Roteiro de 7 dias no Chile? Temos!

Então, se você quer conhecer Santiago do Chile, prepare as passagens, pois, o roteiro completinho você confere agora.

Pronto para viver 7 dias inesquecíveis no Chile?

Vamos lá!

1° dia: Centro Histórico

Em primeiro lugar, conheça o Centro Histórico de Santiago, que mescla tradição e modernidade na arquitetura de suas praças e museus.

Antes de tudo, recomendo que você inicie o primeiro dia do roteiro de 7 dias no Chile assistindo a Troca de Guarda e conhecendo também o Palácio La Moneda – sede do governo e que tem visita guiada de graça.

Logo depois, aproveite para visitar o Centro Cultural La Moneda, que fica no subsolo da Praça.

Afinal, nesse espaço sempre há exposições e atividades culturais.

Além disso, você encontra lojinhas de artesanato e simpáticas cafeterias com wi-fi liberado.

Em seguida, aproveite para conhecer o Paseo Bandera – a rua mais colorida de Santiago; ela fica bem pertinho do La Moneda.

Basta seguir caminhando até à Plaza das Armas, onde está a  maravilhosa Catedral Metropolitana de Santiago, o Museu  Histórico Nacional,  Museu de Arte Precolombino e o Edifício dos Correios.

Dicas:

Um roteiro 7 dias no Chile também pede umas comprinhas.

Portanto, aproveite para caminhar pelo Paseo Ahumada, pois, lá está a principal rua de comércio do centro de Santiago.

Ou seja, é lá que estão localizadas as lojas de departamentos, lojas de sapatos (Paseo Estado), eletrônicos, restaurantes e os famosos cafés com pernas.

Já na rua Agustinas há várias casas de câmbio com boas cotações.

Mas aos domingos o comércio fica fechado.

Bem, já que estamos falando em compras, talvez você esteja se perguntando: qual meio de pagamento devo usar no Chile?

É melhor levar real, dólar ou pagar com cartão de crédito?

Infelizmente, após os protestos, iniciados no Chile em outubro de 2019, a região central está bastante suja e muita pichada.

Estou atualizando esse post hoje (junho/22) e essa é a atual realidade. Contudo, sigo na torcida para a revitalização do local.

Eu sei que o seu roteiro 7 dias no Chile está apenas começando.

Ou seja, ainda há muitos lugares incríveis para conhecer.

Mas se as pernas ainda derem conta, o Cerro Santa Lucía é uma boa pedida.

No entanto, aviso que é preciso se preparar para enfrentar uma subida até chegar ao topo do Cerro.

Preciso dizer que a vista compensa qualquer esforço.

Afinal, de lá de cima é possível ver a Cordilheira, boa parte da cidade e ainda fazer lindas fotos.

Vale lembrar que o Santa Lucía não funciona às segundas.

 

2º dia: Parque Metropolitano de Santiago

Animado para o segundo dia do nosso roteiro?

Então bora!

Hoje é dia de conhecer o Parque Metropolitano de Santiago.

Para chegar até lá, pegue o metrô (linha 1) até à Estação Baquedano, atrevesse a Plaza Itália, aí é só caminhar até o final da Calle (rua) Pio Nono, nº 450.

Você sabia que o Parque Metropolitano de Santiago é o maior parque do Chile?

Sim, nele estão o Cerro San Cristóbal e o Zoológico.

Logo, é uma boa opção para quem está viajando com crianças.

Para subir até o Cerro você pega o funicular – uma espécie de bondinho.

Já nos finais de semana é um pouquinho mais caro.

Chegando lá em cima, você encontra o Santuário Imaculada Conceição, com uma imagem de 22 metros de altura.

Além disso, você tem uma vista maravilhosa de Santiago.

Atenção! O funicular está fechado para manutenção.

Nesse caso, para subir o San Cristóbal o ideal é o teleférico, que tem entrada pela Avenida Pedro de Valdivia, Providencia.

Você pode comprar os ingressos antecipados do Teleférico aqui neste site.

O funicular e teleféricos não funcionam às segundas-feiras.

Dicas:

Não deixe de provar o Mote con Huesillo, uma espécie de suco, bem doce, com grãos de trigo cozidos, parecidos com milho e pêssego natural inteiro.

Ah! Tem também as empanadas: são gigantes, quase um almoço.

Em Bellavista visite uma das famosas Casas Museu do poeta Pablo Neruda, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1971.

A mais próxima é a La Chascona, que fica na Calle Fernando Márquez de La Plata, 0192, Bellavista, bem aos pés do Cerro.

Também existem outras casas em homenagem a Neruda, como La Sebastiana, em Valparaiso e a casa museu Isla Negra.

Enfim, todas as casas são museus e estão abertas à visitação.

Continue o passeio caminhando até o Patio Bellavista, um shopping aberto com diversos restaurantes e lojinhas com artesanatos típicos, muitos feitos com cobre.

 

3º dia: Vinícolas chilenas

Não tem como passar 7 dias no Chile e não conhecer seus deliciosos vinhos, não é mesmo?

