Inverno no Chile: tudo o que você precisa saber

É quase inverno no Chile! Temporada de neve.

Época em que o país está cheio de turistas brasileiros, todos loucos para conhecer as estações de esqui, entre elas, o Valle Nevado, a maior da América do Sul.

Então preparei este post pra você, que vem para o Chile curtir a estação mais esperada do ano.

Continue conosco e boa leitura!

 

Segundo o Serviço Nacional de Turismo do Chile (SERNARTUR), em 2018, o Brasil foi o 2º país do mundo em número de turistas estrangeiros que visitaram o país.

Mas por que será que o país da Cordilheira dos Andes tem deixado os brasileiros cada vez mais encantados?

Bem, isso você descobrirá mais adiante.

Antes de tudo, vamos ao que é importante: como é o inverno no Chile.

 

Quando é o inverno no Chile?

Entre 20 de junho a 22 de setembro

Temperaturas

Em Santiago, variam entre -2 e 18 graus.

Desde que moramos aqui, há oito anos, essa tem sido a variação.

Ou seja, alguns dias são mais frios, outros nem tanto.

Já nas estações de esqui, as temperaturas podem chegar a -15 graus.

É muito frio! Portanto, tem que estar preparado.

Período de neve no Chile

Geralmente, entre meados de junho e meados de setembro, mas aviso desde já: não tem data certa para chegar.

Dependemos da mãe natureza, pois, é ela quem manda!

Há anos que a temporada de neve antecipa, como já aconteceu em 2016, quando a primeira nevasca caiu em abril.

Em outros anos, como em 2015, a neve atrasou e a temporada iniciou em meados de julho. Ou seja, depende das condições climáticas.

A temporada de neve é a época em que os centros de esqui estão abertos e funcionando a pleno vapor, com muita neve.

Logo, estamos ansiosos por muita neve em 2022.

Outra coisa que muita gente não sabe é que, em geral, não neva em Santiago.

E você, sabia disso?

Em 2017, por exemplo, nevou depois de quase 20 anos.

É isso mesmo que você leu!

Além disso, o inverno no Chile em 2018 também foi atípico, pois, caiu uma nevasca por poucas horas.

Resumindo, para brincar na neve ou esquiar, você precisa subir as montanhas e visitar uma estação de esqui.

Estações de esqui perto de Santiago do Chile

A princípio, temos quatro estações bem perto de Santiago:

  • Farellones;
  • El Colorado;
  • La Parva;
  • Valle Nevado.

Todas elas estão a cerca de 50 quilômetros da capital chilena, numa estrada bem sinuosa e com 60 curvas até a última estação – a Valle Nevado.

Então, dá até para fazer bate e volta, saindo de Santiago cedinho e voltando no final do dia.

Inclusive, várias agências em Santiago oferecem esse passeio.

Clique aqui para fazer um orçamento com as agências parceiras do blog.

Mas se o plano para curtir o inverno no Chile for só brincar na neve e fazer a festa com as crianças, recomendo a estação Farellones, um parque de neve com várias atrações.

Confira os valores para a temporada deste ano.

Agora, se você tem a intenção de esquiar, minha sugestão é que escolha uma estação e fique nela para aproveitar o dia ao máximo.

Afinal, as estações oferecem aulas para quem nunca se aventurou no esporte.

Veja como é um dia de passeio na neve no Chile.

 

Inverno no Chile: quanto custa comer nas estações de esqui

Em todas as estações de esqui há restaurantes para almoço ou, se preferir, para um pequeno lanche.

O Valle Nevado, como é o maior, conta com mais opções de locais para comer e, a propósito, a comida é muito boa.

Lá, um almoço sai por volta de $ 18.000 (mais ou menos R$ 90) por pessoa.

Porém, se não for almoçar, sugiro tomar pelo menos um chocolate quente, que é delicioso!

Também pode ser uma taça de vinho, cerveja ou pisco, pois, são opções que combinam muito bem com o inverno do Chile.

Já em Farellones, tem o restaurante Clodet, com boas opções de sanduíches e linda vista para a montanha.

Nele, você pode experimentar um delicioso sanduíche por $ 12.000 (R$ 60) e tem opções de almoço também.

Além disso, dentro do parque, tem alguns food trucks com opções de fast food.

 

Hospedagem nas estações de esqui do Chile

Não sabe onde se hospedar durante a temporada de inverno no Chile?

Vou te dar algumas dicas!

Se quiser curtir mais de um dia de neve no Chile, o melhor é se hospedar nas montanhas.

O Valle Nevado conta com três opções de hospedagens:

A primeira é o Hotel Valle Nevado que, além de ser o mais exclusivo, oferece acesso direto às pistas.

