Por que viajar para o Chile: conheça 7 razões para visitar o país

Viajar para o Chile é um desejo de muitos brasileiros.

Afinal, o Chile é um dos destinos mais bonitos e exóticos da América Latina.

Apesar de ser geograficamente um país “comprido e fino” ― com cerca de 4 mil km de extensão de Norte a Sul e apenas 177 km de largura ―, o Chile tem climas e relevos muito ricos.

No mesmo território você vê a neve intensa da Cordilheira dos Andes, o clima árido do Deserto do Atacama, as águas geladas do Oceano Pacífico, os glaciares da Patagônia e até vulcões ativos.

Tudo isso se soma à riqueza cultural herdada da colonização espanhola, das influências indígenas e outros povos agregados.

Por essa explicação rápida, já dá para ver que há muitos motivos para visitar o Chile.

Mesmo assim, se você ainda estiver em dúvida, leia este post com 7 razões para visitar o país e confira boas dicas para você começar seu planejamento. Acompanhe!

O que você deve saber antes de viajar para o Chile?

Antes de fazer as malas e viajar para o Chile, como em toda viagem, é necessário um bom planejamento.

Então, dê uma olhada nas nossas dicas a seguir!

Câmbio Peso chileno x Real brasileiro

A princípio, um dos pontos mais importantes de sua viagem, sem dúvida, é o controle das finanças.

Para isso é preciso entender um pouco como funciona o Peso chileno para não perder muito dinheiro na hora de comprar a moeda.

Nas casas de câmbio, o Peso chileno é grafado com a sigla CPL, enquanto o Real pela sigla BRL.

Veja quais são os melhores lugares para fazer câmbio em Santiago do Chile

Uma das questões mais complicadas com relação ao Peso chileno é a presença dos múltiplos de 10, 100 e mil na grafia da moeda, o que exige certa matemática.

Já houve épocas em que o Real valia mais em comparação com o Peso chileno, mas perdeu força.

Logo, é preciso fazer bem os cálculos e observar os preços para não gastar excessivamente à toa.

Clica no link para ter uma ideia sobre como funciona a conversão e saber se é melhor fazer o câmbio no Brasil ou no Chile.

 

Traslado do aeroporto para Santiago do Chile

O aeroporto de Santiago fica a 17 km do Centro.

Então, você pode escolher entre uma das seguintes opções:

  • transfer privativo ou compartilhado;
  • ônibus coletivo.

Sem dúvida, o ônibus coletivo é a opção mais econômica e sai com bastante regularidade, em geral a cada 10 minutos.

Além disso, os ônibus passam sempre por estações de metrô.

Quer uma dica? Evite pegar táxi no aeroporto.

Aqui no blog tem um post sobre os golpes comuns que acontecem em Santiago e um deles é aplicado por falsos taxistas no aeroporto.

Nós também temos dica de um excelente transfer aqui no blog.

 

Locomoção em Santiago

Santiago do Chile tem uma oferta muito boa de transportes.

Para circular pelos principais pontos turísticos, você pode contar principalmente com o metrô.

A malha metroviária conta com 103 km de extensão e 108 estações, o que é muito vantajoso, já que boa parte das estações passa próximo aos locais de interesse.

Além disso, os ônibus coletivos também são boas alternativas.

Contudo, note que se você estiver em um grupo maior, Uber, Cabify ou táxis podem ter melhor custo-benefício (porém, tome cuidado com golpes).

Segurança no Chile

À primeira vista o Chile é um país bem tranquilo, porém, você não está livre de “perrengues”.

Até porque, turistas sempre chamam a atenção, especialmente se não dominam a língua.

Então é preciso ficar atento, já que há muitos furtos (além dos golpes que acabamos de comentar).

Assim como no Brasil, tenha cuidado com bolsas, carteiras, celulares e, até mesmo, sua bagagem.

Afinal, às vezes, pessoas que não levantam a menor suspeita podem furtar seus pertences.

Assista nosso vídeo sobre golpes e furadas em Santiago

Expressões da língua que você deve conhecer ao viajar para o Chile

Mesmo quem fala razoavelmente bem espanhol pode ter um pouco de dificuldade ao se comunicar no Chile, pelo menos até compreender o sotaque.

