouco mais sobre a cidade.

Principais pontos turísticos de Viña del Mar

Reservar um dia da viagem é o suficiente para conhecer a região. Veja a seguir alguns dos pontos turísticos que você pode incluir no seu roteiro.

Relógio de Flores

Um dos principais pontos da cidade, foi inaugurado em 1962, quando o Chile era sede da Copa do Mundo. O jardim tem formato de relógio, com seus ponteiros que indicam a hora exata local. Sempre rodeado por flores, é um cartão-postal de Viña del Mar.

Mirador Jorge Alessandri

Localizado no Cerro Castillo, o mirador fica bem próximo do Relógio das Flores. Para chegar lá, você terá que subir uma escadaria ou ir de carro. Do alto, você terá uma visão linda de Viña del Mar

Museu Fonk

Criado em 1937, o Museu Fonck vale a visita. Entre as coleções abertas ao público estão a mostra da cultura Rapa Nui (da Ilha de Páscoa) e do Chile continental, com destaque para a cultura dos Mapuches (povos originários) e Austral (da Patagônia). Também uma sala dedicada às culturas andinas com cerâmica peruana onde está exposta uma amostra de cabeças jibarizadas do Equador.

A Ilha de Páscoa merece uma menção especial. A amostra exposta provém de objetos arqueológicos e etnográficos coletados durante sua vida pelo Sr. Fritz Felbermayer, cidadão austríaco residente em Valparaíso e grande benfeitor da Ilha de Páscoa. Após sua morte, foram incorporados ao Museu Fonck. Em 1951, o ganhou um Moai original, que atualmente se encontra num dos lados da sua fachada.

O segundo andar é dedicado a uma exposição de história natural, cujo objetivo é expor a fauna do ecossistema local, além de três salas que mostram o ecossistema marinho da costa de Valparaíso, animais da Cordilheira Costeira, do Vale Central e da Cordilheira dos Andes.

Todos os primeiros domingos do mês tem entrada liberada de 10h às 14h. Para mais informações, acesse o site do Museu Fonck, aqui.

 Parque Quinta Vergara

Um local com muito verde e lindos jardins para passear. Neste local ficava a casa do fundador de Viña del Mar, José Francisco Vergara. A família construiu o Palácio Vergara de estilo gótico veneziano em 1910 para substituir a mansão da família que desabou no terremoto de 1906.

Em 1941 a Câmara Municipal de Viña del Mar comprou o local, que passou a ser de uso público, enquanto o edifício foi destinado ao Museu e Escola de Belas Artes. 

Dentro do parque, você encontrará também um anfiteatro que ainda é palco de grandes eventos como o Festival Internacional de La Canción.

Saiba mais, aqui.

Cassino de Viña del Mar 

Se no Brasil os cassinos são proibidos, no Chile não! O Cassino de Viña del Mar é o mais antigo de todo o Chile e um dos principais pontos turísticos da cidade. São mais de 800 máquinas de jogos, espalhadas pelos três andares do edifício.

Localizado bem próximo à orla e com uma boa infraestrutura em seus arredores, o ambiente atrai muitos turistas pelos seus jogos e shows.

Para conhecer, clique aqui.


Castillo Wulff 

Um castelo histórico localizado em uma zona rochosa da cidade e com uma bela vista para o mar. Foi construído em 1906. Devido ao seu valor arquitetônico, histórico e cultural, foi declarado monumento histórico em 1995. Do alto do mirante que existe no local é possível ter uma vista linda do Oceano Pacífico e ver os lobos marinhos descansando nas rochas. 

No momento, está fechado para reforma (em novembro de 2023).

Praias: Reñaca e Concón

As praias de Reñaca e Concón estão entre os balneários de veraneio preferidos dos chilenos. Com pequenos prédios ao longo de toda a costa, ficam lotadas nos meses de dezembro a março. 

Para quem vai conhecer uma praia chilena pela primeira vez, a minha dica é para não ir pensando que vai se banhar como nas praias brasileiras. As águas do Pacífico são bem geladas.

Aqui no Chile não é comum os homens usarem sungas, mas sim bermudas. Não que seja proibido, é uma questão de costume mesmo. Logo, dificilmente você verá um chileno de sunga.

Além disso, é proibido tomar bebidas alcoólicas nas praias, aliás, não só nas praias, mas em locais públicos, como praças e parques. Então, meu povo, nada de caipirinha e cerveja. Por aqui só água e refrigerante.

Restaurantes em Viña del Mar

Se você quer sair do roteiro turistão eu recomendo esses dois restaurantes:

  • La Vinoteca: é um bar de vinhos com opções de almoço e jantar e também o lugar ideal para tomar e comprar vinhos para levar para o Brasil
  • Massamá: fui recentemente e gostei bastante. O lugar é agradável, oferece opcoes de massas e pratos, o preço é bom e atendimento cordial.

Dicas para o seu passeio em Viña del Mar

A seguir deixo algumas dicas para quem vai a um passeio de bate-volta:

  • Cuidado redobrado com os pertences.
  • Muita atenção com carro alugado na cidade, arrombamentos são comuns.
  • Levar sempre um casaco, nem que seja um corta-vento, pois costuma baixar a temperatura na manhã e final da tarde.
  • Leve uma mochila com protetor solar, creme para as mãos, hidratante labial e água.
  • Prefira o passeio com agências de confiança. Veja aqui as agências que eu recomendo para o passeio em Viña del Mar

Aproveita para ver o vídeo que eu fiz sobre as praias no Chile:

 

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao comentar você concorda com nossa Política de Privacidade