Cotação no Chile: é melhor usar dólar, real ou cartão de crédito?

Cotação no Chile. Este é o tema do post de hoje.

Se você vai viajar para o Chile, precisa estar a par de tudo sobre o assunto.

Mas não se preocupe, nós te ajudamos!

Ao longo do texto, trouxemos algumas informações e dicas relevantes para facilitar a sua vida.

Geralmente, a cotação em Santiago é melhor que no Brasil.

Além disso, trocar dinheiro por aqui é fácil, pois, todas as casas de câmbio fazem troca de real por peso chileno.

Sendo assim, se você escolher esta opção, é importante trocar uma pequena quantia no aeroporto para os primeiros gastos, como água, táxi etc.

No aeroporto a cotação é pior que no centro da cidade, mas costuma ser melhor que no Brasil.

Feito um primeiro câmbio emergencial, o restante necessário pode ser trocado no centro de Santiago com uma melhor cotação.

Na Rua Agustinas há várias casas de câmbio e, por isso, como a oferta é maior, o câmbio costuma ser mais atrativo.

A Rua Pedro de Valdivia, no bairro Providencia, também tem lojas, e pode até ter um câmbio mais favorável que no centro.

Outra vantagem de fazer câmbio aqui, é que você não paga taxas e não se exige passaporte.

Aliás, em algumas casas não se pede nem identidade.

Como fazer a conversão de real para peso chileno?

Como exemplo, vamos considerar que R$ 1 esteja valendo aproximadamente $ 160.

Isso significa que, com R$ 1, você consegue comprar $ 160 e com R$ 1.000 você compra $ 160.000.

Como fazer a conversão de peso chileno para real?

Até certo tempo atrás, o peso chileno estava numa média de $ 200 para  R$ 1. A conta era fácil: tirava-se os 3 zeros e multiplicava-se por 5.

Mesmo agora, com a cotação no Chile numa faixa de $ 155 a $ 175, ainda faço isso para facilitar a vida.

Porém, o ideal já é multiplicar por 6.

Então, vou ensinar o truque da conversão fácil.

Se uma refeição custa $ 6.000 e você deseja converter em reais, tire os 3 zeros e multiplique por 6 (6 X 6 = 36). A refeição sai aproximadamente por R$ 36.

Outro exemplo: um passeio custa $ 30.000. Tire os 3 zeros e faça 30 X 6 = 180.  Logo, o passeio custa aproximadamente R$ 180.

A verdade é que com um R$ 1 estamos comprando menos pesos.

Mas, é como diz o ditado, quem converte não se diverte…

Então, quando chegar aqui, leve em consideração um planejamento prévio de seus gastos.

 

Trazer real ou dólar para fazer o câmbio no Chile?

Muita gente me faz essa pregunta.

Trazer dólar significa que você fez uma operação de câmbio prévia.

Ou seja, trocou real por dólar e ainda vai ter que fazer uma segunda operação que seria trocar dólar por peso chileno.

Para saber se vale a pena, tem que fazer a simulação considerando as duas operações.

Veja a simulação com a comparação abaixo:

Exemplo de conversão de R$ 1.000

Trazendo dólares para comprar pesos chilenos

Cotação de US$ 1 em reais: R$ 4,72 (cotação no Brasil)

Conversão de R$ 1.000 em dólares: 1.000/4,72 =US$ 211,86 (operação no Brasil)

Cotação de US$ 1 em pesos chilenos: $ 800 (cotação no Chile)

Conversão de US$ 211,86 em pesos chilenos: US$ 211,86 x $ 800 = US$ 169.49 (operação no Chile)

 

Trazendo reais para comprar pesos chilenos

Cotação de R$ 1 em pesos chilenos: $ 165

Conversão de R$ 1.000 em pesos chilenos: R$ 1.000 x $ 165 = $ 165.000 (operação no Chile)

 

A diferença pode ser pequena e não valer a pena.

Mas como já comentei, depende das cotações do dia.

Se a questão for praticidade, é mais simples fazer uma única operação.

Utilizando o cartão de crédito

Se a sua opção for usar o cartão de crédito, lembre-se que ele deve estar desbloqueado para uso internacional.

Então, peça o desbloqueio no seu banco antes de viajar.

Geralmente, os cartões são meios de pagamento normais em estabelecimentos comerciais por aqui.

A vantagem do cartão é que você não precisa movimentar dinheiro e é mais seguro.

De qualquer forma, você vai precisar de pelo menos alguns pesos chilenos para pagar táxi, comprar água ou pequenos lanches.

A desvantagem é a cobrança de taxas.

Para compras no exterior, é aplicada uma taxa de 6,38% (IOF) sobre o valor utilizado e o banco ainda converte pelo dólar praticado por ele.

Já para os saques em dinheiro, você paga uma taxa fixa de $ 3.000 por saque (+/- R$ 18), que pode ser realizado em caixas eletrônicos com a marca Redbanc.

 

Outras dicas

Vale a pena pagar o hotel com cartão ou dólar.

Assim, você se livra do pagamento do IVA (Impuesto al Valor Agregado) de 19%, taxa maior que o IOF pelo uso do cartão.

Para fazer conversão automática, utilize algum aplicativo gratuito disponível pelo celular.

O valor convertido não é exato, mas dá uma ideia de grandeza que facilita as decisões de compra.

As casas de câmbio do aeroporto de Santiago funcionam 24 horas.

As lojas de câmbio do Centro funcionam em horário comercial, de 9 às 18 horas durante a semana, e aos sábados de 9 às 13 horas.

Já aos domingos, elas ficam fechadas.

Enquanto isso, as lojas de shopping funcionam diariamente, inclusive nos finais de semana.

Chique aqui para acompanhar a cotação no Chile.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ao comentar você concorda com nossa Política de Privacidade