Além de falarem muito rápido, os chilenos “cortam” algumas palavras e utilizam muitos regionalismos e gírias próprias.

A seguir, veja algumas dessas expressões:

Cachai? = Entendeu? Chilenos usam essa expressão em quase todas as frases;

  • carretear = festejar, ir para a balada;
  • luca = nota de 1.000, ou simplesmente 1.000 Pesos chilenos;
  • luquita = mesmo que luca, porém ao referir-se a algo muito barato (¡Són 2 luquitas!);
  • mala leche = pessoa mal-intencionada;
  • chela =  cerveja;
  • permiso = com licença;
  • si, po (diminuição de porsupuesto) = sim, claro;
  • sencillo = troco em dinheiro. “¿No tienes más sencillo?”;
  • un té, por favor = um chá, por favor (bebida comum no Chile).
  • Cortado = Café com leite

Por que viajar para o Chile agora mesmo?

Agora, conheça as principais razões para fazer uma viagem ao Chile:

1.     Não precisa de passaporte para viajar ao Chile

Para viajar para o Chile você não precisa de passaporte nem de visto, apenas da carteira de identidade em bom estado, com menos de 10 anos de uso.

Mas se sua intenção é se mudar para o Chile, você vai precisar do passaporte. Temos um post com dicas para viajar tranquilo, que tal dar uma olhada?

2.     Somente 4 horas de voo e muitas opções de horário

Além disso, ao ir para o Chie, você faz uma viagem internacional com apenas 4 horas de voo direto, partindo de São Paulo e 5 horas partindo do Rio de Janeiro.

Todos os dias há voos regulares com destino a Santiago do Chile saindo dessas capitais, em diferentes horários, rumo ao Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez.

As principais companhias que fazem essa rota são:

  • Aerolineas Argentinas;
  • Latam;
  • Sky Airline (low cost).
  • Jetsamt (low cost).

 

3.     Ótimo país para conhecer a neve

Para quem ainda não viu, é um ótimo país para conhecer a neve.

Sem contar que os principais centros de esqui estão a apenas 1 hora de Santiago do Chile.

Vale ressaltar que tem neve para todos os gostos ― só para conhecer, brincar e ficar encantado e, também, para quem já sabe ou queira aprender a esquiar.

Inclusive, próximo a Santiago do Chile há quatro estações de esqui: El Colorado, Farellones e La Parva.

E se continuar subindo, por 10 minutos, você chega ao Valle Nevado, a estação que todos os brasileiros querem conhecer por ser a mais alta e mais famosa.

Saiba quanto você vai pagar para passar o dia na estação Valle Nevado.

Contudo, se sua intenção é só se divertir e conhecer a neve, o ideal é parar em Farellones, a estação tem tobogã e tirolesa, que fazem a diversão da galera.

Valle Nevado é o maior centro de esqui da América Latina e o mais moderno do Chile, com 37 km de pistas, três hotéis, seis restaurantes e bares, o que torna o Valle Nevado um resort de última geração, que recebe várias competições internacionais.

Aliás, Valle Nevado já anuciou a abertura da temperada 2022

Tem também Portillo, que é um pouco mais distante de Santiago, mas é a estação mais antiga do Chile e tem a linda Laguna del Inca.

4.     Lindo Centro Histórico que mescla o antigo e moderno

O centro de Santiago do Chile é instigante, com lindos prédios históricos que dividem o espaço com a arquitetura moderna.

Por isso, vale a pena dedicar um dia inteiro para desbravá-lo (ou até mais, dependendo da sua curiosidade).

O melhor de tudo é que a maior parte das atrações é próxima e tem metrô por perto.

Você pode começar pela Plaza de las Armas, onde foi escrita grande parte da história do Chile.

Naquela região de ruas estreitas você vai encontrar museus, como o Precolombino e Museu Histórico Nacional, além dos Tribunais de Justiça e da Catedral Metropolitana.

Andando cerca 1 km, você ainda encontrará o La Moneda – Palácio do governo, com a imperdível troca de guarda.

