Como eu larguei tudo em Belo Horizonte para vir morar no Chile

por Rosi Guimarães

Quase cinco anos de Chile. Muito tempo para quem veio morar apenas um.

Mas como tudo aconteceu? Como deixamos Belo Horizonte para vir morar no Chile?

Meu marido Flávio sempre trabalhou em projetos viajando pelo Brasil inteiro. Ele conhece todas as capitais do país. Eu o acompanhei em algumas: Rio de Janeiro, São Paulo, Fortaleza e Brasília. Mas nossa surpresa veio quando, no início de 2013, ele recebeu uma proposta para um projeto no Chile. Como era um ano apenas, decidimos que ele iria sozinho. Eu fiquei em Belo Horizonte com nossos filhos. Arthur tinha 12 anos e Yasmim, 8. Não foi um ano fácil. Eu trabalhava com organização de eventos. Sou Relações Públicas com especialização em cerimonial. Quem é da área sabe que o organizador é o primeiro a chegar e o último a sair do evento. Comigo não era diferente. Minha dificuldade era que eu tinha dois filhos me esperando em casa e um marido morando no Chile. Não tinha com quem dividir as tarefas já que minha mãe morava em outra cidade.
O dia a dia era bastante complicado, sem contar a dificuldade de conviver com a saudade. Flávio ia ao Brasil a cada três meses. Os filhos sentiam a falta dele e eu também. Foi realmente um ano complicado, mas nós vencemos! Sei que para o Flávio também não foi fácil morar em outro país sem a família.

Como foi nossa mudança para o Chile?

Foto: @sr_e_sra_photography

No final de 2013, Flávio recebeu a notícia de que seu contrato no Chile seria renovado por mais um ano. Então, decidimos ir todos. Era a oportunidade de estarmos juntos, já que nos anos anteriores o Flávio já trabalhava no Rio e eu, em BH.
Frio na barriga. Medo do novo. Outra língua. Outro país. Distância da família, mas a oportunidade de estar juntos nos enchia de esperança.
Passamos o mês de dezembro de 2013 planejando a mudança, preparando a documentação de transferência de colégio e eu pedindo as contas no meu trabalho. Será que estava fazendo a coisa certa? O medo de não saber se era a melhor decisão sempre rondava meu pensamento, mas a certeza de sermos felizes juntos era maior.
Em fevereiro de 2014, eu, Arthur e Yasmim desembarcamos em Santiago cheios de esperanças, sabendo pouco sobre o país e sem saber falar nada de espanhol. Um novo desafio.
Com o tempo fui vendo que a língua era a menor dificuldade. Apesar de termos sido bem recebidos pelos chilenos, a cultura era o que travava a gente toda hora. Sempre digo: viver em outro país é como viver de favor numa casa que não é a sua. Sempre ensinamos para nossos filhos: se no Brasil já fazíamos tudo certo, no Chile devemos fazer mais ainda, já que não é a nossa casa.
Me lembro dos nossos primeiros dias no Chile. Tudo era lindo e diferente. Observamos todos os detalhes e sempre fazíamos comparações. Esse foi um dos nossos erros na adaptação. Cada lugar é único e comparar não ajuda em nada.

Nosso primeiro inverno no Chile

O primeiro dia de aula dos filhos aqui no Chile

Um dos piores momentos foi conseguir colégios para os meninos. O ano letivo só começaria em março. Batemos de porta em porta e tudo fechado. O medo e ansiedade foi tomando conta da gente porque ainda não sabíamos onde estudariam, mas tínhamos esperança. Na última semana de fevereiro, conseguimos que um colégio aceitasse que eles fizessem a prova de seleção pois, no Chile, o processo seletivo acontece com um ano de antecedência. Eles passaram e definimos o colégio. Ufa!!! Um problema a menos? Inocentes… As dificuldades estavam só começando. Lista de material, uniformes formal e comum, livros, colégio integral, levar almoço… quanta novidade!
Nunca vou me esquecer o dia que saímos para comprar a lista de material. Não entendia nada, uma loja enorme, lotada e que não tinha ninguém para nos orientar. Não sabia nada de espanhol, nomes totalmente diferentes. O que deveria durar uma hora, durou quase cinco e ainda compramos várias coisas erradas. Hoje, o episódio nos rende boas risadas.
Chorei quando deixei as crianças no primeiro dia de aula (na época ainda eram crianças). Yasmim tinha 9 anos e Arthur, 14. Deixá-los num lugar estranho, com pessoa estranhas, sem saber falar nada da língua e ainda o dia todo. Me bateu desespero e voltei pra casa em prantos. Em Belo Horizonte era tão seguro, já conhecíamos todos no colégio. O que eu estou fazendo aqui? Essa pergunta sempre surgia.
Essas são dificuldades que se enfrentam e ninguém vê quando se vai morar em outro país.

