Roteiro de 7 dias no Chile durante o inverno no Chile? Temos!

Então, se você quer conhecer Santiago do Chile, prepare as passagens, pois, o roteiro completinho você confere agora.

Entre 20 de junho a 22 de setembro é inverno por aqui.

A temporada de neve é a época em que os centros de esqui estão abertos e funcionando a pleno vapor, com muita neve.

Uma coisa que muita gente não sabe é que, em geral, não neva em Santiago.

Pronto para viver 7 dias inesquecíveis no inverno do Chile?

Leia aqui os requisitos para entrar no Chile em 2024!

Mas se você vai viajar fora do período do inverno, aqui tem um roteiro do Chile no verão!

Vamos lá!

Roteiro de 7 dias no Chile:

1° dia: Centro Histórico

Em primeiro lugar, conheça o Centro Histórico de Santiago, que mescla tradição e modernidade na arquitetura de suas praças e museus.

Antes de tudo, recomendo que você inicie o primeiro dia do roteiro de 7 dias no Chile no inverno assistindo a Troca de Guarda 2024 e conhecendo também o Palácio La Moneda – sede do governo e que tem visita guiada de graça.

Logo depois, aproveite para visitar o Centro Cultural La Moneda, que fica no subsolo da Praça.

Afinal, nesse espaço sempre há exposições e atividades culturais.

Além disso, você encontra lojinhas de artesanato e simpáticas cafeterias com wi-fi liberado.

Em seguida, aproveite para conhecer o Paseo Bandera – a rua mais colorida de Santiago; ela fica bem pertinho do La Moneda (infelizmente está suja e pichada, tô na torcida pela recuperação do Centro de Santiago).

Basta seguir caminhando até à Plaza das Armas, onde está a  maravilhosa Catedral Metropolitana de Santiago, o Museu  Histórico Nacional,  Museu de Arte Precolombino e o Edifício dos Correios.

10 pontos turísticos em Santiago do Chile para conhecer o ano todo!

Dicas!

  • Um roteiro 7 dias no Chile também pede umas comprinhas. Portanto, aproveite para caminhar pelo Paseo Ahumada, pois, lá está a principal rua de comércio do centro de Santiago. Logo, é lá que estão localizadas as lojas de departamentos, lojas de sapatos (Paseo Estado), eletrônicos e restaurantes.
  • Já na rua Agustinas há várias casas de câmbio com boas cotações. Mas aos domingos o comércio fica fechado. E ultimamente estou indicando fazer o câmbio em Providencia.

Bem, já que estamos falando em compras, talvez você esteja se perguntando: qual meio de pagamento devo usar no Chile?

É melhor levar real, dólar ou pagar com cartão de crédito?

Infelizmente, após os protestos, iniciados no Chile em outubro de 2019, a região central está bastante suja e muita pichada, mas aos poucos  estão fazendo a revitalização da região .

Eu sei que o seu roteiro 7 dias no Chile está apenas começando, ou seja, ainda há muitos lugares incríveis para conhecer.

Mas se as pernas ainda derem conta, o Cerro Santa Lucía é uma boa pedida.

No entanto, aviso que é preciso se preparar para enfrentar uma subida até chegar ao topo do Cerro. De antemão, preciso dizer que a vista compensa qualquer esforço.

Isso porque de lá de cima é possível ver a Cordilheira, boa parte da cidade e ainda fazer lindas fotos.

Mas vale lembrar que o Santa Lucía não funciona às segundas.

Palácio La Moneda

2º dia: Parque Metropolitano de Santiago

Animado para o segundo dia do nosso roteiro?

Então bora! Hoje é dia de conhecer o Parque Metropolitano de Santiago.

Para chegar até lá, pegue o metrô (linha 1) até à Estação Baquedano, atrevesse a Plaza Itália, aí é só caminhar até o final da Calle (rua) Pio Nono, nº 450.

