5 locais para tomar vinho no Chile 

Onde tomar vinho  no Chile?

Pensou no Chile, pensou em vinho. Não tem jeito!

Se vai viajar para um país tão conhecido por sua produção vitivinícola, que tal conhecer lugares específicos para apreciar essa bebida?

Como diz o ditado chileno: si vino a Chile y no toma vino, para que vino? Então, bora tomar vinho!

Antes de tudo, quase todos os restaurantes de Santiago oferecem uma boa carta de vinhos com preços bem convidativos.

Às vezes, sai mais barato que cerveja.

Fazendo as contas: quando saio com meu marido, se escolhemos tomar cerveja ou chopp, cada um sai em média por $ 4.000 – Total: $ 8.000.

Então, se cada um toma 2 chopps, pagamos um total de $ 16.000, porém, com esse valor ou até menos já é possível tomar um bom vinho. Por isso, sempre optamos por esse.

No verão, os brancos, rosés e espumantes geladinhos são boas opções.

Já no inverno, os tintos Ensamblaje (blend), Cabernet Sauvignon, Syrah e Malbec são os nossos preferidos.

Em seguida, confira uma lista com 5 lugares para tomar vinho no Chile.

 

Opções de locais para tomar vinhos em Santiago do Chile

1. La Vinoteca

O bacana desse lugar e que vai te conquistar rapidinho é que você pode tomar vinho com o preço de loja.

Isso mesmo!

La Vinoteca, além de restaurante, é uma loja de vinhos. Então você entra, vai na prateleira escolher o vinho que quer tomar e vai pagar o valor da bebida na loja.

A primeira vez que fomos no La Vinoteca foi em Puerto Varas (sul do Chile).  Depois, fui conhecer o que fica em Vitacura  e tem uma unidade também em Providencia,  na Rua Manuel Montt.

Pela localização, gosto mais do que está em Vitacura.

O cardápio é bem variado, com opções como o tártaro de salmão, os ostiones a parmesana, o Ojo de bife, a merluza austral e muitos outros pratos.

Mas eu adoro mesmo é ficar provando as várias opções de entradinhas.

Agora, se vai para almoçar ou jantar, o ideal são os pratos.

Enfim, tem a opção de vinhos por taça à partir de $5.500 CLP (R$30) e os de garrafa você pode escolher na loja ou aceitar as sugestões do sommelier, que vem à sua mesa.

Onde: Nueva Costanera, 3955 – Vitacura

Média de valor por pessoa: $25.000 CLP (R$138)

Instagram: https://www.instagram.com/lavinotecacl/

Aqui você pode ter acesso ao cardápio do restaurante

2. Restaurante Baco Vino y Bistró

Você também pode  escolher o Baco Vino y Bistró para tomar um bom vinho no Chile.

O restaurante fica em Providencia e é um dos meus lugares preferidos. Trata-se de um restaurante tradicional, estilo bistrô, frequentado por chilenos.

Apesar de não ser sofisticado, preserva a formalidade e não permite o uso de chinelos ou bermudas. 

Sua carta de vinhos é variada e com preço justo. Há opções de garrafas ou taças, como a Una copa Baco, por favor, a escolha do dia do enólogo.

Ideal para quem quer provar mais de um vinho ou espumante. Sugiro um Pinot Noir Villard 2022 por $19.000 (R$100,00) ou se prefere um vinho mais encorpado, Dagaz Granito Estate – Cabernet Sauvignon 2019 por $24.000 (R$127).

Mas a carta é cheia de outras boas opções para quem quer tomar vinho no Chile.

Além de pratos deliciosos e acessíveis, oferecem água e não cobram gorjeta (10%).

Na decoração, as inúmeras vinícolas e seus rótulos espalhados pelo salão.

Por fim, o prato imperdível é o Confit de Canard e de sobremesa Tarte Tardín. Hummm! 

Onde: Nueva de Lyon, 113 – Providencia

Média de valor por pessoa: $ 30.000 

Instagram: https://www.instagram.com/bacovinobistro/

Aqui você tem acesso ao cardápio e carta de vinho do Baco

Eu falo mais do Baco aqui neste post dos melhores restaurantes de Santiago

3. Bocanáriz Wine Bar & Restaurant

Ótima opção no bairro Lastarria. A carta de vinhos é variada e dá a oportunidade de percorrer todos os sabores dos vinhos chilenos representados nos seus 13 vales vitivinícolas.

As opções variam entre as uvas menos conhecidas como Carignan e País, até as mais tradicionais como Cabernet Sauvignon e Carménère. 

Além disso, o bar oferece degustações temáticas chamadas de Vuelos Bocanáriz.

São 3 taças de vinhos de cepas diferentes, levadas à mesa com uma pequena explicação sobre cada uma.

Para os vinhos em garrafas, se quer degustar algo bem diferente e muito fresco, sugiro o Naranjo Maturana por $23.000 (R$120).

A comida também é sempre muito elogiada por todos. Logo, para quem gosta, vale a pena experimentar o ceviche ou o menu maridaje.

Ademais, o Bocanáriz Wine Bar & Restaurant conta com um salão privado para degustação e vale muito a pena reservá-lo se estiver em grupo.

Nós fizemos uma vez com amigos e foi muito bom, pois o sommelier explica tudo sobre o vinho e sugere a comida para combinar.