Primeiro dia de aula

Fiquei ansiosa o dia todo, esperando o horário da saída para olhar de novo para carinha deles e saber de todas as novidades. Estavam cansados porque ficavam o tempo todo tentando entender o que o professor falava. Tudo em vão! Não entendiam nada. Nem os professores, nem os colegas de classe. Estranhos no ninho.
Foi depois da segunda semana que eles começaram a entender o que o professor falava, mas, na quarta semana, já era período de prova.
Para minha surpresa, o Arthur tirou um 6.9 na prova de história valendo 7 (aqui no Chile todas as avaliações valem 7 pontos). E eu perguntei: como assim meu filho, como você aprendeu a escrever tudo isso? Yasmim teve um pouco mais de dificuldade, mas com o tempo foi se adaptando.
Com os filhos no colégio, marido no trabalho, era hora de cuidar de mim. Fui fazer um curso de espanhol na Universidad de Chile. Foi ótimo, conheci pessoas do mundo todo, já que era um curso para estrangeiros, dentre elas, a minha amigona até hoje, a brasileira Bárbara Mussili, que é colaboradora aqui no blog.

Como nasceu o Nós no Chile?

Fui aprendendo tantas novidades sobre o país que comecei a escrever algumas curiosidades do Chile nas redes sociais e vi que despertava a atenção das pessoas. Como uma forma de me reinventar, criei o Blog Nós no Chile. No começo era algo bem caseiro, feito unicamente por mim, mesmo sem nenhuma expertise na área. Quando tive quinhentos acessos num só dia, pensei: opa! Esse negócio pode crescer e melhorar. E imagina que hoje, em alta temporada, chegamos a 27.000 acessos num dia.

Comecei a dedicar mais tempo, pesquisar, ler e aprender mais sobre como fazer um blog, além das aulas de espanhol na Universidad de Chile.

Com o tempo nossos passeios e viagens serviam de inspiração para o blog. As visualizações foram crescendo, os filhos se adaptando ao colégio, o marido feliz no trabalho. Tudo parecia perfeito, mas a saudade do Brasil sempre estava presente. Dia de aniversário, de comemorar alguma vitória, os domingos em família, os amigos brasileiros, a gente já não tinha isso. Ganhamos outras coisas, aprendemos o espanhol, superamos nossos medos, enfrentamos as dificuldades, crescemos!

Foto: @sr_e_sra_photography

Hoje somos muito maiores que éramos há cinco anos porque saímos da nossa zona de conforto. Juntos somos mais fortes. Morar em outro país não é fácil, não são só vitórias, não é sinônimo de riqueza, como muitos pensam. É adaptação diária, é aprender a conviver com a saudade, é saber respeitar e viver uma cultura diferente da sua e aceitar as regras, mesmo sem concordar com elas. Mesmo escrevendo tudo isso, você só vai conseguir me entender 100% se tiver morado fora alguma vez.

A única coisa que eu tenho certeza é que mesmo morando aqui há cinco anos, continuo com meu olhar de turista para contar tudo pra você no Nós no Chile, com muita dedicação e amor, sempre querendo te inspirar a conhecer esse país tão diverso.

Foto: @sr_e_sra_photography

Quando vamos voltar para o Brasil? Não sei. Mas tenho a certeza de quero voltar para um lugar que posso chamar de meu.

Flávio continua no emprego que nos trouxe aqui, aliás, ele é o culpado de tudo isso. Arthur, 18 anos, entrou para Universidade Católica, está cursando engenharia. Yasmim, 14 anos, vai para o primeiro ano médio, e eu feliz da vida com o sucesso do Nós no Chile, que se tornou o blog mais lido pelos brasileiros que querem conhecer esse país lindo.

Foto: sr_e_sra_ photography

Reinvenção é minha palavra para esses cinco anos de Chile.
Oportunidade de viver com a família é a frase do Flávio.
Saudade do Brasil é a frase da Yasmim.
Adaptação e descobertas é a frase do Arthur.

Fotos do ensaio fotográfico que ganhamos do lindo casal e leitores do blog : @sr_e_sra_photography

 

Posts Relacionados

36 comentários

Leandro 2 de fevereiro de 2020 - 11:23

Rosi te acompanho há um tempo mas nunca tinha lido esse relato, me emocionei, parabéns!!

Reply
Rosi Guimarães 4 de fevereiro de 2020 - 15:39

Oi Leandro,
Pois é! Aí está um pedacinho da minha história no Chile.
Um abraço!

Reply
Aline 19 de agosto de 2019 - 19:36

Caramba Rosi, não sabia de toda a história. Achei linda e inspiradora demais, tocou aqui o coração em todos os momentos que foram pesados pra ti. ❤️

Reply
Rosi Guimarães 21 de agosto de 2019 - 09:12

Oi Aline,
Pois é menina, não foi fácil, mas hoje a gente ri de todos os perrengues que passamos.
Um beijo!