Saindo dali, você pode dar uma esticadinha até o magnífico Museu de Bellas Artes, que fica bem ao lado do Cerro Santa Lúcia, no Parque Florestal.

E não para por aí!

A pé ou de metrô, você está bem perto do Barrio Bellavista, onde está a entrada do Cerro San Cristóbal, o charmoso Patio Bellavista, com sua excelente gastronomia, e a La Chascona, uma das mais visitadas casas do poeta Pablo Neruda.

5.     Imperdíveis Valparaiso e Viña del Mar

Quer mais um motivo para viajar para o Chile?

As cidades praianas de Valparaiso e Viña del Mar estão a uma hora de Santiago.

Valparaíso foi declarada Patrimônio Mundial pela Unesco no ano de 2003.

Com mais de 42 cerros e suas casinhas coloridas, a cidade já chama a atenção em sua entrada.

Afinal, lá está o porto mais importante e mais antigo do Chile, fundado em 1536.

Também se encontra a La Sebastiana, outra casa-museu de Pablo Neruda.

Apenas cerca de 20 minutos de carro levam você à vizinha Viña del Mar, famosa por seu Festival de la Canción, que recebe anualmente artistas nacionais e internacionais.

Estamos falando de uma cidade luxuosa, que ostenta mansões e gente descolada de todas as partes do mundo.

Ou seja, é ideal para quem quer lindas praias, alta gastronomia e badalação.

6.     Muitas opções de Vinícolas

Não tem como viajar para o Chile sem visitar uma vinícola, certo?

Inclusive, o Chile ocupa  uma posição destacada mundialmente na produção de vinhos, a topografia e o clima mediterrâneo, formam um excelente ambiente para o cultivo das uvas.

A Concha y Toro é a maior do Chile e a 3ª maior do mundo.

Já a Valle del Maipo tem a Santa Rita com sua incrível história, a Undurraga com sua linda paisagem, a Cousiño Macul que tem as maiores barricas do Chile e uma das maiores do mundo.

No Valle de Casablanca tem a Casas del Bosque e a orgânica Emiliana, especializada na produção de vinhos brancos.

E no Valle do Colchagua  você encontra vinhos de altíssima qualidade.

Enfim, são muitas vinícolas abertas à visitação; todas oferecem visitas guiadas.

Confira a lista com as 10 melhores vinícolas que já visitei no Chile.

É claro que no Chile tem muitas outras vinícolas e queremos conhecer quase todas!!!

7.     Viaje para o Chile e conheça deserto e geleiras no mesmo país

A localização e a extensão territorial do Chile mostram um contraste geográfico e climático.

Ao Norte, o Atacama, o deserto mais seco do mundo.

Já ao Sul, os lagos e geleiras, a Patagônia chilena.

No Atacama, que já foi coberto pelo oceano, você encontrará lagoas de sal, cachoeiras com água termal e gêiseres.

Aliás, você vai adorar esse fenômeno natural de águas quentes jorrando do solo ― um espetáculo à parte.

Fora isso, há uma quantidade de vulcões com altitude superior a 5 mil metros.

Já na Patagônia, que compreende também a Argentina, as tonalidades mudam e o alaranjado do deserto dá lugar ao branco azulado das geleiras.

Conhecida como “Fim do Mundo”, Punta Arenas é sua capital, de onde saem navios de cruzeiro ― para quem não abre mão de conforto e de sofisticação.

A região ainda abriga enormes glaciares, lagos congelados e inúmeros animais exóticos, como pinguins, leões marinhos e baleias.

Além disso, o bioma tem fauna e flora intocados e preservados – simplesmente emocionante!

Em síntese, o Chile definitivamente caiu no gosto dos brasileiros.

Também não é para menos. Um país espetacular, repleto de bons contrastes e um povo deliciosamente alegre e receptivo.

Por isso, não perca tempo e faça suas malas agora mesmo!

Viajar para o Chile renderá em cada lugar um encanto diferente.

 

O Nós no Chile pode ajudar você a planejar todos os detalhes para que sua viagem aconteça com todo o conforto.

Conheça quem são os nossos parceiros, compare preços e serviços!

 

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ao comentar você concorda com nossa Política de Privacidade