Conheci mais um restaurante aqui em Santiago que figura na lista dos 50 melhores do mundo, mas esse é totalmente fora do tradicional, continue lendo que eu vou te explicar o porquê.

Começando pela localização: longe da região de restaurantes de luxo de Santiago, o Pulperia Santa Elvira está localizado no bairro patrimonial Matta, em um casarão de 100 anos, que foi reformado e hoje é o espaço do chef Javier Avilés.

De cara já me chamou a atenção o nome, pois Pulperia para mim era derivado de pulpo (que é polvo em português), mas nada a ver. Chegando lá, eu e Flavinho, meu marido, fomos recebidos pelo chef Javier.

Logo já perguntei o motivo do nome do restaurante e ele explicou que “pulperias” eram os antigos mercados do Chile, como se fossem os nossos armazéns, e a decoração do lugar retrata bem isso.  

No restaurante eles vendem produtos artesanais de pequenos produtores locais. A esposa do chef, Florencia Velasco, é decoradora de todo o espaço e o restaurante foi planejado por ela.

A sensação que eu tive ao entrar lá foi de estar numa casa de avó, com tudo pensado nos mínimos detalhes. Vários ambientes são iluminados com velas, o que deixa o local bem aconchegante. 

 

Menu especial do Pulperia Santa Elvira

O chef Javier Avilés nos explicou a proposta do restaurante, que não tem menu degustação e conta com um cardápio bem curto composto de: quatro entradas, quatro pratos principais e três opções de sobremesa.

O cardápio muda a cada dois meses de acordo com a época do produtos. Todos os alimentos naturais são de produtores locais escolhidos a dedo. Essa seleção de fornecedores é feita pelo próprio chef, que busca trazer a Santiago produtos frescos do norte ao sul do Chile.

Para começar, pedimos um vinho de pequeno produtor, gosto sempre de provar algo novo e que nunca tinha tomado antes. Escolhemos um Carignan, da vinícola Escandálo Wines.

Gostei muito apesar dessa não ser minha cepa preferida, pois o carignan tradicional tende a ser difícil de tomar, mas como era um vinho natural e de pequeno produtor, a fruta era muito presente e um vinho muito agradável.

De entrada pedimos pratos diferentes para provar um pouco de tudo. Vale lembrar que eu e Flavinho não temos restrição a nenhum tipo de comida e estamos sempre abertos a provar algo novo, pois no restaurante Pulperia essa é a ideia: comer algo típico e diferente.

Então, pedimos umas casquinhas de maíz (milho) com palta (avocado) – $12.000 CLP – e um caldo de frutos do mar específicos do Chile – $13.000 – e eram realmente surpreendentes. O caldinho ideal para o frio que fazia nesta noite.

Na hora do prato principal, Flávio pediu a língua (já que é um carnívoro de mão cheia) – por $19.000 CLP – e eu escolhi o pernil – por $18.500 CLP. Tinha outras opções, como congrio (peixe) – por $20.000. 

A comida é bem saborosa, criativa e para a gente que já mora no Chile há 10 anos deu para recordar diversos lugares do Chile nos pratos. O pernil estava derretendo de macio, dava para partir de colher. 

O chef ainda trouxe um prato a mais para provarmos que foi preparado com cogumelos colhidos por pequenos produtores com um caldo e casquinhas de cacau amargo, uma combinação surpreendente. 

E de postre (sobremesa) fiz questão de pedir algo muito típico aqui no Chile e sempre tem nas casas das abuelas (vovós) que é o flan, parecido com o nosso pudim. Ainda veio acompanhado com uma bola de sorvete – simples e com um sabor incrível.  O cardápio do restaurante fica em quadro escrito a giz na parede.

Os 50 Melhores Restaurantes da América Latina revelam posições de 51 a 100 e o Pulperia Santa Elvira ficou no 70º lugar e vale muito a pena conhecer.

Mais informações:

  • Endereço: Calle Santa Elvira, 475 – Matta – Santiago
  • Horário: quarta das 19h às 23h30. Quinta, sexta e sábado, das 13h às 15h30 e das 19h às 23h30. Aos domingos das 13h às 16h. 
  • Instagram: @pulperia.santa.elvira

 

Outros restaurantes de Santiago na lista dos melhores:

Restaurante Boragó

Restaurante Yum Cha 

Restaurante La Mesa 

7 restaurantes do Chile que estão na lista dos melhores do mundo!