El Principal: Uma vinícola para viver a produção do vinho chileno

por Rosi Guimarães

[Atualizado em junho de 2018] Escondida no Valle de Maipo, aos pés da Cordilheira dos Andes na região de El Principal, está a vinícola de mesmo nome, ideal para quem quer conhecer um pouco mais sobre a produção do vinho chileno. Eu e meu marido Flávio tivemos a alegria de descobrir essa viña, chamada assim pelo Cacique Picunche Andetelmo, antigo proprietário da terra onde hoje se produz vinhos premiados.

Inaugurada em 1992 com o objetivo de produzir vinhos de alta qualidade, a vinícola tem uma pequena produção de 200 mil garrafas por ano (para se ter uma ideia, a Concha y Toro, a maior do Chile, produz 400 milhões). Justamente por ser um pouco menor, o tour é bem personalizado e é mais fácil conhecer seu processo.

Sua produção está dedicada a quatro rótulos: o ícone El principal, Memorias, Calicanto e Kiñe. Cada um tem uma mescla única, sendo a uva Cabernet Sauvignon a base dos três primeiros. Já o último, é produzido a partir da uva branca Verdejo, original da região de Rueda, na Espanha e pouco encontrada aqui no Chile. Atualmente, 95% da produção é exportada. A maior parte vai para o Brasil, o maior importador, e o restante para Europa, Asia e Estados Unidos.

Estivemos na vinícola em 2016 e, depois disso, voltamos outras vezes. Resolvi atualizar o post porque esta é uma das minhas vinícolas do coração.

O Tour

Quem acompanha é a brasileira Alexandra – responsável pela área de turismo da vinícola, apaixonada pelo mundo do vinho. Ela consegue passar a emoção quando fala sobre isso, o que faz toda diferença.

Ela começa contando um pouco da história da vinícola.  Neste local, entramos em um jipe para ir até a parte mais alta dos vinhedos, onde se tem uma explicação completa sobre terroir, origem, tipos de solo e uvas. Se estiver no período de safra, pode-se prová-las e perceber as diferenças entre uma Carmenere e uma Syrah.

Em seguida, é hora de percorrer a bodega e a sala de guarda de garrafas para conhecer mais sobre o processo de produção e o armazenamento dos vinhos.

E, por último, a melhor parte: hora da degustação! Eu, como uma apaixonada pelos vinhos da El principal, gosto de todos. Essa parte depende do tipo de tour que você escolher.

É nesse ambiente maravilhoso que os tours são realizados. Também se oferece a opção de almoço Asado Campestre e a o Piquenique Principal. Já participei dos dois e recomendo. Tudo preparado com muito carinho. Comer um churrasco apreciando esta vista é inesquecível. Todo verão a gente quer reunir os amigos e ir para o famoso churrasco da El principal.

Embora esteja atualizando este post em junho, minha última visita foi em fevereiro de 2018.

Dica importante:

Para quem não abre mão de conhecer a Concha y Toro (tem post dela aqui), dá para visitar a maior do Chile e depois viver uma experiência única na El Principal. Elas não são tão próximas uma da outra, mas estão na mesma região e é fácil chegar.

Como chegar:

Metrô e táxi – Essa foi a nossa opção. Já que bebida e direção não combinam, deixamos o carro em casa.

  • Ir até a estação Tobalaba e pegar a linha 4 (azul). Descer na última estação (Plaza Puente Alto) e de lá é tomar o táxi para a vinícola. Atenção: como ela não é muito conhecida e a região tem o mesmo nome da vinícola, El Principal, pode ser que o taxista não saiba chegar, por isso, é importante estar com o endereço da vinícola em mãos.
  • Preço do táxi da estação Puente Alto do metrô até à vinícola: $ 12.000 (aproximadamente R$ 70)

Metrô e ônibus:

  • Ir até a estação Tobalaba e pegar a linha 4 (azul). Descer na última estação (Plaza Puente Alto) e de lá é tomar o ônibus n° 74 – El Principal. Este ônibus vai te deixar próximo à vinícola e aí é só caminhar até a portaria.

Tempo do trajeto

  • Do momento que você pega o metrô na estação Tobalaba – linha 4, uma média de 1 hora e 50 minutos o percurso.

Saindo da Concha y Toro para El Principal

  • Pegar o ônibus nº 74 na porta da Concha y Toro no sentido contrário do qual você chegou, ou seja, você vai continuar seguindo no sentido para dentro da região.

Tempo do trajeto

  • Da Concha Y Toro para a El Principal, aproximadamente 40 minutos.

Valor do tour: a partir de $ 29.000 pesos chilenos. Para mais informações, clique aqui. 

Fizemos o tour a convite da vinícola El principal e o post reflete minha opinião.

Texto revisado por Bárbara Mussili, criadora do blog Refúgio Ameno

Avisando que leu o post aqui no Nós no Chile, você vai ganhar um desconto! 

    Quer ganhar um Super Desconto nos tours que a El Principal oferece?

    Preencha o formulário abaixo para agendar seu passeio diretamente com a Vinícola! logo-el-principal

    Posts Relacionados

    17 comentários

    George Amorim 26 de agosto de 2018 - 15:23

    Olá Rosi , muito obrigado pelas dicas! A vinícola El Principal é realmente um espetáculo . Fizemos o tour com um excelente picnic,o lugar é uma pintura !
    A Alexandra nos atendeu muito bem por e-mail e a Natália foi uma excelente guia.
    Obrigado pela informações ,aproveitamos muito nessa viagem .
    Recomendamos a todos.