Reply
Rebeca Brandão 18 de agosto de 2019 - 21:24

Cada vez que leio um pouquinho do seu blog, fico admirada pela pessoa guerreira que você é! Parabéns pela coragem, persistência e pelo belíssimo trabalho! Que Deus continue abençoando sempre!!! Muito sucesso sempre!

Reply
Rosi Guimarães 19 de agosto de 2019 - 10:45

Oi Rebeca,
Muito obrigada pelo carinho!
Um beijo!

Reply
Joyce 22 de julho de 2019 - 11:32

Emocionante! suas dicas são show.

Reply
Rosi Guimarães 22 de julho de 2019 - 16:25

Oi Joyce,
Obrigada!

Reply
Samuel Machado 8 de julho de 2019 - 22:21

Muito legal seu relato! Eu e a minha família queremos conhecer o Chile ano que vem e o seu site será muito importante para nos planejarmos! Abs

Reply
Rosi Guimarães 10 de julho de 2019 - 15:26

Oi Samuel,
sejam muito bem-vindos, com um bom planejamento a viagem será perfeita!
Abraço!

Reply
Márcia Caraccio Braga 4 de julho de 2019 - 18:15

Olá, Rosi!
Temos acompanhado você todos os dias desde que decidimos fazer uma viagem ao Chile nestas férias. Eu, meu marido Werther e minha filha Ana Luiza ( de 25 anos) embarcaremos para o Santiago no dia 17/07/19. Somos de São Paulo e estamos ansiosos para chegar o dia da partida. Esta não é nossa primeira viagem ao exterior, mas sim a 1ª após alguns anos sem tirarmos umas férias juntos. Estamos torcendo para que faça frio, para que tenha bastante neve, para curtirmos as dicas que nos dá todos os dias. Acabei de ler sua história de como e porque foi parar o Chile: Parabéns pelo sucesso e continue sendo abençoada com seus “empreendimentos”.
Vamos torcer para nos encontrarmos por aí. Beijo grande e obrigada pelo carinho !!
Márcia

Reply
Rosi Guimarães 5 de julho de 2019 - 13:32

Oi Márcia,
Que linda sua mensagem. Muito obrigada pelo carinho. Tenho certeza que vai ser uma viagem incrível!
Um beijo!

Reply
Angelina Silva 22 de maio de 2019 - 13:16

Rosi, li seu relato de como foram parar no Chile, e meus olhos encheram de lágrimas…, linda historia! <3
Eu estarei no Chile pela primeira vez em Agosto com as minhas filhas de 20 e 17anos, estamos todas ansiosíssimas e muito felizes. Seu blog tem nos ajudado bastante a nos planejar e tirar diversas dúvidas sobre nosso destino. Parabéns pelo Nós no Chile. Um abraço imenso para ti e sua família…., sucesso!!! =)

Reply
Rosi Guimarães 28 de maio de 2019 - 12:02

Oi Angelina,
Muito obrigada pelo carinho!
Um beijo e excelente viagem, depois volte aqui para me contar como foi!

Reply
fernanda kelly spagnol rezende 19 de março de 2019 - 02:56

rosi estou amando seu blog e acompanho voce no insta, realmente voce e marravilhosa, suas dicas sao 10.
pretendo viajar ao chile com minha familia ano que vem (janeiro), espero que de tudo certo.
adoroooo quando posta sobre vinhos e os passeios.
obrigada.

Reply
Rosi Guimarães 19 de março de 2019 - 10:30

Oi Fernanda!
Obrigada pelo carinho. claro que sua viagem vai ser perfeita!
Um beijo!

Reply
Joyce 8 de março de 2019 - 13:50

Viajo no inverno deste ano e quando comecei a pesquisar sobre o Chile, descobri o seu blog!
Estou maravilhada com a quantidade de informações.
Logo pensei, por que não tem blogs como este de outros países?? rsrs

Parabéns por toda dedicação a neste blog!!

Reply
Rosi Guimarães 10 de março de 2019 - 18:19

Oi Joyce,
Muito obrigada. Tudo feito com muito carinho e dedicação. Acessa o site da Rede Brasileira de Blogueiros de viagem que vai achar muitas dicas de viagens bacanas. https://rbbv.com.br/
Um abraço!

Reply
Veronica 29 de janeiro de 2019 - 15:37

Oi Rosi! Me emocionei com seu relato. Estou morando em Santiago faz quase 3 meses e estou passando por todos esses sentimentos que você descreveu. Te acompanho no Ista e fiquei muito feliz de te conhecer melhor nesse post. Sucesso ♡

Obs. Também me sinto na casa de outra pessoa. E tenho vontade de um dia voltar para a minha ♡

Reply
Rosi Guimarães 31 de janeiro de 2019 - 10:44

Oi Veronica,
Obrigada pelo carinho! No comeco realmente nao é fácil, mas a gente consegue. Os sentimentos fazem parte da adaptacao e crescimento.
Boa sorte!