Você sabia que o Parque Metropolitano de Santiago é o maior parque do Chile?

Sim, nele estão o Cerro San Cristóbal e o Zoológico.

Logo, é uma boa opção para quem está viajando com crianças.

Aqui você vai encontrar várias dicas para quem viaja para o Chile com crianças 

Para subir até o Cerro você pega o funicular – uma espécie de bondinho. Já nos finais de semana é um pouquinho mais caro.

Chegando lá em cima, você encontra o Santuário Imaculada Conceição, com uma imagem de 22 metros de altura.

Além disso, você tem uma vista maravilhosa de Santiago.

Atenção! Aqui tem um post novinho sobre o funicular e teleférico de Santiago

Nesse caso, para subir o San Cristóbal, o ideal é o teleférico, que tem entrada pela Avenida Pedro de Valdivia, Providencia. Você pode comprar os ingressos antecipados do Teleférico aqui neste site.

O funicular e teleféricos não funcionam às segundas-feiras.

Leia também: 8 lugares para conhecer com transporte público no Chile

O ônibus de turismo Hop On Hop Off é uma boa opção para conhecer a cidade.

Dica!

  • Não deixe de provar o mote con huesillo, uma espécie de suco, bem doce, com grãos de trigo cozidos, parecidos com milho e pêssego natural inteiro. Ah! Tem também as empanadas: são gigantes, quase um almoço.

Em Bellavista visite uma das famosas Casas Museu do poeta Pablo Neruda, ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1971.

A mais próxima é a La Chascona, que fica na Calle Fernando Márquez de La Plata, 0192, Bellavista, bem aos pés do Cerro.

Também existem outras casas em homenagem a Neruda, como La Sebastiana, em Valparaiso e a casa museu Isla Negra.Enfim, todas as casas são museus e estão abertas à visitação.

Continue o passeio caminhando até o Patio Bellavista, um shopping aberto com diversos restaurantes e lojinhas com artesanatos típicos, muitos feitos com cobre.

3º dia: Vinícolas chilenas

Não tem como passar 7 dias no Chile e não conhecer seus deliciosos vinhos, não é mesmo? Agora você vai conhecer o processo de fabricação dos vinhos chilenos.

Aqui no blog tem várias opções de tours que já fizemos.

As vinícolas mais próximas de Santiago são:  Cousiño Macul,  Concha y Toro,  e Santa Carolina – nessas é fácil chegar de metrô.

Já as vinícolas Undurraga e Santa Rita, também dá para chegar até elas utilizando transporte público.

Conheça as 5 vinícolas chilenas mais visitadas por brasileiros.

Algumas vinícolas ficam um pouco mais distantes, como por exemplo, as do Valle de Casablanca – tem a Casas del Bosque, a Emiliana, Veramonte  e a Matetic.

No Valle do Colchagua tem a Santa Cruz, a Clos de Apalta, Montes, Viu Manent e outras. No Valle Cachapoal, a Vik, a mais exclusiva do Chile.

Dica!

  • Várias empresas de turismo fazem esses passeios. Então, se você não quer entrar numa fria, sugiro consultar as agências parceiras do nosso blog antes.

É possível visitar mais de uma vinícola por dia. Há opções de pacotes com visitas pela manhã e a tarde. Assim, dá para aproveitar bem o dia.

4º dia: Valparaíso de Viña del Mar

Para quem não quer ficar os 7 dias só em Santiago do Chile e quer conhecer o Oceano Pacífico, tenho uma boa sugestão: que tal conhecer as cidades litorâneas de Valparaíso, onde está o principal Porto do Chile, e Viña del Mar, declarada a cidade das flores?

As flores já começam na entrada da cidade, com o famoso ponto turístico, que você não pode “passar batido” – o famoso relógio das flores.

Conheça Valparaíso : a cidade que é patrimônio cultural

5º dia: Centros de ski e Parque de neve

Esse é o atrativo principal para quem viaja no inverno, então é claro que não poderíamos deixar a neve de fora do nosso roteiro de 7 dias no Chile.