Na hora do almoço, é oferecido o menu del día, um valor fixo pela entrada, prato principal, sobremesa e uma taça de vinho por $ 12.900 (R$69).

Resumindo, um bom custo-benefício!

Onde: José Victorino Lastarria 276 – Lastarria

Média de valor por pessoa: $25.000

Instagram: https://www.instagram.com/bocanariz_lastarria/

Clica aqui para ter acesso ao cardápio do restaurante

4. Le Dix vins

Você também pode apreciar vinho em Santiago do Chile indo ao Le Dix vins, pois, além de um bar de vinhos é também uma loja especializada.

Além dos vinhos chilenos, os franceses tem um grande destaque. A especialidade casa são os produtos goumert franceses, principalmente os queijos.

Então, já recomendo provar os mais diferentes queijos franceses.

Na parte de vinhos o Odfjell – Orzada, 2020 – Carménère por $ 18.990 (R$100) pode ser uma excelente opção para provar a uva emblemática do Chile.

E o bacana do Le Dix Vins é que eles sempre fazem eventos gratuitos, como degustação de queijos, vinhos e champagnes, mas tem que reservar através deste site.

Onde: Avenida Vitacura, 2935

Média de preço por pessoa: $30.000 CLP

Instagram: https://www.instagram.com/lesdixvins/

Aqui você tem acesso ao cardápio e carta de vinhos do Le Dix.

 

5. Restaurante Rubaiyat

Também tem opção para quem deseja ter uma experiência mais sofisticada ao tomar vinho no Chile.

O restaurante Rubaiyat é bem bacanudo e ideal para os carnívoros, já que é especializado em carnes brasileiras.

Sabe aquela picanha ao ponto e muito saborosa? No Rubaiyat você vai encontrar. Inclusive em algumas épocas do ano é possível saborear uma deliciosa feijoada.

Mas não é só carne que você encontra no menu.

Também tem outras delícias como dadinho de tapioca, pão de queijo, torresmo e outras.

Lembrando que o cardápio vai variando de acordo com cada mês do ano.

Já a carta de vinhos é muito variada e pode ser vista aqui neste link.  

Vinhos por taça à partir de $5.500 CLP.

Em garrafas, tem opções como Limited Selection – Viña Montes | Leyda | 2021 por $19.900.

Além disso, tem também o Coastal Vineyard Brisas – Viña Leyda | Leyda 2021 por $20.000 e, se quer provar um vinho diferente e elaborado por brasileiros, eu recomendo Garnacha – The First Grenache Viña Atilio & Mochi | Casablanca | 2020, por $36.800

Dica boa:

O Rubaiyat, no horário do almoço oferece o menu executivo com entrada, prato principal e sobremesa por uma valor fixo de CLP$19.500 – R$118. Não inclui bebidas.

Onde: Nueva Costanera, 4031 Vitacura

Média de preço por pessoa: $40.000

Instagram: https://www.instagram.com/rubaiyat_chile/

Clica aqui para ter acesso ao cardápio e carta de vinhos desse restaurante.

Atenção: é importante fazer reserva para qualquer um dos locais. Consulte os sites para saber como reservar.

Minha dica: peça um vinho de uma uva diferente, que você nunca teve a oportunidade de provar antes. Experimente o novo, procure por pequenos produtores, vinhos orgânicos e naturais. Tenho certeza que você vai se surpreender!

Conversão de peso chileno para real feita com base a $185.

Quem gosta de um bom vinho e vem visitar o país quer levar para casa alguns vinhos chilenos para desfrutar depois da viagem, não é mesmo?

Por isso aqui tem uma lista dos 10 vinhos que vale a pena levar para o Brasil.

 

Quantos vinhos pode levar para o Brasil?

Essa é a pergunta de milhões. Brincadeiras à parte, sempre me perguntam isso por aqui e nas minhas redes sociais.

A boa notícia é que recentemente a Receita Federal brasileira aumentou o valor de importação de bebidas alcoólicas para turistas que viajam ao exterior.

Então anota aí!

Agora, você pode levar até U$1000 dólares e 12 litros de bebidas alcoólicas sem pagar taxas alfandegárias. Isso para quem chega ao Brasil por via aérea ou marítima.

Como cada garrafa de vinho tem normalmente 750ml, o limite de isenção é de até 16 garrafas.

Por outro lado, é importante lembrar dos limites do peso da bagagem e das regras para o embarque dos vinhos pela companhia aérea que você vai viajar para evitar surpresas.

Na Latam, por exemplo, “pode-se levar até 5 litros (170 oz) de bebida alcoólica de 1 litro (170 oz) na cabine ou bagageiro, desde que não ultrapasse 70º de teor alcoólico, e que as autoridades do local de origem não o proíbam”. Se tem escala em outro país a permissão de levar vinhos na bagagem de mão não é válida.

Assim, se você tem mais de cinco garrafas, terá que despachar as outras em sua mala.

Existem algumas opções de malas próprias para despachar garrafas.

Mas essa é a melhor maneira de levar os vinhos em segurança, no entanto, se você não conta com a proteção adequada, pode enrolar as garrafas individualmente em plástico bolha ou em peças de roupa.

Clica aqui para saber mais informações sobre levar vinhos para o Brasil.

Leia também:

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao comentar você concorda com nossa Política de Privacidade