Também tem o Puerta del Sol, ideal para famílias porque tem alguns quartos conectados e está localizado a 50 metros das pistas de esqui, contando com acesso direto a piscina aquecida.

Por fim, há opções de apartamentos mobiliados com 1, 2 ou 3 quartos e capacidade para até 8 pessoas.

 

Para o passeio na neve, é melhor alugar ou comprar roupas?

Depende da quantidade de vezes que pretende usá-las.

Por exemplo, for só um dia, não compensa comprar, mas se quiser conhecer outros centros de esqui e praticar o esporte outras vezes, vale o investimento da compra.

Minha sugestão é que, se for a primeira vez, o melhor é alugar.

Afinal, você nem sabe se vai gostar, concorda?

Além disso, ao alugar, é possível escolher a roupa que mais combina com você, já que são muitas as opções.

Se depois você decidir comprar, já saberá escolher.

E não se preocupe para pesquisar onde alugar, pois, as agências de turismo passam nas lojas de aluguel antes de subir para as estações de esqui.

Para a temporada 2018, os valores do kit completo variaram entre $ 20.000 e $ 25.000 (mais ou menos entre R$ 100 e R$ 125): calça, agasalho, botas e luvas impermeáveis. Tem roupas para adultos e crianças.

Vale lembrar que é fundamental usar óculos escuros, protetor solar e labial.

Além disso, mantenha-se hidratado nas montanhas.

Afinal, o Valle Nevado é a estação mais alta e está a 3 mil metros sob o nível do mar. Nessa condição é comum sentir um pouco de cansaço e falta de ar.

Portanto, nunca é demais reforçar a importância de beber bastante água.

O que vestir em Santiago do Chile no inverno?

Ainda temos mais dicas para o inverno no Chile.

Mas essa dica é sobre roupas para usar em Santiago (para a neve veja o item anterior).

Bom, o ideal é usar várias camadas para não sentir frio:

1ª camada: é o que chamamos de segunda pele, como blusas térmicas.

Elas são de tecido sintético (como o da meia-calça, só que bem mais grosso), bem coladinhas no corpo.

Já a dos homens é um pouco mais soltinha.

Vale a pena investir nesse tipo de blusa que não é tão cara e ajuda a manter o corpo aquecido.

2ª camada: é a camada intermediária.

O ideal é que ela seja composta por peças de fleece, um tecido que chamamos aqui de polar.

Mas para quem não tem, ou não quer comprar porque provavelmente não usará no Brasil, pode ser uma blusa de moletom grossa ou de lã.

3ª camada: a última camada tem que ser de agasalhos bem grossos, como sobretudos e jaquetas.

O ideal são peças bem quentinhas e impermeáveis, que podem ser usadas na neve.

Agora que você já sabe o que levar na mala para o Chile no inverno, aproveite para assistir  o vídeo que fiz sobre o assunto:

Quais os melhores passeios para fazer durante o inverno no Chile?

Para quem viaja no inverno, o sonho é ver a neve.

Mas você também tem que conhecer uma vinícola, visitar uma das casas do poeta Pablo Neruda, passear pelas cidades litorâneas de Valparaíso e Viña del Mar, visitar um museu, comer uma boa comida chilena…

Ah!!! São tantas coisas.

 

Vale a pena conhecer Valparaíso e Viña del Mar no inverno?

Muitas pessoas me perguntam se vale a pena conhecer as cidades litorâneas de Valparaíso e Viña del Mar no inverno.

A minha resposta é sim, pois, a ideia de conhecer essas cidades não é curtir praia, mesmo porque a água é gelada o ano inteiro.

Desse modo, o mais interessante é a possibilidade de conhecer um pouco da cultura e das cores de Valparaíso, a casa museu La Sebastiana de Pablo Neruda e a cidade das flores, que é Viña.

Dá para fazer um bate e volta, saindo de Santiago cedinho e voltando no final do dia.

Antes de fazer os passeios, faça um orçamento com as agências parceiras do blog.

E se você viaja com crianças, também não faltam opções, como o Museu Interativo Mirador, o Kidzania, e também o restaurante temático Ocean Pacific´s.

 

Por fim, esperamos que tenha gostado do conteúdo!

Siga as nossas dicas e faça uma viagem maravilhosa para curtir o inverno no Chile.

Nosso diferencial?

Somos uma família que moramos em Santiago e testamos todas as nossas experiências antes de contá-las.

Portanto, você não vai cair em furadas! Eu posso garantir!

 

Siga o @blognosnochile  no Instagram e fique por dentro de tudo que está acontecendo no Chile.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ao comentar você concorda com nossa Política de Privacidade