Agora você vai conhecer o processo de fabricação dos vinhos chilenos.

Aqui no blog tem várias opções de tours que já fizemos.

As vinícolas mais próximas de Santiago são:  Cousiño Macul,  Concha y Toro,  e Santa Carolina – nessas é fácil chegar de metrô.

Já as vinícolas Undurraga e Santa Rita, também dá para chegar até elas utilizando transporte público.

Conheça as 5 vinícolas chilenas mais visitadas por brasileiros.

Algumas vinícolas ficam um pouco mais distantes, como por exemplo, as do Valle de Casablanca – tem a Casas del Bosque, a Emiliana,  e a Matetic.

No Valle do Colchagua tem a Santa Cruz, a Lapostolle e outras.

Mas temos uma boa notícia!

Várias empresas de turismo fazem esses passeios.

Então, se você não quer entrar numa fria, sugiro consultar as agências parceiras do nosso blog antes.

É possível visitar mais de uma vinícola por dia.

Há opções de pacotes com visitas pela manhã e a tarde.

Assim, dá para aproveitar bem o dia.

 

4º dia: Valparaíso de Viña del Mar

Para quem não quer ficar os 7 dias só em Santiago do Chile e quer pisar (ou pelo menos tentar, porque a água é gelada) no Oceano Pacífico, temos uma boa sugestão:

Que tal conhecer as cidades litorâneas de Valparaíso – onde está o principal Porto do Chile, e Viña del Mar, declarada a cidade das flores?

As flores já começam na entrada da cidade, com o famoso ponto turístico, que você não pode “passar batido” – o famoso relógio das flores.

 

5º dia: Com Neve

É claro que não poderíamos deixar a neve de fora do nosso roteiro de 7 dias no Chile.

Até mesmo porque tem neve para todos os gostos: só para conhecer, brincar e ficar encantado e também para quem já sabe ou queira aprender a esquiar. Enfim, o importante é tirar muitas fotos e aproveitar o dia.

Afinal, são quatro estações e as mais tradicionais são: El ColoradoFarellones La Parva.

E se você continuar subindo por mais meia hora,  chegará ao Valle Nevado; é a que todos os brasileiros querem conhecer por ser a mais alta e ideal para quem quer esquiar.

Porém, se sua intenção é apenas se divertir e conhecer a neve, o ideal é parar em Farellones, pois, essa estação tem tobogã e tirolesa, que fazem a diversão da galera.

Além disso, as agências de turismo oferecem de tudo, passeios, roupas e equipamentos, montam o pacote de acordo com o que você quer.

Valle Nevado anuncia abertura da temporada de 2022.

 

Vídeo novinho com um roteiro completo para Santiago e arredores!

5º dia: Sem Neve

Se não tem neve, tem muitas outras coisas para fazer durante 7 dias no Chile!

No verão, uma boa opção é conhecer os parques de Santiago, como o Bicentenário.

Ou até mesmo passear pela Avenida Alonso de Córdova, cheia de lojas de grife, decoração e design, no bairro Vitacura.

Também dá para tomar um café e passear pelo bairro Lastarria.

E se quer levar um artesanato chileno, acesse aqui e veja opções.

Além disso, arranje um tempinho para conhecer a badalada Avenida Isidora Goyenechea, com seus deliciosos restaurantes no bairro Las Condes e a imperdível pizzaria Tiramisú.

Veja aqui sugestões de restaurantes em Santiago.

Outra opção muito bacana é conhecer Isla Negra, onde tem a Casa-museu mais linda do poeta Pablo Neruda (pelo menos para mim).

Ah, você pode aproveitar para conhecer também Pomaire – cidadezinha linda e cheia de artesanatos.

Gosta de museus? Aqui o imperdível Museu da Memória e dos Direitos Humanos.

E se está viajando com crianças, que tal conhecer o Parque Fantasilandia?

Ou então o Museu Interativo Mirador.

Aliás, tem o Kidzania também.

Outra dica boa é conhecer o Templo Bahá’í.

Assista nosso vídeo para conhecer um pouco sobre ele.

 

6º dia: Cajón del Maipo

Hoje é dia de conhecer esse paraíso da natureza que está pertinho de Santiago.

Atenção: Esse passeio é indicado para o período de outubro até abril.

Fora desse período eu não recomendo.

Com neve a estrada fica bem perigosa e pode até fechar, muito perrengue!

 

7º dia: Mais compras

Por fim, é hora de circular pelos vários shoppings de Santiago: Costanera Center, onde está a torre mais alta da América Latina, em Providencia, Parque Arauco, Alto Las Condes e Mall Sport, em Las Condes.

Este último é um shopping com lojas voltadas para a prática de esportes.

Antes de finalizarmos nossos 7 dias no Chile, uma última dica:

Aproveite também para subir na torre mais alta da América Latina – é o edifício do Shopping Costanera e no último andar está o Sky Costanera 

Espero que tenha curtido o roteiro.

Siga o nosso Instagram: @blognosnochile

E não deixe de ler o nosso roteiro de 3 dias em Santiago para recomendar ao amigos ou para uma viagem mais curta à capital chilena.