    Reply
    Pérez Cruz: uma vinícola para descobrir o segredo do vinho chileno 23 de abril de 2018 - 07:47

    […] Vinícola El Principal […]

    Reply
    Claudia 10 de abril de 2018 - 02:12

    Amamos a dica! Fomos conhecer a vinícola, após sua indicação aqui no blog e foi simplesmente fantástico! Optamos pelo pic nic e amamos, tanto pelo lugar, quanto pelos vinhos! Ainda foi ótimo que fizeram tour mesmo tendo somente meu marido e eu. Não podia ter sido melhor, obrigada pela dica!

    Reply
    Rosi Guimarães 12 de abril de 2018 - 12:11

    Oi Claudia,
    que bom que tenham gostado! Ficou muito feliz.
    Um beijo!

    Reply
    Fabiana Knolseisen 16 de janeiro de 2018 - 17:58

    Oi Rosi! Parabéns pelo blog: tem bastante informação e escrita de forma muito gostosa. Eu, que sou preguiçosa pra ler, já consultei vários dos seus posts pra montar minha viagem ao Chile. Também tenho um blog só sobre vinhos simplesvinho.com – pra você que curte o tema, é legal para aprender. Eu na verdade queria te perguntar sobre compras nas vinícolas. Reparei que em vários post você comenta que o vinho é 1/4 do preço no Brasil – mas é mais barato que em lojas de Santiago ? Obrigada e keep going!

    Reply
    Rosi Guimarães 18 de janeiro de 2018 - 09:54

    Oi Fabiana,
    Obrigada! O blog é feito com muito carinho. Entrei no seu blog, muito legal. Parabéns!!! Os vinhos em algumas vinícolas costumam ser mais baratos que em supermercados sim. Durante sua visita é importante ficar de olho no que estão oferecendo de promoções. Se quiser ter uma ideia para comparara é só entrar no site do supermercado Jumbo – http://www.jumbo.cl/FO/CategoryDisplay?cab=4012&int=5816&ter=-1
    Abraço e boa viagem!

    Reply
    Chile: Requinte e descanso a apenas 40 minutos de Santiago 25 de outubro de 2017 - 07:24

    […] No Las Majadas de Pirque você pode ir para almoçar e conhecer o parque, que em determinados horários tem visitas guiadas. Como eu já disse, eu e meu marido fomos para passar o final de semana e nosso programa incluía uma visita à Vinícola El Principal. Então acordamos no domingo, tomamos um café da manhã reforçado e saímos para a vinícola. Eu sou encantada com a El Principal, por isso sou até suspeita para falar dela. Já fui várias vezes e tem post aqui no blog. […]

    Reply
    Mariah 10 de setembro de 2017 - 10:34

    Olá Rosi
    em maio/18 eu e meu namorado iremos a Santiago e reservamos um dia para vinícolas Vale del Maipo. As que daremos preferência são Aquitania, El Principal e Undurraga. Como ele também que beber, descartei alugar um carro, mas agora estou em dúvida como planejar ir de uma vinícola a outra. É possível em um dia só? Teria alguma sugestão segura para me dar?
    Muito Obrigada
    Mariah

    Reply
    Isabel 24 de julho de 2017 - 10:02

    Tem restaurante da vinícola?

    Reply
    Alanna 16 de julho de 2017 - 22:29

    A volta é tranquila para quem não vai dirigindo? é fácil pegar transporte de volta à santiago?? Inclui queijos a degustação??

    Reply
    bruno 17 de julho de 2017 - 07:45

    Alanna, a volta é super tranquila. Fui em fevereiro e peguei o metrô (Linha 4) até a ultima estação chamada de Plaza de Puente Alto. Peguei um taxi até a vinícola e solicitei que aguardasse para retornarmos com ele. Salvo engano pagamos 10 mil pesos por tudo.

    Inclui degustação e harmonização.

    O vinho Calicanto estava mais barato que nos supermercados e valeu a compra.

    Reply
    5 vinícolas pertinho de Santiago para visitar por conta 7 de maio de 2017 - 18:52

    […] para os que querem fugir das tradicionais, deixo o post da vinícola El Principal, uma vinícola de pequenas produções para você viver o processo de produção do vinho chileno, […]

    Reply
    Bruno Guedes 19 de março de 2017 - 16:31

    Precisa fazer reserva com antecedencia? Entrei no site da vinicola, enviei email perguntando mas até o presente momento não obtive resposta!!

    Reply
    12 Vinhos de até 12 mil Pesos Chilenos 26 de fevereiro de 2017 - 12:38

    […] E como eu não poderia ficar sem dar meu pitaco. Minha recomendação é o vinho Calicanto, da vinícola El Principal. Fomos conhecer essa vinícola de pequena produção e ficamos encantados. Aqui você pode ver o post dessa vinícola. […]

    Reply
    Tour na Vinícola Haras de Pirque - Valle del Maipo - Nós no Chile 22 de fevereiro de 2017 - 20:52

    […] o melhor é escolher vinícolas menores e mais personalizadas. Aqui no blog já falei também da El Principal, que também é uma vinícola pequena e com tours […]

    Reply
    5 experiências diferentes em vinícolas chilenas - Nós no Chile 29 de setembro de 2016 - 17:28

    […] Leia o post completo sobre a vinícola El Principal aqui. […]

    Reply
    Vinhos Chilenos - Qual levar para o Brasil e onde comprar 31 de julho de 2016 - 19:44

    […] Rita,  Concha Y Toro, undurraga, Casa Silva,  Cousino Macul, Casas del Bosque e  Emiliana, El Principal,  Santa Carolina, Matetic, Viu Manent (clique em cada uma para acessar o post da nossa visita). […]

    Reply

    Gostou? Deixe aqui seu comentário