Até mesmo porque tem neve para todos os gostos: só para conhecer, brincar e ficar encantado e também para quem já sabe ou queira aprender a esquiar. Enfim, o importante é tirar muitas fotos e aproveitar o dia.

Afinal, são quatro estações e as mais tradicionais são: El ColoradoFarellones La Parva.

E se você continuar subindo por mais meia hora,  chegará ao Valle Nevado; é a que todos os brasileiros querem conhecer por ser a mais alta e ideal para quem quer esquiar.

Porém, se sua intenção é apenas se divertir e conhecer a neve, o ideal é parar em Farellones, pois, essa estação tem várias atividades, como: tobogã, tirolesa, teleférico…que fazem a diversão da família inteira.

Fato é que, se você quer esquiar, a melhor opção é escolher uma estação e ficar nela. Seja Valle Nevado, Farellones, La Parva ou El Colorado. Afinal, todas oferecem pacotes de esqui ou snowboard com aulas.

Além disso, as agências de turismo oferecem de tudo, passeios, roupas e equipamentos, montam o pacote de acordo com o que você quer.

Leia este texto para saber qual estação de esqui escolher!

6º dia: Voltinhas por Santiago e região

Se preferir um passeio sem neve, sugiro passear pela Avenida Alonso de Córdova, cheia de lojas de grife, decoração e design, no bairro Vitacura.

Também dá para passear pelo bairro Lastarria. Incluindo Lastarria no seu roteiro de viagem, você tem algumas opções. A primeira abre a possibilidade de um delicioso café da manhã para começar o dia e seguir depois para um dos pontos mencionados na localização. A luz da manhã rende boas fotos, mas nesse horário o local ainda não tem muito movimento.

Aproveite para almoçar em Lastarria

Uma segunda opção é almoçar em dos vários restaurantes do bairro. Ao terminar, você pode aproveitar para circular, fazer a digestão e tomar um café ou um sorvete e seguir reabastecido para o próximo passeio. E ainda pode tomar um delicioso chocolate quente na Brussels, que fica dentro da Galeria Lastarria.

Leia mais sobre Lastarria, aqui.

E se quer levar um artesanato chileno, acesse aqui e veja opções.

Além disso, arranje um tempinho para conhecer a badalada Avenida Isidora Goyenechea, com seus deliciosos restaurantes no bairro Las Condes e a imperdível pizzaria Tiramisú. Veja aqui sugestões de restaurantes em Santiago.

Outra opção muito bacana é conhecer Isla Negra, onde tem a Casa-museu mais linda do poeta Pablo Neruda (pelo menos para mim).  Ah, você pode aproveitar para conhecer também Pomaire – cidadezinha linda e cheia de artesanatos.

Gosta de museus? Aqui o imperdível Museu da Memória e dos Direitos Humanos.

E se está viajando para o Chile com crianças, que tal conhecer o Parque Fantasilandia, o Museu Interativo Mirador ou o  Kidzania.

Outra dica boa é conhecer o Templo Bahá’í.

Não é somente uma casa de oração, mas também um ícone da arquitetura e já está recebendo prêmio por sua beleza e inovação.

Se você faz questão de conhecer um museu e aprender mais sobre a cultura chilena, recomendo o Museu da Memória e Direitos Humanos.

Dica!

7º dia: Comprinhas

Por fim, é hora de circular pelos vários shoppings de Santiago: Costanera Center, onde está a torre mais alta da América Latina, em Providencia, Parque Arauco, Alto Las Condes e Mall Sport, em Las Condes.

Este último é um shopping com lojas voltadas para a prática de esportes. Leia aqui sobre os maiores e melhores shoppings de Santiago do Chile

Dicas!

