Onde comer no Chile: restaurante La mesa, do chef Alvaro Romero 

Vamos falar de lugares para comer no Chile?

Pois é, hoje conto para vocês sobre mais um restaurante em Santiago do Chile que vale colocar na sua lista para provar: o La Mesa, do chef chileno Alvaro Romero, que faz parte da Lista dos 50 Best Restaurant Discovery.

Localizado em Vitacura, o La Mesa chama a atenção de quem passa na rua, pois na entrada tem uma horta urbana e várias oliveiras.

A decoração é bem bonita e com uma área externa com muitas plantas, o que deixa o ambiente bem agradável. 

A ideia do chef Alvaro Romero é ter uma cozinha simples, porém refinada com base em produtos de origem local, pequenos produtores e comércio justo. Outra peculiaridade é que o restaurante é 100% elétrico e sustentável. Privilegia sabores simples e atrativos com preparação e com baixo impacto para o meio ambiente.

Achei bem interessante que eles estão inaugurando um bar de vinhos – o Masal, que vai contar com uma carta bem variada, com vinhos do Chile e de outras partes do mundo. Adorei ver a presença de pequenos produtores presentes na carta de vinhos.

O que comer no restaurante La Mesa

Eu e meu marido Flávio fomos no horário do almoço e tivemos a oportunidade de provar o ceviche de erizos ($14.000) e as vieiras grelhadas ($18.000), dois pratos bem deliciosos e aprovados por nós.

Os erizos fazem parte da culinária chilena, então minha sugestão é provar algo novo, que nunca comeu antes. 

Tem opções veganas também, o tartar de vegetais ( $11.000) e o nhoque de batata doce ($14.000), que também provamos e é uma excelente pedida.

Para os carnívoros tem lomo vetado ($20.000), quadril do cordeiro da Patagônia ($18.000) e outras opções.

Vale lembrar que na maioria dos restaurantes aqui do Chile você precisa pedir o acompanhamento separado, e o restaurante La Mesa oferece opções como: batatas fritas ($ 7.000), salada verde ($7.000) ou puré de papas ($7.000).

 

A carta de vinhos do restaurante La Mesa

Mais uma coisa que eu amei nesse restaurante: o vinho da casa, uma etiqueta exclusiva Leonera, do Vale de Itata, tem a opção de tinto que é uma mescla de País e Cinsault e o branco que é 100% Moscatel.

Os vinhos da casa você pode pedir pela a garrafa do tinto ou branco ($15.000). 

A carta de vinhos é bastante interessante e tem Sauvignon Blanc, Casas de Bucalemu ($20.000), além de tintos variados e tradicionais, cepas  como Garnacha, Cabernet Franc, vinhos italianos e outros.

Procure provar os mais diferentes, os pequenos produtores agradecem!

E para fechar com chave de ouro….

A sobremesa estava divina, uma mistura de pistache, laranja e sauco ($8.000). Quando chegou à mesa eu não dei muito valor, mas na hora que provei, não consegui parar de comer.

Num piscar de olhos a sobremesa acabou. Tinha um crocante de pistache com um sabor delicioso de laranja, não sei explicar bem, só sei que estava muito bom. 

A proposta do restaurante é fazer você se sentir em casa e querer voltar. A gente realmente ficou querendo voltar, ainda mais que agora estão inaugurando o bar de vinhos e sempre tem eventos interessantes, como noite de jazz. 

Acompanhe eles no Instagram para não perder nada e já anota essa minha recomendação que eu tenho certeza que você vai gostar.

Vai por mim!

 

Informações:

Alonso de Córdova 2767, Vitacura

Funciona de terça a sábado, das 13 às 23 horas

Instagram: https://www.instagram.com/lamesa_chile/

Para saber o valor em real é só pegar o valor em Peso Chileno e dividir por $190, cotação do dia da minha visita no restaurante.

Outros restaurantes que você vai gostar:

Yum Chá

Os restaurante chilenos na lista dos melhores do mundo

Boragó

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao comentar você concorda com nossa Política de Privacidade