Esportes em Santiago do Chile: quais são as opções?

Se você pensa que os únicos esportes em Santiago que poderá praticar são o esqui e o snowboard, está enganado.

A capital chilena oferece muitas opções para quem quer curtir o inverno, mas também para quem prefere praticar outras atividades esportivas durante todo o ano. 

Os santiaguinos são muito adeptos do esporte ao ar livre e valorizam os espaços públicos que existem para a prática esportiva.

Por isso, o trekking, a caminhada ao ar livre, a pedalada pela cidade e a cavalgada na Cordilheira dos Andes são algumas das atividades que você poderá desfrutar durante a sua viagem ao Chile. 

Leia a seguir mais detalhes sobre os esportes em Santiago.

Parques em Santiago para fazer caminhada

Santiago é uma cidade plana e cheia de parques e praças espaçosos e muito bem conservados. Por isso, a caminhada pode ser uma boa opção não só como esporte, mas também para conhecer a cidade.

Nos parques chilenos, além de se exercitar, você com certeza terá uma bela vista para apreciar, um bom lugar para descansar e aproveitar o sol. Uma dica é que a maioria dos parques tem banheiros públicos limpos e sem cobrar. 

O Araucano (Pdte. Riesco 5877), em Las Condes, é um parque cercado bem grande, com campo de futebol, quadras poliesportivas e pista de skate. Sempre fica cheio de pessoas passeando, descansando no gramado ou fazendo atividades. Possui jardins muito bem cuidados, entre eles um roseiral.

Se você gosta de correr, não precisa deixar de praticar o esporte enquanto estiver em Santiago. Em Providencia tem as ruas Pocuro e Tobalaba com ótimas pistas para correr. Já em Las Condes uma boa opção é a rua Américo Vespúcio, que além de espaço para corridas e caminhadas, tem pista de bike.

A seguir deixo dicas de outros parques que vale a pena conhecer:

  • Parque Padre Hurtado – Av. Francisco Bilbao 8105, La Reina
  • Parque Bicentenário – Av. Bicentenário 3236, Vitacura
  • Parque Metropolitano (Parquemet) – Pedro de Valdivia Norte, Providencia

Pedalada pela cidade

Andar de bicicleta em Santiago é realmente muito bom. As ciclovias estão espalhadas por diversos bairros da cidade. Pedalando, além de se exercitar, você poderá conhecer diversos pontos turísticos da cidade. 

No total, existem 250 quilômetros de ciclovias em Santiago. As faixas exclusivas estão sempre ocupadas pelos ciclistas. É muito agradável pedalar por lugares como o Parque de Las Esculturas, o Bicentenário, o Forestal e o Araucano. Tenho certeza que você vai curtir.

Uma dica é alugar uma bicicleta em um dos aplicativos existentes por aqui e visitar o  Parque Metropolitano, onde tem uma subida até o Cerro San Cristóbal. A subida não é fácil, mas vale a pena. Chegando lá em cima, aproveite para tomar um “mote con huesillos”.

Para saber como alugar uma bicicleta, leia esse post

Outra dica é pedalar pela movimentada Av. Andrés Bello. Aos domingos, entre 9 e 14 horas, a avenida fica fechada entre a altura da estação de metrô Los Leones até o metrô Bellas Artes (um trecho tem aproximadamente 4 km). Um bom motivo para conhecer a cidade alugando uma bicicleta. 

Para quem quer pedalar em um local diferente, existem passeios de bicicletas em vinícolas. Muitas delas possuem modalidades de tour e degustação que incluem essa atividade. Aqui não podemos chamar muito de esporte, claro, mas é uma delícia e vale a pena. 

Saiba sobre o passeio na Veramonte e na Cousiño Macul

Trekking nos cerros de Santiago

Conhecer um dos cerros que rodeiam a cidade também é uma ótima sugestão. Você pode conhecer a pé o Cerro Calán ou o Manquehue. “Cerro” em espanhol quer dizer “colina”. É um passeio bem comum aos finais de semana.

O Cerro Calán possui uma trilha de 2 km localizada dentro do Parque Cerro Calán, em Las Condes. Você pode ir caminhando pela trilha e apreciar os mirantes com vista de 360o de Santiago. 

Ao longo do percurso pode admirar flora local, além de espécies nativas de coelhos, lebres e até condores se tiver sorte.

Já para subir o Cerro Manquehue, você vai precisar de mais disposição. Sua posição é privilegiada dentro da cidade e garante uma vista incrível de cume. A rota mais utilizada parte da Avenida Los Trapenses, na comuna de Lo Barnechea. 

Outra opção interessante é conhecer o Santuário Natural de Yerba Loca, uma reserva nacional do Chile localizada na Cordilheira dos Andes, caminho que vai para os parques de neve – a entrada fica na curva 15 do Camino a Farellones, cerca de 1 hora de Santiago de carro. Além de caminhada, há espaço para camping e piquenique.