Reply
Edimilson Barbosa 17 de janeiro de 2019 - 09:52

Olá. Meu nome é Edimilson, sou gaúcho e casado com uma mineira, também. Vou visitar o Chile no dia 14 e volto no dia 19 de fevereiro. Tens sugestão para 4 dias?

Reply
Rosi Guimarães 12 de fevereiro de 2019 - 17:59

Oi Edmilson
Temos um roteiro de 7 dias é só tirar o que mais gosta e daptá-lo para 4 dias. https://nosnochile.com.br/roteiro-completo-para-7-dias-o-que-fazer-em-santiago-do-chile-no-verao/
Boa viagem!

Reply
Aline 9 de janeiro de 2019 - 17:31

Maravilhoso relato! Não sei se é a consonância com meu momento, mas agradeço pela delicadeza nas palavras!

Reply
Rosi Guimarães 10 de janeiro de 2019 - 09:37

Oi Aline,
Obrigada pelo carinho! Espero em contribuir de alguma forma contando a minha história.
Um beijo!

Reply
GERLANE CAMPINA 5 de janeiro de 2019 - 17:31

oi Rosi
vou em setembro para santiago, desde outubro de 2018 tava pesquisando sobre lugares, passeios todo tipo de coisa, quando achei seu blog, pronto desde esse dia já encontrei tudo, tou com passagem, hospedagem, passeios com empresa que você indicou, tudo pronto. Agora é só esperar a data chegar.
adoro seus stories, salvo todos.
abraços a toda sua família.
PS: parece besteira, mas não custa nada perguntar. sobre salão de beleza tem alguma dica.

Reply
Rosi Guimarães 6 de janeiro de 2019 - 10:55

Oi Gerlane,
Que bom! Ficou muito feliz em saber que estou ajudando. Espero que voce faca uma excelente viagem e volte aqui para contar como foi.
sobre salao de beleza, no shopping Costanera tem um de uma grande rede aqui, é bem bacana.
Um beijo!

Reply
Albanisa 2 de janeiro de 2019 - 14:22

Oi, Rosi. Adorei conhecer sua história. Fui ao Chile em Junho de 2018 e meu ponto de partida para os passeios foi o seu blog. Sucesso.

Reply
Rosi Guimarães 3 de janeiro de 2019 - 13:12

Oi Albanisa,
Muito obrigada pelo carinho!
Um beijo!

Reply
Rozembergue 19 de dezembro de 2018 - 13:50

Que linda história! Essa família é um sucesso! Parabéns! Adorei conhecer um pouco mais dos motivos que os levaram para o Chile.

Reply
Rosi Guimarães 19 de dezembro de 2018 - 15:47

Oi Rozembergue,
Obrigada pelo carinho!

Reply
Jeferson Pereira e Aline Freitas 18 de dezembro de 2018 - 21:41

Uma história inspiradora! Muito obrigada por serem esse exemplo de coragem.
Somos imensamente gratos pela oportunidade de partilhar desses momentos com vocês!

Reply
Rosi Guimarães 19 de dezembro de 2018 - 15:39

Jeferson,
Muito obrigada pelo carinho e por ilustrar a nossa história com suas lindas fotos.
Um beijo!

Reply
Vanessa 17 de dezembro de 2018 - 14:21

Muito legal saber mais detalhes da sua ida! Feliz por você que pode aproveitar essa oportunidade junto com sua família!
Feliz também porque foi através do seu blog e suas dicas que eu e minhas amigas fizemos uma viagem maravilhosa para Santiago!
Sempre acompanho o blog pelo Instagram torcendo para que você cresça cada vez mais com o Nós no Chile!
Um grande abraço

Vanessa.

Reply
Rosi Guimarães 17 de dezembro de 2018 - 17:41

Oi Vanessa,
muito obrigada pela sua palavras. Sempre quis escrever o motivo pelo qual vir parar aqui no Chile, agora com os 5 anos me animei.
Um abraco!

Reply
Luana Ferreira 17 de dezembro de 2018 - 11:49

Sou de Belo Horizonte estava procurando dicas de Santiago, vou na capital em janeiro, e encontrei seu blog. Amei as dicas do blog e sua história.

Reply
Rosi Guimarães 17 de dezembro de 2018 - 13:51

Oi Luana,
Muito obrigada, o blog é feito com muito carinho e tem tudo que você precisa para uma viagem perfeita para o Chile.
boa viagem!

Reply

Gostou? Deixe aqui seu comentário