Aproveita para saber quanto custa uma viagem para o Chile em 2024

Clima e temperatura em Santiago do Chile no inverno

As temperaturas tendem a baixar mais para o final do mês de junho e são bem variáveis em Santiago, entre -2 e 18 graus. Já nas estações de esqui, dependendo da altura, as temperaturas podem chegar a -10 graus. Quem não está acostumado, precisa estar preparado.

Muito frio? Sim. Mas quanto menor a temperatura e maior a possibilidade de chuva, melhor para quem quer ver a neve. A neve pode começar a cair no início de junho e ir até setembro, mas aviso desde já: não tem data certa para chegar.

Nesta época, começa a amanhecer mais tarde e os dias são mais curtos. Amanhece por volta das 7h40 e escurece por volta das 17h50.

Podemos ter um pouco de chuva no inverno, mas não se preocupe. Nada parecido com o Brasil. Aqui chove bem menos e costuma passar rápido, dificilmente por dias e dias. E nem podemos reclamar, já que a chuva é escassa e precisamos dela para ter neve.

Assessoria personalizada para a sua viagem ao Chile

Na sua viagem para o Chile eu vou te ajudar com um roteiro incrível por meio da minha assessoria personalizada.

Eu ofereço um atendimento on-line individual e personalizado.

Você terá uma hora comigo para eu te ajudar a planejar bem a sua viagem.

Marcamos um dia e hora e batemos um papo. Além disso, você me conta sobre quais os tipos de passeios prefere, quantos dias pretende ficar no Chile, se você sozinho ou acompanhado e outras coisas.

Saiba mais sobre a assessoria de viagem, aqui.

Agências parceiras

Para todos os passeios na Cordilheira, tenho sugestões de agências parceiras em Santiago.

São profissionais que eu tive a oportunidade de conhecer, contudo, vale lembrar que esta é apenas uma indicação e que o Nós no Chile não vende pacotes para tours, ou seja, a contratação deve ser efetuada diretamente com cada agência.

Veja as agências parceiras, aqui.

Seguro viagem para o Chile

O Seguro não é obrigatório para entrar no Chile, mas eu recomendo, pois com ele você tem cobertura de saúde fora do Brasil, ou seja, precisou de um atendimento médico você não vai ter que desembolsar uma fortuna, seu seguro viagem cobre as suas despesas médicas.

E o que é melhor: contratando aqui pelo blog você ganha um bom desconto e eu recebo uma pequena comissão que me ajuda na manutenção aqui da página.

Então podemos combinar assim? Então clica aqui para contratar o seu seguro por menos de R$70,00. 

Onde se hospedar durante a temporada de neve no Chile?

Santiago oferece diversas opções para se hospedar, desde hotéis de luxo até hospedagens mais econômicas.

A vantagem é que você pode encontrar o ideal para o seu orçamento levando em conta as exigências que busca: por exemplo, conforto, exclusividade, localização, estrutura, estrelas, amenidades e mais.

Eu recomendo que você se hospede em  Providencia, Las Condes ou Vitacura para garantir uma boa experiência na sua viagem.

Isso porque, nessas três regiões, você vai encontrar os melhores hotéis de Santiago, assim como restaurantes, pubs, entretenimento de qualidade e ainda ter fácil acesso a transporte público, espaços arborizados – além de serem lugares mais seguros também.

O que levar na mala para o Chile?

Muitas pessoas me perguntam sobre as roupas que devem trazer para viajar nesta época.

Na hora de fazer a mala para aproveitar o inverno e a neve no Chile 2023, vale a pena planejar bem os passeios e o tempo na montanha e em Santiago.

Sim, na montanha o frio é mais intenso, o que vai exigir casacos maiores. Eu explico melhor neste post.

Espero que tenha curtido o roteiro.

E não deixe de ler o nosso roteiro de 3 dias em Santiago para recomendar ao amigos ou para uma viagem mais curta à capital chilena.

Aproveite para assistir o vídeo que eu fiz sobre onde ver neve perto de Santiago!