Vale conhecer também a reserva natural é o Santuário de La Naturaleza (Camino el Cajón 21.000, Lo Barnechea). Lá você também poderá desfrutar de trilhas, espaço para descansar e fazer piquenique e até churrasco.

 

Cavalgada na Cordilheira do Andes

Já imaginou fazer uma cavalgada pela Cordilheira dos Andes? Eu já fiz esse passeio e te conto que foi uma experiência incrível. 

Foi um passeio interessante nos arredores de Santiago, numa região ainda pouco explorada por turistas. A Indo pro Chile, uma das parceiras do blog, é a única agência que oferece esse passeio. Eu mesma não conhecia o lugar.

A estrada pede carros 4×4 até chegar a um local com um maravilhoso bosque de ciprestes. Ao chegar, você terá tempo para descansar, desfrutar da paisagem e tirar belas fotos de um lugar pouco conhecido nos Andes.  

Em seguida, a proposta é de 4 horas de trilha (período de ida e volta) para visitar a Laguna El Yeso e paisagens lindíssimas. O passeio é de dia completo, das 6 às 19 horas. Se quiser saber mais sobre os passeios, clica aqui.

Shopping dedicado aos esportes em Santiago

Imagina um shopping só com lojas de equipamentos e roupas esportivas. Em Santiago, você vai encontrar o Mall Sport (Av. Las Condes, 13451) que abriga lojas de ciclismo, natação, equitação, montanhismo e muito mais. Possui muita variedade de equipamentos, principalmente para quem curte pedalar.

Há várias atividades que podem ser praticadas dentro e fora do shopping. Na parte de dentro, tem muro de escalada, arvorismo, kart e até mesmo um espaço kids. Na área externa, está a conhecida piscina com ondas artificiais para a prática de surf. No inverno ainda costuma ter uma pista de patinação no gelo. Saiba mais sobre o  Mall Sport.

 

Esportes de inverno

Como não podia deixar de ser, o  esqui e o snowboard são os esportes mais procurados em Santiago no inverno. Com estações de esqui a cerca de 1h30 de Santiago, você poderá escolher entre Valle Nevado, Farellones, El Colorado e La Parva. Já a estação de ski Portillo, fica um pouco mais longe (160 km de distância no caminho para Argentina e passando pela estrada conhecida como Los Caracoles). 

Para quem tem experiência e acredita que não precisa fazer aulas, a entrada para esquiar no parque já garante o acesso às pistas de esqui. Mas para quem está começando ou deseja aprimorar a sua experiência no ski ou snowboard, as estações oferecem aulas para todas idades e níveis (particulares ou coletivas, inclusive para pessoas com necessidades especiais).

Para saber mais sobre os esportes de neve no Chile, leia os posts que fiz sobre o Chile no inverno.

Cuidados que você deve ter ao praticar esportes no Chile

Praticar esportes em Santiago ou em qualquer lugar do mundo envolve riscos. Ainda que você esteja acompanhado de profissionais qualificados, não há como garantir que você estará livre de algum acidente. Então, não dá para arriscar. O seguro viagem é uma prevenção essencial se você pretende incluir em sua programação atividades de maior risco. 

Os esportes radicais, como esqui ou snowboard, além de trekking em parques nacionais, escalada aos vulcões e tantas outras opções de passeios ao ar livre que existem no Chile.

Sem dúvida, na relação custo-benefício, o investimento em um seguro viagem é muito pequeno em comparação à dor de cabeça e os problemas que você e seu grupo terão que enfrentar se algo não sair conforme planejado. Para saber mais, leia o post sobre os motivos para investir no seguro viagem.

Outro cuidado importante para se ter ao praticar esportes em Santiago é em relação à qualidade do ar. 

A capital chilena é bastante poluída devido à sua localização. A cidade fica entre a Cordilheira dos Andes e a Cordilheira da Costa, ou seja, é rodeada por altas montanhas e isso faz o ar não circular.

A situação é pior no inverno (entre os meses de junho e setembro) por causa da inversão térmica – que é um fenômeno meteorológico, temperaturas baixas com montanhas altas, formam um teto que não permite a circulação das partículas contaminantes. No verão esse teto fica a mais de 1.000 metros de altitude e no inverno, com a inversão térmica, esse teto baixa para 200 a 300 metros do nível do solo.

Em alguns períodos do ano pode ser decretada emergência ambiental. Se isso ocorrer, recomenda-se a suspensão das atividades físicas na capital. Para saber mais, leia mais detalhes sobre o alerta ambiental.

Gostou das opções de esportes em Santiago? Então não deixe de compartilhar esse post!

Aproveita para ver o vídeo sobre o Cerro Calán:

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao comentar você concorda com nossa Política de Privacidade

Comentários